SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
1
2
SINÓTICOS
3
INTRODUÇÃO
• Evangelho:
▫ Da palavra grega “evangellion” – Boas
Novas
• Boas Novas:
▫ Os quatro evangelhos são as boas-novas
sobre os acontecimentos mais
importantes da história:
▫ - A vida, a morte redentora e a
ressurreição de Jesus de Nazaré.
4
MATEUS
• Publicano:
• Judeus que abriram franquias de impostos do governo
romano. Qualquer quantia que coletassem a mais do
que Roma exigia, podia ser retida por eles. Muitos
Publicanos ficaram ricos as custas de seu próprio
povo.
• Eram vistos pelos Israelitas como traidores.
5
MATEUS (Mattiyahu. Heb)
Presente de Deus
• Autor:
• Foi escrito por Mateus
• Mt 9:9 (Levi Lc 5:27; Mc 2:14).
• Data: Cerca de 60 a 65 D.C..
• Escrito originalmente em Hebraico.
6
OS QUATRO EVANGELHOSOS QUATRO EVANGELHOS
7
Em MateusEm Mateus
O Senhor Jesus é apresentado comoO Senhor Jesus é apresentado como ReiRei..
““eis ai vem o teu Rei, justo e salvador...”Zc 9.9eis ai vem o teu Rei, justo e salvador...”Zc 9.9
Em MarcosEm Marcos
O Senhor Jesus é apresentado comoO Senhor Jesus é apresentado como Servo.Servo.
““eis aqui o meu servo, a quem sustenho...”Is 42.1eis aqui o meu servo, a quem sustenho...”Is 42.1
Em LucasEm Lucas
O Senhor Jesus é apresentado comoO Senhor Jesus é apresentado como Filho do Homem.Filho do Homem.
Porque, como o relâmpago ilumina desde uma extremidade
inferior do céu até à outra extremidade, assim será também o
Filho do homem no seu dia (Lc 17:24)
Em JoãoEm João
O Senhor Jesus é apresentado comoO Senhor Jesus é apresentado como sendo o própriosendo o próprio
Senhor do ATSenhor do AT.. Respondeu Jesus: "Eu lhes afirmo que
antes de Abraão nascer, Eu Sou! (Jo 8:58) (Ex 3:14)
PROPÓSITO DE MATEUS
• Demonstrar que Jesus é o tão esperado Messias da
nação Israelita. A abundância de citações do AT é
especialmente planejada para demonstrar o elo
entre o Messias da promessa e o Cristo da História.
• Ex: “Então se cumpriu o que foi dito pelo profeta Jeremias,
que diz: Em Ramá se ouviu uma voz, Lamentação, choro e
grande pranto” Mateus 2:17,18
8
9
10
O Sinédrio era composto por 70
homens, além do sumo sacerdote, que
serviu como seu presidente. Os
membros vieram a ter sacerdotes
principais, escribas e os anciãos.
11
Peculiariedades de Mateus
12
AS BEM AVENTURANÇAS (5:3-AS BEM AVENTURANÇAS (5:3-
12)12)
““AI DE VÓS” (23:13-23) Escribas eAI DE VÓS” (23:13-23) Escribas e
FariseusFariseus
O REINO É ABERTO AOS POBRES O REINO É FECHADO
CONFORTO PARA OS QUE CHORAM OS QUE CHORAM SÃO ATRIBULADOS
OS MANSOS HERDARÃO A TERRA FANÁTICOS RODEIAM A TERRA
FOME E SEDE DE JUSTIÇA
VERDADEIROS
FALSA JUSTIÇA SEM FINALIDADE
ALGUMA
PUREZA INTERIOR E A VISÃO DE
DEUS
IMPUREZAS E CEGUEIRAS
PACIFICADORES, FILHOS DE DEUS HIPÓCRITAS E SEM LEI
OS PERSEGUIDOS OS PERSEGUIDORES
1) José e Maria estavam
em Nazaré
2) (Ordem de
Recenseamento) Foram
para Belém, Jesus
Nasce.
3) Vão Para Jerusalém
apresentar Jesus no
Templo.
4) Voltam para Nazaré
5) Herodes manda matar
todos os Meninos, Vão
para o Egito
6) Após a morte de
Herodes retornam para
Nazaré.
13
1
3
2
4
5
6
GENEALOGIA DE CRISTO
(cap 1)
14
• A lista genealógica de Mateus menciona
