O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Cosmetologia da pele II: Envelhecimento Cutâneo

11.603 visualizações

Publicada em

Aula sobre Envelhecimento Cutâneo

Publicada em: Saúde

Cosmetologia da pele II: Envelhecimento Cutâneo

  1. 1. Cosmetologia da Pele II Pontifícia Universidade Católica de Goiás Programa de Cursos de Extensão Bases da Cosmetologia e dos Processos Dermatológicos e Cosmiátricos Atuais Prof. Rodrigo Cesar A. Caixeta
  2. 2. Envelhecimento Cutâneo
  3. 3. Envelhecimento Cutâneo
  4. 4. Gravidade do Envelhecimento Classificação segundo Lapiere e Pierard – segundo alterações que acometem a pele Grau 1 – pele sem alteração dermoepidérmica. Requer manutenção e prevenção. Grau 2 – pele com rugas finas com alteração dermoepidérmica. Requer correção e prevenção. Grau 3 – pele com rugas gravitacionais com alteração dermoepidérmica e do subcutâneo. Requer correção e estímulo as funções cutâneas. Graus Estratégias de Tratamento 1 Renovador celular, ARL, Hidratante, Fator de Crescimento 2 Renovador celular, ARL, Hidratante, Fator de Crescimento, Dermodescontrátil, Preenchedor e Firmante 3 Renovador celular, ARL, Hidratante, Fator de Crescimento, Preenchedor, Firmante, Cálcio e Proteína da Longevidade
  5. 5. Depressões da Pele
  6. 6. RUGAS • Rugas Dinâmicas: depressões dérmicas que se alteram conforme a expressão de emoções. • Rugas Estáteis: depressões dérmicas que não se alteram conforme a expressão de emoções.
  7. 7. ESTÉTICA DO RISO • O RISO NASOGENIANO Sulcos musculares dos suspensores dos lábios
  8. 8. ESTÉTICA DO RISO • O RISO COM “COVINHAS” Depressões do Risório e Masseter
  9. 9. O Papel das Sirtuínas no Envelhecimento Cutâneo São moléculas que promovem o reparo do DNA e a inibição da transcrição de genes envolvidos com apoptose celular natural, prolongando a vida celular saudável PELE Diminuição da Produção de RL e de produtos de glicação do colágeno.
  10. 10. Fotodano Cutâneo
  11. 11. O SOL E COMO AGEM AS RADIAÇÕES SOLARES:  A soma total de energia transferida pelo sol representa cerca de: • 7% radiação UV (290 a 400nm) • 54% radiação IV (760 a 4000nm) 5% 95% 30% INFORMAÇÕES: • Raios UV: ultra violeta • Raios IV: infra vermelho
  12. 12. O SOL x RADIAÇÕES SOLARES…  Então o mesmo sol, que traz benefícios ao organismo, também pode desencadear danos imediatos ou cumulativos a pele...Entenda quais são... DANOS IMEDIATOS Aparecem logo após a exposição ao sol: • Vermelhidão • Queimaduras • Ressecamento • Diminuição na resistência da pele Os raios que causam estes danos são responsáveis por 65% dos cânceres de pele Raios UVB
  13. 13. DANOS CUMULATIVOS Envelhecimento precoce da pele: • Formação de rugas/ Radicais Livres • Aparecimento de manchas • Alterações de textura • Progressiva perda de elasticidade • Redução da defesa natural da pele • Alterações e danos ao DNA celular (favorecendo o aparecimento de câncer de pele) Raios UVA – responsáveis pelo bronzeamento de longa duração Raios IV Raios UVA Foto de uma taxista que não usa fotoprotetor diário - Lado esquerdo não exposto ao sol e lado direito exposto ao sol diariamente
  14. 14. Fatores Predisponentes ao Fotodano • Radiação Ultravioleta • Fatores Genéticos • Tipo de Pele • Período de Exposição • Tempo de Exposição
  15. 15. PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS 1) Hidratação 2) Nutrição Cutânea 3) Peeling 4) Fotoproteção 5) Antioxidantes 6) Revitalização 7) Procedimentos Capilares
  16. 16. Peeling É uma palavra de origem inglesa que significa descascar, descamar, despelar, esfoliar. Agentes Químicos Agentes Mecânicos Promover a Renovação da Pele Obter o afinamento da Pele
  17. 17. “A SENSIBILIDADE DA PELE É IMPREVISÍVEL”
  18. 18. Critérios para Utilização 1. Conhecimentos 2. Realização de teste de sensibilidade 3. Home Care 4. Estudo contínuo 5. Prática ACLIMATAÇÃO AO PEELING PT nº 7, de 28/09/2001 (Atualizado 2006) ANVISA/MS SEMANA 1: Aplicação diária, com ação de 1 hora. SEMANA 2: Aumentar o tempo de aplicação para 2 horas. SEMANA 3: Aumentar o tempo de aplicação para 4 horas. SEMANA 4: Dormir com o produto
