SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 22
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
NÚMEROSNÚMEROS
COMPLEXOSCOMPLEXOS
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
A forma algébrica de um número complexo Z éA forma algébrica de um número complexo Z é
uma expressão da forma Z = a + bi, ondeuma expressão da forma Z = a + bi, onde aa ee bb sãosão
números reais enúmeros reais e ii é a unidade imaginária.é a unidade imaginária.
No número complexo Z = a + bi,No número complexo Z = a + bi, aa éé
chamada de parte real echamada de parte real e bb de parte imaginária.de parte imaginária.
aa Re(Z)Re(Z)
bb Im(Z)Im(Z)
DEFINIÇÃO
1i −=
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
ExemplosExemplos::
a) Z = - 3 + 5ia) Z = - 3 + 5i
Re(Z) = -3Re(Z) = -3
Im(Z) = 5Im(Z) = 5
b) Z = -i + 4b) Z = -i + 4
Re(Z) = 4Re(Z) = 4
Im(Z) = -1Im(Z) = -1
c) Z = 5c) Z = 5
Re(Z) = 5Re(Z) = 5
Im(Z) = 0Im(Z) = 0
d) Z = -6id) Z = -6i
Re(Z) = 0Re(Z) = 0
Im(Z) = -6Im(Z) = -6
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
OBSERVAÇÃOOBSERVAÇÃO::
1) Quando Im(Z) = 0, o número complexo será1) Quando Im(Z) = 0, o número complexo será
chamado dechamado de REALREAL..
2) Quando Re(Z) = 0 e Im(Z) = 0, o número2) Quando Re(Z) = 0 e Im(Z) = 0, o número
complexo será chamado decomplexo será chamado de IMAGINÁRIO PUROIMAGINÁRIO PURO..
Exemplo:Exemplo:
Determine as condições para que oDetermine as condições para que o
complexo Z = (2m + 1) + (-n + 3)i seja:complexo Z = (2m + 1) + (-n + 3)i seja:
a) Real;a) Real; b)Imaginário Puro.b)Imaginário Puro.
Ex: Z = 3Ex: Z = 3
Ex: Z = -7iEx: Z = -7i
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
Dizemos que os complexos Z = a + bi e W = c + diDizemos que os complexos Z = a + bi e W = c + di
são iguais se, e somente se, a = c e b = d, ou seja:são iguais se, e somente se, a = c e b = d, ou seja:
Re(Z) =Re(W)Re(Z) =Re(W)
Im(Z) = Im(W)Im(Z) = Im(W)
Z = WZ = W
**OBS.OBS.: Não podemos dizer que um número: Não podemos dizer que um número
complexo é maior ou menor que outro númerocomplexo é maior ou menor que outro número
complexo, ou seja, no conjunto C não existecomplexo, ou seja, no conjunto C não existe
relação de ordem.relação de ordem.
IGUALDADE ENTRE COMPLEXOS
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
1. SOMA E SUBTRAÇÃO1. SOMA E SUBTRAÇÃO
OPERAÇÕES ENTRE COMPLEXOS
Para somar ou subtrair dois complexos,Para somar ou subtrair dois complexos,
efetuaremos as partes reais entre si e as partesefetuaremos as partes reais entre si e as partes
imaginárias entre si.imaginárias entre si.
Exemplo:Exemplo: Sendo Z = 5 + 3i e W = 4 - i, temos:Sendo Z = 5 + 3i e W = 4 - i, temos:
Z+WZ+W = 5 + 3i + 4 - i5 + 3i + 4 - i = 9 + 2i9 + 2i
Z-WZ-W = 5 + 3i - (4 - i)5 + 3i - (4 - i) = 5 + 3i - 4 + i5 + 3i - 4 + i 1 + 4i1 + 4i=
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
2. MULTIPLICAÇÃO2. MULTIPLICAÇÃO
O produto entre dois complexos é obtidoO produto entre dois complexos é obtido
aplicando-se a distributiva entre seus termos.aplicando-se a distributiva entre seus termos.
**LEMBRE-SELEMBRE-SE:: ii22
== -1-1
Exemplo:Exemplo: Sendo Z = 3 + 2i e W = 1 + 4i, temos:Sendo Z = 3 + 2i e W = 1 + 4i, temos:
Z .WZ .W == (3 + 2i).(1 + 4i)(3 + 2i).(1 + 4i) == ==3 + 12i + 2i + 83 + 12i + 2i + 8ii22
