If baiano catu ihc - avaliação surpresa (respondida)

1.980 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.980
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
50
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

If baiano catu ihc - avaliação surpresa (respondida)

  1. 1. AVALIAÇÃO DE REVISÃO DE APRENDIZADO (Valor – 10,0) IFBAIANO – Campus Catu Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Interface Humano-Computador em Projeto de Web Sites Prof. Romero Mendes Freire de Moura Júnior Aluno: ________________________________________________ Data: ______________ 1. Conceitue Interface humano-computador (IHC).  É uma disciplina que diz respeito ao projeto, avaliação e implementação de sistemas de computador interativos para uso humano e ao estudo dos principais fenômenos que os cercam.  Disciplina relacionada ao projeto, implementação e avaliação de sistemas computacionais interativos para uso humano, juntamente com os fenômenos relacionados a esse uso. Portanto, se refere não só às formas de interação entre Homem-Computador, mas principalmente às teorias e técnicas de projeto de sistemas interativos.  Compreende os comportamentos do usuário (ser humano) e as características e facilidades do sistema (desenvolvimento ou design e documentação) e do ambiente (aspectos físicos e impactos da informatização).  É o conjunto de processos, diálogos, e ações através dos quais o usuário humano interage com um computador. Não existe ainda uma concordância geral sobre a abrangência desta área de estudos. 2. Explique os tipos de interfaces comuns da IHC.  CUI ("character-based user interface") - São as interfaces fundamentadas em textos e caracteres alfanuméricos, fazendo uso da metáfora de uma máquina de escrever ou de um teletipo.  GUI ("graphical user interface") - São as interfaces fundamentadas em gráficos e desenhos, fazendo uso de metáforas de mesas de trabalho, documentos, botões, janelas, etc.  PUI ("pen-based user interface") - São as interfaces compostas de um monitor de vídeo em formato de uma planilha ou bloco de anotações que recebem dados através de uma espécie de caneta eletrônica.  VRUI ("virtual reality-based user interface") - São as interfaces fundamentadas no paradigma da realidade virtual e utilizadas com muito menor frequência que as anteriores por limitação de custos e tecnologia.
  2. 2. 3. Explique a importância da IHC.  Pesquisas têm mostrado um bom projeto de IHC pode proporcionar uma substancial diferença no tempo de aprendizado, na velocidade de execução, na taxa de erro e na satisfação do usuário.  A área comercial reconhece que os sistemas que são fáceis de serem usados, geram uma margem competitiva na recuperação da informação, automação de escritório e computação pessoal.  No âmbito do desenvolvimento surgem as equipes de qualidade que direcionam seus esforços para garantir interfaces de alta qualidade. Além disso, os centros de computação estão trabalhando no sentido de desenvolver regras que garantam recursos de software e hardware que resultem em serviços de alta qualidade para seus usuários. 4. Dada a figura a seguir e fazendo uma analogia, explique porque é importante um aluno de desenvolvimento de sistemas necessita estudar IHC. A figura demonstra um dispositivo desenvolvido de maneira inadequada, o que nos leva a perceber que quem desenvolveu o equipamento não é usuário do mesmo, visto que, claramente, não existe preocupação com as questões de usabilidade do produto. Dessa forma, percebesse que para construir qualquer tipo de tecnologia para atender aos seres humanos é preciso que os seres humanos sejam estudados. Atualmente, existe a tendência a estudar somente a tecnologia, tendo como resultante a necessidade das pessoas se adaptarem às mesmas. Portanto, faz-se necessário reverter essa situação ajustando as tecnologias às pessoas. 5. Quais são os problemas comuns no desenvolvimento de sistemas. Explique cada um deles.  Foco no sistema (vs. no usuário) – refere-se à tendência a estudar somente a tecnologia, tendo como resultante a necessidade das pessoas se adaptarem às mesmas.  Desprezo pela interface – não existe preocupação quanto à usabilidade, comunicabilidade e acessibilidade da interface.  Base teórica dos desenvolvedores fraca ou inexistente – os desenvolvedores não buscam o conhecimento teórico a respeito dos temas abordados no software a ser desenvolvido.  Design de software desconsiderado – A aparência do software é importante para tornar sua utilização agradável, fácil e consistente.
  3. 3.  Processo de desenvolvimento inadequado – Normalmente não utilizam nenhuma metodologia de desenvolvimento.  Ferramentas inadequadas – Não existem estudos de requisitos (necessidades dos usuários) para identificar o ferramental necessário para atender aos anseios dos demandantes. Normalmente os desenvolvedores utilizam as tecnologias que dominam e não as mais adequadas.  Interação usuário-sistema não avaliada – o usuário não tem participação nos testes da interface, sendo que as vezes o fazem mas sem uma metodologia adequada. 6. Explique a figura a seguir, conceituando interface e interação. A figura demonstra que o ser humano interage com o sistema por meio da interface. Conclui-se que:  Interface: Parte de um sistema computacional com a qual a pessoa entra em contato – física, perceptiva ou conceitualmente.  Interação: Processo de comunicação entre pessoas e sistemas interativos. 