Marketing online
Informações de comércio eletrônico
Pesquisa e Usabilidade
Apoio
Janeiro/2006
Raio-X do comércio eletrônic...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
2
www.ebitempresa.com.br
Índice
O que é o Web Shoppers ...........................
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
3
www.ebitempresa.com.br
O que é o Web Shoppers
Uma iniciativa da e-bit, o Web ...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
4
www.ebitempresa.com.br
§ Velobit – O Velobit permite à sua empresa enviar e a...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
5
www.ebitempresa.com.br
Dados Web Shoppers: metodologia
O Web Shoppers, em sua...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
6
www.ebitempresa.com.br
Estrutura do Relatório
PARTE I
PARTE II
Raio-X de 2005...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
7
www.ebitempresa.com.br
PARTE I
Raio-X de 2005
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
8
www.ebitempresa.com.br
O comércio eletrônico brasileiro fechou o ano de 2005 ...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
9
www.ebitempresa.com.br
No ranking dos produtos mais vendidos entre os america...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
10
www.ebitempresa.com.br
Fonte: Grupo de pesquisas e-bit / Base amostral: 1.36...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
11
www.ebitempresa.com.br
As datas comemorativas tiveram um papel muito importa...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
12
www.ebitempresa.com.br
PARTE II
Perfil do e-consumidor
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
13
www.ebitempresa.com.br
Participação por sexo
2005
Mulheres
42%
Homens
58%
Pa...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
14
www.ebitempresa.com.br
2.2 – Compra e entrega
Em relação à entrega, cerca de...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
15
www.ebitempresa.com.br
9%5%Cliquei no banner em
um site na Internet
16%17%Re...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
16
www.ebitempresa.com.br
2.3 – Produtos em destaque
Enquanto o perfil do e-con...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
17
www.ebitempresa.com.br
Demais segmentos do
ranking
37%
Livros, Revistas e
Jo...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
18
www.ebitempresa.com.br
2.4 – Quantidade de e-consumidores
A cultura de compr...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
19
www.ebitempresa.com.br
Os internautas no mundo já somam 1 bilhão (Fonte:www....
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
20
www.ebitempresa.com.br
Homens
66%
Fonte: Grupo de pesquisas e-bit / Base amo...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
21
www.ebitempresa.com.br
PARTE III
Canais de compra
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
22
www.ebitempresa.com.br
O PROVAR (Programa de Administração de Varejo) juntam...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
23
www.ebitempresa.com.br
Para compor um quadro de informações que permite a co...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
24
www.ebitempresa.com.br
Dois fatores que separam o e-consumidor do consumidor...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
25
www.ebitempresa.com.br
Estão satisfeitos com o
atendimento
Estão satisfeitos...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
26
www.ebitempresa.com.br
Quanto aos possíveis benefícios e problemas com a Int...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
27
www.ebitempresa.com.br
3.3 – Motivação de compra
Na Inglaterra, em 2004, o i...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
28
www.ebitempresa.com.br
“O meio de comunicação mais utilizado pelos consumido...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
29
www.ebitempresa.com.br
PARTE IV
Expectativas 2006
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
30
www.ebitempresa.com.br
Considerando o grande percentual de crescimento que o...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
31
www.ebitempresa.com.br
R$ 3,9bi
R$ 2,5bi
R$ 1,75bi
R$ 1,2bi
850 mi
549 mi
20...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
32
www.ebitempresa.com.br
Sobre a e-bit
A e-bit é uma empresa de pesquisa e mar...
Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados
33
www.ebitempresa.com.br
Sobre a Camara-e.net
Sobre a Camara-e.net
A Câmara Br...
Contatos
www.ebitempresa.com.br
Pedro Guasti
negocios@ebit.com.br
55 11 3047-4999
www.camara-e.net
Cid Torquato
cid.torqua...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

WebShoppers 13ª Edição

259 visualizações

Publicada em

13ª edição do relatório WebShoppers gerado pela E-bit.
