Especificações de n_ds_-_bim-forum_(tradução_gt-bim_sc)

333 visualizações

Publicada em

Especificações de Níveis de Desenvolvimento desenvolvidas pelo BIM Forum, traduzidas pelo Grupo de Trabalho BIM de Santa Catarina

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
333
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Especificações de n_ds_-_bim-forum_(tradução_gt-bim_sc)

  1. 1. Especificações de Níveis de Desenvolvimento Para Modelos de Informação da Construção Versão: 2013
  2. 2. 2 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 Sumário Introdução às Especificações de Nível de Desenvolvimento (ND) 1. Visão geral 2. Preliminares 3. Níveis de Desenvolvimento 3.1. Nível de Desenvolvimento versus Nível de Detalhamento 4. Definições de ND 4.1. Definições fundamentais de ND 4.2. Ressalvas 4.3. Informações específicas de projeto 5. Atualizações deste documento Histórico de revisão A: INFRA-ESTRUTURA A10 Fundações A1010 – Fundações Padrão A1020 – Fundações Especiais A20 Sub-base A2010 – Envoltória de sub-base A40 Contra piso A4010 – Contra piso Padrão A4020 – Contra piso Especial B: ENVOLTÓRIA B10 Superestrutura B1010 – Construção do Piso B1020 – Construção do Telhado B1080 – Construção de Escadas B20 Envoltória vertical B2010 – Paredes exteriores B2020 – Janelas exteriores B2050 – Portas e grades exteriores B2070 – Persianas e aberturas B2080 – Adornos às paredes externas B2090 – Especificidades das paredes externas B30 Envoltória horizontal B3010 – Construção do telhado B3020 – Adornos do telhado B3040 – Carregamento horizontal da envoltória
  3. 3. 3 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B3060 – Abertura horizontais B3080 – Porta deslizante C: INTERIORES C10 Construção do Interior C1010 – Divisões C1020 – Janelas C1030 – Portas C1040 – Grades e passagens C1060 – Construção em piso elevado C1070 – Construção com piso suspenso C1090 – Especificidades do interior C20 Acabamento Interior C2010 – Acabamento das paredes C2020 – Elementos C2030 – Assoalho C2040 – Acabamento de escadas C2050 – Acabamento de tetos D: INSTALAÇÕES D10 Transporte D1010 – Sistemas de transporte vertical D1030 – Transporte horizontal D1050 – Manuseio de materiais D1080 – Sistemas de acesso operável D20 Encanamento D2010 – Instalações de água potável D2020 – Instalações sanitárias D2030 – Sistemas de Instalações Hidráulicas D2050 – Instalações de gás D2060 – Funcionamento de Instalações Hidráulicas D30 AVAC (Aquecimento, ventilação e ar-condicionado) D3010 – Equipamento de combustível D3020 – Sistemas de aquecimento D3030 – Sistemas de refrigeração D3050 – Equipamento de distribuição de AVAC D3060 – Ventilação D3070 – AVAC com propósitos específicos D40 Proteção contra incêndio D4010 – Supressão de fogo
  4. 4. 4 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 D4030 – Especificidades da proteção contra incêndio D50 Elétricas D5010 – Equipamento de geração de força D5020 – Serviço de distribuição D5030 – Aplicações gerais de energia elétrica D5040 – Iluminação D5080 – Sistemas elétricos diversos D60 Comunicações D6010 – Comunicação de Dados D6020 – Comunicação de Voz D6030 – Comunicação de Áudio-vídeo D6060 – Comunicação distribuída D6090 – Componentes suplementares D70 Proteção eletrônica e segurança D7010 – Controle de acesso e detecção de intrusos D7030 – Vigilância eletrônica D7050 – Detecção e alarme D7070 – Monitoramento eletrônico e controle D7090 – Proteção eletrônica e componentes suplementares de segurança D80 Automação D800 – Equipamentos de controle de automação E: EQUIPAMENTOS E MOBÍLIA E10 Equipamentos E1010 – Equipamentos de veículos e pedestres E1030 – Equipamentos comerciais E1040 – Equipamentos institucionais E1060 – Equipamentos residenciais E1070 – Equipamentos recreacionais e de entretenimento E1090 – Outros equipamentos E20 Mobília E2010 – Mobília fixa E2050 – Mobília móvel F: CONSTRUÇÕES ESPECIAIS E DEMOLIÇÕES F10 Construções especiais F1010 – Construção Integrada F1020 – Estruturas especiais F1030 – Construções com funções especiais F1050 – Componentes específicas de equipamentos
  5. 5. 5 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 F1060 – Construções específicas para recreação e desportos F1080 – Instrumentação especial F20 Manutenção de equipamentos F2010 – Manutenção de materiais perigosos F30 Demolição F3010 – Demolição de estrutura F3030 – Demolição seletiva F3050 – Deslocamento de estrutura G: CONSTRUÇÃO DO LOCAL DE TRABALHO G10 Preparação do local G1010 – Limpeza G1020 – Elementos de demolição G1030 – Elementos de relocação G1050 – Manutenção G1070 – Terraplanagem G20 Melhoramentos do local G2010 – Estradas G2020 – Estacionamentos G2030 – Praças e passarelas G2040 – Aeródromo G2050 – Áreas de desporto, recreacionais e parques de diversão G2060 – Desenvolvimento do local G2080 – Paisagismo G30 Serviço público de gás e líquidos G3010 – Serviço de água G3020 – Serviço de esgoto G3030 – Serviço de recolhimento de água da chuva G3050 – Distribuição local de energia G3060 – Distribuição local de combustível G3090 – Componentes suplementares de serviços públicos G40 Melhoramentos da distribuição de eletricidade G4010 – Sistemas de distribuição de eletricidade G4050 – Iluminação do local G50 – Comunicações do local G5010 – Sistemas de comunicação do local G90 – Locais diversos de construção G9010 – Túneis
  6. 6. 6 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 Agradecimentos Muito obrigado a todos os indivíduos e organizações que revisaram e contribuíram para este trabalho, e aos representantes das associações industriais e aos vice-presidentes dos maiores grupos que tornaram esse documento possível: Vice-presidentes Gerais Jan Reinhardt, Perito de Entrega de Projetos Jim Bedrick, FAIA, Engenheiro de Processos de AEC Conteúdos de domínio específico Design Construção Estruturas Will Ikerd, PE, LEED AP Ikerd Consulting David Merrifield, Steel Fab, Inc. Envoltória James Vandezande, AIA, HOK Walt Cichonski, L F Driscoll Construção do Interior Ron Dellaria, RA, CSI, Astorino Brian Filkins, Mortenson Instalações Prediais Murat Karakas, Arup David Francis, Southland Industries Aaron Lawson, Gould Electric Civil Will Ikerd, PE, LEED AP Ikerd Consulting Dan Russell, LEED AP, Sundt Construction, Inc. Representantes de Indústria Associada Dmitri Alferieff, Associação Geral de Empreiteiras Michael Bomba, Esq., Instituto Americano de Arquitetos Edição Marisa Gerdano, Associação Geral de Empreiteiras Edição Gráfica Ikerd Consulting Tradução Luís H. da R. Guimarães, estudante de Engenharia de Produção - UFSC Rafael F. T. da Silva, Engº de Produção - UFSC Roger I. T. Krieger, estudante de Arquitetura & Urbanismo – UFSC
  7. 7. 7 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 Contribuidores individuais Gostaríamos de agradecer as várias contribuições de todos os setores da indústria que ajudaram a tornar essa especificação possível, incluindo: Bill Klorman, Kloarman Construction & ACI 131 BIM Committee Member (Concrete) Brenda Ikerd, Ikerd Consulting (Structure, Civil) Brian Skripac, Astorino, AIA TAP Chris Moor, AISC, Chair of National BIM Standard-US v3, (Structural Steel) Chuck Eastman, Ph.D., Georgia Institute of Technology Kirk Capristo, Astorino (Cover) Lee Garduno: Southland Industries (MEP) Michael Mulder: Southland Industries (MEP) Peter J. Carrato, Ph.D., PE, SE, Bechtel & ACI 131 BIM Committee Chair (Concrete) R. Wayne Muir, P.E., Structural Consultant Inc. & SEI-CASE BIM Committee Co-Chair (Structures) Randall McCullough, Ikerd Consulting (Civil, MEP, Enclosures, and Cover) Rebecca Stanford, Ikerd Consulting (MEP, Enclosures) Scott Babin, ITW Building Components Group (Wood) Soheil Seiqali, Klorman Construction (Concrete) Steven Bumbalough, ITW Building Components Group (Wood) Nada contido neste trabalho deve ser considerado como recomendação legal em casos específicos, e leitores são responsáveis por obterem-nas em seus próprios conselhos específicos. Este trabalho e suas tabelas destinam-se somente a propósitos educacionais e informacionais. Especificações de Nível de Desenvolvimento © 2013 por BIMForum. Nenhuma parte desse trabalho pode ser reproduzida ou mostrada sem permissão escrita dos possuidores dos direitos autorais. Todos os direitos reservados.
  8. 8. 8 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 Nível de Desenvolvimento (ND) – Introdução às Especificações 1 Panorama A Guia de Nível de Desenvolvimento (ND) é a referência que possibilita, aos praticantes da indústria de AEC (Arquitetura, Engenharia e Construção), especificar e distinguir com grande nível de clareza o conteúdo e confiabilidade de Modelos de Informação da Construção (BIMs), em vários estágios no proceso de desenho e construção. O Guia de ND utiliza como base as definições desenvolvidas pelo AIA para o AIA G202-2013 Building Information Modeling Protocol Form1 e é organizada pelo CSI Uniformat 20102 . Ela define e ilustra características de elementos de modelagem de diferentes sistemas construtivos em diferentes Níveis de Desenvolvimento. Esta clara distinção permite autores de modelos definir em que devem fiar-se ao projetar, e permite à cadeia de usuários claramente entender a usabilidade e as limitações dos modelos que estão recebendo. A intenção deste guia é ajudar a explicar o sistema de ND e padronizar seus usos para então tornar-se mais útil como ferramenta de comunicação. Ele não determina quais Níveis de Desenvolvimento devem ser alcançados em um dado ponto do projeto mas estabelece as especificações da progressão do modelo. Para alcançar os objetivos deste documento, seus objetivos primários são: ● Ajudar times, incluindo donos, a especificar o que deve ser entregue em BIM e a obter uma imagem clara do que deve ser incluído na entrega do BIM. ● Ajudar diretores de design a explicar para seus times a informação e detalhe que precisam ser providos em várias etapas no processo do design. ● Providenciar um padrão que pode ser referenciado em contratos e planos de execução em BIM. Deve ser notado que este guia não deve substituir o projeto de execução BIM (BIMXP), mas se destina a ser usado em conjunto com tal plano, fornecendo um meio de definir modelos para trocas específicas de informação, marcos no plano de trabalho de design, e documentos de entrega com funções específicas. 2 Cenário Em 2011 o Fórum de BIM (BIMForum) iniciou a criação da Guia de ND e formou um grupo de trabalho abrangendo contribuidores das principais disciplinas das áreas de design e construção. O grupo de trabalho primeiro clarificou as definições dos NDs básicos do AIA (American Institute of Architects) para cada sistema construtivo, e então compilou exemplos para ilustrar suas interpretações. Pelo fato do BIM estar cada vez mais sendo usado para diferentes usos, o grupo decidiu que estava além do escopo inicial endereçar todos eles. Ao invés disto, as definições foram desenvolvidas para endereçarem elementos de geometria do modelo, com três dos mais comuns em mente - quantidade base, coordenadas 3D e controle e planejamento 3D. O grupo sentiu que tomando essa aproximação as interpretações seriam o suficiente completas para dar suporte a diferentes usos. 1 AIA Documento de Contrato G202-2013, Building Information Modeling Protocol Form é parte de uma nova série de documentos de prática digital do AIA publicado em junho de 2013. As atualizações nos documentos de prática digital do AIA estão em AIA E203TM -2013, Building Information Modeling and Digital Data Exhibit, AIA G201TM -2013, Project Digital Data Protocol Form, e, AIA G202TM -2013, Project Building Information Modeling Protocol Form. Para informações gerais sobre os documentos e amostras para baixar no computador consulte www.aia.org/digitaldocs. Para versões executáveis do documento consulte http://www.aia.org/contractdocs. 2 UniformatTM números e títulos usados nesta publicação são da UniformatTM , publicada pela Instituto de Especificações de Construção de Virgínia, EUA (CSI) e Especificações de Construção do Canadá (CSC), e são usado sob permissão do CSI. Para uma explicação mais a fundo do UniformatTM e seus usos na indústria da construção visite http://www.csinet.org ou contacte CSI, 110 South Union Street, Suite 100, Alexandria, VA 22314. (800) 689-2900.