== 3 + 12i + 2i + 8(-1)3 + 12i + 2i + 8(-1) = -5 + 14i-5 + 14i
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
Dado Z = a + bi, sendo i a unidade imaginária.Dado Z = a + bi, sendo i a unidade imaginária.
Chamamos o conjugado de Z, denotado por Z,Chamamos o conjugado de Z, denotado por Z,
ao complexo obtido pela troca de sinal da parteao complexo obtido pela troca de sinal da parte
imaginária de Z.imaginária de Z.
Z = a - biZ = a - bi
Exemplos:Exemplos:
a) Z = 3 + 2ia) Z = 3 + 2i ZZ = 3 – 2i3 – 2i
b) W = -5ib) W = -5i WW = 5i5i
c) K = 2c) K = 2 KK = 22
CONJUGADO DE UM COMPLEXO
**OBS.OBS.: Z = Z: Z = Z
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
3. DIVISÃO3. DIVISÃO
Para efetuarmos a divisão entre dois complexosPara efetuarmos a divisão entre dois complexos
Z e W, procederemos da seguinte maneira:Z e W, procederemos da seguinte maneira:
Z Z . WZ Z . W
W W WW W W
ConclusãoConclusão: Devemos multiplicar numerador e: Devemos multiplicar numerador e
denominador pelo conjugado do denominador.denominador pelo conjugado do denominador.
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
Exemplo:Exemplo: Dividir Z = 5 + 3i por W = 4 – 2i.Dividir Z = 5 + 3i por W = 4 – 2i.
ZZ
WW
5 + 3i5 + 3i
4 – 2i4 – 2i
. 4 + 2i4 + 2i
4 + 2i4 + 2i
20 + 10i + 12i + 6i20 + 10i + 12i + 6i22
4422
– (2i)– (2i)22
14 + 22i14 + 22i
16 - 4i16 - 4i22
14 + 22i14 + 22i
16 + 416 + 4
14 + 22i14 + 22i
20 2020 20
7 + 11i7 + 11i
10 1010 10
**OBSOBS.: Sempre que houver a unidade imaginária.: Sempre que houver a unidade imaginária
no denominador, realizaremos o processono denominador, realizaremos o processo
acima.acima.
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
ii00
=1=1
ii11
= i= i
ii22
= -1= -1
ii33
= i= i22
.i = (-1).i = -i.i = (-1).i = -i
ii44
= i= i22
.i.i22
= (-1).(-1) = 1= (-1).(-1) = 1
ii55
= i= i44
.i = 1.i = i.i = 1.i = i
ii66
= i= i44
.i.i22
= 1.(-1) = -1= 1.(-1) = -1
ii77
= i= i44
.i.i33
= 1.(-i) = -i= 1.(-i) = -i
……………………………….
ii1818
= i= i44
.. ii44
.. ii44
.. ii44
.. ii22
= -1= -1
POTÊNCIAS DO i
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
PROPRIEDADEPROPRIEDADE
Quando o expoente de i for maior do que 3,Quando o expoente de i for maior do que 3,
iremos dividí-lo por 4, sendo o resto destairemos dividí-lo por 4, sendo o resto desta
divisão o novo expoente de i.divisão o novo expoente de i.
663838 99
22
restoresto
Logo, iLogo, i278278
= i= i22
= -1.= -1.
Ex: iEx: i278278
= ?= ?
278 4278 4
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
**OBSOBS.: A soma de quaisquer 4 potências.: A soma de quaisquer 4 potências
consecutivas de i é sempre igual a zero.consecutivas de i é sempre igual a zero.
Ex: iEx: i55
++ii66
++ii77
++ii88
==00
ii3535
++ii3636
++ii3737
++ii3838
==00
GeneralizandoGeneralizando: i: inn
++iin+1n+1
++iin+2n+2
++iin+3n+3
= 0= 0
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
(1+ i)(1+ i)22
== 1 + 2i + i1 + 2i + i22
== 1 + 2i + (-1)1 + 2i + (-1) == 2i2i
== 1 - 2i + i1 - 2i + i22
== 1 - 2i + (-1)1 - 2i + (-1) == -2i-2i(1– i)(1– i)22
(1+ i)(1+ i)1010
== [[(1+ i)(1+ i)22
]]55
== (2i)(2i)55
== 32i32i55
== 32i32i11
== 32i32i
(1- i)(1- i)77
== [[(1- i)(1- i)22
]]33
..(1- i)(1- i) == ((-2i)-2i)33
.(1- i).(1- i) ==-8i-8i33
