Dicas e truques para melhorar sua vida financeira

321 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Dicas e truques para melhorar sua vida financeira

  1. 1. Dicas e Truques Para Melhorar Sua Vida Financeira 20/8/2013 por RAFAEL SEABRA | EDUCAÇÃO FINANCEIRA Ao melhorar nossa vida financeira, aumentamos também nossa felicidade, de uma forma geral. Por essa razão, acho importante compartilhar algumas dicas e truques que realmente funcionam (pelo menos comigo). Estou no melhor momento financeiro da minha vida. E, em grande parte, por conta de vocês, leitores do Quero Ficar Rico. Mas também por saber lidar com dinheiro, não ter dívidas, por poupar e investir o máximo que posso. Aqui estão algumas dicas e truques que funcionam para mim (não necessariamente funcionará para todos). Compartilhe suas dicas nos comentários! #1. Use dinheiro Ao invés de comprar coisas com cartões de crédito ou débito, use dinheiro para despesas corriqueiras como comer fora, combustível ou supermercado. Gastar dinheiro faz com que a despesa seja mais real, e ainda tem a vantagem de saber exatamente quando o dinheiro acaba, evitando gastar mais do que você tem. #2. Fique em casa Sair frequentemente te deixa mais propenso a gastar desnecessariamente. Comer em restaurantes, ir ao shopping, parar em lojas de conveniência para lanches. É difícil evitar gastos quando você está na rua.
  2. 2. Ao invés, fique em casa e descubra formas de se entreter sem gastos. É também uma excelente forma de estar com sua família. #3. Mantenha uma “lista dos 30 dias” Se você costuma comprar por impulso algo que absolutamente não necessita, passe a colocá-lo numa “lista dos 30 dias”. Você não pode comprar nada além do necessário — qualquer coisa além disso vai para a lista, com a data em que foi registrado. Passados os trinta dias, você pode comprar — mas, na maioria das vezes, a ansiedade para comprar já passou, e você pode avaliar a real necessidade com mais calma. #4. Faça exercícios Permanecer saudável é a melhor forma de evitar despesas médicas no futuro. #5. Converse frequentemente com seu(sua) parceiro(a) É importante que você e seu(sua) parceiro(a) estejam financeiramente alinhados. Vocês devem ter os mesmos objetivos financeiros, e a partir daí devem compartilhar o mesmo plano de gastos e política para evitar compras por impulso. Garanta que ambos saibam quais as despesas mensais, como anda o saldo bancário, entre outros. Uma simples conversa semanal de 20 minutos já é o suficiente. Comunicação é essencial. #6. Registre todas as receitas e despesas Existem softwares caros como o Microsoft Money, Quicken, entre outros, que fazem maravilhas com suas informações financeiras. Há também alguns que até são gratuitos, tanto desktop quanto online, que também fazem essas mesmas coisas.
  3. 3. O problema é que eu não preciso disso tudo. Tudo que preciso é uma forma de rastrear meu dinheiro de uma forma fácil, sem frescuras, e com a possibilidade de acessar esses dados virtualmente, de modo que eu possa atualizá-los de qualquer lugar. Uma excelente maneira que realmente utilizo é o Google Drive (antes chamado de Google Docs and Spreadsheets), para quem usa o Gmail. Mas nada impede que você utilize uma planilha financeira ou mesmo um caderninho. O importante é manter esse registro. E fazê-lo da forma mais simples possível. #7. Exercite-se em casa Alguns podem discordar dessa dica, e não tem problema. Você deve fazer da forma que funciona para si. Mas eu economizei bastante dinheiro (mais de R$ 1 mil por ano), que costumava gastar com academias, trocando por corridas num parque perto da minha casa ou mesmo malhando na academia do meu prédio. Tudo bem que nem todos têm uma academia no próprio prédio, mas ainda assim sai muito mais barato comprar alguns pesos para malhar em casa, ou mesmo praticar caminhadas/corridas em algum local nas redondezas. Sinceramente não é necessário uma academia para isso. #8. Cancele sua TV a cabo Não estou dizendo que você deve parar de assistir TV — eu mesmo assisto filmes e jogos de futebol regularmente, por exemplo. A diferença é que eu tenho certeza que estou assistindo algo que realmente quero, ao invés de programas inúteis que vemos na TV na maioria do tempo. Além disso, há bastante conteúdo online, gratuito e de qualidade. Eu mesmo sou “viciado” em cursos online (alguns pagos, diga-se de passagem). Além de combater a enrolação, ainda economizará algum dinheiro
  4. 4. #9. Doe, empreste e pegue emprestado Ao se livrar do excesso de entulhos que existe em sua casa, você não apenas tornará sua vida muito mais simples e tranquila, como também ficará muito mais difícil comprar coisas que bagunçarão novamente. Uma vez que sua casa esteja organizada (e simplificada), você não vai querer voltar atrás. Além disso, doe livros, roupas e brinquedos que você não precisa mais. Se você precisa de algo (um livro, por exemplo), mande e-mail para seus amigos ou poste no Facebook perguntando se alguém tem. Existe a chance de alguém próximo ter e te dar de graça, caso não utilize mais. #10. Encontre a felicidade na vida, não nos gastos Muitas vezes, as pessoas compram coisas porque pensam (talvez inconscientemente) que isso trará felicidade. “TENHO que ter aquela roupa ou comprar aquele carro”, pensam alguns. Então, compram o que quer que seja, e ficam felizes apenas por alguns dias. Então precisam comprar mais. E se transforma num ciclo sem sim. Ao invés disso, aprenda a valorizar a vida. Encontre diversão nas pessoas ao seu redor. Em fazer algo que você realmente ame. Em se exercitar. Há tanta coisa na vida que nos fazem felizes, que não é necessário tentar encontrar felicidade em gastar.
  5. 5. Recapitulando Neste artigo, vimos 10 dicas e truques para melhorar sua vida financeira, a saber: 1. Use dinheiro; 2. Fique em casa; 3. Mantenha uma “lista dos 30 dias”; 4. Faça exercícios; 5. Converse frequentemente com seu(sua) parceiro(a); 6. Registre todas as receitas e despesas; 7. Exercite-se em casa; 8.Cancele sua TV a cabo; 9. Doe, empreste e pegue emprestado; 10. Encontre a felicidade na vida, não nos gastos. É importante ressaltar que você não precisa colocar todas essas dicas em prática, muito menos levá-las ao pé da letra. Vai depender bastante da sua situação financeira atual. Enquanto uma pessoa endividada deve ser mais radical, outra que esteja numa situação financeira confortável deve buscar o equilíbrio. No entanto, não é porque temos dinheiro sobrando que devemos gastar tudo. Viver com frugalidade faz bem Até a próxima! Eu gostaria de viver como um pobre, mas com muito dinheiro ~ Pablo Picasso Nota: Realmente utilizo cada uma dessas dicas, mas a fonte de inspiração para este texto foi o artigo 20 Money Hacks: Tips and Tricks to Improve Your Finances.

×