os principais reis da linhagem Davídica,
após Davi segue por Salomão, enquanto
Lucas segue por Natã.
• Cogita-se que a de Mateus seja de
José (aspecto legal, Judeus),
enquanto que a de Lucas, de Maria
(aspecto biológico Gregos).
15
JOÃO BATISTA (CAP 3,4)
• Após isso, Jesus volta para a Galiléia. AgoraApós isso, Jesus volta para a Galiléia. Agora
deixando Nazaré foi habitar na cidade dedeixando Nazaré foi habitar na cidade de
Cafarnaum. (4.12-17)Cafarnaum. (4.12-17)
16
João Batista começa seu ministério nos
desertos da Judéia (ao sul de Jerusalém).
(3.1-12)
Jesus aos trinta anos começa seu
ministério descendo da Galiléia até João
para receber o batismo. (3:13-17)
Adentrando mais ao deserto para dedicar-se à
oração e jejum. Após quarenta dias foi tentado pelo
diabo, vencendo-o foi servido pelos anjos. (4:1-11)
A partir dessa cidade, que é uma cidade de
pescadores (que esta ao lado do lago da Galiléia ou
mar de Tiberíades). Passa a recrutar os seus
Centro irradiador do
evangelho • Cafarnaum:
• A partir de
onde Jesus
começa os
seus ensinos,
e viagens.
• A distância
entre
Cafarnaum e
Nazaré era
em torno de
35 km.
17
18
19
O Joio entre o Trigo (Mt 13:24-30)O Joio entre o Trigo (Mt 13:24-30)
Na parábola da semeador a semente é a Palavra de Deus e na
parábola do joio e o trigo a semente são os discípulos.
O tesouro escondido (Mt 13:44)O tesouro escondido (Mt 13:44)
Um homem acha um tesouro escondido
(salvação) no campo, vende tudo o
que tem e compra o campo. (fazer
tudo pela salvação)
A pérola de grande valor (MtA pérola de grande valor (Mt
13:45,46)13:45,46)
O homem é negociante de joias, está acostumado a vender
jóias falsas e quando encontra uma verdadeira (Salvação),
vende tudo o que tem somente para possuí-la.
A rede lançada (Mt 13:47-50)A rede lançada (Mt 13:47-50)
Após a pescaria, os homens separam os peixes bons dos
ruins. Os maus são lançados fora. Na fornalha acesa.
Parábolas existentes só emParábolas existentes só em
Mateus:Mateus:
20
O credor incompassivo (Mt 18:23-
35)
Homem tem a dívida de 10000 talentos perdoada.
1 talento 34 kg ouro= 204 mil dias de trabalho
10 mil talentos = 204.000.000.000 = 204 bilhões de dias de
trabalho.
Porém não perdoou a seu devedor que lhe devia cem denários =
100 dias de trabalho. Perdoar para sermos perdoados. Mt 6:12.Os lavradores da vinha (Mt 20:1-16)
06:00 Hs, 09:00 Hs, 12:00 Hs, 17:00 Hs.
Salário de 1 Denário para todos.
Os que trabalharam mais tempo reclamam,
porém Deus é o dono e dá a salvação a quem
deseja. Ex: Ladrão da cruz.
Parábola dos dois filhos (Mt 21:28-
32)
Refere aos filhos que recebem ordens do pai; o primeiro
diz que vai, mas não foi e o segundo diz que não iria e
foi. (Principais Sacerdotes e Anciãos do povo não foram
Mateus 20:29-34 Marcos 10:46-52 Lucas 18:35-43
E, saindo eles de Jericó,
seguiu-o grande multidão.
E eis que dois cegos,
assentados junto do
caminho, ouvindo que
Jesus passava, clamaram,
dizendo: Senhor, Filho de
Davi, tem misericórdia de
nós!
E a multidão os repreendia,
para que se calassem; eles,
porém, cada vez clamavam
mais, dizendo: Senhor,
Filho de Davi, tem
misericórdia de nós!
E Jesus, parando, chamou-
