SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
ATIVIDADE 4 - PLANEJAMENTO E CONTROLE DA
PRODUÇÃO - 51/2023
QUESTÃO 1
•
A tabela a seguir apresenta um conjunto de ordens de produção que precisam ser executadas em
duas máquinas.
Ordem
Tempo de processamento – Máquina
1 (h)
Tempo de processamento – Máquina
2 (h)
Entrega
(horas)
OP1 4 4 9
OP2 4 3 11
OP3 3 4 8
Fonte: o autor (2022).
Seguindo a regra de programação “Índice Crítico (ICR)”, como ficará a sequência de execução das
ordens? Assinale a alternativa correta.
QUESTÃO 2
•
Dois modelos de gestão de estoques para demandas independentes são os modelos de revisão
contínua e de reposição periódica. O modelo é escolhido conforme a melhor maneira de fazer a
gestão de estoques.
Considerando as caracterísicas desttes dois modelos, avalie as asserções, a seguir, e a relação
proposta entre elas.
A S S E S S O R I A A C A D Ê M I C A
A C A D Ê M I C A
(43) 99668 - 6495
(43) 98816 - 5388
I. A fórmula para o cálculo do estoque de segurança nos sistemas de revisão contínua e de reposição
periódica é a mesma.
POIS
II. Uma reposição de material no sistema de reposição contínua é acionada quando a quantidade
em estoque é igual ou menor ao valor do Ponto de Ressuprimento (PR).
A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.
QUESTÃO 3
•
“Alguns itens disponíveis no mercado são produzidos em alto volume, apesar de serem itens
relativamente complexos, que exigem uma série de montagens. Um bom exemplo deste tipo de
item são os eletrodomésticos.”
SILVA, M. J. Planejamento e Controle da Produção. Maringá: Unicesumar: 2020, p.215.
Estes itens são fabricados, de forma eficiente, em sistemas produtivos com produção em série. Neste
caso, existe uma linha de produção com postos de trabalho com operações padronizadas. Estas
operações devem ser combinadas de tal maneira que a soma de seus tempos de execução não
ultrapasse o:
QUESTÃO 4
•
Existem alguns princípios básicos para a promoção do fluxo produtivo. Estes princípios norteiam a
tomada de decisões para a melhoria de sistemas produtivos. Eles estão relacionados à Teoria das
Restrições.”
Disponível em: SILVA, M. J. Planejamento e Controle da Produção. Maringá: Unicesumar: 2020, p.259.
Os princípios básicos da manufatura sincronizada explicam como criar um fluxo produtivo
melhorado. Considerando tais princípios, avalie as afirmações a seguir como (V) para verdadeiras e
(F) para falsas:
I. O tempo ganho em qualquer recurso produtivo é o tempo ganho para o sistema global.
II. Os recursos devem ser ativados, pois quanto mais forem utilizados, melhor será o fluxo produtivo.
III. O tempo ganho em um recurso não gargalo, é apenas uma miragem de ganho.
IV. Os lotes de transferência devem ser iguais ou maiores que o lote de processamento, para permitir
ganhos em escala durante o transporte.
QUESTÃO 5
•
O estoque de segurança é importantíssimo para evitar o desabastecimento de materiais. Ele deve
ser calculado para uma solução equilibrada entre oferecer um bom nível de serviço e evitar custos
com estoques.
A partir disso, considere o caso de uma peça que possui um lead time de entrega constante igual a
5 dias e um desvio-padrão de demanda igual a 10 unidades/dia. A demanda apresenta uma
distribuição normal. O estoque de segurança para manter um nível de serviço de 99,91% em um
sistema de revisão contínua deve ser, no mínimo:

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Planejamento e controle da produção

Administração científica e teoria clássica da administração
Administração científica e teoria clássica da administraçãoAdministração científica e teoria clássica da administração
Administração científica e teoria clássica da administraçãoJean Leão
 
Relação produção e logistica
Relação produção e logisticaRelação produção e logistica
Relação produção e logisticaElaine Costa
 
102571136 planejamento-e-controle-de-processos-e-producao
102571136 planejamento-e-controle-de-processos-e-producao102571136 planejamento-e-controle-de-processos-e-producao
102571136 planejamento-e-controle-de-processos-e-producaoEnock Viana
 