Dados do mercado online

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
259
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

WebShoppers 13ª Edição

  1. 1. Marketing online Informações de comércio eletrônico Pesquisa e Usabilidade Apoio Janeiro/2006 Raio-X do comércio eletrônico em 2005
  2. 2. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 2 www.ebitempresa.com.br Índice O que é o Web Shoppers ....................................................................................................... Dados dos Web Shoppers........................................................................................................ Estrutura do Relatório ........................................................................................................... Parte I – Raio-X de 2005......................................................................................................... 1.1 – Raio-X de 2005; Parte II – Perfil do e-consumidor ........................................................................................... 2.1 – O que mudou em 5 anos; 2.2 – Compra e entrega; 2.3 – Produtos em destaque; 2.4 – Quantidade de e-consumidores; Parte III – Pesquisa - Canais de compra ................................................................................ 3.1 – A pesquisa; 3.2 – Comportamento e perfil; 3.3 – Motivação de compra; Parte IV –Expectativas para 2006 .......................................................................................... 4.1 – E-commerce em 2006; Sobre a e-bit........................................................................................................................... Sobre a Camara-e.net............................................................................................................. Contatos................................................................................................................................. 3 5 6 7 12 21 29 32 33 34 Nessa 13º edição, você encontra:
  3. 3. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 3 www.ebitempresa.com.br O que é o Web Shoppers Uma iniciativa da e-bit, o Web Shoppers tem como objetivo difundir informações essenciais para o entendimento do comportamento dos internautas e sua relação com o e-commerce. O Web Shoppers analisa a evolução do comércio eletrônico, as mudanças de comportamento e preferências dos e-consumidores e também procura encontrar pontos a serem melhorados no desenvolvimento do e-commerce brasileiro. A e-bit Empresa de pesquisa e marketing online, a e-bit foi criada para auxiliar empresas a atrair, manter e rentabilizar clientes, aumentando a utilização da Internet como canal de relacionamento. Através de um sofisticado sistema de coleta de dados, a e-bit gera diariamente informações detalhadas sobre o comércio eletrônico, a partir de dados do próprio consumidor online após a efetivação de compras em cerca de 500 lojas virtuais. Desde Janeiro de 2000, a e-bit já coletou mais de 2,8 milhões de questionários de avaliações de e-consumidores. Além de avaliações de lojas virtuais e informações do comércio eletrônico, a e- bit também presta serviços de pesquisa de mercado online e e-mail marketing por meio de uma série de produtos inovadores como: § Consultoria em e-Business e Usabilidade – A e-bit, devido ao grande conhecimento do mercado online brasileiro, pode desenvolver para a sua empresa uma consultoria em e-Business e Usabilidade. Desde o planejamento das ações, elaboração de Arquitetura de Informação e Wireframes, passando por análises setoriais e realizando Testes de Usabilidade, a equipe de Consultoria da e-bit ajuda seu negócio a obter resultados mais expressivos utilizando a plataforma Web.