.(1- i).(1- i) ==
== -8.(-i).(1- i)-8.(-i).(1- i)== ==8i - 8i8i - 8i22 8i + 88i + 8
ALGUMAS POTÊNCIAS DE COMPLEXOS
Como o resultado é imaginário puro, podemosComo o resultado é imaginário puro, podemos
calcular outras potências:calcular outras potências:
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
Todo número complexo na forma Z = a + biTodo número complexo na forma Z = a + bi
pode ser representado no plano de Argand-Gausspode ser representado no plano de Argand-Gauss
por um ponto de coordenadas Z(a;b). Esse ponto épor um ponto de coordenadas Z(a;b). Esse ponto é
chamado dechamado de afixoafixo do complexo Z.do complexo Z.
ReRe
ImIm
Z = a + biZ = a + bi
Z (a;b)Z (a;b)
aa
bb
Z(a;b)Z(a;b)
afixoafixo
PLANO DE ARGAND-GAUSS
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
MÓDULO DE UM NÚMERO COMPLEXOMÓDULO DE UM NÚMERO COMPLEXO
Chamamos deChamamos de módulomódulo de um númerode um número
complexo a distância do afixocomplexo a distância do afixo do complexo àdo complexo à
origem do plano de Argand-Gauss.origem do plano de Argand-Gauss.
aa
bb
|z|
.
222
|| baz +=
(rô)ρouz
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
ARGUMENTO DE UM NÚMEROARGUMENTO DE UM NÚMERO
COMPLEXOCOMPLEXO
ChamamosChamamos argumentoargumento de um número complexo àde um número complexo à
medida do arco com centro na origem do plano de Argand-medida do arco com centro na origem do plano de Argand-
Gauss, tomado a partir do semi-eixo real positivo até o seuGauss, tomado a partir do semi-eixo real positivo até o seu
módulo, no sentido anti-horário.módulo, no sentido anti-horário.
aa
bb
ρ
0 . a
b
tg =θ
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
FORMA TRIGONOMÉTRICA DE UMFORMA TRIGONOMÉTRICA DE UM
NÚMERO COMPLEXONÚMERO COMPLEXO
Podemos representar um complexo em função do seuPodemos representar um complexo em função do seu
módulo e do seu argumento, chamada demódulo e do seu argumento, chamada de formaforma
trigonométricatrigonométrica de um número complexo.de um número complexo.
).(cos θθρ seniZ +=
Ex: Sendo o complexo Z = 2 – 2i, determine aEx: Sendo o complexo Z = 2 – 2i, determine a
sua forma trigonométrica .sua forma trigonométrica .
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
Na figura, estão representados, no plano complexo, os
pontos M, N e P, afixos dos números complexos m, n e p.
Sabendo-se que |m| = |n| = |p| = 1 e que θ = 45o
, pode-se
afirmar que
m – n + 2p é igual a:
θ θ
2i205)
i204)
i2103)
i202)
201)
−
−
−
−
−
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
OPERAÇÕES NA FORMAOPERAÇÕES NA FORMA
TRIGONOMÉTRICATRIGONOMÉTRICA
1. MULTIPLICAÇÃO1. MULTIPLICAÇÃO
).i.senθ(cosθρZe)i.senθ(cosθρZSejam 22221111 +=+=
)](.)[cos(.. 21212121 θθθθρρ +++= seniZZ
2. DIVISÃO2. DIVISÃO
)](.)[cos( 2121
2
1
2
1
θθθθ
ρ
ρ
−+−= seni
Z
Z
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
3. POTENCIAÇÃO (1ª fórmula de Moivre)3. POTENCIAÇÃO (1ª fórmula de Moivre)
:temosnulo,não
naturalnúmeroumne)i.senρ(cosθZSendo θ+=
)].(.).[cos( θθρ nseninZ nn
+=
.calcular Zi,
2
3
2
1
ZcomplexooSendo:Ex 6
+=
Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho
4. RADICIAÇÃO (2ª fórmula de Moivre)4. RADICIAÇÃO (2ª fórmula de Moivre)
:temosnulo,não
naturalnúmeroumne)i.senρ(cosθZSendo θ+=
Z)k(
2
.
2
cos
∈