  9. 9. 9 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 3 Níveis de Desenvolvimento O sistema de Nível de Desenvolvimento (ND) pontua várias questões que surgem quando um modelo BIM é utilizado para comunicação ou como ferramenta colaborativa, ex., quando alguém diferente do autor extrai informação dele: ● Durante o processo de design, os sistemas prediais e componentes progridem de forma vaga idéia conceitual para uma precisa descrição. No passado não havia uma maneira simples de designar onde o elemento de um modelo estava no processo. O autor sabe, mas os outros não. ● É fácil interpretar de maneira errada a precisão na qual um elemento está modelado. Desenhos à mão variam de traços de esboço até linhas duras com dimensões cotadas, e é fácil inferir a precisão dos desenhos com base na sua aparência. Em um modelo, porém, um componente genérico colocado aproximadamente pode parecer exatamente o mesmo que um componente específico localizado precisamente, então é necessário algo além da aparência para dizer qual é a diferença. ● É possível inferir informações do BIM - dimensões não cotadas podem ser medidas com precisão, informações de montagem frequentemente existem antes do modelo estar terminado, etc. No passado, essa questão tinha sido evitada por um abrangente grupo de reprovadores que diziam “Desde que alguma informação no modelo não seja de confiança, tu não podes confiar em nada do modelo”. O sistema ND permite aos autores claramente expor a confiabilidade dos elementos presentes no modelo, então o conceito torna-se “Desde que alguma informação no modelo não seja de confiança, tu deves confiar apenas naquilo que eu especificar que tu deves.” ● Em um ambiente colaborativo, onde diferentes pessoas dependem da informação do modelo para avançarem em seus trabalhos, o plano de trabalho de design torna-se de alta importância - é necessário para os usuários do modelo conhecer quando informações estarão disponíveis para planejarem seu trabalho. O sistema ND facilita isso. O sistema ND endereça essas questões por fornecer um padrão de desenvolvimento industrial para descrever o estado de desenvolvimento de vários sistemas em BIM. Esse padrão permite consistência em comunicação e execução, facilitando os marcos e pontos de entrega das definições de detalhamento em BIM. 3.1 Nível de Desenvolvimento versus Nível de Detalhamento ND é as vezes interpretado como Nível de Detalhamento invés de Nível de Desenvolvimento. O Guia de ND usa o conceito de Nível de Desenvolvimento. Há importantes diferenças. Nível de Detalhamento é essencialmente quanto de detalhe é incluído nos elementos do modelo. Nível de Desenvolvimento é o grau no qual a geometria dos elementos e informações anexadas foram pensadas - o grau no qual os membros do projeto podem fiar-se nas informações ao usar o modelo. Em essência, Nível de Detalhamento pode ser pensado como a entrada do elemento, enquanto Nível de Desenvolvimento é o quanto se pode extrair de informação confiável. 4 Definições de ND Em 2008, o AIA (American Institute of Architects) desenvolveu seu primeiro conjunto de definições de Níveis de Desenvolvimento no AIA Document E202TM -2008 Building Information Modeling Protocol. Devido a natureza de rápida evolução do uso de BIM, o AIA avaliou o AIA E202-2008, incluindo as definições de ND. O resultado é a atualização e reconfiguração de documentos de Prática Digital, que são AIA E203TM -2013, Building Information Modeling and Digital Data Exhibit, AIA G201TM -2013, Project Digital Data Protocol Form, e, AIA G202TM -2013, Project Building Information Modeling Protocol Form, os quais são acompanhados por um detalhado documento guia intitulado Guia e Instruções para a Prática Digital de documentos ao AIA (Guide and Instructions to the AIA Digital Practice Documents. A atualização dos documentos de Prática Digital do AIA incluem revisões em definições de ND. Para ajudar mais além a padronização e consistência do uso do conceito de ND, e para aumentar a utilidade, como fundação para colaboração, a AIA concordou em permitir o BIMForum a utilizar suas últimas definições neste guia. As definições de ND que são usadas neste guia são idênticas àquelas publicadas na atualização do documento de Práticas Digitais do AIA, com duas exceções. Primeiro, o grupo de trabalho identificou a necessidade de um ND que definiria os elementos de modelo suficientemente desenvolvidos para permitir a coordenação entre disciplinas - ex., detecção/prevenção de conflitos, layout, etc. Os requerimentos para este nível são mais altos que aqueles para o 300, mas não tanto quanto aqueles do 400, disto designou-se o ND 350. Os documentos do AIA não incluem o ND 350, mas o Guia e Instruções faz referência a ele.
  10. 10. 10 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 Segundo, enquanto o ND 500 está incluído nas definições de ND do AIA, o grupo de trabalho não sentiu ser necessário definir mais e ilustrar o ND 500 neste guia por que ele relaciona-se com verificação de campo. De acordo com isso, as definições mais extensas e ilustrações gráficas estão restritas aos ND 100 a 400. 4.1 Definições fundamentais de ND3 ND 100 O Elemento de Modelo deve ser graficamente representado no Modelo com um símbolo ou outra representação genérica, mas não satisfaz os requerimentos do ND 200. Informação relacionada ao Elemento do Modelo (que é, custo por metro quadrado, tonelada de AVAC, etc.) pode ser derivada de outros Elementos de Modelo. ND 200 O Elemento de Modelo é graficamente representado dentro do Modelo como um sistema genérico, objeto ou peça de montagem, com quantidades aproximadas, tamanho, forma, localização e orientação. Informações não-gráficas devem ser anexadas ao Elemento de Modelo. ND 300 O Elemento de Modelo é graficamente representado dentro do Modelo como um sistema específico, objeto ou peça de montagem, em termos de quantidade, tamanho, forma, localização e orientação. Informações não-gráficas devem também ser anexadas ao Elemento de Modelo. ND 350 O Elemento de Modelo é graficamente representado dentro do Modelo como um sistema específico, objeto ou peça de montagem, em termos de quantidade, tamanho, forma, orientação e interação com outros sistemas construtivos. Informações não-gráficas devem também ser anexadas ao Elemento de Modelo. ND 400 O Elemento de Modelo é graficamente representado dentro do Modelo como um sistema específico, objeto ou peça de montagem, em termos de tamanho, forma, localização, quantidade e orientação com detalhamento de fabricação, montagem e informações de instalação. Informações não-gráficas devem também ser anexadas ao Elemento de Modelo. ND 500 O Elemento de Modelo é a representação da verificação de campo em termos de tamanho, forma, localização, quantidade e orientação. Informações não-gráficas devem também ser anexadas aos Elementos de Modelo. Exemplo - Canopla ● 100 custo por metro quadrado anexado a cada laje ● 200 canopla, informações genéricas/tamanho aproximado/forma/localização ● 300 especificação de design como luminária de embutir de 60,96 cm x 121,9 cm, tamanho específico/forma/localização ● 350 modelo de fato, Lightolier DPA2G12LS232, tamanho específico/forma/localização ● 400 como o 350, mais uma série de detalhe adicionais, como em um beiral decorativo Glossário As definições expandidas usam as seguintes interpretações destes termos: ● Específico: a quantidade, tamanho, forma, localização e orientação dos elementos como desenhados podem ser medidas diretamente do modelo sem precisar de informações não-modeladas como notas ou cotas. ● Actual: o Elemento de Modelo inclui todas as qualidades de um elemento específico e é a representação do modelo do fabricante a ser instalado ou a peça a ser montada na construção. Ordem de Prioridade O corpo deste guia de ND se expande nestas definições fundamentais ao serem aplicadas em sistemas construtivos específicos e sub sistemas. No caso de algum conflito, especificações mais expansivas tem prioridade sobre menos expansivas e Definições Fundamentais, ex., as definições expandidas para C1010 são prioritárias sobre as C10, as quais são prioritárias sobre as Definições Fundamentais.
  11. 11. 11 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 3 As definições para ND 100, 200, 300, 400 e 500 incluídas neste guia de ND representa a linguagem atualizada que aparece no mais recente protocolo BIM da AIA, G202-2013, Building Information Modeling Protocol Form. As definições de NDs 100, 200, 300, 400 e 500 são produzidas pela AIA e tem sido usadas por permissão. Direitos Autorais © AIA (Instituto Americano de Arquitetos). Todos os direitos reservados. ND 350 foi desenvolvido pelo grupo de trabalho BIMForum. Direitos Autorais © 2013. BIMForum e AIA (Instituto Americano de Arquitetos). Todos os direitos reservados. Requisitos mínimos para as definições de ND Os NDs provêem cinco dicas de progressão de um elemento do conceitual para o específico - há vários passos nesta progressão entre os NDs definidos. As definições de ND, então, devem ser consideradas requisitos mínimos - um elemento progrediu para um dado ND apenas quando todos os requisitos especificados na definição foram cumpridos. Deve também ser notado que os requisitos são cumulativos - para um dado elemento cada definição de ND inclui os requisitos de todos os NDs anteriores. Portanto para um elemento ser qualificado no ND 300 ele deve atingir todos os requisitos para o 200 e 100 bem como aqueles especificados na definição de ND 300. Autor do Elemento do Modelo Esse documento não determina quem deve ser o autor de um componente particular em um certo ND - a sequência de responsabilidade pela modelagem em vário sistemas irá variar de um projeto para outro. Para acomodar esta variação este documento difere o conceito de Model Element Author (MEA) - autor do Elemento do Modelo - como definido no AIA E203-2013: “O Autor do Elemento de Modelo é a entidade (ou indivíduo) responsável pelo gerenciamento e coordenação de desenvolvimento de um Elemento do Modelo específico para um ND requerido para um marco identificador de projeto, independente de quem é responsável pelo fornecimento do conteúdo do Elemento do Modelo.4 Desenhos 2D adicionais Na prática corrente geralmente se adiciona informações 2D como desenhos de detalhamento. Este guia não faz menção a esta prática, invés disso lida apenas com o que é modelado em 3D e alguma informação não-gráfica associada com os elementos de modelo. 4.2 Embargo Não há correspondência estrita entre NDs e fases de design. Sistemas construtivos são desenvolvidos em diferentes ritmos através do processo de design - por exemplo, o design do sistema estrutural geralmente fica à frente do design do interior. Na conclusão das fases esquemáticas de design, por exemplo, o modelo incluirá muitos elementos do ND 200, mas também incluirá muitos do ND 100, bem como alguns do ND 300, e mesmo ainda do ND 400. Similaridade, não existe coisa tal “Modelo _ ND”. Como previamente explicado, modelos de projeto em qualquer estágio de entrega invariavelmente conterão elementos e peças em vários níveis de desenvolvimento. Por exemplo, não é lógico requirir “Modelo ND 200” na conclusão da fase esquemática de design. Ao invés disso, o “modelo esquemático de entrega” deverá conter elementos modelados em vários estágios de desenvolvimento. 4.3 Informações específicas do projeto Como mencionado no tópico Panorama acima, este guia tem a intenção de ser usado em conjunto com o projeto BIMXP (planos de execução BIM). Muitas necessidades de informação variarão de projeto a projeto, mesmo para elementos idênticos. Logo este tipo de informação não será incluído nas definições de ND especificadas aqui, ao invés disso, serão deixadas para ser endereçadas nos BIMXPs. Seguem notáveis exemplos no guia. Limiares de tamanho Na maioria dos projetos uma determinação é feita para modelar certos elementos apenas se eles já estão acima de um tamanho especificado - ex., eletrodutos com menos de 10 mm de diâmetro não é modelado. Estes tamanho limiares não correspondem consistentemente a certos NDs, e eles variam de projeto a projeto. Portanto eles não estão nas definições de ND mas de projetos de BIMXP, por exemplo, através de “notas” na Tabela de Elemento de Modelo do AIA G202-2013.