  4. 4. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 4 www.ebitempresa.com.br § Velobit – O Velobit permite à sua empresa enviar e administrar campanhas de e-mail marketing personalizadas, com rapidez e eficiência. Com o Velobit, você pode fidelizar seu cliente, convidando-os a visitar sua empresa, a comprar de você, a recomendá-lo para outros clientes e controlar as ações destes clientes. Disponível também na versão online, o Velobit proporciona gerenciamento total das campanhas pela Internet. § bitMail – O bitMail permite que você se comunique com um público altamente qualificado, de alto poder aquisitivo e que está acostumado a comprar e utilizar a Internet como meio de comunicação, obtendo altas taxas de retorno em suas ações, como promoções, vendas e campanhas específicas. § bitSurvey – As pesquisas de Mercado são ferramentas de marketing valiosas na hora da tomada de decisão de sua empresa. Fazê-las pela Internet torna o processo mais rápido, barato e fácil de segmentar, atingindo respostas confiáveis de maneira mais ágil. § Inteligência de Mercado – Os relatórios de Inteligência de Mercado permitem que sua empresa esteja sempre à frente de novas oportunidades de negócios, tomando decisões rápidas e certeiras. § bitConsumidor – Programa gratuito de avaliação de sites. O sistema da e-bit funciona sete dias por semana, 24 horas por dia e permite que você conheça a opinião dos seus consumidores a respeito de seu site. § Certifica – Métricas de audiência de sites através de medição precisa e segura com relatórios online que permitem conhecer o comportamento de sua audiência. Com essa 13ª edição do Web Shoppers, a e-bit espera contribuir para o desenvolvimento da Internet e do Comércio Eletrônico no Brasil. Boa Leitura, Equipe e-bit
  5. 5. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 5 www.ebitempresa.com.br Dados Web Shoppers: metodologia O Web Shoppers, em sua 13ª edição, utiliza informações provenientes das pesquisas realizadas pela e-bit junto de cerca de 500 lojas virtuais e ao seu painel de e-consumidores. Pesquisa bitConsumidor § Desde Abril de 2000 a e-bit já coletou mais de 2,8 milhões de questionários respondidos após o processo de compras online pelo sistema bitConsumidor. § Mensalmente, agrega a este volume mais de 80.000 novos questionários. § Os dados da e-bit são coletados junto aos compradores online, imediatamente após sua experiência de compra. Essas informações, compiladas, geram mensalmente relatórios de Inteligência de Mercado. Pesquisa – Canais de compra § Desde 1994 o PROVAR (Programa de Administração de Varejo) vem realizando estudos sobre o comportamento dos consumidores da cidade de São Paulo. § As pesquisas realizadas em parceria com a e-bit estão sob responsabilidade do Prof. João Paulo de Lara Siqueira. § Objetivo: analisar os hábitos e preferências de compra considerando o canal das lojas tradicionais e Internet. §Comparação com resultados da pesquisa bitConsumidor da e-bit.
  6. 6. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 6 www.ebitempresa.com.br Estrutura do Relatório PARTE I PARTE II Raio-X de 2005 Perfil do e-consumidor PARTE III Pesquisa – Canais de compra PARTE IV Expectativas para 2006
  7. 7. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 7 www.ebitempresa.com.br PARTE I Raio-X de 2005
  8. 8. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 8 www.ebitempresa.com.br O comércio eletrônico brasileiro fechou o ano de 2005 com faturamento de R$ 2,5bi, cerca de 43% a mais do que o faturamento de 2004. Isso significa que o Brasil já atingiu o primeiro bilhão de dólares em compras pela internet. O tíquete médio durante o ano foi calculado em R$ 272. Para o ano de 2006, espera-se que o faturamento chegue a R$ 3,9bi. Em relação a 2001, ano em que a e-bit consolidou pela primeira vez o faturamento do setor, o comércio eletrônico cresceu até o final de 2005, 355% . Considerando os trimestres, o período mais lucrativo para os varejistas online o ano passado não fugiu ao esperado. O recorde de faturamento em três meses corresponde ao último trimestre de 2005, cerca de 4% maior do que o faturamento total do ano de 2002. O período de Outubro a