 +
+




 +
=
n
k
seni
n
k
Z nn πθπθ
ρ
Ex: Calcular as raízes cúbicas de 8 .Ex: Calcular as raízes cúbicas de 8 .

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistemas de equações do 1⁰ grau revisão
Sistemas de equações do 1⁰ grau revisãoSistemas de equações do 1⁰ grau revisão
Sistemas de equações do 1⁰ grau revisão
Angela Costa
 
MéDia AritméTica
MéDia AritméTicaMéDia AritméTica
MéDia AritméTica
estrelaeia
 
Equacoes do 1 grau
Equacoes do 1 grauEquacoes do 1 grau
Equacoes do 1 grau
estrelaeia
 
Função do 2º grau
Função do 2º grauFunção do 2º grau
Função do 2º grau
leilamaluf
 

Mais procurados (20)

Radiciaçâo
RadiciaçâoRadiciaçâo
Radiciaçâo
 
Polígonos regulares
Polígonos regularesPolígonos regulares
Polígonos regulares
 
Relações Métricas No Triângulo Retângulo
Relações Métricas No Triângulo RetânguloRelações Métricas No Triângulo Retângulo
Relações Métricas No Triângulo Retângulo
 
Geometria Espacial
Geometria EspacialGeometria Espacial
Geometria Espacial
 
Geometria plana
Geometria planaGeometria plana
Geometria plana
 
Polinomios
PolinomiosPolinomios
Polinomios
 
Conjuntos
ConjuntosConjuntos
Conjuntos
 
Sistemas de equações do 1⁰ grau revisão
Sistemas de equações do 1⁰ grau revisãoSistemas de equações do 1⁰ grau revisão
Sistemas de equações do 1⁰ grau revisão
 
Arcos congruos
Arcos congruosArcos congruos
Arcos congruos
 
Áreas de Figuras Planas
Áreas de Figuras PlanasÁreas de Figuras Planas
Áreas de Figuras Planas
 
Plano cartesiano animado
Plano cartesiano animadoPlano cartesiano animado
Plano cartesiano animado
 
Função quadrática
Função quadráticaFunção quadrática
Função quadrática
 
Produtos Notavéis 8º ano
Produtos Notavéis 8º ano Produtos Notavéis 8º ano
Produtos Notavéis 8º ano
 
Cálculo de áreas
Cálculo de áreasCálculo de áreas
Cálculo de áreas
 
Volume e capacidade
Volume e capacidadeVolume e capacidade
Volume e capacidade
 
MéDia AritméTica
MéDia AritméTicaMéDia AritméTica
MéDia AritméTica
 
Equacoes do 1 grau
Equacoes do 1 grauEquacoes do 1 grau
Equacoes do 1 grau
 
Relações Métricas no Triângulo Retângulo
Relações Métricas no Triângulo Retângulo Relações Métricas no Triângulo Retângulo
Relações Métricas no Triângulo Retângulo
 
Função do 2º grau
Função do 2º grauFunção do 2º grau
Função do 2º grau
 
Aula Sobre BinôMio De Newton
Aula Sobre BinôMio De NewtonAula Sobre BinôMio De Newton
Aula Sobre BinôMio De Newton
 

Semelhante a Números complexos

Numeros complexos
Numeros complexosNumeros complexos
Numeros complexos
con_seguir
 
Números complexos
Números complexosNúmeros complexos
Números complexos
Daniel Muniz
 

Semelhante a Números complexos (20)

www.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática - Números Complexos
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática -  Números Complexoswww.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática -  Números Complexos
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática - Números Complexos
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática - Números Complexos
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática -  Números Complexoswww.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática -  Números Complexos
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Matemática - Números Complexos
 
Numeros complexos
Numeros complexosNumeros complexos
Numeros complexos
 
www.AulasDeMatematicaApoio.com - Matemática - Números Complexos
www.AulasDeMatematicaApoio.com  - Matemática - Números Complexoswww.AulasDeMatematicaApoio.com  - Matemática - Números Complexos
www.AulasDeMatematicaApoio.com - Matemática - Números Complexos
 
www.AulasDeMatematicaApoio.com.br - Matemática - Números Complexos
 www.AulasDeMatematicaApoio.com.br  - Matemática - Números Complexos www.AulasDeMatematicaApoio.com.br  - Matemática - Números Complexos
www.AulasDeMatematicaApoio.com.br - Matemática - Números Complexos
 