  12. 12. 12 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 Espaço de separação Espaços livres como o batente de portas, zonas de acesso de manutenção e requisitos de acessibilidade podem ser questões cruciais no design e em muitos casos são geometricamente modelados para reservar o espaço. A implementação deste tipo de coordenação espacial pode ser realizado de várias formas; logo não é nem prático nem útil neste guia ditar requisitos específicos, por exemplo, todos os batentes devem ser modelados como um quarto de um sólido cilindrico. Implementação de espaços de separação serão estabelecidos através de BIMXPs. 4 Documento AIA E203-2013 Building Information Modeling and Digital Data Exhibit. Direitos autorais © Instituto Americano de Arquitetos 2013. Todos os direitos reservados. Definições mencionadas aqui sob permissão. 5 Atualizações deste documento Enquanto este documento tem a intenção de ser uma referência que possa ser citada em acordos como contratos e BIMXP (execução de planos BIM), é reconhecível que o uso de BIM em design e construção está evoluindo. Para adaptar esta evolução este documento será atualizado periodicamente em versões claramente identificáveis. Inicialmente o objetivo de frequência de atualizações será anual, mas que deverá mudar no futuro. Além disso, atualizações temporárias devem ser questionadas se necessário. Histórico de Revisões ● 24/04/13Projeto inicial para avaliação do público ● 22/08/13Guia de Nível de Desenvolvimento 2013
  13. 13. 13 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 A: INFRA-ESTRUTURA A10 Fundações 100 Suposições sobre fundações são incluídas em elementos modelados tais como elemento de piso arquitetônico ou massa volumétrica que contém uma camada com a profundidade da suposta profundidade da armadura. Ou, elementos esquemáticos que não são distinguíveis por tipo ou material. Profundidade ou largura de montagem e localização ainda no começo. 200 Elemento de modelo para incluir: ● Tamanho e forma aproximado do elemento da fundação ● Armadura estrutural de construção para coordenar o sistema de projeto é definida no modelo e coordenada com o sistema de coordenada civil global (plano de fases do sistema de coordenada, etc). A1010 - Fundação Padrão 100 Veja A10 200 Veja A10 300 Elementos são modelados conforme o design especificado no tamanho e forma da fundação. A modelagem dos elementos inclui: ● Tamanho geral e geometria do elemento da fundação ● Superfícies inclinadas ou depressões no chão ● Dimensões externas dos membros Informação não-gráficas associadas aos elementos do modelo requiridas incluem: ● Resistência do concreto ● Resistência do concreto armado
  14. 14. 14 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 A1010.10 – Sapatas (Fundações rasas) 100 Veja A10 200 Veja A10 300 Veja A1010 350 A modelagem dos elementos inclui: ● Localização de tubos de proteção ● Juntas de escoamento ● Retardador de umidade ● Buchas ● Todas as peças expostas e armada, como as vergas ● Juntas de dilação 400 A modelagem dos elementos inclui: ● Vergalhões incluindo ganchos e emendas ● Buchas ● Chanfros ● Acabamento ● Etapa para unidades de alvenaria definidas ● Impermeabilização A1010.30 – Estacas (Fundações profundas) 100 Veja A10 200 Veja A10 300 A modelagem dos elementos inclui: ● Profundidade de compressão assumida com antecipação da modelagem. ● Topo da estaca ● Tamanho da estaca 350 A modelagem dos elementos inclui: ● Modelo real do topo do estaca (TOP) e parte inferior (BOT) segundo a avaliação de engenheiros da condição local. 400 A modelagem dos elementos inclui: ● Profundidade até a camada rochosa ● Penetração na camada rochosa ● Localização dos pontos de ligação
  15. 15. 15 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 A1020 - Fundações Especiais Inclui: perfuração, revestimento, perfuração de fundo em sino, escavação, drenagem, remoção de escavados, materiais, reforços e concreto. Pier escavado, empilhamento, fundação em solos moles 100 Veja A10 200 Veja A10 300 Veja A1010 350 A modelagem dos elementos inclui: ● Localização dos tubos de proteção ● Juntas de escoamento ● Retardador de umidade ● Buchas ● Todos os elementos necessários para colaboração transdisciplinar devem ser modelados ● Locação atual e forma dos elementos estruturais ● Ligações expostas e reforços tais como vergas ● Penetrações em detalhe e modeladas ● Juntas de dilatação 400 A modelagem dos elementos inclui: ● Detalhamento de vergalhões, incluindo sobreposição e arame de amarração ● Tarugo ● Chanfro ● Acabamento ● Enfileiramento por unidade de alvenaria definida ● Impermeabilização
  16. 16. 16 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 A1020.80 - Vigas de Baldrame 100 Veja A10 200 Veja A10 300 Veja A1010 350 A modelagem dos elementos inclui: ● Modelo real do topo do estaca (TOP) e parte inferior (BOT) segundo a avaliação de engenheiros da condição local. 400 A modelagem dos elementos inclui: ● Detalhamento dos componentes pós-tensionados A20 Envoltória de subsolo 100 Modelo maciço representando o volume total da construção; ou, elementos esquemáticos de parede que não são distinguíveis por tipo ou material. Montagem de profundidade/espessura e localização continua flexível. 200 A modelagem de elementos deve incluir:  Tamanho e forma do subsolo elemento do local.  Grades de construção estruturais para projeto de coordenadas do sistema local são definidos no modelo e coordenados com o sistema de coordenadas civil global (State Plane Coordinate System, etc).
  17. 17. 17 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 A2010 – Paredes de Subsolos 100 Veja A20 200 Veja A20 300 Modelagem de elementos a incluir:  Tamanho total e da geometria do subleito  Superfícies inclinadas  Dimensões externas do elemento  Resistência do material Informações não gráficas necessárias associadas com o modelo incluem:  Resistência do concreto  Reforço da resistência  Porosidade  Acabamentos 350 Modelagem de elementos deve incluir:  Chanfros  Penetrações das mangas  Juntas de dilatação  Vergalhões e quaisquer elementos incorporados modelo em áreas congestionadas onde especificados pelo projeto BIMXP que é, tipicamente, com uma distância em conjunto a partir de área de congestionamento  Qualquer escoramento permanente ou formação de estruturas, tais como caixas vazias  Acabamento e/ou isolamento interno  Dilatação das juntas  Retardador de pega  Fixadores expostos ou reforços como vergas.  Penetrações detalhadas e modeladas  Dilatação das juntas 400 Modelagem de elementos deve incluir:  Vergalhão incluindo ganchos e emendas de voltas  Buchas  Chanfros  Acabamento  Percurso para a unidade de alvenaria definida  Impermeabilização
  18. 18. 18 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 A40 Lajes no nível do solo 100 Premissas para lajes são incluídas em outros elementos modelado com uma massa volumétrica ou elemento arquitetônico que contém uma camada de profundidade de enquadramento estrutural assumido. 200 Modelagem de elementos deve incluir:  Laje genérica com a espessura aproximada  Grades de construção estruturais para projeto local de coordenadas do sistema são definidos no modelo e coordenada com o sistema de coordenadas civil global (State Plane Coordinate System, etc) A4010 – Lajes Padrão 100 Veja A40 200 Veja A40 300 Modelagem de elementos deve incluir:  Tamanho total, espessura e geometria da laje  Depressão  Borda voltada para baixo  Resistencia do material  Todas as superfícies inclinadas dos elementos do modelo (exceto aquelas especificadas pelo fabricante.) Informações não-gráficas necessárias associadas com os elementos do modelo deve incluir:  Retardador de umidade  Incorporação de ar 350 Modelagem de elementos deve incluir:  Penetrações da ‘manga’  Juntas de controle  Expansão das juntas  Barreiras de água  Vergalhões e qualquer elemento modelado em áreas de encontro especificadas no BIMXP, tipicamente distanciados destas.  Caixas de vácuo  Barras de ancoragem  Retardador de umidade  Buchas  Perfil de pós-tensão, se exigido pelo BIMXP 400 Modelagem de elementos deve incluir:  Dimensões reais de laje e dos perfis dos vergalhões  Componentes do pós-tensionadas  Todas as juntas  A prova d’água  Acabamento
  19. 19. 19 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 A4020 – Radier 100 Veja A40 200 Veja A40 300 Modelagem de elementos deve incluir:  Tamanho total, espessura e geometria da laje  Depressão  Borda voltada para baixo  Resistencia do material  Todas as superfície inclinadas incluídas nos elementos do modelo com exceção dos elementos afetados pela seleção do fabricante que não são conhecidas neste LOD. Tais condições podem incluir diferenças de geometria do piso onde diferentes fabricantes especificados não serão conhecidos até que o sistema atual é selecionado. Informações não-gráficas necessárias associadas com os elementos do modelo deve incluir:  Resistência do concreto  Reforço da resistência  Incorporação de ar  Retardador de umidade  Penetrações das placas 350 Modelagem de elementos deve incluir:  Penetrações na manga  Juntas de controle  Expansão das juntas  Barreiras de água  Vergalhões e quaisquer elementos incorporados modelados em áreas congestionadas onde são especificada pelo projeto BIMXP que é, tipicamente, distanciado a partir da área de congestionamento.  Caixas de vácuo  Barras de ancoragem  Retardador de umidade  Buchas  Perfil de pós-tensão, se exigido pelo BIMXP 400 Modelagem de elementos deve incluir:  Dimensões reais de laje e os perfis dos vergalhões totalmente modelados  Componentes do pós-tensionada  Todas as juntas  A prova d’água  Acabamento
  20. 20. 20 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B: ENVOLTÓRIA B10 Superestrutura 100 As premissas para o enquadramento estrutural são incluídas em outros elementos modelados como um elemento arquitetônico de piso que contém uma camada do esqueleto estrutural assumida; ou, elementos esquemáticos que não são distinguíveis por tipo ou material. Profundidade/espessura das assembleias ou tamanho dos componentes e locais ainda são flexíveis. B1010 – Construção dos Pisos 100 Veja B10 200 A modelagem de elementos deve incluir:  Piso com as dimensões aproximadas  Membros aproximados de enquadramento de suporte  Grades estruturais definidas B1010.10 – Quadro Estrutural dos Pisos Descrição: Os elementos estruturais necessários para apoio a construção do piso com embasamento e uma graduação acima. Incluem barras metálicas, colunas, treliças, traves, concreto pré-moldado no local, unidade de alvenaria, estruturas metálicas, estruturas de sistemas de madeira. Inclui aberturas emolduradas e luvas para aberturas de instalações prediais. Inclui os Componentes Suplementares de Construção dos Pisos, se necessário. Estrutura Especifica das Instalações Prediais no âmbito dessa seção são listadas a seguir:  Concreto  Alvenaria  Estrutura de Aço das Colunas  Estrutura de Aço das Vigas  Estrutura de Aço  Hastes de Amarração  Vigas de Aço  Aço Formado a Frio  Armação de Madeira
  21. 21. 21 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B1010.10- Quadro Estrutural dos Pisos (Concreto armado) 100 Veja B10 200 A Modelagem de elementos deve incluir:  Tipo de concreto estrutural para a instalação predial  Geometria aproximada dos elementos estruturais (exemplo: profundidade) 300 A Modelagem de elementos deve incluir:  Os tamanhos específicos e localizações dos principais membros pré-definidos de modelagem de grades de concreto estrutural  Concreto definido por especificação (dureza, porosidade, tamanho dos agregados, etc.)  Todas as superfícies inclinadas incluídas no elemento modelo com exceção dos afetados pela seleção do fabricante Informações não-gráficas necessárias associadas com os elementos do modelo incluem:  Penetrações para itens como MEP  Acabamentos, arqueamentos, chanfros, etc.  Detalhes típicos  Fixadores e barras de ancoragem  Agregado, trevo limpo  Espaçamento Reforçado  Reforço  Cargas vivas  Reforço do cisalhamento e trilhos de vigas 350 A modelagem de elementos deve incluir:  Reforços nos perfis de Pós-Tensão e locais vertentes  Reforço nomeado, modelado, tipicamente apenas em áreas congestionadas  Despeje articulações e sequências para ajudar a identificar os reforços nos colos de emenda, na programação, etc.  Juntas de Expansão  Fixadores e barra de ancoragem  Perfil de Pós-Tensão e locais vertentes modelados se requisitados pelo BIMXP  Penetrações para os itens como MEP  Reforços do cisalhamento e dos parafusos prisioneiros 400 A modelagem de elementos deve incluir:  Todos os reforços incluem os detalhes e os modelos dos elementos de pós tensão  Acabamentos, curvatura, chanfro, etc.