os, e disse: Que quereis que
vos faça?
Disseram-lhe eles: Senhor,
que os nossos olhos sejam
abertos.
Então Jesus, movido de
íntima compaixão, tocou-
lhes nos olhos, e logo seus
olhos viram; e eles o
seguiram.
E depois, foram para Jericó. E, saindo
ele de Jericó com seus discípulos e
uma grande multidão, Bartimeu, o
cego, filho de Timeu, estava
assentado junto do caminho,
mendigando.
E, ouvindo que era Jesus de Nazaré,
começou a clamar, e a dizer: Jesus,
filho de Davi, tem misericórdia de
mim.
E muitos o repreendiam, para que se
calasse; mas ele clamava cada vez
mais: Filho de Davi! tem misericórdia
de mim.
E Jesus, parando, disse que o
chamassem; e chamaram o cego,
dizendo-lhe: Tem bom ânimo;
levanta-te, que ele te chama.
E ele, lançando de si a sua capa,
levantou-se, e foi ter com Jesus.
E Jesus, falando, disse-lhe: Que
queres que te faça? E o cego lhe disse:
Mestre, que eu tenha vista.
E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te
salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus
pelo caminho
E aconteceu que chegando ele perto
de Jericó, estava um cego assentado
junto do caminho, mendigando.
E, ouvindo passar a multidão,
perguntou que era aquilo.
E disseram-lhe que Jesus Nazareno
passava.
Então clamou, dizendo: Jesus,
Filho de Davi, tem misericórdia de
mim.
E os que iam passando
repreendiam-no para que se
calasse; mas ele clamava ainda
mais: Filho de Davi, tem
misericórdia de mim!
Então Jesus, parando, mandou que
lho trouxessem; e, chegando ele,
perguntou-lhe,
Dizendo: Que queres que te faça? E
ele disse: Senhor, que eu veja.
E Jesus lhe disse: Vê; a tua fé te
salvou.
E logo viu, e seguia-o, glorificando
a Deus. E todo o povo, vendo isto,
dava louvores a Deus.
21
22
A Última Semana Do
Mestre
• Mateus cita resumidamente as aparições do
Mestre, mas em contrapartida nos deixa o
legado da grande comissão, e a fórmula
batismal.
23
Mateus novamente é o que melhor
descreve as palavras do Mestre ditas
nesta semana a respeito de suas
revelações sobre o final dos tempos, e o
faz através de várias parábolas.
Menciona a repreensão que Jesus faz com
muita ousadia e autoridade a respeito dos
escribas e fariseus.
É o único a mencionar o suicídio de Judas.
É o único a mencionar a mentira dos judeus
sobre o roubo do corpo do Mestre pelos seus
discípulos.
EVENTOS LIGADOS A
PAIXÃO DE CRISTO
24
EVENTOS LIGADOS A
PAIXÃO DE CRISTO
25
ÚLTIMOS EVENTOS REGISTRADOS
EM MATEUS
26
Q U E S T I O N Á R I
O
Estudar os quatro evangelhos é se aprofundar
na
essência do ensinamento de Jesus. (pg. 10)
Os evangelhos de João, Marcos e Lucas, foram
chamados de sinóticos pelo estudioso alemão
J.J.Griesbach no final do século dezoito. (pg. 10)
Nos quatro evangelhos Deus fala através de seu
filho e
tratam da proclamação do Rei e do Reino; mas
também
rejeição do reino e do rei. (pg. 12)Mateus era judeu, mas também um publicano,
nome
dado aos judeus que tinham escritório de
cobrança de
impostos para Roma. (pg. 20)
Os evangelhos de Mateus e Lucas podem ser
classificados como sendo os evangelhos para os
judeus e
para os gregos, respectivamente. (pg. 22)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.Márcio Martins
 
Panorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesPanorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesRespirando Deus
 
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraGesiel Oliveira
 
Estudo do Livro de números, pentateuco
Estudo do Livro de números, pentateucoEstudo do Livro de números, pentateuco
Estudo do Livro de números, pentateucoRODRIGO FERREIRA
 
Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1Moisés Sampaio
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosRespirando Deus
 
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesRespirando Deus
 
A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo André Rocha
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipseRespirando Deus
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Moisés Sampaio
 

Mais procurados (20)

Atos
AtosAtos
Atos
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
 
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
Escatologia o Estudo das Últimas Coisas.
 
Panorama do NT - Mateus
Panorama do NT - MateusPanorama do NT - Mateus
Panorama do NT - Mateus
 
Panorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - ColossensesPanorama do NT - Colossenses
Panorama do NT - Colossenses
 
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
 
Panorama do NT - João
Panorama do NT - JoãoPanorama do NT - João
Panorama do NT - João
 
Panorama do novo testamento
Panorama do novo testamentoPanorama do novo testamento
Panorama do novo testamento
 
Estudo do Livro de números, pentateuco
Estudo do Livro de números, pentateucoEstudo do Livro de números, pentateuco
Estudo do Livro de números, pentateuco
 
Atos dos apostolos
Atos dos apostolos Atos dos apostolos
Atos dos apostolos
 
Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1
 
Evangelismo pessoal
Evangelismo pessoalEvangelismo pessoal
Evangelismo pessoal
 
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos CânticosPanorama do AT - Cântico dos Cânticos
Panorama do AT - Cântico dos Cânticos
 
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1TessalonicensesPanorama do NT - 1Tessalonicenses
Panorama do NT - 1Tessalonicenses
 
A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo A doutrina do espírito santo
A doutrina do espírito santo
 
Panorama do NT - Marcos
Panorama do NT - MarcosPanorama do NT - Marcos
Panorama do NT - Marcos
 
Introdução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamentoIntrodução ao Novo testamento
Introdução ao Novo testamento
 
Panorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - ApocalipsePanorama do NT - Apocalipse
Panorama do NT - Apocalipse
 
Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1Epístolas gerais - aula 1
Epístolas gerais - aula 1
 
Panorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1JoãoPanorama do NT - 1João
Panorama do NT - 1João
 

Semelhante a estudo do evangelho de Mateus

Apostasy portuguese
Apostasy portugueseApostasy portuguese
Apostasy portuguesedearl1
 
A missão integral da igreja [salvo automaticamente]
A missão integral da igreja [salvo automaticamente]A missão integral da igreja [salvo automaticamente]
A missão integral da igreja [salvo automaticamente]Joziran Vieira joziran
 
Evangelho segundo são marcos analizando 4.doc
Evangelho segundo são marcos analizando 4.docEvangelho segundo são marcos analizando 4.doc
Evangelho segundo são marcos analizando 4.docssuserc7364c
 
Lição 812016_Companheiros de armas + textos_GGR
Lição 812016_Companheiros de armas + textos_GGRLição 812016_Companheiros de armas + textos_GGR
Lição 812016_Companheiros de armas + textos_GGRGerson G. Ramos
 
Comentário bíblico kretzmann_-_mateus
Comentário bíblico kretzmann_-_mateusComentário bíblico kretzmann_-_mateus
Comentário bíblico kretzmann_-_mateusrafaelnycollasryan
 
Lição 01 - O Evangelho de Matheus
Lição 01 - O Evangelho de MatheusLição 01 - O Evangelho de Matheus
Lição 01 - O Evangelho de MatheusEmmanuel Anacleto
 
Lição_722016_Senhor de judeus e gentios_GGR
Lição_722016_Senhor de judeus e gentios_GGRLição_722016_Senhor de judeus e gentios_GGR
Lição_722016_Senhor de judeus e gentios_GGRGerson G. Ramos
 
Jesus: o Mestre das missões_Liç_Orig_732015 + textos
Jesus: o Mestre das missões_Liç_Orig_732015 + textosJesus: o Mestre das missões_Liç_Orig_732015 + textos
Jesus: o Mestre das missões_Liç_Orig_732015 + textosGerson G. Ramos
 
Lição_1022016_Jesus em Jerusalém_GGR
Lição_1022016_Jesus em Jerusalém_GGRLição_1022016_Jesus em Jerusalém_GGR
Lição_1022016_Jesus em Jerusalém_GGRGerson G. Ramos
 
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGRLição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGRGerson G. Ramos
 
Lição 13 - O Messias: O Legado de Israel
Lição 13 - O Messias: O Legado de IsraelLição 13 - O Messias: O Legado de Israel
Lição 13 - O Messias: O Legado de IsraelÉder Tomé
 
GGR_O chamado para o discipulado_422015
GGR_O chamado para o discipulado_422015GGR_O chamado para o discipulado_422015
GGR_O chamado para o discipulado_422015Gerson G. Ramos
 
Aula Jonatas 55: Sola scriptura
Aula Jonatas 55: Sola scripturaAula Jonatas 55: Sola scriptura
Aula Jonatas 55: Sola scripturaAndre Nascimento
 
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRA
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRAFORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRA
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRAJosé Luiz Silva Pinto
 
As lições de Jesus no caminho de Emaús
As lições de Jesus no caminho de EmaúsAs lições de Jesus no caminho de Emaús
As lições de Jesus no caminho de EmaúsJuraci Rocha
 

Semelhante a estudo do evangelho de Mateus (20)

Apostasy portuguese
Apostasy portugueseApostasy portuguese
Apostasy portuguese
 
A missão integral da igreja [salvo automaticamente]
A missão integral da igreja [salvo automaticamente]A missão integral da igreja [salvo automaticamente]
A missão integral da igreja [salvo automaticamente]
 
