1a guerra mundial

432 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
432
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1a guerra mundial

  1. 1. 1ª Guerra Mundial 1914 a 1919
  2. 2. Edição do dia 03/01/2014 04/01/2014 01h33 - Atualizado em 04/01/2014 02h14 Primeira Guerra Mundial completa um século de história em 2014 No começo de 1914, os europeus estavam otimistas e a maioria não fazia ideia do que estava por vir. Há 100 anos o mundo entrou em guerra – a Primeira Guerra Mundial , chamada na época a grande guerra, matou nove milhões de pessoas. Renato Machado - Londres
  3. 3. Edição Especial CMS Setembro 1914 Assassinato do arquiduque causa guerra na Europ conflito? AS ALIANÇAS A complexa rede de coligações da Europa Todos tinham seus acordos e foram arrastados à guerra AS BATALHAS OS LÍDERES George V, Guilherme II e Nicolau II: Alemães avançam na Bélgica e mostram suas armas primos na guerra O VELHO CONTINENTE Novo conflito encerra fase européia de prosperidade
  4. 4. Edição Especial CMS Dezembro 1915 Ação de atrito no Somme já somou 360.000 b buscou apenas dizimar alemães. DEPOIMENTO Só o front pode mostrar os verdadeiros horrores Capelão britânico em hospital descreve as cenas de terror OS ARSENAIS NAS TRINCHEIRAS Piolhos e ratos, inimigos de soldados Uma novidade no front: britânicos inventam o tanque dos dois lados ATROCIDADES Yprés, Bélgica, o primeiro a
  5. 5. Edição Especial CMS Abril de 1916 Ataque anfíbio dos franceses e britânicos a Galípoli fracassa. Mesmo reduzidas, forças turcas impõem massacre a invasores. E quem segura os alemães? DEPOIMENTOS Como foi a jornada dos britânicos até Galípoli?Leia relatos de soldados que estavam em terra e no barco PERFIL ALIANÇAS Em segredo, Itália cerra fileiras com Winston Churchill, o leão indomável, coleciona rivais Tríplice Entente IMPRENSA Jornalistas ingleses são cens
  6. 6. Edição Especial CMS Maio 1917 Depois de ataques submarinos, os Estados Uni FRANÇA Revolta dos gauleses: soldados se levantamEles reclamaram de batalhas inúteis e fazem reivindicação RÚSSIA DOUTRINA As teses de Lênin são apresentadas Os alemães tiram o líder bolchevique Lênin do exílio em documento OS MÉDICOS Conheça os heróis que salvam
  7. 7. Edição Especial CMS Novembro 1918 Armistício colocou ponto final nas batalh DEPOIMENTO No anúncio, o maior espetáculo da TerraPiloto americano descreveu a euforia geral após armistício. LAWRENCE 'DAS ARÁBIAS' GRIPE ESPANHOLA ROSA LUXEMBURGO Pandemia Jovem oficial galês torna-se herói militar dos árabes Jornalista socialista retorna a B de Influenza traz terror e morte ao mundo
  8. 8. Edição Especial CMS Junho de 1919 Aliados e Alemanha assinam Tratado de Versailles. D DEPOIMENTO O que aconteceu na sala dos Espelhos? Diplomata britânico relata o clima do histórico momento PERFIL DIPLOMACIA Mais de 40 países reunidos na nova Ferdinand Foch, o herói contrariado, critica o tratado Liga das Nações COMUNISMO Como 'onda vermelha' está varrendo parte da Europa
  9. 9. Antecedentes • • • • Equilíbrio de Poder  Os Interesses nos Bálcãs A Atuação de Otto Von Bismark A Unificação dos Alemãs e a Rivalidade com os  Ingleses • A Crise na Bósnia e Herzegovina • A Primeira Guerra Balcânica
  10. 10. Causas Gerais da Guerra • Choque de Imperialismos • Política de Alianças: ♦ Tríplice Aliança x Tríplice Entente • Nacionalismo Exacerbado • A “Paz Armada” • A Questão das Minorias Nacionais e Étnicas
  11. 11. As Alianças Militares em 1914
  12. 12. Conflito de Interesses nos Bálcãs ♦ 1908: Revolução dos Jovens Turcos ♦ Império Austro-Húngaro conquista Eslovênia, Croácia e Bósnia e Herzegovina ♦ 1912: Triunvirato com os 3 Paxás ♦ 1912: 1ª Guerra dos Bálcãs – Liga Balcânica ♦ 1913: 2ª Guerra dos Bálcãs - Bulgária é dividida: Sérvia, Grécia e Romênia - Macedônia é dividida: Sérvia e Grécia ♦ Interesse em formar a “Grande Sérvia” ♦ Disputa entre Sérvia e Império Austro-Húngaro ♦ Assassinato do Arquiduque Francisco Ferdinando