  22. 22. 22 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B1010.10 – Quadro Estrutural dos Pisos (Alvenaria) 100 Veja B10 200 A modelagem dos elementos deve incluir:  Tipo das estruturas de alvenaria de instalações prediais 300 A modelagem dos elementos deve incluir:  Tamanhos específicos da estrutura principal do quadro dos elementos modelados pré-definidos com as corretas dimensões  Aberturas ásperas com reforço e verga Informações dos requisitos não gráficos associados com os elementos modelados a incluir:  Reforços  Argamassa e rejunte definido  Reforço e aço vergas necessários em inaugurações  Penetrações para itens como MEP 350 A modelagem de elementos deve incluir:  Atual localização e formato do elemento estrutural de alvenaria  Todos os engastados ou reforços como vergas  Todas as penetrações detalhadas e modeladas  As juntas de dilatação 400 A modelagem de elementos a incluir:  Impermeabilização  Curso da obra  Reforço  Argamassa
  23. 23. 23 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B1010.10 – Quadro Estrutural nos Pisos (Quadro de Colunas de Aço) 100 Elemento coluna genérico, Veja B10 200 Veja B1010 300 Modelagem de elementos a incluir:  Especificar os tamanhos do quadro de membros pré- definidos da estrutura principal modelada com a correta orientação Informações dos requisitos não-gráficos associados com o modelo de elementos incluindo:  Materiais de aço para as estruturas definidos  Detalhes de conexão  Acabamentos, como pinturas, galvanizações, etc. 350 Modelagem de elementos a incluir:  Elevação atual e localização dos membros de conexão  Grandes elementos de conexões típicas aplicada a todas as conexões de aço estrutural, tais como placas de base, reforços de chapas, barras de ancoragem, etc.  Qualquer membro de aço com a correta orientação  Qualquer estrutura de aço reforçado tais como travamento central, luvas de penetração, etc. 400 Modelagem de elementos a incluir  Soldas  Cópia dos membros  Capitel de colunas  Arruelas, porcas, etc.  Todos os elementos de montagem
  24. 24. 24 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B1010.10 – Quadro Estrutural de Pisos (Quadro de Vigas de Aço) 100 Veja B10 200 Veja B1010 300 Modelagem de elementos a incluir:  Tamanhos específicos da estrutura principal horizontal dos membros modelados pré-definidos do quadro estrutural com a orientação correta Informações não-gráficas requeridas associados com os elementos do modelo incluem:  Materiais de aço estruturais  Detalhes de conexão  Acabamentos, exemplos pinturas, galvanizações, etc. 350 Modelagem de elementos a incluir:  Elevações atuais e localização das conexões dos membros  Grandes elementos de conexões típicas aplicada a todas conexões de aço estrutural, tais como placas de base, reforço de chapas, barras de ancoragem, etc.  Quaisquer membros de aço diversos com a orientação correta  Qualquer reforço de estrutura de aço tais como penetrações de manga, reforços de entrelaçamentos, etc. 400 Modelagem de elementos a incluir:  Soldas  Cópia dos membros  Placas dobradas, capitel de colunas etc.  Parafusos, arruelas, porcas, etc.  Todos os elementos de montagem
  25. 25. 25 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B1010.10 – Quadro Estrutural de Pisos (Concepção dos Diversos Membros de Aço) 100 Veja B10 200 Veja B1010 300 Modelagem de elementos a incluir:  Tamanhos específicos da estrutura principal horizontal dos membros modelados pré-definidos do quadro estrutural com a orientação correta Informações dos requisitos não-gráficos associados com os elementos do modelo incluindo:  Materiais de aço estruturais  Detalhes de conexão  Acabamentos, exemplos pinturas, galvanizações, etc. 350 Modelagem de elementos a incluir:  Elevações atuais e localização das conexões dos membros  Grandes elementos de conexões típicas aplicada a todas conexões de aço estrutural, tais como placas de base, reforço de chapas, barras de ancoragem, etc.  Quaisquer membros de aço diversos com a orientação correta  Qualquer reforço de estrutura de aço tais como penetrações de manga, reforços de entrelaçamentos, etc. 400 A modelagem de elementos a incluir:  Soldas  Cópias dos membros  Placas dobradas. Capitel de colunas etc.  Parafusos, arruelas, porcas, etc.  Todos os elementos de montagem
  26. 26. 26 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B1010.10 – Quadro Estrutural de Piso (Concepção das Hastes de Apoio de Aço) 100 Veja B10 200 Veja B1010 300 A modelagem de elementos deve incluir:  Tamanhos específico das hastes da estrutura principal modeladas por grade estrutural definida Informações não-gráficas necessárias associadas com elementos do modelo que incluem:  Materiais Estruturais de Aço 350 Modelagem de elementos a incluir:  Detalhes de conexão  Elevações atuais e localização das conexões dos membros  Grandes elementos de conexões típicas aplicada a todas conexões de aço estrutural, tais como placas de base, reforço de chapas, barras de ancoragem, etc.  Quaisquer membros de aço diversos com a orientação correta 400 A modelagem dos elementos deve incluir:  Soldas  Manilhas  Parafusos, arruelas, porcas, etc.  Todos os elementos de montagem
  27. 27. 27 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B1010.10 – Concepção Estrutural dos Pisos (Vigas de Aço) 100 Veja B10 200 Modelagem de elementos deve incluir:  Profundida aproximada 300 A modelagem de elementos deve incluir:  Tamanho das vigas, profundidade, inclinação e material  Espaçamento e elevações  Profundidade de assentamento das vigas Informações não-gráficas necessárias associadas aos elementos do modelo incluindo:  Profundidade e/ou inclinação das vigas não padrão  Designação dos membros, capacidade de carga e critérios de deflexão  Cargas de projeto e localização de cargas  Materiais necessários 350 A Modelagem dos elementos incluindo, informações necessárias para o comércio através da colaboração, tais como:  Atual localização final das vigas de perfil com pontos precisos do painel.  Vigas de conexão e braços laterais  Revestimento de Proteção contra fogo  Qualquer aço pertencente a viga  Largura dos assentamentos dos vigamentos  Detalhes de ereção para instalação  Perfil das secções de empenas e diagonais de treliças  Disposição das vigas em coordenação com as plataformas fixadoras de metal devem ser confirmadas  Profundidades e/ou inclinação de assentamento das vigas não é padrão 400 A modelagem dos elementos deve incluir:  Placas de conexão  Número da peça do membro de fabricação  Quantidade  Espaçamento  Ancoragem  Material necessário para a instalação apropriada  Marcar a identificação que se correlaciona com a lista de materiais  Tipo de compra de pintura se necessário
  28. 28. 28 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B1010.10 – Concepção Estrutural dos Pisos (Forja ou Estampagem a frio) 100 Veja B10 200 Modelagem de elementos a incluir:  Massas arquitetônicas ásperas  Profundidade aproximada membro  Espaçamento do membro desejado 300 Modelagem de elementos a incluir:  Elementos do piso projeto especifico das localizações e geometrias Informações não-gráficas necessárias e associadas aos elementos do projeto:  Tamanho, profundidade e material com suas inclinações  Espaçamento e final das elevações  Carga de projeto  Critérios de deflexão 350 Modelagem de elementos a incluir:  Membros modelados em qualquer interface com bordas de paredes (em cima, no fundo, nos lados) ou abrindo através das paredes  Pontes ou tiras 400 Modelagem de elementos a incluir:  Soldas  Conexões  Membro Número da peça de fabricação  Qualquer peça para a instalação completa
  29. 29. 29 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B1010.10 – Concepção Estrutural dos Pisos (Treliças dos Pisos de Madeira) 100 Veja B10 200 Modelagem de elementos a incluir:  Profundidade aproximada  Carga de suporte do banzo superior e inferior  Orientação da treliça 300 Modelagem de elementos a incluir:  Tamanho da treliça, profundidade, e material com geometria inclinada  Espaçamento e elevações finais  Locais de apoio Informações dos requisitos não-gráficos associados com o modelo de elementos incluindo:  Designação dos membros, capacidade de carga e critérios de deflexão  Cargas de projeto 350 A Modelagem dos elementos a incluir:  O perfil final das treliças com pontos precisos no painel  Ligação e chaves laterais  Revestimento de proteção contra fogo  Qualquer enquadramento diverso pertence a treliça  Detalhes de ereção para instalação  Perfis de membros de seção de rede e banzos são precisamente definidos  Disposição das treliças em coordenação com prendedores superiores estariam sendo confirmados  Mantenha pressionados os locais para grandes parafusos
  30. 30. 30 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B1010. 20 – Pisos dos Decks, Lajes e Coberturas Descrição: A laje estrutural, deck e o piso de revestimento de construção em pisos intermediários de construção de porão e das bases acima. Inclui concreto moldado no local, concreto pré-moldado, pavimentos e coberturas de cimento, decks de metal, revestimentos de madeira e decks de madeira. Inclui penetrações emolduradas e mangas compridas para os serviços e as lajes para instalações prediais. Inclui os componentes Suplementares dos Pisos de Construção conforme for apropriado. Sistemas Estruturais Específicos com essa seção são listados como segue:  Deck do Piso de Madeira  Deck do Piso de Metal  Decks Compostos  Concreto B1010.20 – Piso dos Decks, lajes e coberturas (Deck dos Pisos de Madeira) 100 Veja B10 200 Veja B10 300 A modelagem de elementos deve incluir:  Encostas aplicáveis  Quadro esperado dos perfis dos membros, espaçamento e materiais Informações dos requisitos não-gráficos associados com o modelo de elementos incluindo:  Orientação do Deck  Espessura das camadas do Deck  Diagrama das cargas e critérios de deflexão  Materiais do Deck  Fixadores do Deck 350 A modelagem de elementos deve incluir:  Localização da borda do DECK  Atual localização por fabricante dos membros estruturais  Toda estrutura, incluindo suspensórios, apoios, etc.  Aberturas do deck modeladas com a estrutura de suporte da abertura  Locais de ponto de carga  Localização e tamanho das aberturas atuais 400 A modelagem de elementos deve incluir:  Todos os acessórios estruturais e fixadores modelados pela expectativa da instalação  Impermeabilização
