SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Teoria da Informação
Informação é a medida da incerteza de
um sistema de signos ou mensagem.
Quanto mais dúvidas um sistema gera,
mais informação ele possui.
Num lance de cara e coroa, a probabilidade
de cada face da moeda é a de uma em
uma aposta.

Num lance de dados, a probabilidade de
cada face é a de seis em uma aposta.

Num jogo de megasena, a probabilidade
de ocorrer a combinação de seis dezenas é
a de 50.063.860 em uma aposta.
Mensagem é um grupo
ordenado de elementos de
percepção (signos) extraídos de
um repertório e reunidos em
uma determinada estrutura
(codificação).
Há organizações mais simples (o
desfile de uma parada militar) e
outras de grande complexidade (o
desfile de uma escola de samba). As
mensagens resultantes do segundo
caso tendem a ter uma taxa de
informação muito maior.
As mensagens organizadas em
sistemas extremamente complexos e
abertos tendem ao caos. São
entrópicas.
Entropia e informação são grandezas
que se equivalem.
Os sistemas de signos precisam de
redundância para a garantia de sua
permanência e comunicabilidade (as
vogais no alfabeto).
O repertório é o conjunto de signos
dominados tanto na esfera da emissão
quanto da recepção. É necessária certa
compatibilidade de repertórios para
que haja comunicação eficiente.

Repertórios muitos restritos produzem
redundância. Excessivos, geram
entropia.
Ruído é qualquer perturbação no
processo de transmissão da
informação, tanto no canal (ruído físico)
quanto na codificação ou decodificação
das mensagens (ruído semântico).
Os ruídos podem ser fontes de criação
estética ou mesmo de novas funções
para a mídia. Transmissões de rádio
concebidas para uso militar: a
possibilidade do inimigo entrar na
frequência constituía em ruído; mas
essa possibilidade transformou o rádio
em potente meio de comunicação
massiva.
Rádio fora de sintonia é ruidoso:
transformou-se em música eletrônica
altamente informativa.
O modelo original da TI
(Fonte → Canal → Receptor)
é unilateral e autoritário: gera feedback
mas pouca interatividade.

Pensa-se em processos que contemple
novos atores na produção midiática
FONTE/RECEPTOR ↔ RECEPTOR/FONTE
• Ler o Escaravelho de Ouro, de Edgar Alan Poe.
  Conta narra história do descobrimento de
  tesouro a partir da decifração de criptograma
  com a ajuda da tábua de frequência do
  alfabeto em língua inglesa.

Mais conteúdo relacionado

Mais de Ronaldo Henn (20)

Funcionalismo
FuncionalismoFuncionalismo
Funcionalismo
 
Etapas da-evolu c-ao-da-comunicacao-humana
Etapas da-evolu c-ao-da-comunicacao-humanaEtapas da-evolu c-ao-da-comunicacao-humana
Etapas da-evolu c-ao-da-comunicacao-humana
 
Funcionalismo
FuncionalismoFuncionalismo
Funcionalismo
 
Seminário sonia
Seminário soniaSeminário sonia
Seminário sonia
 
Seminário sonia
Seminário soniaSeminário sonia
Seminário sonia
 
Aaula sonia
Aaula soniaAaula sonia
Aaula sonia
 
Ronaldo sbpjor 2011
Ronaldo sbpjor 2011Ronaldo sbpjor 2011
Ronaldo sbpjor 2011
 
Convergência entre e inter mídias
Convergência entre e inter mídiasConvergência entre e inter mídias
Convergência entre e inter mídias
 
Linguagens e convergências
Linguagens e convergênciasLinguagens e convergências
Linguagens e convergências
 
394 1976-1-pb
394 1976-1-pb394 1976-1-pb
394 1976-1-pb
 
Shannon1948
Shannon1948Shannon1948
Shannon1948
 
Shannon1948
Shannon1948Shannon1948
Shannon1948
 
Biblioteca 1892 (1)
Biblioteca 1892 (1)Biblioteca 1892 (1)
Biblioteca 1892 (1)
 
Mc luhan visao som e furia
Mc luhan visao som e furiaMc luhan visao som e furia
Mc luhan visao som e furia
 
Convergencia
ConvergenciaConvergencia
Convergencia
 
394 1976-1-pb
394 1976-1-pb394 1976-1-pb
394 1976-1-pb
 
Santaella, lucia matrizes da linguagem e pensamento
Santaella, lucia   matrizes da linguagem e pensamentoSantaella, lucia   matrizes da linguagem e pensamento
Santaella, lucia matrizes da linguagem e pensamento
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Convergência entre e inter mídias
Convergência entre e inter mídiasConvergência entre e inter mídias
Convergência entre e inter mídias
 
Pontos para a prova de gb
Pontos para a prova de gbPontos para a prova de gb
Pontos para a prova de gb
 

Ti review

  • 2.
  • 3. Informação é a medida da incerteza de um sistema de signos ou mensagem. Quanto mais dúvidas um sistema gera, mais informação ele possui.
  • 4. Num lance de cara e coroa, a probabilidade de cada face da moeda é a de uma em uma aposta. Num lance de dados, a probabilidade de cada face é a de seis em uma aposta. Num jogo de megasena, a probabilidade de ocorrer a combinação de seis dezenas é a de 50.063.860 em uma aposta.
  • 5. Mensagem é um grupo ordenado de elementos de percepção (signos) extraídos de um repertório e reunidos em uma determinada estrutura (codificação).
  • 6. Há organizações mais simples (o desfile de uma parada militar) e outras de grande complexidade (o desfile de uma escola de samba). As mensagens resultantes do segundo caso tendem a ter uma taxa de informação muito maior.
  • 7. As mensagens organizadas em sistemas extremamente complexos e abertos tendem ao caos. São entrópicas. Entropia e informação são grandezas que se equivalem. Os sistemas de signos precisam de redundância para a garantia de sua permanência e comunicabilidade (as vogais no alfabeto).
  • 8. O repertório é o conjunto de signos dominados tanto na esfera da emissão quanto da recepção. É necessária certa compatibilidade de repertórios para que haja comunicação eficiente. Repertórios muitos restritos produzem redundância. Excessivos, geram entropia.
  • 9. Ruído é qualquer perturbação no processo de transmissão da informação, tanto no canal (ruído físico) quanto na codificação ou decodificação das mensagens (ruído semântico).
  • 10. Os ruídos podem ser fontes de criação estética ou mesmo de novas funções para a mídia. Transmissões de rádio concebidas para uso militar: a possibilidade do inimigo entrar na frequência constituía em ruído; mas essa possibilidade transformou o rádio em potente meio de comunicação massiva.
  • 11. Rádio fora de sintonia é ruidoso: transformou-se em música eletrônica altamente informativa.
  • 12. O modelo original da TI (Fonte → Canal → Receptor) é unilateral e autoritário: gera feedback mas pouca interatividade. Pensa-se em processos que contemple novos atores na produção midiática
  • 14. • Ler o Escaravelho de Ouro, de Edgar Alan Poe. Conta narra história do descobrimento de tesouro a partir da decifração de criptograma com a ajuda da tábua de frequência do alfabeto em língua inglesa.