Dezembro, conta com as vendas do Natal. Nos meses de Janeiro a Março as vendas costumam ser pouco aquecidas. No período de 1º de Novembro a 31 de Dezembro, o comércio eletrônico nos EUA cresceu 25% e faturou cerca de US$ 19,6 bi. Considerando o ano de 2005, os EUA faturaram US$ 82,3 bi, cerca de 24% mais do que em 2004. Estas informações não consideram viagens e leilões. (Fonte: comScore) Em uma pesquisa realizada entre 29 de Outubro e 9 de Dezembro, durante 6 semanas do último trimestre, o faturamento já estava na casa dos US$ 18,6 bi, cerca de 16% a mais comparando o mesmo período de 2004. Porém 19% dos consumidores ainda não tinham começado a fazer suas compras de Natal. (Fonte: e-marketer) 1.1 – Raio-X de 2005
  9. 9. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 9 www.ebitempresa.com.br No ranking dos produtos mais vendidos entre os americanos estavam em primeiro lugar as roupas com 17% da participação e somando até então US$3,4 bi. A seguir os eletrônicos representando US$ 2,8 bi e em terceiro lugar os produtos de informática somando US$ 2,7 bi somente durante este período. (Fonte: comScore) CDs e DVDs – 21%Produto mais vendido* 355%Crescimento em relação a 2001 43%Crescimento em relação a 2004 R$ 272Tíquete médio R$ 2,5 biFaturamento Raio–X de 2005 (Brasil) Fonte: Grupo de pesquisas e-bit / Base amostral: 573.662 de 01/01/05 a 31/12/05 (www.ebitempresa.com.br) * Participação por quantidade de pedidos
  10. 10. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 10 www.ebitempresa.com.br Fonte: Grupo de pesquisas e-bit / Base amostral: 1.368.269 de Janeiro a Junho dos anos de 2003 a 2005 (www.ebitempresa.com.br) Trimestres de 2003 a 2005 em milhões de R$ 230 350 469 264 394 505 298 430 655 366 559 885 1º Trimestre 2º Trimestre 3º Trimestre 4º Trimestre 2003 2004 2005
  11. 11. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 11 www.ebitempresa.com.br As datas comemorativas tiveram um papel muito importante no crescimento do setor. O Natal considerado de 15/11 a 23/12, foi responsável pelo faturamento mais significativo de 2005, R$ 458 mi, com cerca de 18% de representatividade no faturamento do ano. Em segundo lugar esteve o Dia das Crianças que representou cerca de 4% do faturamento do ano, cerca de R$ 108 mi. Geralmente a segunda data comemorativa mais importante no ano é o Dia das Mães. Homens 66% CDs e DVDs 22% 42% R$ 101 mi 30/07/05 a 14/08/05 Dia dos Pais CDs e DVDs 19% 60% R$ 108 mi 28/09/05 a 12/10/05 Dia das Crianças CDs e DVDs 19% CDs e DVDs 24% CDs e DVDs 19% Produto mais vendido 27% R$ 92 mi 23/04/05 a 09/05/05 Dia das Mães Crescimento em relação a 2004 Faturamento Período 61% R$ 458 mi 15/11/05 a 23/12/05 Natal 72% R$ 86,5 mi 28/05/05 a 13/06/05 Dia dos Namorados Fonte: Grupo de pesquisas e-bit / Base amostral: 207.559 durante o período correspondente à cada data (www.ebitempresa.com.br)
  12. 12. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 12 www.ebitempresa.com.br PARTE II Perfil do e-consumidor
  13. 13. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 13 www.ebitempresa.com.br Participação por sexo 2005 Mulheres 42% Homens 58% Participação por sexo 2001 Mulheres 39% Homens 61% Fonte: Grupo de pesquisas e-bit / Base amostral: 207.187 De Janeiro a Dezembro de 2001 (www.ebitempresa.com.br) 2.1 – O que mudou em 5 anos Fonte: Grupo de pesquisas e-bit / Base amostral: 573.662 De Janeiro a Dezembro de 2005 (www.ebitempresa.com.br) Comparando o perfil do e-consumidor brasileiro de 2001 e de 2005, não há mudanças muito significativas com exceção à quantidade de novos adeptos a este canal de compras. O perfil predominante continua sendo homens, porém com menos três pontos percentuais de representatividade e a faixa etária predominante é entre 35 e 49 anos. A tendência é que algumas mudanças de perfil comecem a aparecer à medida que a inclusão digital aumente e as pessoas de classe mais baixa tenham acesso a realizar suas compras pela Internet.