  31. 31. 31 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B1010.20 – Piso dos Decks, lajes e coberturas (Deck de Pisos Metálicos) 100 Veja B10 200 Veja B10 300 Modelagem dos elementos deve incluir:  Espessura do Deck  Perfil Estrutural especifico dos membros, espaçamento e material  Localizações das aberturas são prescritos com notas para qualquer estrutura adicional  Locais de ponto de cargas Informações dos requisitos não-gráficos associados com o modelo de elementos incluindo:  Diagrama das cargas e critérios de deflexão  Material do Deck  Fixadores do Deck  Típicas especificações para soldagem 350 Modelagem dos elementos deve incluir:  Localização das bordas do Deck  Juntas do Deck e localização das abas  Atual perfil do Deck e locais de ranhura por fabricante  Qualquer estrutura incluindo suspensórios, apoios, etc.  Aberturas dos Decks modeladas com o suporte estrutural 400 Modelagem dos elementos deve incluir:  Todos os acessórios estruturais e fixadores modelados pela expectativa da instalação  Soldas  Impermeabilização
  32. 32. 32 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B1010.20 - Pisos dos Decks, lajes, e coberturas (Pisos de Deck Compostos) 100 Veja B10 200 Veja B10 300 Modelagem dos elementos deve incluir:  A espessura especifica dos Decks  Perfil de membros específicos estruturais, espaçamento, materiais  Localização das aberturas são prescritivamente definidas com notas para adição de estruturas adicionais Informação não-gráficas associadas aos elementos do modelo incluem:  Material específico do deck  Fixadores do deck  Especificações típicas de solda  Curvatura  Cisalhamento das vigas  Coberturas 350 Modelagem dos elementos deve incluir:  Localização das bordas do Deck  Localização por fabricantes do perfil atual e ranhuras do Deck  Localização das juntas e bainhas do Deck  Localização por fabricante dos membros estruturais atuais  Todos as estruturas incluindo o suporte do Deck, a parte final do deck, cisalhamento de vigas, etc.  Aberturas modeladas da laje com suporte estrutural em torno das aberturas  Localização dos pontos de carga  Reforço da laje modelo se especificado no BIMXP 400 Modelagem dos elementos deve incluir:  Todos os acessório estruturais e fixadores devem ser modelados pela expectativa de instalação  Todos os reforços de lajes  Soldas  Impermeabilização B1010.20 – Pisos dos Decks. Lajes, e coberturas (Concreto) 100 Veja B10 200 Modelagem de elementos deve incluir:  Tipo de sistema do concreto estrutural  Geometria aproxima dos elementos estruturais (ex: profundidade) 300 Os elementos modelados devem incluir:
  33. 33. 33 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013  Os tamanhos e localização específicos dos principais membros modelados do concreto estrutural pré- definidos no projeto estrutural com a correta orientação  Todas as superfícies inclinadas no s elementos do modelo com exceção dos elementos afetados pela seleção do fabricante Informação não-gráficas associadas aos elementos do modelo incluem:  Resistencia do concreto  Resistencia do reforço  Porosidade  Tamanho do agregado  Detalhes típicos 350 Os elementos modelados devem incluir:  Linha de chamada de reforço, modelada se necessária no BIMXP, típica em áreas congestionadas  Colocar as juntas e seus sequenciamentos para ajudar na localização da sobreposição de emendas, programação, etc.  Juntas de dilatação  Elementos de fixação e barras de ancoragem  Perfil pós-tensionado e cordoalhas modelados se exigidos no BIMXP  Penetrações para itens como MEP  Quaisquer formadores ou escoradores permanentes de componentes  Reforços em cisalhamentos e em trilhos do parafuso prisioneiro Informação não-gráficas associadas aos elementos do modelo incluem:  Elementos de fixação e barras de ancoragem  Agregados, espaçamento de armadura  Espaçamentos dos reforços  Reforços  Cargas vivas  Reforços nos cisalhamentos e parafusos prisioneiros  Localização de perfis pós-tensionados e cordoalhas  Penetrações para itens como MEP  Acabamentos, inclinações, chanfros, etc. 400 Modelagem de elementos deve incluir:  Todos os reforços, incluindo os elementos de tensão final, detalhados e modelados  Acabamentos, inclinações, chanfros, etc. Incluindo as estruturas e mangas das aberturas para os serviços. Inclui os Componentes Suplementares de Construção dos Pisos como apropriado,
  34. 34. 34 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B1020 – Construção do Telhado [Veja B1010] B1020.10 – Quadro Estrutural do Telhado Descrição: Elementos estruturais requisitados para suporte do piso de construção e das bases de cima. Incluindo colunas, vigas mestre, vigas, treliças, juntas. Incluindo concreto fundido no local, concreto pré-fabricado, unidade de alvenaria, sistemas de metais e madeiras estruturais. [Veja B1010.10] B1020.20 – Decks do Telhado, Lajes e Camadas de Placas para Reforço Descrição: Deck estrutural para o telhado, Laje, e camadas de placas de reforço para construção. Incluindo concreto fundido no local, concreto pré-fabricado, decks cimentícios e coberturas, decoração de metal, camadas de placas de reforço de madeira, decoração de madeira, e controle de expansão. Inclui as estruturas e as penetrações de mangas no piso de sistemas prediais. Inclui os Componentes Suplementares da Construção do Telhado como apropriado [Veja B1010.20] B10250.30 – Construção de Toldos Inclui: Quadro estrutural e decks, lajes, e camadas de placas para reforço para construção do toldo Esses componentes são tipicamente modelados como parte de outras peças listadas nas tabelas acima. Não especifique essa classificação Uniformat a menos que um componente suplementar seja modelado independentemente de outras peças. [Veja B1010.20] B1080 – Escada 100 Premissas para todos os sistemas de escadas (incluindo grades, escadas de incêndio, passarelas e escadas de mão) estão inclusos em outros elementos modelados como um elemento espacial ou elemento de aglomeração; ou, um modelo esquemático do modelo que indica as dimensões aproximadas de disposição da escada. B1080.10 – Construção de Escada Inclui: Plano estrutural de escadas internas e externas incluindo trilhos, pés dos degraus e patamares. Inclui escadas de incêndio e escadas de mão. 100 Veja B1080 200 Modelo genérico do elemento com os pés dos degraus e os patamares simplificados. Unidade nominal total do escopo deve incluir:  Dimensões nominais no: (plano (comprimento, largura)  Dimensões nominais na vertical (níveis, patamares) 300 Principais elementos de suporte são modelados (barrote). Pés dos degraus e trilhos são modelados para indicar design especifico das condições do top da escada. 350 Elementos secundários de suporte de escada são modelados (cabides, colchete, etc.). Zonas de liberação/codificação necessárias são modeladas 400 Todos os elementos de escada são modeladas para suportar a fabricação e instalação.
  35. 35. 35 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B1080.50 – Grades das Escadas 100 Veja B1080 200 O modelo genérico dos modelos sem as articulações dos materiais ou grades estruturais como os balaústres, guarda corpo ou suportes. 300 Assembleias modeladas pelo tipo para incluir:  Grades  Balaústres  Guarda corpo  Suportes para grades montadas na parede Informações dos requisitos não-gráficos associados com o modelo de elementos incluindo:  Material 350 Elementos secundários de suporte das grades são modelados incluindo:  Corrimão ou apoio para suporte 400 [Veja Definições Fundamentais de ND] B1080.60 - Escadas de Incêndio [Veja B1080.10 e B1080.50] B1080.70 – Passarelas de Metal [Veja B1080.10 e B1080.50] B10.80.80 – Escadas de mão [Veja B1080.10 e B1080.50]
  36. 36. 36 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B20 Recinto Verticais Exteriores 100 Modelo maciço representado pelo volume total da construção; ou, elementos esquemáticos das paredes que não são distinguidos pelo tipo ou material. Profundidade/Espessura e localização das assembleias continuam flexíveis B2010 – Paredes Externas Construção sólida de paredes que são compostas ao natural; em outras palavras, múltiplas camadas de material que formam a assembleia total. 100 Veja B20 200 Objetos genéricos das paredes são separados pelo tipo de material. (ex.: tijolo da parede vs. terracota) Espessuras totais aproximada das paredes são representadas por uma única assembleia Disposição e localização continuam sendo flexíveis 300 Composição do compósito do modelo com a especifica espessura total que corresponde por verniz, estrutura, isolamento, porosidade e pele (revestimento ou cobertura da parede) especificada para o sistema da parede. (Consulte a LOD350 e LOD400 para elementos individualmente modelados). Penetrações são modeladas para dimensões nominais de paredes com grandes aberturas como janelas, portas e grandes elementos mecânicos. Informações dos requisitos não-gráficos associados com o modelo de elementos incluindo:  Tipo de Parede  Materiais 350 Um compósito de conjuntos de paredes pode ser considerado composto de apenas LOD350 se os objetos hospedados, como janelas e portas são fornecidos em um mínimo de LOD350. Principais membros estruturais como tijolos ou pedras e ombreiras em aberturas são modelados dentro do conjunto composto.