Reimplantação de Sistema ERP
Reimplantação de Sistema ERPReimplantação de Sistema ERP
Reimplantação de Sistema ERPWillian Berriel
 
Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...
Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...
Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...Alexandre Bento
 
A produtividade-no-chao-de-fabrica
A produtividade-no-chao-de-fabricaA produtividade-no-chao-de-fabrica
A produtividade-no-chao-de-fabricaFabrício Páris
 
Aula -5 JIT_KANBAN.pdf
Aula -5 JIT_KANBAN.pdfAula -5 JIT_KANBAN.pdf
Aula -5 JIT_KANBAN.pdfGiancarloSimes
 
A tecnologia mrp aplicada na gestão de ferramentas de usinagem no setor autom...
A tecnologia mrp aplicada na gestão de ferramentas de usinagem no setor autom...A tecnologia mrp aplicada na gestão de ferramentas de usinagem no setor autom...
A tecnologia mrp aplicada na gestão de ferramentas de usinagem no setor autom...Alexandre Bento
 
A tecnologia-mrp-aplicada-na-gestao-de-ferramentas-de-usinagem-no-setor-autom...
A tecnologia-mrp-aplicada-na-gestao-de-ferramentas-de-usinagem-no-setor-autom...A tecnologia-mrp-aplicada-na-gestao-de-ferramentas-de-usinagem-no-setor-autom...
A tecnologia-mrp-aplicada-na-gestao-de-ferramentas-de-usinagem-no-setor-autom...mlpfernandes
 
09 gerenciamento de_configuracao_e_mudanca
09 gerenciamento de_configuracao_e_mudanca09 gerenciamento de_configuracao_e_mudanca
09 gerenciamento de_configuracao_e_mudancaLuisinho Menard
 
11. módulo 6 just in time (lean manufacturing)
11. módulo 6   just in time (lean manufacturing)11. módulo 6   just in time (lean manufacturing)
11. módulo 6 just in time (lean manufacturing)Eliana Celiven
 
Planeamento e Controlo da Producao
Planeamento e Controlo da ProducaoPlaneamento e Controlo da Producao
Planeamento e Controlo da ProducaoManuel Alberto
 
Unidade 5 - Gestão de Operações
Unidade 5 - Gestão de OperaçõesUnidade 5 - Gestão de Operações
Unidade 5 - Gestão de OperaçõesDaniel Moura
 
Unidade 5 - Gestão de Operações
Unidade 5 -  Gestão de OperaçõesUnidade 5 -  Gestão de Operações
Unidade 5 - Gestão de OperaçõesDaniel Moura
 
Gestao de suprimentos_(slide)
Gestao de suprimentos_(slide)Gestao de suprimentos_(slide)
Gestao de suprimentos_(slide)Antonio Bacelar
 
Planejamento de-controle-da-producao p10
Planejamento de-controle-da-producao p10Planejamento de-controle-da-producao p10
Planejamento de-controle-da-producao p10Jonas Marques
 

Semelhante a Planejamento e controle da produção (20)

Administração científica e teoria clássica da administração
Administração científica e teoria clássica da administraçãoAdministração científica e teoria clássica da administração
Administração científica e teoria clássica da administração
 
Atividade 1 estatística aplicada ao data sciense
Atividade 1 estatística aplicada ao data scienseAtividade 1 estatística aplicada ao data sciense
Atividade 1 estatística aplicada ao data sciense
 
Relação produção e logistica
Relação produção e logisticaRelação produção e logistica
Relação produção e logistica
 
Cadeiasdefornecimentos2006
Cadeiasdefornecimentos2006Cadeiasdefornecimentos2006
Cadeiasdefornecimentos2006
 
102571136 planejamento-e-controle-de-processos-e-producao
102571136 planejamento-e-controle-de-processos-e-producao102571136 planejamento-e-controle-de-processos-e-producao
102571136 planejamento-e-controle-de-processos-e-producao
 
Reimplantação de Sistema ERP
Reimplantação de Sistema ERPReimplantação de Sistema ERP
Reimplantação de Sistema ERP
 
Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...
Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...
Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...
 