Marcos
MarcosMarcos
Marcos
 
Evangelho segundo são marcos analizando 4.doc
Evangelho segundo são marcos analizando 4.docEvangelho segundo são marcos analizando 4.doc
Evangelho segundo são marcos analizando 4.doc
 
Lição 812016_Companheiros de armas + textos_GGR
Lição 812016_Companheiros de armas + textos_GGRLição 812016_Companheiros de armas + textos_GGR
Lição 812016_Companheiros de armas + textos_GGR
 
Livro de Numeros.pptx
Livro de Numeros.pptxLivro de Numeros.pptx
Livro de Numeros.pptx
 
Comentário bíblico kretzmann_-_mateus
Comentário bíblico kretzmann_-_mateusComentário bíblico kretzmann_-_mateus
Comentário bíblico kretzmann_-_mateus
 
Lição 01 - O Evangelho de Matheus
Lição 01 - O Evangelho de MatheusLição 01 - O Evangelho de Matheus
Lição 01 - O Evangelho de Matheus
 
Lição_722016_Senhor de judeus e gentios_GGR
Lição_722016_Senhor de judeus e gentios_GGRLição_722016_Senhor de judeus e gentios_GGR
Lição_722016_Senhor de judeus e gentios_GGR
 
Jesus: o Mestre das missões_Liç_Orig_732015 + textos
Jesus: o Mestre das missões_Liç_Orig_732015 + textosJesus: o Mestre das missões_Liç_Orig_732015 + textos
Jesus: o Mestre das missões_Liç_Orig_732015 + textos
 
A conversão de simão pedro
A conversão de simão pedroA conversão de simão pedro
A conversão de simão pedro
 
Boletim ippi 23.08.2015
Boletim ippi 23.08.2015Boletim ippi 23.08.2015
Boletim ippi 23.08.2015
 
Lição_1022016_Jesus em Jerusalém_GGR
Lição_1022016_Jesus em Jerusalém_GGRLição_1022016_Jesus em Jerusalém_GGR
Lição_1022016_Jesus em Jerusalém_GGR
 
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGRLição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
Lição_222016_Início do ministério de Cristo_GGR
 
Paralelismo moises e Jesus
Paralelismo moises e JesusParalelismo moises e Jesus
Paralelismo moises e Jesus
 
Lição 13 - O Messias: O Legado de Israel
Lição 13 - O Messias: O Legado de IsraelLição 13 - O Messias: O Legado de Israel
Lição 13 - O Messias: O Legado de Israel
 
GGR_O chamado para o discipulado_422015
GGR_O chamado para o discipulado_422015GGR_O chamado para o discipulado_422015
GGR_O chamado para o discipulado_422015
 
Aula Jonatas 55: Sola scriptura
Aula Jonatas 55: Sola scripturaAula Jonatas 55: Sola scriptura
Aula Jonatas 55: Sola scriptura
 
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRA
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRAFORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRA
FORMAÇÃO PAROQUIAL PARA MINISTROS EXTRAORDINÁRIO DA PALAVRA
 
As lições de Jesus no caminho de Emaús
As lições de Jesus no caminho de EmaúsAs lições de Jesus no caminho de Emaús
As lições de Jesus no caminho de Emaús
 

Mais de RODRIGO FERREIRA

AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptx
AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptxAP 4 - O TRONO NO CÉU.pptx
AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptxRODRIGO FERREIRA
 
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptx
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptxBÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptx
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptxRODRIGO FERREIRA
 
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIORODRIGO FERREIRA
 
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOMRODRIGO FERREIRA
 
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSERODRIGO FERREIRA
 
Apocalipse 12 - A Mulher e o Dragão
Apocalipse 12 - A Mulher e o DragãoApocalipse 12 - A Mulher e o Dragão
Apocalipse 12 - A Mulher e o DragãoRODRIGO FERREIRA
 
A Quebra da Aliança de Israel com o Anticristo
A Quebra da Aliança de Israel com o AnticristoA Quebra da Aliança de Israel com o Anticristo
A Quebra da Aliança de Israel com o AnticristoRODRIGO FERREIRA
 
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?RODRIGO FERREIRA
 
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJASRODRIGO FERREIRA
 
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAELRODRIGO FERREIRA
 
6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus
6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus
6ª Aula - Os Sinais da Volta de JesusRODRIGO FERREIRA
 
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e ApocalipseRODRIGO FERREIRA
 
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo GlorificadoRODRIGO FERREIRA
 
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de CristoRODRIGO FERREIRA
 
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...RODRIGO FERREIRA
 
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do MarRODRIGO FERREIRA
 
7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse
7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse
7ª Aula - Os Sete Selos do ApocalipseRODRIGO FERREIRA
 