  14. 14. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 14 www.ebitempresa.com.br 2.2 – Compra e entrega Em relação à entrega, cerca de 2% dos e-consumidores disseram não ter recebido suas compras. Visto que os e-consumidores adquiriram experiências em compras pela Internet e que puderam testar diversos sites tanto de compras, como institucionais, Internet Banking e outros, a exigência e visão crítica na hora de se dizer satisfeito ou não, é mais apurada do que em 2001, quando o índice em relação à não entrega dentro do prazo pré-estabelecido era de 19%. 2%2%Não , a loja cancelou meu pedido 20052001 5% 19% 71% 2% 12% 81% Não, ainda aguardo pela entrega Apenas alguns produtos foram entregues Sim todos os produtos foram entregues Prazo de entrega Fonte: Grupo de pesquisas e-bit / Base amostral: 265.111 de 01/01/01 a 31/12/01 e 01/01/05 a 31/12/05 (www.ebitempresa.com.br)
  15. 15. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 15 www.ebitempresa.com.br 9%5%Cliquei no banner em um site na Internet 16%17%Recebi uma promoção via e-mail 19%6%Achei em um site de busca e comparação de preços 20052001 21%34%Digitando o nome da loja Motivação de compra Fonte: Grupo de pesquisas e-bit / Base amostral: 25.652 de 01/01/01 a 31/12/01 e 01/01/05 a 31/12/05 (www.ebitempresa.com.br) Motivação Considerando os fatores que contribuem para a motivação e efetivação da compra, alguns conceitos foram modificados e novas influências surgiram com forte credibilidade. O item predominante é a digitação direta do nome da loja porém, com alteração de representatividade, 34% em 2001 e 24% em 2005. Em segundo lugar os sites de busca e comparação de preço incluindo o site e-bit. Outros itens que foram citados diversas vezes durante estes cinco anos passaram a fazer parte das pesquisas como, via site da e-bit, via site do fabricante, via banner em sites da Internet e outros.
  16. 16. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 16 www.ebitempresa.com.br 2.3 – Produtos em destaque Enquanto o perfil do e-consumidor permaneceu estável, apenas com poucas mudanças desde 2001, o comportamento e hábito de compra contou com algumas alterações. A principal delas é o produto escolhido na hora da compra. Durante mais de 4 anos a categoria de CDs e DVDs permaneceu na liderança do ranking dos mais vendidos e em Outubro de 2005 a liderança foi conquistada por um mês pela categoria de Livros e Revistas. A partir da forte queda de representatividade desta categoria e crescimento das categorias que possuem maior valor agregado, é possível observar que o e-consumidor está mais confiante neste canal de compras a ponto de gastar mais em produtos mais caros. A comodidade deste canal também é um fator de grande importância na decisão de compra. As roupas e eletrônicos são os preferidos pelos e-consumidores americanos. A maioria das compras são feitas por sites de busca que ajudam a encontrar a melhor opção pelo melhor preço e cerca de 48% concordaram que quando acham algum presente em uma loja, checam o melhor preço pela internet. (Fonte: comScore) 14%Eletrônicos Natal 2004 17%Eletrônicos Natal 2005 Destaque de crescimento em pontos percentuais 13%Livros e Revistas 16%Livros e Revistas
  17. 17. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 17 www.ebitempresa.com.br Demais segmentos do ranking 37% Livros, Revistas e Jornais 18% Eletrônicos 9% Saúde e Beleza 8% Informática 7% CDs e DVDs 21% Fonte: Grupo de pesquisas e-bit / Base amostral:38+981 de 01/01/05 a 31/12/05 (www.ebitempresa.com.br) Ranking dos produtos mais vendidos em 2005
  18. 18. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 18 www.ebitempresa.com.br 2.4 – Quantidade de e-consumidores A cultura de comprar por canais que não seja em lojas físicas, no Brasil é mais forte se comparado a outros países da América Latina, por exemplo. Porém, em comparação com os países da Europa e Estados Unidos, o Brasil ainda tem muito o que conquistar. Nos EUA, por exemplo, entre os 170 milhões de internautas, estima-se que cerca de 100 milhões sejam e-consumidores. A cultura de compras por telefone facilitou a aceitação deste novo canal no país e também a conquista de consumidores. No Brasil, o comércio eletrônico encontrou certa dificuldade para se firmar e conquistar adeptos, porém, o processo de conhecimento e credibilidade está ficando cada vez mais fácil à medida que se propagam as boas experiências com o canal. Hoje são mais de 4,7 milhões de e-consumidores. As principais preocupações da parte dos consumidores é quanto ao cumprimento dos prazos de entrega e insegurança das transações. Em compensação as vantagens mais citadas são comodidade, agilidade e facilidade nas pesquisas de preços e comparação dos produtos. Uma prova de que independente da cultura brasileira as lojas virtuais estão conseguindo cumprir seu papel é a evolução da quantidade e-consumidores que aumentou 31% de 2003 para 2004 e 45% para 2005 .