www.videoaulagratisapoio.com.br - Matemática - Números Complexos
www.videoaulagratisapoio.com.br - Matemática -  Números Complexoswww.videoaulagratisapoio.com.br - Matemática -  Números Complexos
www.videoaulagratisapoio.com.br - Matemática - Números Complexos
 
www.aulasapoio.com - - Matemática - Números Complexos
www.aulasapoio.com  -  - Matemática -  Números Complexoswww.aulasapoio.com  -  - Matemática -  Números Complexos
www.aulasapoio.com - - Matemática - Números Complexos
 
www.AulasDeMatematicanoRJ.Com.Br - Matemática - Números Complexos
 www.AulasDeMatematicanoRJ.Com.Br  -  Matemática -  Números Complexos www.AulasDeMatematicanoRJ.Com.Br  -  Matemática -  Números Complexos
www.AulasDeMatematicanoRJ.Com.Br - Matemática - Números Complexos
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Números Complexos
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática -  Números Complexoswww.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática -  Números Complexos
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Matemática - Números Complexos
 
www.TutoresDePlantao.Com.Br - Matemática - Números Complexos
www.TutoresDePlantao.Com.Br - Matemática -  Números Complexoswww.TutoresDePlantao.Com.Br - Matemática -  Números Complexos
www.TutoresDePlantao.Com.Br - Matemática - Números Complexos
 
Números Complexos_IME ITA
Números Complexos_IME ITANúmeros Complexos_IME ITA
Números Complexos_IME ITA
 
Números complexos
Números complexos Números complexos
Números complexos
 
NUMEROS COMPLEXOS
NUMEROS COMPLEXOSNUMEROS COMPLEXOS
NUMEROS COMPLEXOS
 
Complexos forma
Complexos forma  Complexos forma
Complexos forma
 
Números complexos
Números complexosNúmeros complexos
Números complexos
 
Aula.número.complexo
Aula.número.complexoAula.número.complexo
Aula.número.complexo
 
NúMeros Complexos Bom
NúMeros Complexos BomNúMeros Complexos Bom
NúMeros Complexos Bom
 
Números Complexos
Números ComplexosNúmeros Complexos
Números Complexos
 
Números Complexos
Números ComplexosNúmeros Complexos
Números Complexos
 
Números Complexos
Números ComplexosNúmeros Complexos
Números Complexos
 

Mais de Rodrigo Carvalho (20)

Unidades de medidas de arcos e ângulos
Unidades de medidas de arcos e ângulosUnidades de medidas de arcos e ângulos
Unidades de medidas de arcos e ângulos
 
Triângulos
TriângulosTriângulos
Triângulos
 
Teorema dos senos e cossenos
Teorema dos senos e cossenosTeorema dos senos e cossenos
Teorema dos senos e cossenos
 
Teorema de tales
Teorema de talesTeorema de tales
Teorema de tales
 
Sistemas lineares
Sistemas linearesSistemas lineares
Sistemas lineares
 
Semelhança de triângulos
Semelhança de triângulosSemelhança de triângulos
Semelhança de triângulos
 
Relações métricas na circunferência
Relações métricas na circunferênciaRelações métricas na circunferência
Relações métricas na circunferência
 
Relações métricas do triângulo retângulo
Relações métricas do triângulo retânguloRelações métricas do triângulo retângulo
Relações métricas do triângulo retângulo
 
Quadriláteros
Quadriláteros Quadriláteros
Quadriláteros
 
Prismas
PrismasPrismas
Prismas
 
Polinômios..
Polinômios..Polinômios..
Polinômios..
 
Polígonos..
Polígonos..Polígonos..
Polígonos..
 
Poliedros
PoliedrosPoliedros
Poliedros
 
Pirâmides
PirâmidesPirâmides
Pirâmides
 
P.a. e p.g.
P.a. e p.g.P.a. e p.g.
P.a. e p.g.
 