Mais de RODRIGO FERREIRA (20)

AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptx
AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptxAP 4 - O TRONO NO CÉU.pptx
AP 4 - O TRONO NO CÉU.pptx
 
APOCALIPSE 2.pptx
APOCALIPSE 2.pptxAPOCALIPSE 2.pptx
APOCALIPSE 2.pptx
 
APOCALIPSE 1.pptx
APOCALIPSE 1.pptxAPOCALIPSE 1.pptx
APOCALIPSE 1.pptx
 
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptx
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptxBÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptx
BÍBLIA PALAVRA VIVA E EFICAZ(1).pptx
 
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
21º AUA - A PREPARAÇÃO PARA O MILÊNIO
 
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
 
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
19º AULA - AS SETE TAÇAS DO APOCALIPSE
 
As Sete Trombetas
As Sete TrombetasAs Sete Trombetas
As Sete Trombetas
 
Apocalipse 12 - A Mulher e o Dragão
Apocalipse 12 - A Mulher e o DragãoApocalipse 12 - A Mulher e o Dragão
Apocalipse 12 - A Mulher e o Dragão
 
A Quebra da Aliança de Israel com o Anticristo
A Quebra da Aliança de Israel com o AnticristoA Quebra da Aliança de Israel com o Anticristo
A Quebra da Aliança de Israel com o Anticristo
 
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?
14ª AULA - QUEM É A GRANDE MERETRIZ MONTADA NA BESTA?
 
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS
15ª AULA - O CONSELHO MUNDIAL DE IGREJAS
 
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL
13ª AULA - OS 144 MIL SELADOS DE ISRAEL
 
6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus
6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus
6ª Aula - Os Sinais da Volta de Jesus
 
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse
8ª Aula - A Estátua e os Animais de Daniel e Apocalipse
 
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado
3ª Aula - A Transformação do nosso Corpo em corpo Glorificado
 
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo4ª Aula - O Tribunal de Cristo
4ª Aula - O Tribunal de Cristo
 
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...
5ª Aula - As Bodas do Cordeiro - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, As Bodas ...
 
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar
9ª Aula - O Surgimento do Anticristo - A Besta que emerge do Mar
 
7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse
7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse
7ª Aula - Os Sete Selos do Apocalipse
 

Último

Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentaçãoantonio211075
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoFabioLofrano
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfnestorsouza36
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024LeonardoQuintanilha4
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 

Último (14)

Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 

estudo do evangelho de Mateus

  • 1. 1
  • 3. 3
  • 4. INTRODUÇÃO • Evangelho: ▫ Da palavra grega “evangellion” – Boas Novas • Boas Novas: ▫ Os quatro evangelhos são as boas-novas sobre os acontecimentos mais importantes da história: ▫ - A vida, a morte redentora e a ressurreição de Jesus de Nazaré. 4
  • 5. MATEUS • Publicano: • Judeus que abriram franquias de impostos do governo romano. Qualquer quantia que coletassem a mais do que Roma exigia, podia ser retida por eles. Muitos Publicanos ficaram ricos as custas de seu próprio povo. • Eram vistos pelos Israelitas como traidores. 5
  • 6. MATEUS (Mattiyahu. Heb) Presente de Deus • Autor: • Foi escrito por Mateus • Mt 9:9 (Levi Lc 5:27; Mc 2:14). • Data: Cerca de 60 a 65 D.C.. • Escrito originalmente em Hebraico. 6
  • 7. OS QUATRO EVANGELHOSOS QUATRO EVANGELHOS 7 Em MateusEm Mateus O Senhor Jesus é apresentado comoO Senhor Jesus é apresentado como ReiRei.. ““eis ai vem o teu Rei, justo e salvador...”Zc 9.9eis ai vem o teu Rei, justo e salvador...”Zc 9.9 Em MarcosEm Marcos O Senhor Jesus é apresentado comoO Senhor Jesus é apresentado como Servo.Servo. ““eis aqui o meu servo, a quem sustenho...”Is 42.1eis aqui o meu servo, a quem sustenho...”Is 42.1 Em LucasEm Lucas O Senhor Jesus é apresentado comoO Senhor Jesus é apresentado como Filho do Homem.Filho do Homem. Porque, como o relâmpago ilumina desde uma extremidade inferior do céu até à outra extremidade, assim será também o Filho do homem no seu dia (Lc 17:24) Em JoãoEm João O Senhor Jesus é apresentado comoO Senhor Jesus é apresentado como sendo o própriosendo o próprio Senhor do ATSenhor do AT.. Respondeu Jesus: "Eu lhes afirmo que antes de Abraão nascer, Eu Sou! (Jo 8:58) (Ex 3:14)
  • 8. PROPÓSITO DE MATEUS • Demonstrar que Jesus é o tão esperado Messias da nação Israelita. A abundância de citações do AT é especialmente planejada para demonstrar o elo entre o Messias da promessa e o Cristo da História. • Ex: “Então se cumpriu o que foi dito pelo profeta Jeremias, que diz: Em Ramá se ouviu uma voz, Lamentação, choro e grande pranto” Mateus 2:17,18 8
  • 9. 9
  • 10. 10
  • 11. O Sinédrio era composto por 70 homens, além do sumo sacerdote, que serviu como seu presidente. Os membros vieram a ter sacerdotes principais, escribas e os anciãos. 11
  • 12. Peculiariedades de Mateus 12 AS BEM AVENTURANÇAS (5:3-AS BEM AVENTURANÇAS (5:3- 12)12) ““AI DE VÓS” (23:13-23) Escribas eAI DE VÓS” (23:13-23) Escribas e FariseusFariseus O REINO É ABERTO AOS POBRES O REINO É FECHADO CONFORTO PARA OS QUE CHORAM OS QUE CHORAM SÃO ATRIBULADOS OS MANSOS HERDARÃO A TERRA FANÁTICOS RODEIAM A TERRA FOME E SEDE DE JUSTIÇA VERDADEIROS FALSA JUSTIÇA SEM FINALIDADE ALGUMA PUREZA INTERIOR E A VISÃO DE DEUS IMPUREZAS E CEGUEIRAS PACIFICADORES, FILHOS DE DEUS HIPÓCRITAS E SEM LEI OS PERSEGUIDOS OS PERSEGUIDORES
  • 13. 1) José e Maria estavam em Nazaré 2) (Ordem de Recenseamento) Foram para Belém, Jesus Nasce. 3) Vão Para Jerusalém apresentar Jesus no Templo. 4) Voltam para Nazaré 5) Herodes manda matar todos os Meninos, Vão para o Egito 6) Após a morte de Herodes retornam para Nazaré. 13 1 3 2 4 5 6
  • 14. GENEALOGIA DE CRISTO (cap 1) 14 • A lista genealógica de Mateus menciona os principais reis da linhagem Davídica, após Davi segue por Salomão, enquanto Lucas segue por Natã. • Cogita-se que a de Mateus seja de José (aspecto legal, Judeus), enquanto que a de Lucas, de Maria (aspecto biológico Gregos).
  • 15. 15
  • 16. JOÃO BATISTA (CAP 3,4) • Após isso, Jesus volta para a Galiléia. AgoraApós isso, Jesus volta para a Galiléia. Agora deixando Nazaré foi habitar na cidade dedeixando Nazaré foi habitar na cidade de Cafarnaum. (4.12-17)Cafarnaum. (4.12-17) 16 João Batista começa seu ministério nos desertos da Judéia (ao sul de Jerusalém). (3.1-12) Jesus aos trinta anos começa seu ministério descendo da Galiléia até João para receber o batismo. (3:13-17) Adentrando mais ao deserto para dedicar-se à oração e jejum. Após quarenta dias foi tentado pelo diabo, vencendo-o foi servido pelos anjos. (4:1-11) A partir dessa cidade, que é uma cidade de pescadores (que esta ao lado do lago da Galiléia ou mar de Tiberíades). Passa a recrutar os seus
  • 17. Centro irradiador do evangelho • Cafarnaum: • A partir de onde Jesus começa os seus ensinos, e viagens. • A distância entre Cafarnaum e Nazaré era em torno de 35 km. 17
  • 18. 18