  19. 19. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 19 www.ebitempresa.com.br Os internautas no mundo já somam 1 bilhão (Fonte:www.useit.com). Desde 2002 a Internet cresce cerca de 18%/ano. Calcula-se que o 2º bilhão será em 2015 e a maioria deles estarão na Ásia. Hoje a distribuição está da seguinte forma: Ásia, 36% dos internautas mundiais, Europa, 24% e América do Norte, 23%. O 3º bilhão deve ser atingido depois de 2040. Divisão dos internautas no mundo Europa 24% América do Norte 23% Demais regiões 17% Ásia 36% Fonte: www.useit.com
  20. 20. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 20 www.ebitempresa.com.br Homens 66% Fonte: Grupo de pesquisas e-bit / Base amostral: 2.782.309 de Janeiro de 2000 a Dezembro de 2005 (www.ebitempresa.com.br) E-consumidores no Brasil 2.510.000 3.284.152 4.771.683 Quantidade de e-consumidores 2003 2004 2005
  21. 21. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 21 www.ebitempresa.com.br PARTE III Canais de compra
  22. 22. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 22 www.ebitempresa.com.br O PROVAR (Programa de Administração de Varejo) juntamente com a e-bit realizou uma pesquisa para identificar as diferenças entre o perfil e comportamento dos consumidores de acordo com diferentes canais de compra. O objetivo desta pesquisa é analisar os hábitos e preferências de compra considerando o comércio tradicional, lojas de rua, shoppings, etc., e o comércio eletrônico, compras efetuadas via Internet onde o consumidor realiza todo o processo sem sair de casa, desde a pesquisa de características e preços até o recebimento do produto. Foram entrevistados consumidores da cidade de São Paulo. Cerca de 12,3% já fizeram alguma compra pela Internet, 11,8% nunca compraram pela Internet, mas gostariam de ter esta experiência e 75,9% nunca compraram pela Internet e não gostariam de ter esta experiência. 3.1 – A pesquisa - 12,3% - já compraram pela internet - 11,8% - nunca compraram pela internet, mas gostariam - 75,9% - nunca compraram e não gostariam de comprar Consumidores
  23. 23. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 23 www.ebitempresa.com.br Para compor um quadro de informações que permite a comparação entre a visão dos dois diferentes perfis de consumidores, foram usados também números das pesquisas bitConsumidor. Esta pesquisa é realizada com 100% de respondentes e-consumidores. De acordo com as análises dos especialistas envolvidos nesta pesquisa, a quantidade de consumidores que nunca realizaram uma compra pela Internet, mas gostariam de fazê-lo, significa que há disposição, pelo menos do ponto de vista da demanda, de praticamente dobrar o número de e-consumidores online.