  37. 37. 37 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B2010.10 – Verniz na Paredes Externas Descrição: elementos não estruturais da face exterior de paredes. Inclui concreto pré-fabricado, alvenaria unitária, SATE, tapume manufaturado e ‘stucco’ 100 Veja B20 200 Veja B2010 300 Veja B2010 350 Verniz da parede exterior é modelado como um elemento separado Todas as aberturas são modeladas com as dimensões aproximadas Os pontos são especificados 400 A modelagem dos elementos deve incluir:  Unidade individual de elementos de alvenaria  Reforço  Brilhantes e Selantes  Ancorado e incorporado
  38. 38. 38 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B2010.20 – Construção de Paredes Externas Descrição: A construção das paredes externas inclui backup dos sistemas para as paredes envernizadas. Podem ser de suporte de carga vertical. Inclui paredes de concreto fundidas no lugar, paredes de concreto pré-fabricadas, unidades de alvenaria de paredes, estrutura metálicas dos sistemas, e estrutura de madeira dos sistemas. 100 Veja B20 200 Veja B2010 300 Veja B2010 350 Construções das paredes externas são modeladas como elementos separados Todas as aberturas com as dimensões aproximadas. Travessões e ombreiras estruturais são modelados. 400 Modelagem de elementos deve incluir:  Pregos e traços  Unidades individuais de alvenaria  Reforço  Bainha  Isolamento B2010.30 – Peles Internas das Paredes Externas Descrição – Materiais que fornecem acabamento ou cobertura protetora na parte interna da face de paredes externas. Pode incluir isolamento e retardador de vapor. 100 Veja B20 200 Veja B2010 300 Veja B2010 350 Construções das paredes externas são modeladas como elementos separados Todas as aberturas com as dimensões aproximadas. 400 A modelagem dos elementos deve incluir:  Pregos e traços  Unidades individuais de alvenaria  Reforço  Borda das paredes  Isolamento
  39. 39. 39 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B2010.50 – Parapeitos Construção das paredes externas acima do plano do telhado [Veja B2010, B2010.20, e B2010.30] B2010.60 – Quadros dos Equipamentos Construção das paredes externas para os quadros de equipamentos dotados da vista do público [Veja B2010, B2010.20, e B2010.30] B2020 – Janelas Externas 100 Veja B20 200 As janelas aproximadas em termos de locais, tamanhos, contagem e tipos. Unidades são modeladas como um componente simples, monolítico, representado com molduras simples e vidros. Tamanho nominal unitário é fornecido. B2020.10 – Janelas Externas Operacionais 100 Veja B20 200 Veja B2020 300 Unidades são modeladas baseadas em localizações especificas e tamanhos nominais. Geometria externa de elementos de estrutura de janelas e vidros modelados para dentro de 1/8” [3mm] de precisão A operação é indicada Informações dos requisitos não-gráficos associados com o modelo de elementos incluindo:  Características estéticas (acabamentos, tipos de vidros)  Características de performance (ou seja, U-valor, carga de vento, resistência ao vento, estrutural, ar, térmico, água, som)  Funcionalidade da janela (Fixa, suspensão dupla/simples, toldo/ projetar pra fora, pivô, de correr) 350 Dimensões aproximadas das aberturas Método de instalação das janelas de estrutura Geometria incorporada 400 Desenho de perfil das estruturas Subcomponentes dos vidros (juntas) Componentes de fixação B2020.20 – Janelas Externas Fixadas [Veja B2020.10]
  40. 40. 40 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B2020.30 – Janelas das Paredes Externas 100 Veja B20 200 Objetos genéricos de parede representam os principais tipos de proposta de montagem de janelas nas paredes Profundidade total de montagem da janela na parede é representada pelo modelo do objeto Disposição e localização continuam flexíveis 300 Localização e orientação das faces do vidro Dimensão nominal das faces e espessura dos vidros Sistemas de apoio estrutural da parede a ser modelados Espaçamento, localização, tamanho e orientação de montantes Componentes operáveis definidos (janelas, venezianas e portas) e incluídos no modelo 350 Formatos dos montantes e geometria definida Atual disposição de ancoragem e tipos definidos Painel atual de dimensões (incluindo os bancos) 400 Perfil das batentes completas de extrusão Detalhe das interface entre os sistemas de parede (dentro) e de parede e sistemas de apoio, incluindo selantes, barragens finais, rufos e membranas. B2020.50 – Funções Especiais das Janelas Externas [Veja B2020.10] B2050 – Portas externas e grades 100 Representação simples de uma unidade de porta. Tamanho de contagem e localização são aproximados. 200 Unidades são modelados como um componente simples, monolítico; ou representado com moldura simples e painel. Tamanho nominal unitário é fornecido.
  41. 41. 41 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B2050.10 – Portas de Entrada Externas 100 Veja B20 200 Veja B2050 300 Peças de porta de entrada modeladas por tipo incluem: Painéis específicos de portas e quadros (se aplicáveis). Conjunto de equipamentos funcionais e tipos são especificados nas informações não gráficas Operação é especificada. Requisitos espaciais para operação são modelados. 350 Abertura grosseira é modelada Principais elementos de estrutura são modelados em ombreiras e cabeça Operação ou mecanismos da envoltória são modelados 400 Atuais extrusões dos batentes/estruturas. Dimensões atuais do painel Todas as conexões e interfaces modeladas incluindo suportes, selantes e soleiras B2050.20 - Utilidades de Portas Externas Outros conjuntos de portas pessoais externas nas entradas principais 100 Veja B20 200 Veja B2050 300 Conjuntos de portas de entrada modelados pelo tipo para incluir: Painéis de portas e estruturas (se necessário) Conjunto de funcionalidades e tipos de hardware são especificados na ias informações não gráficas A operação é especificada graficamente e com as informações não-gráficas Requisitos espaciais para operações são fornecidos 350 Caixilho é modelado Principais elementos estruturais são modelados nas ombreiras e cabeças 400 Todas as conexões e interfaces modeladas incluindo suportes, selantes e soleiras
  42. 42. 42 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B2050.30 – Portas Externas Grandes Conjuntos de portas de grande tamanho que permitem a passagem de objetos grandes que envolvem vários métodos de operações. 100 Veja B20 200 Veja B2050 300 Conjuntos de portas modeladas pelo tipo para incluir: Painéis das portas com as dimensões nominais Estruturas com as dimensões nominais Funcionalidades e tipos de hardwares estão incluídos nas informações não-gráficas Espaços livres são modelados para as operações das portas grandes Gabinetes e caixas de motor são modelados com as dimensões nominais gerais. 350 Aberturas são modeladas grosseiramente (se necessário) Os elementos estruturais principais nas paredes são modelados com ombreiras e cabeças Outros elementos principais da estrutura são modelados como postes e vigas 400 Todas as conexões e interfaces modeladas incluindo dobradiças, suportes, selantes e soleiras B2050.40 – Funções Especiais das Portas Externas [Veja B2050.20 ou B2050.30] B2050.60 – Grades Externas Dispositivos exteriores de construção aberta para fornecer barreira móvel para fornecer acesso através da parede ou outra divisória. 100 Veja B20 200 Veja B2050 300 Conjunto de grades é modelada para incluir o seguinte: O tamanho nominal da unidade As aberturas necessárias para providenciar as informações não- gráficas A operação é especificada 350 Caixilho é modelado (se aplicável) Principais elementos estruturais são modelados nas ombreiras e cabeças 400 Todas as conexões e interfaces modeladas incluindo dobradiças, suportes, selantes e soleiras B2050.70 – Portões Externos Conjuntos de portas de grande tamanho que permitem a passagem de objetos grandes que envolvem vários métodos de operações. [Veja B2050.60]
  43. 43. 43 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B2050.90 – Componentes Suplementares das Portas Externas Incluindo estruturas, hardware vidros e grelhas que são parte da porta a serem incluídos com elementos de porta a serem incluídos os elementos externos acima das portas como apropriado. Esses componentes são tipicamente modelados como parte de outras peças listadas nas tabelas acima. Não especifique essa classificação Uniformat a menos que um componente suplementar seja modelado independentemente de outras peças. B2070 – Grelhas e Respiradouros Externos 100 Veja B20 200 Elementos genérico do modelo que indicam a área aproximadas e localização da destinação da grelhas/respiradouros B2070.10 – Grelhas Externas 100 Veja B20 200 Veja B2070 300 As assembleias de grelha são modeladas pelo tipo, indicativo de área e localização pretendida pela persiana/ventilação Incluindo o quadro preciso (dimensões máximas) e lâminas Abertura para persiana é cortada da parede de acolhimento Nível de desempenho definido nas informações não-gráficas associadas com os elementos do modelo (por exemplo a prova de chuva ou não, ar livre) 350 Aberturas são grosseiramente modeladas Principais elementos estruturais são modelados nos pontos de conexão Os pontos de conexão são modelados 400 Todas as conexões e interfaces modeladas incluindo dobradiças, suportes, selantes e soleiras B2070.50 – Respiradouros Externos [Veja B2070.10] B2080 – Acessórios das Paredes Externas [Veja B2050] B2080.10 - Grelhas Externas Fixas e Telas Recintos exteriores, grades e telas de madeira, metal, plástico e outro materiais para uma variedade de propósitos, incluindo a triagem de Equipamentos. [Veja B2050.60] B2080.30 - Dispositivos Externo de Proteção da Aberturas Os produtos manufaturados, como grelhas, aletas, persianas, painéis, desmontáveis, toldos e painéis solares para fornecer controle do sol, privacidade, isolamento e proteção contra tempestade n exterior das janelas, claraboias e entradas. Inclui dispositivos fixos e móveis, manuais e operados eletricamente, e automáticos. [Veja B2010.60] B2080.50 – Paredes Externas das Sacadas e Muros [Veja B2010.50]
  44. 44. 44 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B2080.70 - Fabricações Exteriores Fabricações de diversos materiais para formar vários perfis com várias propostas incluindo coberturas de colunas, metais decorativos, madeira ornamental, e fabricação de gesso. B2080.80 – Tipo de Dispositivo de Controle [Veja Definições Fundamentais de ND] B2090 – Especialidades das Paredes Externas Completa fabricação de metais, madeira, fibras de vidro, incluindo acessórios e equipamentos de infraestrutura. Por exemplo, relógios, saídas abaixo do térreo, e fosso de janela de subsolo. [Veja Definições Fundamentais de ND] B30 – Cercas Horizontais Externas 100 Modelo maciço representando o volume total da construção; ou, elementos esquemáticos da paredes que não são distinguidos pelo tipo ou material. Assembleias de profundidade/espessura e localizações ainda são flexíveis B3010 – Telhado 100 Veja B30 200 Assembleia genérica que contêm espacial (camada) provisão para laje estrutural/deck e/ou sistema estrutural. 300 Camadas individuais de substrato não são modelados separadamente, mas eles são especificados dentro de um composto da assembleia. Estrutura do telhado é separadamente B3010.10 – Telhado com Inclinação Abrupta Telhas shingle, telhado de madeira e telhas cerâmica, incluindo fixação e produtos e métodos de acabamento. [Veja B1020] O material de telhados com inclinação abrupta é usualmente modelado como uma camada com a estrutural geral da assembleia B3010.50 – Telhados de Pequena Inclinação Inclui membranas e proteções do telhado de diversos tipos, incluindo fixação e polimento dos materiais. 100 Veja B30 200 Veja B3010 300 Espessura do material estrutural, aberturas são subtraídos dos sólidos. A estrutura é uma estrutura separada, veja B10. Drenagem de resinas são modelados B3010.70 - Dossel dos Telhados [Veja B3010.70 ou B3010.50]
  45. 45. 45 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B3010.90 – Componentes Suplementares dos Telhados Inclui placas de substrato, retardador de vapor, barreiras de ar, isolamento dos decks, material que proporciona brilho e chapas de metal, e juntas devem ser incluídas com elementos dos telhados acima do telhado conforme apropriado. Esses componentes são tipicamente modelados como parte de outras peças listadas nas tabelas acima. Não especifique essa classificação Uniformat a menos que um componente suplementar seja modelado independentemente de outras peças. B3020 – Telhados Acessórios As especialidades e acessórios instalados no telhado ou em coberturas ou em tráficos de sistemas de gabinetes horizontais. Incluem componentes para a gestão das águas da chuva, mas exclui itens mecânicos e estruturais. 100 Veja B30 200 Veja Definições Fundamentais de ND B3020.10 – Acessórios dos Telhados Inclui escadas, parapeitos, aberturas, passagens, e os guardas de neve. 100 Veja B30 200 Veja Definições Fundamentais de ND 300 Escadas: Assembleias especificas indicam o comprimento e a largura Passarelas: Assembleias especificas indicam o comprimento, largura e parapeito/guarda peito Respiradouros: Assembleias especificas indicam a tamanho das aberturas do telhado. Os elementos de aberturas do telhado são incluídos 350 Escadas: Assembleias especificas indicam o comprimento, largura e fixação/ancoragem de membros. Requerimento de acesso/apuramento do espaço é modelado Passarelas: Assembleias especificas que indicam comprimento, largura, altura parapeito/guarda peito, e suporte/ fixadores/membros de ancoragem. Espaços necessários de acesso/liberação são modelados. Respiradouros: Assembleias especificas que indicam o tamanho das aberturas do telhado e anexos/ancoragem de mesmo se necessário. Espaço necessário é modelado. B3020.30 – Especialidades dos Telhados Inclui cúpulas, torres, campanários e cata-ventos. [Veja Definições Fundamentais de ND] B3020.70 – Manejo de Águas Pluviais Inclui cabeças de condutores, calhas, algerozes, embornais, e blocos de respingo. [Veja D2030.10 e D2030.20] B3040 – Tráfego de Rolamento de Caixas Horizontais 100 Veja B30 200 Modelado como parte de ou outra componente de assembleia. Veja B3010.
  46. 46. 46 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B3040.10 – Tráfego de Rolamento de Revestimentos Inclui impermeabilização aplicada na superfície exposta ao tempo e adequada para pedestres ou tráfego de veículos. [Não Modelado] B3040.30 – Membrana Horizontal a Prova D’Água Inclui placas de substrato, decks isolados, retardador de vapor, folha de metal refletora e em bom estado, refletores flexíveis, e dilatação das juntas 100 Veja B30 200 Veja B3040 300 As assembleias de membranas são modeladas pelo tipo para especificar a espessura As principais aberturas como flechas e escotilhas são modeladas 350 Camadas individuais de material das membranas são modeladas separadamente. Todas as aberturas e penetrações são modeladas Dilatação das juntas são modeladas indicando a largura especifica. B3040.50 - Superfícies de Desgaste Superfícies de desgaste no topo das membranas horizontais impermeáveis que são adequadas para pedestres ou tráfego de veículos. 100 Veja B30 200 Veja B3040 300 Sistema de superfície de desgaste modelado pelo tipo para especificar a espessura/profundidade As principais aberturas como flechas e escotilhas são modeladas 350 Elementos individuais do sistema são modelados separadamente Pedestais são modelados e localizados apropriadamente, se necessário. Dilatação das juntas são modeladas indicando a especifica largura. B3040.90 Inclui placas de substrato, deck isolados, retardador de vapor, folha de metal refletor, refletores flexíveis, e dilatação das juntas com os elementos anexos horizontais acima, com apropriado. Esses componentes são tipicamente modelados como parte de outras peças listadas nas tabelas acima. Não especifique essa classificação Uniformat a menos que um componente suplementar seja modelado independentemente de outras peças. B3060 – Aberturas Horizontais 100 Veja B30 200 Veja B2020 B3060.10 – Janelas no Telhado e Clarabóias [Veja B2020.10] B3060.50 – Respiradouros e Alçapões Outras aberturas no telhado, como hachuras no telhado, aberturas de fumaça, e ventiladores de teto. [Veja B3020.10]
  47. 47. 47 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 B3080 – Sobrecarga de Anexos Externos 100 Veja B30 200 Assembleias genéricas indicativas do escopo geral e sistema aproximado de espessura/profundidade de sobrecarga dos anexos. B3080.10 – Tetos Externos 100 Veja B30 200 Veja B3080 300 Assembleia geral modelada com a espessura do sistema especifica incluindo reforço estrutural Localização da dilatação ou controle das juntas indicado, mas não modelado. 350 Material das faces modelados com a espessura especifica Membros de apoios estrutural incluindo aparalixo/estruturas laterais/diagonais são modelados. Dilatações ou controle das juntas são modelados para indicar a largura especifica 400 Elementos individuais das faces do material são modelados Membros dos reforços estruturais e todos os membros de suporte (diagonais) são modelados incluindo todas as conexões Dilatações e controle das juntas são modelados B3080.20 – Intradorso Externo [Veja B3080.10] Veja B3080.30 – Divisórias Externas [Veja B3080.10]
  48. 48. 48 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 C: INTERIORES C10 Construção Interna 100 Elemento modelo esquemático ou símbolo que não é distinguível pelo tipo de material Tipos, camadas, e localização continuam sendo flexíveis C1010 – Divisões Internas 100 Veja C10 200 Objetos genéricos das paras são separados pelos tipos de materiais (ex.: placas de gesso vs. Alvenaria). Aproximação geral das espessuras das paredes representadas por um único conjunto. Layouts, localizações, alturas, e perfis de elevação continuam flexíveis.
  49. 49. 49 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 C1010.10 – Divisões Internas Fixas 100 Veja C10 200 Veja C1010 300 Montagem de múltiplos modelos pelo tipo com a espessura geral que conta para a estrutura e finalização especificada para a parede da instalação predial. (Refere-se ao ND 350 e ND 400 elementos modelados individualmente) Elementos de paredes são modelados pelos layouts específicos, localizações, alturas, e elevações dos perfis. Penetrações são modeladas com as dimensões nominais para as principais aberturas das paredes como janelas, portas, elementos mecânicos grandes. Informações não-gráficas necessárias associadas com os elementos do modelo:  Tipo de parede  Classificação a Incêndios 350 Estrutura e montagem das camadas de finalização das divisórias são modeladas como elementos separados. Todas as aberturas são modeladas com as dimensões aproximadas. Os principais elementos estruturais como viga-mestra, diagonal, suporte diagonal e vergas são modelados 400 A modelagem de elementos de incluir:  Vigas e Traços  Suportes  Isolamento  Bainhas ou bordas das paredes  Aberturas/penetrações C1010.20 – Divisões Internas Envidraçadas 100 Veja C10 200 Veja C1010 300 Localização e orientação especifica das faces dos vidros Dimensão Nominal das faces e espessura do envidraçamento Suporte estrutura das instalações prediais das paredes são modeladas Espaçamento, localização, tamanho e orientação dos batentes Componente operáveis definidos (portas) são incluídos no modelo 350  Formatos dos batentes e geometria definida  Atual ancoragem dos layouts e tipos definidos  Dimensões atuais painéis (incluindo assentos) 400  Perfil completo da extrusão dos batentes.
  50. 50. 50 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013  Detalhes da interface entre as instalações prediais das paredes (dentro) e suportes das instalações prediais C1010.40 – Divisões Internas Desmontáveis 100 Veja C10 200 Veja C1010 300 Veja C1010.10 350 Veja C1010.10 – também inclui hardware, acessórios, suporte estrutural 400 Veja C1010.10 C1010.50 – Divisões Internas Operáveis 100 Veja C10 200 Veja C1010 300 Divisões operáveis das instalações prediais modeladas incluem os requisitos espaciais para a posição abrir/armazenar e fechar Requisitos espaciais para a estrutura (acima ou abaixo) são modelados 350 Principais elementos de suporte (acima ou abaixo) Conexões mecânicas 400 Todos os componentes de montagem incluindo traços, painéis, hardware e suportes. C1010.70 – Telas Internas Portável e divisores de aberturas [Veja C1010.10] C1010.90 – Componentes das Divisórias Suplementares Externas Componentes de isolamento do som, extintores de incêndio, e controle de expansão é incluída com as divisões dos elementos internos listados acima, como apropriado. Esses componentes são tipicamente modelados como parte de outras peças listadas nas tabelas acima. Não especifique essa classificação Uniformat a menos que um componente suplementar seja modelado independentemente de outras peças.
  51. 51. 51 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 C1020 – Janelas interiores 100 Veja C10 200 Aproximação das janelas em termos de localização, amanho, quantidade e tipo. Unidades são modeladas como componentes simples e monolíticas ou representadas com esquadrias e vidraria simplificada. Tamanho da unidade nominal provida C1020.10 - Operações de Janelas Internas 100 Veja C10 200 Veja C1020 300 Unidades são modeladas baseadas na localização especifica e no tamanho nominal. Geometria externa dos elementos estruturais da janela e envidraçamento são modelados com uma precisão de 1/8 [1mm]. A operação é indicada. Informação não-gráficas associadas aos modelos do elemento:  Características estéticas (acabamentos, tipo de vidro)  Características de performance (ex. valor ultravioleta, carga de vento, resistência à explosão, ar, térmica, água, som e estrutural)  Funcionalidade da janela (fixa, bandeira, guilhotina simples/dupla, maxim, pivotante, deslizante) 350 Dimensões aproximadas das aberturas Método de fixação da janela na estrutura Geometria Fixa 400 Perfil dos quadros Subcomponentes dos vidros (juntas) Componentes de fixação C1020.20 – Janelas Internas Fixas [Veja C1020.10] C1020.50 – Funções Especial das Janelas Internas [Veja C1020.10] C1020.90 – Componentes Suplementares das Janela Internas Estruturas, soleiras, funcionamento de hardware, vidros a serem incluídos com os elementos das janelas internas acima, como apropriado. Esses componentes são tipicamente modelados como parte de outras peças listadas nas tabelas acima. Não especifique essa classificação Uniformat a menos que um componente suplementar seja modelado independentemente de outras peças.
  52. 52. 52 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 C1030 – Portas Internas 100 Veja C10 200 Unidades são modeladas como únicos componentes monolíticos, ou representadas com um simples quadro e painel. Tamanho da unidade nominal é fornecida C1030.10 – Portas Internas de Emergência 100 Veja C10 200 Veja C1030 300 Partes de portas modeladas por tipo incluem:  Quadros e painéis específicos de porta (se aplicável)  Conjunto de funcionalidades de hardware e tipos são especificados em informações não-gráficas.  A operação é especificada.  Requisitos espaciais para a operação são modelados 350 Caixilho da porta é modelado na parede que a contém Principias elementos estruturais são modelados em ombreiras e cabeças nas contenções de parede Operação ou mecanismos de encaixe são modelados, se necessário 400 Batente real Folha real Todas as conexões e interações modeladas incluindo dobradiças, suportes, selantes e soleiras C1030.20 – Portas de Entrada Internas Montagem das portas pessoais externas às entradas principais do interior. Inclui automática, giratória, equilibrada e outro sistema especial de portas de entradas, sistemas de portas de correr. Inclui Componentes Suplementares de Portas Internas como apropriado, quando não fazem parte da fachada. [Veja B2050.10] C1030.254 – Portas Internas que Deslizam [Veja C1030.10] C1030.30 – Portas Internas de Dobrar [Veja C1030.10]
  53. 53. 53 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 C1030.40 – Portas Internas Sanfonadas 100 Veja C10 200 Veja C1030 300 Montagem das portas internas modeladas pelo tipo incluindo:  Painéis de portas com as dimensões nominais  Estruturas com as dimensões nominais  Conjuntos de funcionalidade de hardware e tipos incluídos na informação não-gráficas.  As zonas de libertação são modelados para a operação de portas basculantes  Anexos e caixas de motor são modelados com dimensões nominais globais. 350 Caixilho é modelado (se aplicável) Principais elementos estruturais na parede são modelados em ombreiras e na cabeça. Outros importantes elementos de suporte estrutural são modelados 400 Todas as conexões e interações modeladas incluindo dobradiças, suportes, selantes e soleiras C1030.50 – Painel das Portas Interna Portas internas de grande abertura construída de painéis que se movem. [Veja C1030.40] C1030.70 – Funções Especiais de Portas Internas Conjunto de portas internas para a variedade de funções especiais e aplicações envolvendo a variedade da operação dos métodos. Inclui Componentes Suplementares Portas Internas, como apropriado. [Veja C1030.40] C1030.80 – Acesso a Portas Internos e Painéis [Veja C1030.40] C1030.90 – Componentes Suplementares das Portas Internas Quadros, hardware, vidros e grelhas que são parte da porta a serem incluídos com elementos de portas interiores acima como apropriado. Esses componentes são tipicamente modelados como parte de outras peças listadas nas tabelas acima. Não especifique essa classificação Uniformat a menos que um componente suplementar seja modelado independentemente de outras peças.