  • 19. 19 O Joio entre o Trigo (Mt 13:24-30)O Joio entre o Trigo (Mt 13:24-30) Na parábola da semeador a semente é a Palavra de Deus e na parábola do joio e o trigo a semente são os discípulos. O tesouro escondido (Mt 13:44)O tesouro escondido (Mt 13:44) Um homem acha um tesouro escondido (salvação) no campo, vende tudo o que tem e compra o campo. (fazer tudo pela salvação) A pérola de grande valor (MtA pérola de grande valor (Mt 13:45,46)13:45,46) O homem é negociante de joias, está acostumado a vender jóias falsas e quando encontra uma verdadeira (Salvação), vende tudo o que tem somente para possuí-la. A rede lançada (Mt 13:47-50)A rede lançada (Mt 13:47-50) Após a pescaria, os homens separam os peixes bons dos ruins. Os maus são lançados fora. Na fornalha acesa. Parábolas existentes só emParábolas existentes só em Mateus:Mateus:
  • 20. 20 O credor incompassivo (Mt 18:23- 35) Homem tem a dívida de 10000 talentos perdoada. 1 talento 34 kg ouro= 204 mil dias de trabalho 10 mil talentos = 204.000.000.000 = 204 bilhões de dias de trabalho. Porém não perdoou a seu devedor que lhe devia cem denários = 100 dias de trabalho. Perdoar para sermos perdoados. Mt 6:12.Os lavradores da vinha (Mt 20:1-16) 06:00 Hs, 09:00 Hs, 12:00 Hs, 17:00 Hs. Salário de 1 Denário para todos. Os que trabalharam mais tempo reclamam, porém Deus é o dono e dá a salvação a quem deseja. Ex: Ladrão da cruz. Parábola dos dois filhos (Mt 21:28- 32) Refere aos filhos que recebem ordens do pai; o primeiro diz que vai, mas não foi e o segundo diz que não iria e foi. (Principais Sacerdotes e Anciãos do povo não foram
  • 21. Mateus 20:29-34 Marcos 10:46-52 Lucas 18:35-43 E, saindo eles de Jericó, seguiu-o grande multidão. E eis que dois cegos, assentados junto do caminho, ouvindo que Jesus passava, clamaram, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de nós! E a multidão os repreendia, para que se calassem; eles, porém, cada vez clamavam mais, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de nós! E Jesus, parando, chamou- os, e disse: Que quereis que vos faça? Disseram-lhe eles: Senhor, que os nossos olhos sejam abertos. Então Jesus, movido de íntima compaixão, tocou- lhes nos olhos, e logo seus olhos viram; e eles o seguiram. E depois, foram para Jericó. E, saindo ele de Jericó com seus discípulos e uma grande multidão, Bartimeu, o cego, filho de Timeu, estava assentado junto do caminho, mendigando. E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim. E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais: Filho de Davi! tem misericórdia de mim. E Jesus, parando, disse que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama. E ele, lançando de si a sua capa, levantou-se, e foi ter com Jesus. E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista. E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus pelo caminho E aconteceu que chegando ele perto de Jericó, estava um cego assentado junto do caminho, mendigando. E, ouvindo passar a multidão, perguntou que era aquilo. E disseram-lhe que Jesus Nazareno passava. Então clamou, dizendo: Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim. E os que iam passando repreendiam-no para que se calasse; mas ele clamava ainda mais: Filho de Davi, tem misericórdia de mim! Então Jesus, parando, mandou que lho trouxessem; e, chegando ele, perguntou-lhe, Dizendo: Que queres que te faça? E ele disse: Senhor, que eu veja. E Jesus lhe disse: Vê; a tua fé te salvou. E logo viu, e seguia-o, glorificando a Deus. E todo o povo, vendo isto, dava louvores a Deus. 21
  • 22. 22
  • 23. A Última Semana Do Mestre • Mateus cita resumidamente as aparições do Mestre, mas em contrapartida nos deixa o legado da grande comissão, e a fórmula batismal. 23 Mateus novamente é o que melhor descreve as palavras do Mestre ditas nesta semana a respeito de suas revelações sobre o final dos tempos, e o faz através de várias parábolas. Menciona a repreensão que Jesus faz com muita ousadia e autoridade a respeito dos escribas e fariseus. É o único a mencionar o suicídio de Judas. É o único a mencionar a mentira dos judeus sobre o roubo do corpo do Mestre pelos seus discípulos.
  • 27. Q U E S T I O N Á R I O Estudar os quatro evangelhos é se aprofundar na essência do ensinamento de Jesus. (pg. 10) Os evangelhos de João, Marcos e Lucas, foram chamados de sinóticos pelo estudioso alemão J.J.Griesbach no final do século dezoito. (pg. 10) Nos quatro evangelhos Deus fala através de seu filho e tratam da proclamação do Rei e do Reino; mas também rejeição do reino e do rei. (pg. 12)Mateus era judeu, mas também um publicano, nome dado aos judeus que tinham escritório de cobrança de impostos para Roma. (pg. 20) Os evangelhos de Mateus e Lucas podem ser classificados como sendo os evangelhos para os judeus e para os gregos, respectivamente. (pg. 22)