  13. 13. Os Bálcãs
  14. 14. Captura de Gavrilo Princip 1914
  15. 15. Características Gerais da 1ª GM • • • • • • Conflito Essencialmente Europeu Choque e fim de Grandes Impérios Novas Tecnologias Bélicas Guerra de Trincheiras Guerra Total: terra, ar, mar e montanhas Duas Grandes Frentes: ocidental e oriental
  16. 16. Características Gerais da 1ª GM
  17. 17. Características Gerais da 1ª GM
  18. 18. A Guerra • A Invasão da Bélgica: Plano Schlieffen • As Duas Frentes: Ocidental (França) e Oriental (Império Russo) • A Guerra de Trincheiras • A Revolução Russsa • A Guerra nos Balçãns • O Fim da Guerra
  19. 19. Esquema Tático do Plano Schlieffen
  20. 20. Itália cerra fileiras com Tríplice Entente e assina em segredo o Tratado de Londres – Declarações de guerra italianas serão feitas dentro de um mês – Alemanha não conseguiu cobrir oferta dos inimigos
  21. 21. A Guerra de Trincheiras
  22. 22. A Guerra de Trincheiras Caçada sem fim: combate aos piolhos numa trincheira alemã
  23. 23. Situação nas Trincheiras • Condições putrefatas de higiene atraem companhia indesejável nas trincheiras: piolhos – Batalhões de insetos perseguem recrutas – Ratos comedores de cadáveres enojam soldados de todos os lados.
  24. 24. Situação nas Trincheiras • O problema é mais sério do que pode parecer, em todos os sentidos. Os piolhos transmitem a doença conhecida como “febre de trincheira”, na qual uma dor lancinante nas canelas é seguida por uma febre borbulhante. Nos hospitais de campanha do exército britânico, a moléstia responde por 15% dos atendimentos. Isso sem contar as coceiras, que levam os soldados a rasgarem o próprio corpo com as unhas em busca de alívio.
  25. 25. Esquema da Frente Ocidental – região do Marne
  26. 26. Alemanha tira Lênin do exílio na Suíça e patrocina retorno à Rússia – Líder bolchevique cobra fim da participação na guerra e poder total aos sovietes – Governo provisório continua junto dos aliados
  27. 27. Guerra nos Bálcãs Fracassa ataque anfíbio dos Aliados a Galípoli Forças otomanas reduzidas impõem massacre aos invasores - Desastre militar pode derrubar Winston Churchill do Almirantado da Grã-Bretanha.
  28. 28. Localização da Península de Galípoli
  29. 29. Armistício coloca fim à Grande Guerra – Aliados impõem implacável derrota militar e moral à exaurida Alemanha – Número de mortos nos quatro anos de combate chega a 10 milhões.
  30. 30. Perdas com a Guerra • Com a assinatura do armistício entre as delegações beligerantes, chegam ao fim as hostilidades que consumiram pouco mais de 4 anos e três meses do planeta. Quase 10 milhões de vidas foram perdidas na carnificina mundial. Mais de 20 milhões de militares foram feridos. Em estimativa que certamente será afinada em breve, foram gastos mais de 249 bilhões de dólares na batalha.
  31. 31. Rosa Luxemburgo volta a Berlim e inflama país com ideais libertários - Revolução bolchevique já está em curso - Líderes sociais-democratas do novo governo germânico prometem sufocar levante. Livre e solta por Berlim: ninguém segura o ímpeto revolucionário da jornalista e teórica socialista Rosa Luxemburgo
  32. 32. Socialismo na Alemanha • Se os revolucionários russos tiveram em Vladimir Lênin, retornado do exílio pouco antes do levante, o maior ícone do histórico novembro de 1917, os bolcheviques alemães contam com uma também recém-repatriada como símbolo maior de um movimento socialista. Rosa Luxemburgo, a célebre jornalista e teórica socialista, desembarcou em Berlim no dia 8 de novembro após ser libertada da prisão em Breslau, na Polônia, e promete alastrar ainda mais as ideias de socialismo, democracia, pacifismo e anti-militarismo pela Alemanha.
  33. 33. Conseqüências da 1ª GM • • • • • Ruína Econômica da Europa Fim de Vários Impérios Fortalecimento do Socialismo Revanchismos entre Nações Surgimento de Governos Totalitários

×