Matrizes 2014
Matrizes 2014Matrizes 2014
Matrizes 2014
 
Matemática básica
Matemática básicaMatemática básica
Matemática básica
 
Lógica
LógicaLógica
Lógica
 
Juros simples e compostos
Juros simples e compostosJuros simples e compostos
Juros simples e compostos
 
Funcoes trigonometricas.ppt
Funcoes trigonometricas.pptFuncoes trigonometricas.ppt
Funcoes trigonometricas.ppt
 

Números complexos

  • 1. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho NÚMEROSNÚMEROS COMPLEXOSCOMPLEXOS
  • 2. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho A forma algébrica de um número complexo Z éA forma algébrica de um número complexo Z é uma expressão da forma Z = a + bi, ondeuma expressão da forma Z = a + bi, onde aa ee bb sãosão números reais enúmeros reais e ii é a unidade imaginária.é a unidade imaginária. No número complexo Z = a + bi,No número complexo Z = a + bi, aa éé chamada de parte real echamada de parte real e bb de parte imaginária.de parte imaginária. aa Re(Z)Re(Z) bb Im(Z)Im(Z) DEFINIÇÃO 1i −=
  • 3. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho ExemplosExemplos:: a) Z = - 3 + 5ia) Z = - 3 + 5i Re(Z) = -3Re(Z) = -3 Im(Z) = 5Im(Z) = 5 b) Z = -i + 4b) Z = -i + 4 Re(Z) = 4Re(Z) = 4 Im(Z) = -1Im(Z) = -1 c) Z = 5c) Z = 5 Re(Z) = 5Re(Z) = 5 Im(Z) = 0Im(Z) = 0 d) Z = -6id) Z = -6i Re(Z) = 0Re(Z) = 0 Im(Z) = -6Im(Z) = -6
  • 4. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho OBSERVAÇÃOOBSERVAÇÃO:: 1) Quando Im(Z) = 0, o número complexo será1) Quando Im(Z) = 0, o número complexo será chamado dechamado de REALREAL.. 2) Quando Re(Z) = 0 e Im(Z) = 0, o número2) Quando Re(Z) = 0 e Im(Z) = 0, o número complexo será chamado decomplexo será chamado de IMAGINÁRIO PUROIMAGINÁRIO PURO.. Exemplo:Exemplo: Determine as condições para que oDetermine as condições para que o complexo Z = (2m + 1) + (-n + 3)i seja:complexo Z = (2m + 1) + (-n + 3)i seja: a) Real;a) Real; b)Imaginário Puro.b)Imaginário Puro. Ex: Z = 3Ex: Z = 3 Ex: Z = -7iEx: Z = -7i
  • 5. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho Dizemos que os complexos Z = a + bi e W = c + diDizemos que os complexos Z = a + bi e W = c + di são iguais se, e somente se, a = c e b = d, ou seja:são iguais se, e somente se, a = c e b = d, ou seja: Re(Z) =Re(W)Re(Z) =Re(W) Im(Z) = Im(W)Im(Z) = Im(W) Z = WZ = W **OBS.OBS.: Não podemos dizer que um número: Não podemos dizer que um número complexo é maior ou menor que outro númerocomplexo é maior ou menor que outro número complexo, ou seja, no conjunto C não existecomplexo, ou seja, no conjunto C não existe relação de ordem.relação de ordem. IGUALDADE ENTRE COMPLEXOS
  • 6. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho 1. SOMA E SUBTRAÇÃO1. SOMA E SUBTRAÇÃO OPERAÇÕES ENTRE COMPLEXOS Para somar ou subtrair dois complexos,Para somar ou subtrair dois complexos, efetuaremos as partes reais entre si e as partesefetuaremos as partes reais entre si e as partes imaginárias entre si.imaginárias entre si. Exemplo:Exemplo: Sendo Z = 5 + 3i e W = 4 - i, temos:Sendo Z = 5 + 3i e W = 4 - i, temos: Z+WZ+W = 5 + 3i + 4 - i5 + 3i + 4 - i = 9 + 2i9 + 2i Z-WZ-W = 5 + 3i - (4 - i)5 + 3i - (4 - i) = 5 + 3i - 4 + i5 + 3i - 4 + i 1 + 4i1 + 4i=