  24. 24. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 24 www.ebitempresa.com.br Dois fatores que separam o e-consumidor do consumidor e que foram claramente identificados nos resultados desta pesquisa, é a faixa de renda e o grau de instrução. Tanto os e-consumidores como os consumidores pesquisados em campo que disseram já terem realizado pelo menos uma compra pela Internet, pertencem à faixa de renda superior à média nacional, que registrou em 2002 (último ano divulgado pelo IBGE) R$ 636,00. Programas de incentivo à inclusão digital devem contribuir para que consumidores de renda mais baixa se tornem também e-consumidores no futuro. Enquanto no mundo físico as lojas de roupas e supermercados possuem a maior freqüência de compras pelos consumidores, no mundo virtual as categorias de CDs, DVDs e Eletrônicos são líderes em participação. Além do produto mais comprado, há diferença também nos dias e horários de preferência para a realização destas compras. A maioria dos consumidores que disseram realizar mais compras em lojas físicas de roupa e supermercados apontaram o dia ideal para esta compras como o final de semana no período da noite. Enquanto o dia em que se registra mais vendas pela Internet é de segunda à quarta- feira entre nove horas da manhã e cinco horas da tarde, ou seja, horário em que o e-consumidor teoricamente está no trabalho. A maioria tanto dos consumidores como dos e-consumidores estão satisfeitos com o atendimento dos estabelecimentos, embora o conforto, a conveniência e o apreço por uma loja completa sejam as características mais citadas por consumidores como atrativos das lojas virtuais. 3.2 – Comportamento e perfil
  25. 25. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 25 www.ebitempresa.com.br Estão satisfeitos com o atendimento Estão satisfeitos com o atendimento Atendimento Entre 9:00 e 17:00NoiteHorário de pico 2ª, 3ª e 4ª feiraFinais de semanaDias de pico CDs, DVDs e EletrônicosRoupas e produtos de supermercado Maior frequência de compras Menor ou igual à média nacional* Consumidores Maior do que a média nacional* Renda E-Consumidores Comportamento e perfil *Fonte: IBGE / Renda - Média nacional em 2002 = R$ 636,00
  26. 26. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 26 www.ebitempresa.com.br Quanto aos possíveis benefícios e problemas com a Internet para o grupo de consumidores que não gostaria de comprar pela Internet o principal motivo é a falta de confiança na entrega, mesmo sem ter nenhuma experiência com o canal. Mesmo assim a maioria dos respondentes, cerca de 59,7%, disseram confiar na entrega. A satisfação após a primeira experiência é alta e o comércio eletrônico continua crescendo.
  27. 27. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 27 www.ebitempresa.com.br 3.3 – Motivação de compra Na Inglaterra, em 2004, o investimento publicitário na Internet superou o investimento em rádio. A publicidade online nos EUA chegou a R$ 15 bi. Calcula-se que em 2010 a Internet representará 10% da publicidade nos EUA. (Fonte: PricewaterhouseCoopers) Além do rádio, TV, jornais, revistas e outros meios convencionais de comunicação, existe também a Internet. Via e-mail e sites é possível encontrar um universo virtual onde é possível pesquisar e se informar sobre infinitos assuntos. Devido a esta característica a Internet como um novo canal de comunicação está incluso nos planos de marketing de diversas empresas com o intuito de divulgar, informar, ampliar a rede de comunicações e principalmente atingir o maior número de consumidores e potenciais consumidores para aumentar as vendas, a visibilidade e a credibilidade da empresa. Porém não são todos os consumidores que tem acesso à Internet, e não são todos os internautas que são influenciados por propagandas via Web. O canal mais popular é a TV, que já rompeu esta barreira, é item certo na casa da grande maioria de consumidores brasileiros, tem forte influência na formação de opinião, comportamento e decisão de compra e foi indicada como o principal canal de pesquisa e motivação de compra dos consumidores do comércio tradicional.
