O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Codigo de conduta na internet

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
Guia de Etiqueta Digital
Guia de Etiqueta Digital
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 3 Anúncio

Codigo de conduta na internet

Baixar para ler offline

Exemplo de Código de Conduta na Internet que elaborei. Ele pode ser adaptado a sua realidade. Altere, divulgue e comece uma cultura de uso consciente das mídias sociais no seu trabalho ou na sua escola.

Exemplo de Código de Conduta na Internet que elaborei. Ele pode ser adaptado a sua realidade. Altere, divulgue e comece uma cultura de uso consciente das mídias sociais no seu trabalho ou na sua escola.

Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Quem viu também gostou (20)

Anúncio

Semelhante a Codigo de conduta na internet (20)

Mais recentes (20)

Anúncio

Codigo de conduta na internet

  1. 1. Código de Conduta na Internet O chamado “mundo virtual” e as mídias sociais (facebook, twitter, blogs, etc) são uma realidade no nosso dia a dia. É através destes meios que nos comunicamos com o mundo à nossa volta, com nossos amigos, parentes e colegas de trabalho. É através desta rede virtual que criamos e mantemos nossas redes de relacionamento pessoal e profissional. A Empresa acredita que as relações entre pessoas podem ser sólidas e bem sucedidas no ambiente virtual. Acreditamos que as mídias sociais são uma maneira de participarmos das discussões globais relacionadas ao trabalho que estamos desenvolvendo e de nos mantermos atentos ao mundo do nosso aluno, além de podermos nos aproximar cada ver mais das pessoas que se relacionam com a escola e de podermos promover o encontro entre elas. Mas não podemos nos esquecer que o mundo virtual não é imaginário. Tudo o que fazemos dentro da rede virtual reflete nas nossas relações no mundo real. Pensando nisso, compilamos algumas diretrizes para orientar nossos colaboradores e funcionários sobre como se portar no ambiente virtual, para que o seu ambiente real seja preservado. Código de Ética das Mídias Sociais: Este código foi elaborado por internautas do mundo todo, e é aprovado pelos maiores especialistas no assunto: os próprios internautas! - Não use o computador para prejudicar as pessoas. - Não interfira no trabalho de outras pessoas. - Não altere arquivos alheios. - Não use o computador para obter falsos testemunhos. - Não use os recursos de computadores alheios sem pedir permissão. - Não se aproprie de ideias que não são suas. - Pense nas consequências sociais causadas pelo que você escreve. - Use o computador de modo que demonstre consideração e respeito. Como se portar em qualquer situação no mundo virtual: E real também, por que não? - Sempre pare e pense antes de escrever.
  2. 2. - Respeite informações e conteúdos proprietários e confidencialidade. - Quando não concordar com a opinião de outras pessoas, seja educado e conveniente. - Se você está aborrecido com algo ou com alguém, reflita sobre o assunto antes de tomar uma decisão. Não diga para alguém nada que você não diria pessoalmente, cara a cara, em uma sala repleta de gente. Nas redes sociais: As redes sociais são o espelho da sua identidade e personalidade. Pense em como você quer que as pessoas lhe vejam quando construir o seu perfil em sites como o Facebook e o Orkut. E lembre-se que esta é uma construção contínua, a cada atualização feita, sua imagem também é atualizada. Por isso, pense bem antes de adicionar um aluno aos seus amigos virtuais, lembre-se que ele terá acesso a detalhes da sua vida pessoal. Caso queira, classifique os seus contatos em listas (amigos, trabalho, alunos, faculdade, academia) e quando atualizar seu perfil, escolha quem poderá ver. Além disso, você estará construindo um relacionamento com um menor de idade. E suas atitudes e o conteúdo ao qual você expõe este menor são subordinados às leis brasileiras. Suas comunicações virtuais não lhes garantem o anonimato. É fundamental que tenham em mente que não podem ofender as pessoas impunemente, nem imputar conduta imoral ou desonrosa a alguém, sob pena de responderem por tais atos. As redes sociais possuem faixa etária mínima para serem utilizadas. Ao contrário do que muita gente pensa, todo site de relacionamento virtual (orkut, twitter, flicker, etc) possui uma faixa etária a partir da qual é permitido se cadastrar. No caso do facebook, por exemplo, a idade mínima é 13 anos. Esta idade não é decidida pelos sites, e sim pela legislação brasileira. Temos que ficar atentos, pois lidamos com crianças menores que as idades mínimas permitidas pelos sites e não podemos ser coniventes. Lembre-se que, ao adicionar um aluno abaixo da idade permitida como seu amigo, você estará infringindo uma lei. Seja transparente. Sua honestidade — ou desonestidade — será rapidamente percebida no ambiente de mídia social. Percepção é realidade. Nas redes de relacionamentos sociais online, a diferença entre o que é público e privado, pessoal e profissional é muito tênue. O simples fato de você se identificar como funcionário da Empresa gera percepções sobre seus conhecimentos e sobre a empresa por parte dos clientes e pelo público em geral — e percepções sobre você por parte de seus colegas. Certifique-se de que todo o conteúdo associado a você seja consistente com seu trabalho e com os valores e padrões profissionais da Empresa.
  3. 3. Nos canais relacionados ao Empresa: Seja transparente. A Empresa incentiva a transparência da sua identidade e do seu relacionamento com a Empresa, com seus colegas e com todos que participam das nossas mídias eletrônicas (blog, site, facebook, twitter). Escreva sobre a sua experiência. Não faça afirmações gerais, converse especificamente sobre as suas experiências. Certifique-se que está claro que a opinião é sua, e não de uma unidade específica ou de toda a rede. Sua responsabilidade. Lembre-se de que o que você escreve é de sua inteira responsabilidade e as únicas opiniões que representam toda a Empresa são feitas através dos canais adequados e por pessoas autorizadas. Divulgue comentários respeitosos e significativos - em outras palavras, nenhum spam e nenhum comentário ofensivo ou não relacionado ao tema. Seja criterioso. Certifique-se de que suas intenções sejam transparentes e não violem as diretrizes de privacidade, confidencialidade e legais da Empresa. Peça permissão para publicar ou relatar conversas ou imagens consideradas privadas ou internas para a escola. Todas as declarações devem ser verdadeiras e não devem induzir ao erro, e todas as alegações devem ser fundamentadas e aprovadas. Se quiser escrever sobre a concorrência, tenha certeza de que sabe do que está falando e de maneira alguma seja ofensivo. Além disso, fique atento à sua proteção pessoal e privacidade. O que você publicar circulará por muito tempo, portanto pondere o conteúdo cuidadosamente e seja criterioso. Lembre-se de onde você está. Os funcionários não devem debater publicamente questões de trabalho – sejam informações confidenciais ou não – fora dos canais apropriados, incluindo salas de bate-papo, sites e blogs. O diálogo sempre foi muito valorizado pela Empresa e existem diversos canais para que ele aconteça. Lembre-se que, mesmo que esteja com a razão, ao levantar questões internas da empresa onde você trabalha dentro da internet, você estará passando a imagem de uma pessoa não confiável. Elaborado por Rodrigo Facchinetti em abril de 2011. Arquivado em ww.factuais.com.br e protegido por Creative Commons. Você tem a liberdade de compartilhar, atribuindo a origem do material, para uso não comercial. Outros usos apenas sob permissão.

×