Onzeneiro

718 visualizações

Publicada em

Apresentaçao

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Onzeneiro

  1. 1. 1 CCEENNAA DDOO OONNZZEENNEEIIRROO 1. Caracterização: - Física – traz consigo um bolsão – simboliza os pecados (os roubos, a usura) - Psicológica – explorador, egoísta, corrupto, avarento, ingénuo - Evolução do seu estado de espírito: descontente, convicto do seu destino, arrependido 2. Argumentos de Acusação - Avareza, exploração, roubo através de altas taxas de juro (usura) 3. Argumentos de Defesa - Diz que o bolsão vai vazio, por isso pede ao Diabo para o deixar ir a terra buscar dinheiro, para poder pagar a sua salvação 4. Recursos estilísticos: - Ironia “ora mui, muito me espanta/não vos livrar o dinheiro” “Oh! Que gentil recear,/e que cousas pera mi!” - Eufemismo “me deu Saturno quebranto”; “pêra onde tu hás-de ir” - Metáfora : “na safra do apanhar”
  2. 2. 5. Classificação da personagem -Personagem tipo porque representa os vícios, os pecados de um grupo profissional: os usurários que emprestavam dinheiro a juros muito altos. 6. Percurso Cénico Cais – Barca do Inferno – Barca do Anjo – Barca do Inferno e Embarca 7. Intenção crítica da cena Crítica a um grupo profissional – os usurários (pequena burguesia) que enriqueciam à custa de altos juros de dinheiro que emprestavam. 8. Tipos de cómico Cómico de situação - quando o Onzeneiro encontra o Fidalgo na barca do Inferno, local que não é apropriado à condição social do Fidalgo, sendo humilhado pelo Diabo;
  3. 3. A morte do Avarento, Hieronymus Bosch Estabelece uma comparação entre o quadro e a cena do Onzeneiro, no que diz respeito a: - momento da existência humana; - personagem principal; - a presença de personagens alegóricas; - símbolos das personagens; - intenção crítica
  4. 4. A cena desenrola-se no interior de uma casa, no leito de morte de um avarento. Vê-se o moribundo dividido entre o anjo, que lhe assiná-la um crucifixo colocado numa janela no alto e da qual emana a luz, e um demónio que aparece por debaixo da cortina com um saco de dinheiro na mão. Diz-se que o diabo está a roubar o dinheiro e o avaro está mais preocupado com este facto do que com a sua salvação; também se diz que é ao contrário, que o demónio lhe está a oferecer esse dinheiro para comprar sua alma, e este tem dúvidas se aceita o dinheiro ou escolhe o crucifixo, isto é, a salvação. De lado esquerdo, através de uma porta semi-aberta, aparece a morte, representada como um esqueleto que se apresenta a arremessar uma lança.

×