  28. 28. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 28 www.ebitempresa.com.br “O meio de comunicação mais utilizado pelos consumidores para ficar sabendo das ofertas e promoções dos segmentos dos varejos que foram pesquisados é a televisão, que foi o mais lembrado para todos os tipos de negócio. Os encartes em jornais, os folhetos distribuídos na rua e os anúncios em revistas e jornais foram os veículos de comunicação que ficaram em segundo lugar, havendo alguns tipos de negócio em que dois desses meios praticamente apresentaram as mesmas freqüências de respostas. É interessante observar que, apesar do veículo mais lembrado ter sido eletrônico, todos os que ficaram em segundo lugar são não eletrônicos”. Trecho da pesquisa. Considerando os e-consumidores, o grande fator motivador da compra é digitando diretamente o endereço da loja, seguido por promoções via e-mail. Anúncios da TV representam apenas 2% da motivação. Em 2006, a parceria e-bit/PROVAR também estudará as diferenças entre o comércio tradicional e o comércio eletrônico na visão de consumidores quanto à busca de informações e efetivação de compra. TV Consumidores Digita diretamente o nome da loja E-Consumidores Busca de informação e preços
  29. 29. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 29 www.ebitempresa.com.br PARTE IV Expectativas 2006
  30. 30. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 30 www.ebitempresa.com.br Considerando o grande percentual de crescimento que o comércio brasileiro vem registrando, a estimativa para o ano de 2006 é que o faturamento cresça 56% e atinja R$ 3,9 bi. No ranking dos produtos mais vendidos, a “disputa” pelo topo do ranking dos produtos mais desejados pelos e-consumidores deve se tornar mais acirrada já que a compra de produtos com maior valor agregado têm aumentado significativamente e a categoria de CDs e DVDs têm perdido em participação. De acordo com os programas de inclusão digital, o perfil dos e-consumidores também deve sofrer alterações, porém esta estimativa não é imediata e deve acontecer ao longo dos próximos anos. A quantidade de e-consumidores também deve aumentar ao longo do ano sendo um dos fatores mais importantes e significativos para o crescimento do setor. 4.1 - E-commerce em 2006
  31. 31. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 31 www.ebitempresa.com.br R$ 3,9bi R$ 2,5bi R$ 1,75bi R$ 1,2bi 850 mi 549 mi 2001 2002 2003 2004 2005 2006* Fonte: Grupo de pesquisas e-bit / Base amostral:1.877.157 de Janeiro de 2001 a Dezembro de 2005 (www.ebitempresa.com.br) *2006 previsão Expectativa de crescimento para 2006
  32. 32. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 32 www.ebitempresa.com.br Sobre a e-bit A e-bit é uma empresa de pesquisa e marketing online fundada com a missão de auxiliar empresas a atrair, manter e rentabilizar seus clientes, alavancando a utilização da Internet como um poderoso canal de relacionamento. As informações sobre e-commerce da e-bit são coletadas junto a consumidores após realizarem compras em aproximadamente 500 lojas virtuais. De Abril de 2.000 a Dezembro de 2005, a e-bit já coletou mais de 2,8 milhões de avaliações de e-consumidores. Além de avaliações de lojas virtuais, cuja classificação é divulgada em seu site (www.ebit.com.br), a e-bit também presta serviços de pesquisa quantitativas e qualitativas, gerenciamento de campanhas de e- mail marketing, além de relatórios de Inteligência de Mercado e Investigação de Usabilidade. Para saber mais sobre os serviços da e-bit, consulte o site www.ebitempresa.com.br . Principais Clientes Ticket ServiçosTerraTecBan SulAmérica SegurosSubmarinoSiemens Questex MediaPreviPhilips Pfizer Overture Itaú GOL Credicard Citibank BASF Americanas.com PernambucanasPão de Açúcar NokiaNestlé IntelHSBC Extra.comEditora Abril CNIClaro Casa e VídeoBraskem Banco RealBanco do Brasil American ExpressABA
  33. 33. Apoio:e-bit - Todos os direitos reservados 33 www.ebitempresa.com.br Sobre a Camara-e.net Sobre a Camara-e.net A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, fundada em 07 de maio de 2001, é a principal entidade multi-setorial da Economia Digital no Brasil e América Latina, voltada ao negócio eletrônico como fator estratégico de desenvolvimento econômico na era do conhecimento. Sua missão é de atuar como um think tank, gerando e difundindo conhecimento de vanguarda, bem como defendendo posições de consenso frente aos principais agentes públicos e privados, nacionais e internacionais, relacionados ao fomento das tecnologias da informação. Somos a inteligência e voz da Economia Digital no Brasil. Os 160 sócios da entidade representam empresas líderes dos principais setores da economia brasileira e mundial. Entre as principais prioridades da Camara-e.net estão o incentivo à adoção de tecnologias de informação e comunicação pelas micro, pequena e média empresa, objetivando aumento de produtividade, a Nova Política Industrial e Política Nacional de TICs e Comércio Eletrônico, ampliação da capacidade produtiva da indústria de informática brasileira, crescimento do varejo on-line, Políticas anti-Fraudes e anti-SPAM. Acesse www.camara-e.net.
  34. 34. Contatos www.ebitempresa.com.br Pedro Guasti negocios@ebit.com.br 55 11 3047-4999 www.camara-e.net Cid Torquato cid.torquato@camara-e.net 55 11 3237-1102 Apoio

×