  19. 19. Classificação 1) Quanto à profundidade a) Peeling muito superficial b) Peeling superficial c) Peeling médio d) Peeling profundo a b c d
  20. 20. Peeling Muito Superficial • É a esfoliação microabrasiva Redução de Manchas Remoção de Sujidades Remoção de corneócitos velhos Aumentar Permeação
  21. 21. Micrometria Homogênea pH ideal para ácidos Antisséptico Vasoprotetor Calmante Suavizante
  22. 22. Extrato de Guaraná A semente é constituída de cafeína, amido, tanino, saponinas, fosfato, teobromina, fósforo, potássio, fibra, goma, matérias resinosas, aromáticas ou pépticas, amido, ácido caprotânico. Tem ação: estimulante, adstringente, tônica. Atua na circulação, promovendo vasodilatação. Usado como coadjuvante no tratamento da celulite e como protetor solar. Concentração: 10% Farmacêuticos: Adicionar o extrato glicólico de guaraná no cosmético ao final da preparação e controlando a temperatura para 45°C.
  23. 23. Peeling Superficial • É uma decamação leve da epiderme Linhas finas Anormalidades de Pigmentação Cicatrizes de Acne Pele constantemente seca
  24. 24. Peeling Médio • É uma decamação mediana da pele Linhas finas Anormalidades de Pigmentação Cicatrizes de Acne Manchas na Pele
  25. 25. Ácido Tricloroacético É um análogo do ácido acético no qual os três átomos de hidrogênio do grupo metila foram substituídos por átomos de cloro. Tem fórmula química CCl3COOH. É largamente usado em bioquímica para a precipitação de macromoléculas tal como proteínas, DNA e RNA. Seu sal de sódio é usado como um herbicida. Soluções podem ser usadas para o tratamento de verrugas, incluindo verrugas genitais. Cuidado: - Estrias - Discromia - Cicatriz hipertrófica - Quelóide 10% – 70%
  26. 26. Solução de Jessner É um peeling químico superficial, composto por ácido salicílico, ácido lático e resorcina (14%), muito indicado para o tratamento da acne vulgar e rosácea. As características de cada composto e suas ações queratolíticas o tornam eficaz para o controle da oleosidade da pele e da produção de sebo. A solução de Jessner não deve ser aplicada diretamente sobre o tecido lesionado, devendo o atendimento ser iniciado após algumas sessões de limpezas de pele prévias. Cuidado: - Neutralização: NaHCO3 ou Mg(OH)2
  27. 27. RESORCINA A resorcina é um agente queratolítico que pode ser utilizado em formulações para hiperpigmentação pós-peeling, queimaduras, cicatrizes, eritemas persistentes, peelings. Apresenta também propriedades anti-sépticas, anti-seborreicas, antifúngicas, antipruriginosas e esfoliativas. Incompatibilidades: É incompatível com ácido e éter nitroso, clorofórmio, hipocloritos, acetanilida, albumina, álcalis, antipirina e sais férricos. Concentrações de uso: Peeling: 30 a 60% Antiacne: 5% Hiperceratoses: 5% Antisseborreicos: 2%
  28. 28. Peeling Profundo • É uma decamação severa da pele Linhas Profundas e Acentuadas Anomalias de Pigmentação Cicatrizes profundas de Acnes Extensos danos causados pelo sol Manchas na pele Lesões cutâneas pré-cancerígenas
  29. 29. Fenol Geralmente os fenóis são sólidos, cristalinos, tóxicos, cáusticos e pouco solúveis em água. Pode provocar desde uma eritema até necrose e gangrena dos tecidos, dependendo do tempo de contato e da concentração das soluções. O maior perigo do fenol é a habilidade de penetrar rapidamente na pele, causando severas lesões que podem ser fatais. De cheiro forte e cor amarelada, o fenol é utilizado em países da Europa como forma de acabar com as rugas de expressão. Já no Brasil ele não tem autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para ser usado com esta finalidade.
  30. 30. Frosting Cutâneo
  31. 31. 2) Quanto ao tipo a) Peeling Físico ou Mecânico
  32. 32. b) Peeling Biológico Bromelina Papaína Neutralizante
  33. 33. c) Peeling Vegetal (gommage) A Gomagem também tem contraindicações: • Dermatites e Dermatoses • Acne Grau 3 e 4 • Infecções Tópicas e sensibilidade aos produtos
  34. 34. d) Peeling Químico
  35. 35. 3) Quanto à origem a) Peeling de Sílica b) Peeling Natural c) Peeling Sintético d) Gomagens e) Argilas f) Microdermoabrasão
  36. 36. Microdermoabrasão