A produtividade-no-chao-de-fabrica
A produtividade-no-chao-de-fabricaA produtividade-no-chao-de-fabrica
A produtividade-no-chao-de-fabrica
 
Aula -5 JIT_KANBAN.pdf
Aula -5 JIT_KANBAN.pdfAula -5 JIT_KANBAN.pdf
Aula -5 JIT_KANBAN.pdf
 
A tecnologia mrp aplicada na gestão de ferramentas de usinagem no setor autom...
A tecnologia mrp aplicada na gestão de ferramentas de usinagem no setor autom...A tecnologia mrp aplicada na gestão de ferramentas de usinagem no setor autom...
A tecnologia mrp aplicada na gestão de ferramentas de usinagem no setor autom...
 
A tecnologia-mrp-aplicada-na-gestao-de-ferramentas-de-usinagem-no-setor-autom...
A tecnologia-mrp-aplicada-na-gestao-de-ferramentas-de-usinagem-no-setor-autom...A tecnologia-mrp-aplicada-na-gestao-de-ferramentas-de-usinagem-no-setor-autom...
A tecnologia-mrp-aplicada-na-gestao-de-ferramentas-de-usinagem-no-setor-autom...
 
09 gerenciamento de_configuracao_e_mudanca
09 gerenciamento de_configuracao_e_mudanca09 gerenciamento de_configuracao_e_mudanca
09 gerenciamento de_configuracao_e_mudanca
 
11. módulo 6 just in time (lean manufacturing)
11. módulo 6   just in time (lean manufacturing)11. módulo 6   just in time (lean manufacturing)
11. módulo 6 just in time (lean manufacturing)
 
Planeamento e Controlo da Producao
Planeamento e Controlo da ProducaoPlaneamento e Controlo da Producao
Planeamento e Controlo da Producao
 
Producao.pdf
Producao.pdfProducao.pdf
Producao.pdf
 
Aula 6 - Sistemas de Produção
Aula 6 - Sistemas de ProduçãoAula 6 - Sistemas de Produção
Aula 6 - Sistemas de Produção
 
Unidade 5 - Gestão de Operações
Unidade 5 - Gestão de OperaçõesUnidade 5 - Gestão de Operações
Unidade 5 - Gestão de Operações
 
Unidade 5 - Gestão de Operações
Unidade 5 -  Gestão de OperaçõesUnidade 5 -  Gestão de Operações
Unidade 5 - Gestão de Operações
 
Gestao de suprimentos_(slide)
Gestao de suprimentos_(slide)Gestao de suprimentos_(slide)
Gestao de suprimentos_(slide)
 
Planejamento de-controle-da-producao p10
Planejamento de-controle-da-producao p10Planejamento de-controle-da-producao p10
Planejamento de-controle-da-producao p10
 

Último

Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdfLivro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdfSamuel Ramos
 
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurançaLEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurançaGuilhermeLucio9
 
Aula de classificação de rolamentos norma DIN
Aula de classificação de rolamentos norma DINAula de classificação de rolamentos norma DIN
Aula de classificação de rolamentos norma DINFabioFranca22
 
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAMMODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAMCassio Rodrigo
 
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboralA Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboralFranciscaArrudadaSil
 
Eletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante TamandaréEletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante TamandaréGuilhermeLucio9
 
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade AnhangueraTecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade AnhangueraGuilhermeLucio9
 
PLANO DE EMERGÊNCIA E COMBATE A INCENDIO.pdf
PLANO DE EMERGÊNCIA E COMBATE A INCENDIO.pdfPLANO DE EMERGÊNCIA E COMBATE A INCENDIO.pdf
PLANO DE EMERGÊNCIA E COMBATE A INCENDIO.pdfAroldoMenezes1
 
FISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animal
FISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animalFISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animal
FISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animalPauloHenrique154965
 
Estatística aplicada à experimentação animal
Estatística aplicada à experimentação animalEstatística aplicada à experimentação animal
Estatística aplicada à experimentação animalleandroladesenvolvim
 

Último (10)

Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdfLivro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
 
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurançaLEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
 
Aula de classificação de rolamentos norma DIN
Aula de classificação de rolamentos norma DINAula de classificação de rolamentos norma DIN
Aula de classificação de rolamentos norma DIN
 
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAMMODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS  EQUIPAM
MODELO LAUDO AVALIAÇÃO MÁQUINAS EQUIPAM
 
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboralA Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
 
Eletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante TamandaréEletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
 
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade AnhangueraTecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
 
PLANO DE EMERGÊNCIA E COMBATE A INCENDIO.pdf
PLANO DE EMERGÊNCIA E COMBATE A INCENDIO.pdfPLANO DE EMERGÊNCIA E COMBATE A INCENDIO.pdf
PLANO DE EMERGÊNCIA E COMBATE A INCENDIO.pdf
 
FISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animal
FISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animalFISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animal
FISIOLOGIA DA REPRODUÇÃO. matéria de fisiologia animal
 
Estatística aplicada à experimentação animal
Estatística aplicada à experimentação animalEstatística aplicada à experimentação animal
Estatística aplicada à experimentação animal
 

Planejamento e controle da produção

  • 1. ATIVIDADE 4 - PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO - 51/2023 QUESTÃO 1 • A tabela a seguir apresenta um conjunto de ordens de produção que precisam ser executadas em duas máquinas. Ordem Tempo de processamento – Máquina 1 (h) Tempo de processamento – Máquina 2 (h) Entrega (horas) OP1 4 4 9 OP2 4 3 11 OP3 3 4 8 Fonte: o autor (2022). Seguindo a regra de programação “Índice Crítico (ICR)”, como ficará a sequência de execução das ordens? Assinale a alternativa correta. QUESTÃO 2 • Dois modelos de gestão de estoques para demandas independentes são os modelos de revisão contínua e de reposição periódica. O modelo é escolhido conforme a melhor maneira de fazer a gestão de estoques. Considerando as caracterísicas desttes dois modelos, avalie as asserções, a seguir, e a relação proposta entre elas. A S S E S S O R I A A C A D Ê M I C A A C A D Ê M I C A (43) 99668 - 6495 (43) 98816 - 5388
  • 2. I. A fórmula para o cálculo do estoque de segurança nos sistemas de revisão contínua e de reposição periódica é a mesma. POIS II. Uma reposição de material no sistema de reposição contínua é acionada quando a quantidade em estoque é igual ou menor ao valor do Ponto de Ressuprimento (PR). A respeito dessas asserções, assinale a opção correta. QUESTÃO 3 • “Alguns itens disponíveis no mercado são produzidos em alto volume, apesar de serem itens relativamente complexos, que exigem uma série de montagens. Um bom exemplo deste tipo de item são os eletrodomésticos.” SILVA, M. J. Planejamento e Controle da Produção. Maringá: Unicesumar: 2020, p.215. Estes itens são fabricados, de forma eficiente, em sistemas produtivos com produção em série. Neste caso, existe uma linha de produção com postos de trabalho com operações padronizadas. Estas operações devem ser combinadas de tal maneira que a soma de seus tempos de execução não ultrapasse o: QUESTÃO 4 • Existem alguns princípios básicos para a promoção do fluxo produtivo. Estes princípios norteiam a tomada de decisões para a melhoria de sistemas produtivos. Eles estão relacionados à Teoria das Restrições.” Disponível em: SILVA, M. J. Planejamento e Controle da Produção. Maringá: Unicesumar: 2020, p.259. Os princípios básicos da manufatura sincronizada explicam como criar um fluxo produtivo melhorado. Considerando tais princípios, avalie as afirmações a seguir como (V) para verdadeiras e (F) para falsas: I. O tempo ganho em qualquer recurso produtivo é o tempo ganho para o sistema global. II. Os recursos devem ser ativados, pois quanto mais forem utilizados, melhor será o fluxo produtivo. III. O tempo ganho em um recurso não gargalo, é apenas uma miragem de ganho. IV. Os lotes de transferência devem ser iguais ou maiores que o lote de processamento, para permitir ganhos em escala durante o transporte. QUESTÃO 5 • O estoque de segurança é importantíssimo para evitar o desabastecimento de materiais. Ele deve ser calculado para uma solução equilibrada entre oferecer um bom nível de serviço e evitar custos com estoques.
  • 3. A partir disso, considere o caso de uma peça que possui um lead time de entrega constante igual a 5 dias e um desvio-padrão de demanda igual a 10 unidades/dia. A demanda apresenta uma distribuição normal. O estoque de segurança para manter um nível de serviço de 99,91% em um sistema de revisão contínua deve ser, no mínimo: