Faap gestão de pessoas sjc - agosto 2011

533 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
533
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
122
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Faap gestão de pessoas sjc - agosto 2011

  1. 1. Gestão de PessoasFAAP – São José dos CamposProf. Rogério Chéragosto / 2011
  2. 2. Quais os melhores indicadores para medir o êxito da área de gestão de pessoas?
  3. 3. Felicidade
  4. 4. Tais adjetivos são adequados para descrever ambientes corporativos?
  5. 5. ORGANIZAÇÕES COMO PRISÕES PSÍQUICASSeriam as organizações manifestações de lutas inconscientes?Até que ponto nossos modelos organizacionais institucionalizammecanismos de defesa relacionados com sexualidade reprimida?Existe algum significado oculto guardado nas normas e nas políticas daempresa?É possível que nossos impulsos reprimidos e inconscientes moldem aspolíticas que regem o funcionamento da organização?Podem as organizações servir como extensões inconscientes dasrelações familiares?A dinâmica inconsciente na organização pode explicar sua eventualdificuldade em lidar com mudanças?
  6. 6. ORGANIZAÇÕES COMO PRISÕES PSÍQUICAS“As organizações são fenômenos verdadeiramente humanos. (...) Ametáfora da prisão psíquica apresenta um conjunto de perspectivas paraa exploração do significado oculto dos nossos mundos tidos comoverdadeiros. (...) Esta metáfora fornece o impulso para uma análisecrítica da organização e da sociedade que pode permitir compreender elidar com o significado, bem como com as conseqüências das nossasações de um modo mais esclarecido. (...) Forças reprimidas seescondem nas sombras da racionalidade. Apresentamos a tendência detemer o irracional e de usar a razão para manter as suas manifestaçõessob controle. (...) A organização é humana no seu sentido maiscompleto. Ao nos encorajar a examinar a natureza e as conseqüênciasdas ações organizacionais, a metáfora também encoraja crescenteconsciência a respeito da importância do ser humano em quase todos osaspectos da vida organizacional”.Imagens da OrganizaçãoGareth Morgan
  7. 7. ORGANIZAÇÕES COMO PRISÕES PSÍQUICAS“As organizações são fenômenos verdadeiramente humanos. (...) Ametáfora da prisão psíquica apresenta um conjunto de perspectivas paraa exploração do significado oculto dos nossos mundos tidos comoverdadeiros. (...) Esta metáfora fornece o impulso para uma análisecrítica da organização e da sociedade que pode permitir compreender elidar com o significado, bem como com as conseqüências das nossasações de um modo mais esclarecido. (...) Forças reprimidas seescondem nas sombras da racionalidade. Apresentamos a tendência detemer o irracional e de usar a razão para manter as suas manifestaçõessob controle. (...) A organização é humana no seu sentido maiscompleto. Ao nos encorajar a examinar a natureza e as conseqüênciasdas ações organizacionais, a metáfora também encoraja crescenteconsciência a respeito da importância do ser humano em quase todos osaspectos da vida organizacional”.Imagens da OrganizaçãoGareth Morgan
  8. 8. É possível falar de Gestão sem levar em conta esta dimensãosutil, oculta, difusa, abstrata e inconsciente das organizações e seus indivíduos?
  9. 9. Felicidade depende de umpropósito, sentido e significado?
  10. 10. DESPERTAR A CONSCIÊNCIA PARA SUA VOCAÇÃO DE VIDA E CARREIRA PROTAGONISMO AUTOCONHECIMENTO RESPONSABILIDADE VISÃO DE FUTURO POR SUAS CLAREZA DE PROPÓSITO DE VIDA AÇÕES E ESCOLHAS SUSTENTABILIDADE
  11. 11. INTERESSESINSATISFAÇÕES VALORES HIISTÓRIA DE VIDA REALIZAÇÕES ESTILOSCARACTERÍSTICAS PESSOAIS MOTIVADORES SATISFAÇÕES COMPETÊNCIAS HABILIDADES
  12. 12. “É preciso tomar consciência do isso edo nós que falam através do eu e estarconstantemente alerta para tentardetectar a mentira a si próprio”.Os sete saberes para a educação do futuroEdgar Morin
  13. 13. Retenção XEngajamento
  14. 14. ALINHAMENTO INDIVÍDUO + ORGANIZAÇÃOIDENTIDADE - Propósito e Valores IDENTIDADE - Missão e Valores INTERESSES VISÃO ESTRATÉGICA COMPETÊNCIAS COMPETÊNCIAS PERFORMANCE RESULTADOS Fonte: DBM
  15. 15. “Quando nossos objetivos pessoais se alinham aosobjetivos da organização, o trabalho parece umaextensão significativa da nossa jornada privada.Como reconhecemos e personalizamos a missão danossa empresa, encontramos oportunidades parainfluenciar os problemas maiores da sociedade quenos interessam”.“O estudo sobre talento evoluiu da competência parao comprometimento. O comprometimento depende daatividade e do significado desta atividade.”Por que trabalhamosDave Ulrich & Wendy Ulrich
  16. 16. O que pode reduzirnosso déficit de significado?
  17. 17. “ Não procurem o sucesso. Quanto mais o procurarem e otransformarem num alvo, mais vocês vão errar. Porque osucesso, como a felicidade, não pode ser perseguido; ele deveacontecer, e só tem lugar como efeito colateral de umadedicação pessoal a uma causa maior do que a pessoa, oucomo subproduto da rendição pessoal a outro ser. A felicidadedeve acontecer naturalmente, e o mesmo ocorre com osucesso; vocês precisam deixá-lo acontecer não sepreocupando com ele. Quero que vocês escutem o que suaconsciência diz que devem fazer e coloquem-no em prática damelhor maneira possível. E então vocês verão que a longoprazo – estou dizendo: a longo prazo! – o sucesso vai persegui-los, e precisamente porque vocês esqueceram de pensar nele”.Em busca de sentidoViktor Frankl
  18. 18. “ Não procurem o sucesso. Quanto mais o procurarem e otransformarem num alvo, mais vocês vão errar. Porque osucesso, como a felicidade, não pode ser perseguido; ele deveacontecer, e só tem lugar como efeito colateral de umadedicação pessoal a uma causa maior do que a pessoa, oucomo subproduto da rendição pessoal a outro ser. A felicidadedeve acontecer naturalmente, e o mesmo ocorre com osucesso; vocês precisam deixá-lo acontecer não sepreocupando com ele. Quero que vocês escutem o que suaconsciência diz que devem fazer e coloquem-no em prática damelhor maneira possível. E então vocês verão que a longoprazo – estou dizendo: a longo prazo! – o sucesso vai persegui-los, e precisamente porque vocês esqueceram de pensar nele”.Em busca de sentidoViktor Frankl
  19. 19. Ter um propósito de vida assegura controle sobre o destino?
  20. 20. “A liberdade espiritual do ser humano, a qual não se lhe podetirar, permite-lhe, até o último suspiro, configurar sua vida demodo que tenha sentido. Pois não somente uma vida ativa temsentido, em dando à pessoa a oportunidade de concretizarvalores de forma criativa. Não há sentido apenas no gozo davida, que permite à pessoa realizar valores na experiência do queé belo, na experiência da arte ou da natureza. Também há sentidonaquela vida que – como no campo de concentração –dificilmente oferece uma chance de se realizar criativamente e emtermos de experiência, mas que lhe reserva apenas umapossibilidade de configurar o sentido da existência, que consisteprecisamente na atitude com que a pessoa se coloca face àrestrição forçada de fora sobre seu ser”.Em busca de sentidoViktor Frankl
  21. 21. “A liberdade espiritual do ser humano, a qual não se lhe podetirar, permite-lhe, até o último suspiro, configurar sua vida demodo que tenha sentido. Pois não somente uma vida ativa temsentido, em dando à pessoa a oportunidade de concretizarvalores de forma criativa. Não há sentido apenas no gozo davida, que permite à pessoa realizar valores na experiência do queé belo, na experiência da arte ou da natureza. Também há sentidonaquela vida que – como no campo de concentração –dificilmente oferece uma chance de se realizar criativamente e emtermos de experiência, mas que lhe reserva apenas umapossibilidade de configurar o sentido da existência, que consisteprecisamente na atitude com que a pessoa se coloca face àrestrição forçada de fora sobre seu ser”.Em busca de sentidoViktor Frankl
  22. 22. “Quem tem por que viver suporta quase qualquercomo”.Nietzsche
  23. 23. Jornadas de autoconhecimento não nosdeixam vulneráveis e frágeis?
  24. 24. "Olhar nossas vulnerabilidades ascendepotencialidades, ao invés de ocultá-las."Nilton Bonder
  25. 25. "O maior auto-engano é da onipotência, tanto individualquanto coletiva. Precisamos ter a capacidade para enxergarnossas próprias trincas. Somos todos seres trincados, e porelas às vezes passa a luz. Os vínculos ideais, portanto, sãosempre construídos entre pessoas trincadas."Jean Bartoli
  26. 26. 29
  27. 27. “ Se pudesse existir um progresso debase no século XXI, seria que oshomens e mulheres não fossem mais osbrinquedos inconscientes não só dassuas ideias mas das suas própriasmentiras. É um dever capital daeducação armar cada um para ocombate vital pela lucidez”.Os sete saberes para a educação do futuroEdgar Morin
  28. 28. Obrigado!

×