  37. 37. Fotoproteção • É o processo de prevenção do fotodano e de seus efeitos no organismo. COMO SE PROTEGER DA RADIAÇÃO SOLAR? Chapéus/Viseiras Óculos Sombrinhas Guarda-sol Produtos Fotoprotetores Diários
  38. 38. Fotoprotetor Ideal • Fotoestabilidade Comprovada • Não comedogênico • Hipoalergênicos • Resistência à água • Sem fragrância • Dermatologicamente testado
  39. 39. Na prática de esportes Nos dias nublados Em contato com a luz UV Praias e piscinas Na frente do computador Durante o dia ao expor-se ao sol, calor ou outra fonte de radiação Desde crianças pela ação cumulativa do sol A escolha do filtro solar deve estar de acordo com o fototipo e biotipo cutâneo. QUANDO DEVEMOS USAR FILTROS SOLARES??
  40. 40. Fototipo I BRANCA Queima com facilidade, nunca bronzeia Muito sensível Fototipo II BRANCA Queima com facilidade, bronzeia muito pouco. Sensível Fototipo III MORENA CLARA Queima e bronzeia moderadamente Normal Fototipo IV MORENA MODERADA Queima pouco, bronzeia com facilidade Normal Fototipo V MORENA ESCURA Queima raramente, bronzeia bastante Pouco sensível Fototipo VI NEGRA Nunca queima, totalmente pigmentada Insensível E PARA ESCOLHER SEU FPS ADEQUADAMENTE, ENCONTRE SEU FOTOTIPO CUTÂNEO 18
  41. 41. Linhas de Defesa ao Fotodano 1ª Linha de Defesa: Absorção, Reflexão e Dispersão das radiações 2ª Linha de Defesa: Proteção ao DNA, colágeno e ARL
  42. 42. Dióxido de Titânio Nanoparticulado • 0,2 m a 0,3 m
  43. 43. Ativos Protetores do DNA Complexo Anti-oxidante e Extrato de Jasminum officinale – rico em ácido gálico Sistema Enzimático Catalase Reforço das duas primeiras linhas de defesa celular Sistema Químico Glutation Peroxidase Protege a célula do stress oxidativo • Inibição de mediadores pró-inflamatórios • Proteção ao DNA • Proteção às proteínas FOTOPROTEÇÃO EFETIVA
  44. 44. Teste da Eletroforese em Gel de Agarose
  45. 45. Figura 2. Cuba de eletroforese conectado ao gerador de corrente elétrica
  46. 46. Figura 3- Resultado do EGPA, pós revelação
  47. 47. Figura 5- EGPA conservado em reação não realizada nesta aula
  48. 48. Teste do Cometa Alcalino Células Controle NegativoCélulas irradiadas sem proteção Células irradiadas + Filtro Solar FPS 40 para Peles Oleosas Células irradiadas + Filtro Solar FPS 40 com Tonalizante Células irradiadas + Filtro Solar FPS 60
  49. 49. Tipos de Fotoprotetores • Fotoprotetores Físicos • Fotoprotetores Químicos
  50. 50. TINOSORB M Absorvedor UVA que utiliza partículas microfinas que agem como micropigmento e absorvedor. Primeiro filtro solar altamente eficiente devido à sua tripla ação: absorvedor UV, dispersor e refletor da luz. Produto foto-estável, dispersível em água. Sinergia e estabilização dos absorvedores de filtros UVB. Eficiente energia de dissipação. Por se tratar de uma dispersão aquosa, deve ser adicionado na fase aquosa ou após a emulsificação. APLICAÇÕES: Filtros solares do tipo O/A. Pode ser utilizado em cremes e loções faciais com pH baixo (ideal para AHA). CONCENTRAÇÃO RECOMENDADA: 6% a 20%.
  51. 51. TINOSORB S Absorvedor UVA/UVB de amplo espectro. Produto altamente eficiente e foto estável, solúvel em óleo. Possui efeito sinérgico e estabiliza absorvedores de UVB. Eficiente energia de dissipação. Produto lipossolúvel em pó. APLICAÇÕES: Filtros solares. Ideal para cremes faciais de uso diário e protetores solares de alto FPS. CONCENTRAÇÃO RECOMENDADA: No máximo 10%.
  52. 52. Fotoproteção Cutânea FPS PPD
  53. 53. FPS – Fator de Proteção Solar
  54. 54. PPD – Persistent Pigment Darkening • Segundo COLIPA (European Cosmetics Association), o PPD deve ser no mínimo 1/3 do valor rotulado do FPS Valor de proteção UVA (PPD) PA (Escala de Proteção UVA) 2 < PPD < 4 PA + 4 < PPD < 8 PA++ PPD > 8 PA+++ Protocolo JCIA - 2011
  55. 55. ANTI-GLICAÇÃO
  56. 56. CARCININA é um peptidomimético análogo da carnosina, que é capaz de exercer inúmeros benefícios à saúde. Patenteada pela Exymol, empresa de biotecnologia sediada em Mônaco, é constituída de carcinina, e apresenta propriedades antiglicante, antiglicoxidante e deglicante, demostradosin vitro e in vivo. Glycoxil atua na prevenção e no tratamento coadjuvante do envelhecimento sistêmico e de diversas desordens metabólicas.

×