  • 7. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho 2. MULTIPLICAÇÃO2. MULTIPLICAÇÃO O produto entre dois complexos é obtidoO produto entre dois complexos é obtido aplicando-se a distributiva entre seus termos.aplicando-se a distributiva entre seus termos. **LEMBRE-SELEMBRE-SE:: ii22 == -1-1 Exemplo:Exemplo: Sendo Z = 3 + 2i e W = 1 + 4i, temos:Sendo Z = 3 + 2i e W = 1 + 4i, temos: Z .WZ .W == (3 + 2i).(1 + 4i)(3 + 2i).(1 + 4i) == ==3 + 12i + 2i + 83 + 12i + 2i + 8ii22 == 3 + 12i + 2i + 8(-1)3 + 12i + 2i + 8(-1) = -5 + 14i-5 + 14i
  • 8. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho Dado Z = a + bi, sendo i a unidade imaginária.Dado Z = a + bi, sendo i a unidade imaginária. Chamamos o conjugado de Z, denotado por Z,Chamamos o conjugado de Z, denotado por Z, ao complexo obtido pela troca de sinal da parteao complexo obtido pela troca de sinal da parte imaginária de Z.imaginária de Z. Z = a - biZ = a - bi Exemplos:Exemplos: a) Z = 3 + 2ia) Z = 3 + 2i ZZ = 3 – 2i3 – 2i b) W = -5ib) W = -5i WW = 5i5i c) K = 2c) K = 2 KK = 22 CONJUGADO DE UM COMPLEXO **OBS.OBS.: Z = Z: Z = Z
  • 9. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho 3. DIVISÃO3. DIVISÃO Para efetuarmos a divisão entre dois complexosPara efetuarmos a divisão entre dois complexos Z e W, procederemos da seguinte maneira:Z e W, procederemos da seguinte maneira: Z Z . WZ Z . W W W WW W W ConclusãoConclusão: Devemos multiplicar numerador e: Devemos multiplicar numerador e denominador pelo conjugado do denominador.denominador pelo conjugado do denominador.
  • 10. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho Exemplo:Exemplo: Dividir Z = 5 + 3i por W = 4 – 2i.Dividir Z = 5 + 3i por W = 4 – 2i. ZZ WW 5 + 3i5 + 3i 4 – 2i4 – 2i . 4 + 2i4 + 2i 4 + 2i4 + 2i 20 + 10i + 12i + 6i20 + 10i + 12i + 6i22 4422 – (2i)– (2i)22 14 + 22i14 + 22i 16 - 4i16 - 4i22 14 + 22i14 + 22i 16 + 416 + 4 14 + 22i14 + 22i 20 2020 20 7 + 11i7 + 11i 10 1010 10 **OBSOBS.: Sempre que houver a unidade imaginária.: Sempre que houver a unidade imaginária no denominador, realizaremos o processono denominador, realizaremos o processo acima.acima.
  • 11. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho ii00 =1=1 ii11 = i= i ii22 = -1= -1 ii33 = i= i22 .i = (-1).i = -i.i = (-1).i = -i ii44 = i= i22 .i.i22 = (-1).(-1) = 1= (-1).(-1) = 1 ii55 = i= i44 .i = 1.i = i.i = 1.i = i ii66 = i= i44 .i.i22 = 1.(-1) = -1= 1.(-1) = -1 ii77 = i= i44 .i.i33 = 1.(-i) = -i= 1.(-i) = -i ………………………………. ii1818 = i= i44 .. ii44 .. ii44 .. ii44 .. ii22 = -1= -1 POTÊNCIAS DO i
  • 12. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho PROPRIEDADEPROPRIEDADE Quando o expoente de i for maior do que 3,Quando o expoente de i for maior do que 3, iremos dividí-lo por 4, sendo o resto destairemos dividí-lo por 4, sendo o resto desta divisão o novo expoente de i.divisão o novo expoente de i. 663838 99 22 restoresto Logo, iLogo, i278278 = i= i22 = -1.= -1. Ex: iEx: i278278 = ?= ? 278 4278 4
  • 13. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho **OBSOBS.: A soma de quaisquer 4 potências.: A soma de quaisquer 4 potências consecutivas de i é sempre igual a zero.consecutivas de i é sempre igual a zero. Ex: iEx: i55 ++ii66 ++ii77 ++ii88 ==00 ii3535 ++ii3636 ++ii3737 ++ii3838 ==00 GeneralizandoGeneralizando: i: inn ++iin+1n+1 ++iin+2n+2 ++iin+3n+3 = 0= 0
  • 14. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho (1+ i)(1+ i)22 == 1 + 2i + i1 + 2i + i22 == 1 + 2i + (-1)1 + 2i + (-1) == 2i2i == 1 - 2i + i1 - 2i + i22 == 1 - 2i + (-1)1 - 2i + (-1) == -2i-2i(1– i)(1– i)22 (1+ i)(1+ i)1010 == [[(1+ i)(1+ i)22 ]]55 == (2i)(2i)55 == 32i32i55 == 32i32i11 == 32i32i (1- i)(1- i)77 == [[(1- i)(1- i)22 ]]33 ..(1- i)(1- i) == ((-2i)-2i)33 .(1- i).(1- i) ==-8i-8i33 .(1- i).(1- i) == == -8.(-i).(1- i)-8.(-i).(1- i)== ==8i - 8i8i - 8i22 8i + 88i + 8 ALGUMAS POTÊNCIAS DE COMPLEXOS Como o resultado é imaginário puro, podemosComo o resultado é imaginário puro, podemos calcular outras potências:calcular outras potências:
  • 15. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho Todo número complexo na forma Z = a + biTodo número complexo na forma Z = a + bi pode ser representado no plano de Argand-Gausspode ser representado no plano de Argand-Gauss por um ponto de coordenadas Z(a;b). Esse ponto épor um ponto de coordenadas Z(a;b). Esse ponto é chamado dechamado de afixoafixo do complexo Z.do complexo Z. ReRe ImIm Z = a + biZ = a + bi Z (a;b)Z (a;b) aa bb Z(a;b)Z(a;b) afixoafixo PLANO DE ARGAND-GAUSS
  • 16. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho MÓDULO DE UM NÚMERO COMPLEXOMÓDULO DE UM NÚMERO COMPLEXO Chamamos deChamamos de módulomódulo de um númerode um número complexo a distância do afixocomplexo a distância do afixo do complexo àdo complexo à origem do plano de Argand-Gauss.origem do plano de Argand-Gauss. aa bb |z| . 222 || baz += (rô)ρouz
  • 17. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho ARGUMENTO DE UM NÚMEROARGUMENTO DE UM NÚMERO COMPLEXOCOMPLEXO ChamamosChamamos argumentoargumento de um número complexo àde um número complexo à medida do arco com centro na origem do plano de Argand-medida do arco com centro na origem do plano de Argand- Gauss, tomado a partir do semi-eixo real positivo até o seuGauss, tomado a partir do semi-eixo real positivo até o seu módulo, no sentido anti-horário.módulo, no sentido anti-horário. aa bb ρ 0 . a b tg =θ
  • 18. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho FORMA TRIGONOMÉTRICA DE UMFORMA TRIGONOMÉTRICA DE UM NÚMERO COMPLEXONÚMERO COMPLEXO Podemos representar um complexo em função do seuPodemos representar um complexo em função do seu módulo e do seu argumento, chamada demódulo e do seu argumento, chamada de formaforma trigonométricatrigonométrica de um número complexo.de um número complexo. ).(cos θθρ seniZ += Ex: Sendo o complexo Z = 2 – 2i, determine aEx: Sendo o complexo Z = 2 – 2i, determine a sua forma trigonométrica .sua forma trigonométrica .
  • 19. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho Na figura, estão representados, no plano complexo, os pontos M, N e P, afixos dos números complexos m, n e p. Sabendo-se que |m| = |n| = |p| = 1 e que θ = 45o , pode-se afirmar que m – n + 2p é igual a: θ θ 2i205) i204) i2103) i202) 201) − − − − −
  • 20. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho OPERAÇÕES NA FORMAOPERAÇÕES NA FORMA TRIGONOMÉTRICATRIGONOMÉTRICA 1. MULTIPLICAÇÃO1. MULTIPLICAÇÃO ).i.senθ(cosθρZe)i.senθ(cosθρZSejam 22221111 +=+= )](.)[cos(.. 21212121 θθθθρρ +++= seniZZ 2. DIVISÃO2. DIVISÃO )](.)[cos( 2121 2 1 2 1 θθθθ ρ ρ −+−= seni Z Z
  • 21. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho 3. POTENCIAÇÃO (1ª fórmula de Moivre)3. POTENCIAÇÃO (1ª fórmula de Moivre) :temosnulo,não naturalnúmeroumne)i.senρ(cosθZSendo θ+= )].(.).[cos( θθρ nseninZ nn += .calcular Zi, 2 3 2 1 ZcomplexooSendo:Ex 6 +=
  • 22. Prof.: Rodrigo CarvalhoProf.: Rodrigo Carvalho 4. RADICIAÇÃO (2ª fórmula de Moivre)4. RADICIAÇÃO (2ª fórmula de Moivre) :temosnulo,não naturalnúmeroumne)i.senρ(cosθZSendo θ+= Z)k( 2 . 2 cos ∈             + +      + = n k seni n k Z nn πθπθ ρ Ex: Calcular as raízes cúbicas de 8 .Ex: Calcular as raízes cúbicas de 8 .