7. Comente sobre as principais disciplinas envolvidas com a IHC. a. Ciência da Computação – É o estudo dos algoritmos, suas aplicações e de sua implementação, na forma de programas, para execução em computadores eletrônicos. Tem fundamental importância na definição de metodologias e técnicas ligadas à implementação de aplicativos que abordam a especificação, modelagem, codificação, teste e avaliação de sistemas de software. b. Psicologia Cognitiva – É a área da ciência cognitiva que estuda a cognição e os processos mentais que estão por detrás do comportamento. Ela realiza investigações sobre a memória, atenção, percepção, representação de conhecimento, raciocínio, criatividade e resolução de problemas. c. Psicologia Social e Organizacional – É a área da psicologia que busca estabelecer uma ponte entre a psicologia a as ciências sociais (sociologia, antropologia e etnologia). O seu objeto de estudo é o comportamento dos indivíduos quando estão em interação. d. Ergonomia ou Fatores Humanos – É a disciplina científica relacionada ao entendimento das interações entre seres humanos e outros elementos de um sistema, e também é a profissão que aplica teoria, princípios, dados e métodos para realizar projetos a fim de aperfeiçoar o bem-estar humano e o desempenho geral de um sistema. e. Linguística – é o estudo científico da linguagem verbal humana. É dividida em: i. fonética, o estudo dos diferentes sons empregados em linguagem; ii. fonologia, o estudo dos padrões dos sons básicos de uma língua; iii. morfologia, o estudo da estrutura interna das palavras;
  4. 4. iv. sintaxe, o estudo de como a linguagem combina palavras para formar frases gramaticais. v. semântica, podendo ser, por exemplo, formal ou lexical, o estudo dos sentidos das frases e das palavras que a integram; vi. lexicologia, o estudo do conjunto das palavras de um idioma, ramo de estudo que contribui para a lexicografia, área de atuação dedicada à elaboração de dicionários, enciclopédias e outras obras que descrevem o uso ou o sentido do léxico; vii. terminologia, estudo que se dedicada ao conhecimento e análise dos léxicos especializados das ciências e das técnicas; viii. estilística, o estudo do estilo na linguagem; ix. pragmática, o estudo de como as oralizações são usadas (literalmente, figurativamente ou de quaisquer outras maneiras) nos atos comunicativos; x. filologia é o estudo dos textos e das linguagens antigas. f. Inteligência Artificial – É uma área de pesquisa da ciência da computação dedicada a buscar métodos ou dispositivos computacionais que possuam ou simulem a capacidade humana de resolver problemas, pensar ou, de forma ampla, ser inteligente. g. Filosofia, Sociologia e Antropologia – A filosofia é a investigação crítica e racional dos princípios fundamentais relacionados ao mundo e ao homem. A sociologia estuda as unidades que formam a sociedade, ou seja, estuda o comportamento humano em função do meio e os processos que interligam os indivíduos em associações, grupos e instituições. Por fim, a antropologia é a ciência preocupada em estudar o homem e a humanidade de maneira totalizante, ou seja, abrangendo todas as suas dimensões. h. Engenharia – É a arte, a ciência e a técnica de bem conjugar os conhecimentos especializados (científicos) de uma dada área do saber com a sua viabilidade técnico- econômica, para produzir novas utilidades e/ou transformar a natureza, em conformidade com idéias bem planejadas e em observância aos imperativos de preservação ambiental e de conservação ambiental, na escala que se fizer necessária. i. Design – É qualquer processo técnico e criativo relacionado à configuração, concepção, elaboração e especificação de um artefato. Esse processo normalmente é orientado por uma intenção ou objetivo, ou para a solução de um problema. 8. O que é gestalt? Gestalt é uma escola de pensamento que estuda como os seres humanos percebem as coisas. Ela apregoa que nossa percepção não se dá por “pontos isolados”, mas, sim, por uma visão de “todo”. Não vemos partes isoladas, mas relações, isto é, uma parte na dependência de outra parte. Para a nossa percepção, que é resultado de uma sensação global, as partes são inseparáveis do todo e são outra coisa que não elas mesmas, fora desse todo.
  5. 5. 9. Explique os conceitos a seguir segundo os princípios da gestalt: a. Unidade – O conjunto de mais de um elemento, configurando o "todo" propriamente dito, ou seja, o próprio objeto. b. Segregação – A capacidade perceptiva de separar, identificar, evidenciar ou destacar unidades formais em um todo compositivo ou em partes deste todo. c. Unificação – A unificação da forma consiste na igualdade ou semelhança dos estímulos produzidos pelo campo visual, pelo objeto. d. Semelhança – Define que os objetos similares tendem a se agrupar. e. Proximidade – Os elementos são agrupados de acordo com a distância a que se encontram uns dos outros. f. Boa Continuidade – É o acompanhamento de uns elementos por outros, de modo que uma linha ou uma forma continuem em uma direção ou maneira já conhecidas. g. Clausura ou Fechamento – É o princípio de que a boa forma se completa, se fecha sobre si mesma, formando uma figura delimitada. O conceito de clausura relaciona-se ao fechamento visual, como se completássemos visualmente um objeto incompleto. h. Pregnância – Todas as formas tendem a ser percebidas em seu caráter mais simples: uma espada e um escudo podem tornar-se uma reta e um círculo, e um homem pode ser um aglomerado de formas geométricas. 10. Explique os conceitos a seguir segundo a percepção da forma na gestalt: a. Luminosidade – Define se um objeto é escuro, claro ou muito claro é a comparação com outros elementos. b. Tamanho – Julgar se um objeto é grande ou pequeno depende de outros elementos nos arredores e/ou no contexto em que se circunscreve. c. Contraste – Elementos com maior contraste são percebidos como estando em primeiro plano comparados com elementos de menor contraste ou com contraste similar. d. Profundidade – Objetos grandes são percebidos em primeiro plano, comparados com objetos menores. e. Experiência – É a compreensão metonímica: se já tivermos visto a forma inteira de um elemento, ao visualizarmos somente uma parte dele reproduziremos esta forma inteira na memória. Além disso, permite a compreensão de certas formas se já a conhecermos, ou se tivermos consciência prévia de sua existência.

×