  54. 54. 54 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 C1040 – Grades e Portões Internos 100 Veja C10 200 Veja C1030 C1040.10 – Grades Internas 100 Veja C10 200 Veja C1030 300 Peças de grade modeladas por tipo incluem:  Tamanho da unidade nominal  Abertura requerida provida como informação não- gráfica  Operação é especificada graficamente e com informações não-gráficas, se aplicável 350 Caixilho é modelado (se aplicável) Principais elementos estruturais na parede são modelados em ombreiras e na cabeça. 400 Todas as conexões e interações modeladas incluindo dobradiças, suportes, selantes e soleiras C1040.50 – Portões Internos [Veja C1040.10] C1060 – Pisos Superiores de Construção 100 Veja C10 200 Montagem genérica que contém provisão espacial (camada) para o sistema de apoio e material de revestimento. C1060.10 – Pavimento de Acesso 100 Veja C10 200 Veja C1060 300 Montagem geral do piso modelado por tipo para especificar a espessura/profundidade Principais aberturas como veios são modelados 350 As camadas individuais de montagem são modeladas separadamente. Todas as aberturas e penetrações são modeladas. As juntas de dilatação são modeladas indicando a largura específica. Pedestais são modelados e localizados corretamente, se for o caso. 400 Todos os componentes de montagem são modelados incluindo estruturas, pisos, telhas, pedestais e travamentos. C1060.30 – Plataforma/ Patamares dos Andares [Veja C1060.10]
  55. 55. 55 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 C1070 – Construção de Tetos Suspensos 100 Construção do teto é representada em outros objetos compostos como pisos ou quartos, ou elementos do modelo esquemático que são não distinguíveis por tipo ou material. Conjunto de profundidade/espessura e locais ainda flexíveis. 200 Montagens genéricas são indicativas de escopo geral e profundidade/espessura dos sistemas do teto suspenso. C1070.10 – Acústico dos Tetos Suspensos 100 Veja C1070 200 Veja C1070 300 Montagem geral modelada das especificas espessuras de estruturas prediais incluindo reforço estrutural Localização de expansão ou de controle articulações indicados, mas não modelado. 350 Grade de suspensão de teto é modelada. Membros de apoio estruturais, incluindo órtese/estruturas laterais/diagonais são modelados. Dilatação ou juntas de controle são modeladas para indicar largura especifica. 400 Todos os componentes de montagem são modelados incluindo florões, alças, estrutura de suporte, e telhas. C1070.20 – Gesso Suspenso e bordas do Gesso Suspenso 100 Veja C1070 200 Veja C1070 300 Montagem geral modelado com a espessura da espessura dos sistemas prediais incluindo enquadramento. Principais penetrações modeladas. 350 Principais diagonais ou suportes 400 Todos os componentes incluindo canais de incrustação, alças, ripas, forros de gesso, e bordas de gesso. C1070.50 – Especialidades dos Tetos Suspensos [Veja C1070.10 ou C1070.20] C1070.10 – Funções Especiais dos Tetos Suspensos [Veja C1070.10 ou C1070.20] C1070.90 – Componentes Suspensos dos Tetos Suspensos Alças e estruturais para suspender o teto e componentes de isolamento sonoro para serem incluídos com elementos de construção de tetos suspensos, conforme apropriado. Esses componentes são tipicamente modelados como parte de outras peças listadas nas tabelas acima. Não especifique essa classificação Uniformat a menos que um componente suplementar seja modelado independentemente de outras peças.
  56. 56. 56 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 C1090 – Especialidades Internas 100 Veja C10 200 Elementos genéricos do modelo com tamanho nominal aproximada. A colocação e quantidade continuam a ser flexível Informações não-gráficas necessárias associadas com modelo de elementos inclui:  Tipo de objeto C1090.10 – Trilhos de Interiores e Corrimãos 100 Veja C10 200 Elemento do modelo genérico representa a altura total aproximada e localização do corrimão/grade 300 Sistemas de corrimão e/grades são modelados pelo tipo incluindo:  Todos os parapeitos horizontais  Todos os suportes/balaústres verticais 350 Montagem/ componentes de fixação. 400 Todos os componentes do conjunto, incluindo fechos e suportes.
  57. 57. 57 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 C1090.15 – Persianas Internas de Ventilação Persianas internas, e outros itens para ventilação que não são parte integrante do sistema mecânico. Inclui operáveis e venezianas fixas. 100 Veja C10 200 Elemento de modelo genérico, que é indicativo da área aproximada e localização da persiana. 300 Montagem da persiana modelada pelo tipo, indicativo de área e localização pretendida da persiana/ventilação. Inclui quadro preciso (dimensões máximas) e lâminas Abertura para persiana é cortado da parede Nível de desempenho definido na informação não-gráfica (por exemplo, a prova de tempestade, ar livre). 350 Abertura áspera é modelada (se aplicável) Principais elementos estruturais são modelados em ombreiras e na cabeça. Os pontos de conexão são modelados. 400 Todas as conexões e interfaces modeladas incluindo suportas e selantes. C1090.20 – Especialidades das Informações Unidades de display visual vitrines, diretórios, sinalização interior, especialidades telefônicas, e quiosques de informações. [Veja Definições Fundamentais de ND] C1090.25 – Compartimentos e Cubículos Compartimentos fabricados e cubículos para fins específicos. Inclui as instalações sanitárias, chuveiros, etc. [Veja Definições Fundamentais de ND] C1090.30 – Serviços de Paredes Montagem das paredes e unidades de paredes incorporando serviços. C1090.35 – Paredes e Portas de Proteção Dispositivos fabricados de proteção para paredes e portas. Inclui cantoneira, batente e revestimento para proteção de parede. [Veja Definições Fundamentais de ND] C1090.40 – Toaletes, banheiros e Acessórios de Lavandera Itens fabricados para uso em conjunto com toaletes, banheiros e lavanderias. [Veja Definições Fundamentais de ND] C1090.45 – Iluminação a Gás Interna [Veja Definições Fundamentais de ND] C1090.50 – Lareiras e Fogões [Veja Definições Fundamentais de ND] C1090.60 – Especialidades de Segurança [Veja Definições Fundamentais de ND]
  58. 58. 58 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 C1090.70 – Especialidades de Armazenamento [Veja Definições Fundamentais de ND] C1090.90 – Outras Especialidades Internas [Veja Definições Fundamentais de ND]
  59. 59. 59 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 C20 Acabamentos Internos 100 As informações não-gráficas ligadas aos elementos do modelo fornecem suposições sobre materiais de acabamentos propostos. C2010 – Acabamentos de Parede 100 Veja C20 200 Materiais genéricos por tipo (por exemplo, azulejos ou painéis), aproximada espessura e extensão em elevação Geralmente os materiais com mais de 0,25” (10 mm) de espessura são modelados. 300 Materiais são modelados baseados nos seus específicos tipos (por exemplo, telha tipo CT-1). Espessura e escopo são modelados com precisão. 350 Informação adicional não-gráfica inclui:  Fabricante  Modelo 400 Padrão do layout As juntas de dilatação/controle Bordas C2010.10 – Acabamento da Telha de Parede [Veja C2010] C2010.20 – Painéis de Parede [Veja C2010] C2010.30 – Revestimentos de Parede [Veja C2010] C2010.35 – Reboco da Parede [Veja C2010] C2010.50 – Adorno de Pedra [Veja C2010] C2010.60 – Paredes com Superfícies Especiais [Veja C2010] C2010.70 – Pintura de Parede e Revestimento [Veja C2010] C2010.80 – Tratamento Acústico da Parede [Veja C2010] C2010.90 – Componentes Suplementares de Acabamentos de Paredes Forramentos devem ser incluídos com os elementos de revestimento de paredes, conforme apropriado. [Veja C1010]
  60. 60. 60 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 C2020 – Fabricações Internas [Veja Definições Fundamentais de ND] C2030 – Pavimentos [Veja C2010] C2040 – Acabamentos das Escadas [Veja C2010] C2050 – Acabamento dos Tetos [Veja C1070]
  61. 61. 61 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 D: INSTALAÇÕES PREDIAIS D10 Transportes 100 Elementos esquemáticos do modelo que não distinguido pelo tipo ou material. Tamanho e localização dos componentes continuam flexíveis D1010 – Sistemas de Transportes Verticais 100 Veja D10 200 Representação genérica do envelope do sistema, incluindo caminho crítica das zonas de viagem. D1010.10 – Elevadores 100 Veja D10 200 Veja D1010 300 Elementos específicos do sistema são modelados pelo tipo, incluindo todos os caminhos das zonas de viagem. Poço do elevador e/ou salas de controle e equipamento associado devem ser modelados, se necessário. Principais elementos de suporte estrutural são modelados. Conexões com serviços mecânicos ou elétricos. Informações não-gráficas devem ser inclusas com os elementos modelados:  Código do Tipo (referenciado no caderno de encargos)  Comprimento para acessibilidade  Profundidade para acessibilidade  Altura para acessibilidade 350 Dimensionamento ajustado das especificações atuais do fabricante. Faixas de orientação/corrimão Departamentos/Zonas de Acesso 400 Todas as conexões, suportes, estruturas, e outros componentes suplementares. D1010.20 – Elevadores [Veja D1010.10] D1010.30 – Escadas Rolantes [Veja D1010.10] D1010.50 – Elevador Monta-prato [Veja D1010.10] D1010.60 – Rampas Móveis [Veja D1010.10]
  62. 62. 62 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 D1030 – Transporte Horizontal [Veja D1010.10] D1030.10 – Esteiras Rolantes [Veja D1010.10] D1030.30 - Mesas Giratórias [Veja D1010.10] D1030.50 – Pontes para Passagem de Passageiros [Veja D1010.10] D1030.70 – Movimento de Pessoas [Veja D1010.10] D1050 – Manuseio de Materiais 100 Veja D10 200 Representação genérica do sistema de manuseio da cobertura de materiais, incluindo o caminho crítica das zonas de viagem. D1050.10 – Guindastes 100 Veja D10 200 Veja D1050 300 Elementos específicos do sistema modelo pelo tipo, incluindo todos os caminhos de zonas de balanço de crescimento/viagem. Lay-down/pick up zones são modelados Principais elementos de suporte estrutural modelado Conexões com serviços mecânicos ou elétricos As informações não-gráficas devem ser associados com os elementos modelados: Código do Tipo 350 Dimensionamento ajustados atual das especificações do fabricante. Guia de faixas/corrimão Serviços/Zona de acesso 400 Todas as conexões, suportes, estruturas e outros componentes suplementares D1050.20 – Guindaste [Veja D1050.10] D1050.30 – Grua Derrick [Veja D1050.10]
  63. 63. 63 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 D1050.40 – Transportadores [Veja D1050.10] D1050.50 – Equipamentos de Manuseio de Bagagens 100 Veja D10 200 Veja D1050 300 Veja Definições Fundamentais de ND 350 Veja Definições Fundamentais de ND 400 Veja Definições Fundamentais de ND D1050.60 – Calhas [Veja D1050.10]
  64. 64. 64 www.bimforum.org/lod Especificações de Nível de Desenvolvimento Versão: 2013 D1050.70 – Sistema de Tubos Pneumáticos 100 Elementos de esquemas, e saídas de chamada quantitativas; Diagramas de fluxos conceituais e/ou esquemáticos; Informações não gráficas associadas com elementos de modelo inclui informações de desempenho mínimo de design. 200 Elementos genéricos; Layout esquemático com o tamanho, formato e localização aproximados do equipamento e tubulação; Informações não gráficas associadas com elementos de modelo inclui informações de desempenho mínimo de design. 300 Modele com elementos especificados no projeto; Tamanho, formato, espaçamento, e localização são especificados dos equipamentos e tubulações; Subsídios aproximados para espaçamento e folgas necessárias para todas as alças, suportes, vibrações e controle sísmicos especificados que são utilizados no layout do todo equipamento e tubulação; Requerimentos atuais de acesso/código apurado são modelados. 350 Modelados como elementos reais de construção; Tamanha real, formato, espaçamento e localização/conexões dos equipamentos e tubulações; Tamanho real, formato, espaçamento e autorizações exigidas para todos cabides, suportes, vibração e controle sísmico que são utilizados no layout de todos os equipamentos e tubulações; Pisos e penetrações da parede são modelados. 400 Componentes suplementares são adicionados ao modelo requerido para a fabricação e área de instalação. D1080 – Instalações Prediais de Sistemas Operáveis [Veja Definições Fundamentais de ND]

×