Fontes de energia no Brasil

179 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
179
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fontes de energia no Brasil

  1. 1. Fontes de energia no Brasil  Recursos renováveis  Recursos não renováveis
  2. 2. Os grandes conjuntos de seres vivos habitantes de uma região, medidos indistintamente em termos de massa, recebem dos ecólogos a denominação genérica de biomassa – pág.18 A BIOMASSA É A SOLUÇÃO PARA NOSSOS PROBLEMAS?
  3. 3. PROGRAMA PRÓALCOOL
  4. 4. O Petróleo no Brasil  1939- Bahia  Contrariava interesse dos EUA  O Petróleo é Nosso- década de 50  Discurso nacionalista  Pág.21
  5. 5. Carta a Getúlio São Paulo, 20 de janeiro de 1935 Dr. Getúlio Vargas Por intermédio do meu amigo Rônald de Carvalho, procurei no dia 15 do corrente, fazer chegar ao seu conhecimento uma exposição confidencial sobre o caso do petróleo, estou na incerteza se esse escrito chegou a destino. Talvez se perdesse no desastre do dia 20. E como se trata de documento de muita importância pelas revelações que faz, seria de toda conveniência que eu fosse informado a respeito. Nele denuncio as manobras da Standard Oil para senhorear-se das nossas melhores terras potencialmente petrolíferas, confissão feita em carta pelo próprio diretor dos serviços geológicos da Standard Oil of Argentina, que é o tentáculo do polvo que manipula o brasil. E isso com a cooperação efetiva do sr. Victor Oppenheim e Mark Malamphy, elementos seus que essa companhia insinuou ou no Serviço Geológico e agora dirigem tudo lá, sob o olho palerma e inocentíssimo do dr. Fleuri da Rocha. É de tal valor a confissão, que se eu der a público com os respectivos comentários o público ficará seriamente abalado. Acabo agora de obter mai uma prova da duplicidade desse Oppenheim, cornaca do Fleuri. Em comunicação reservada que ele enviou para a Argentina ele diz justamente o contrário, quanto às possibilidades petrolíferas do Sul do Brasil, do que faz aqui o Fleuri pelos jornais, com o objetivo de embaraçar a marcha dos trabalhos da Companhia Petróleos. O assunto é extremamente sério e faz jus ao exame sereno do Presidente da República, pois que as nossas melhores jazidas de minérios já caíram em mãos estrangeiras e no passo em que as coisas vão o mesmo se dará com as terras potencialmente petrolíferas. E já hoje ninguém poderá negar isso visto que tenho uma carta em que o chefe dos serviços geológicos da Standard ingenuamente confessa tudo, e declara que a intenção dessa companhia é manter o Brasil em estado de "escravização petrolífera". Aproveito o ensejo para lembrar que ainda não recebi os papéis, ou estudos preliminares do serviço que V. Excia. Tinha em vista organizar, por ocasião do encontro que tivemos em fins do ano passado, no Palácio Guanabara. Respeitosamente, J. B. Monteiro Lobato
  6. 6. 3 de outubro de 1953 Procuraremos ser os bandeirantes desta nova cruzada através das ínvias terras brasileiras, e só pedimos a Deus que ao chegarmos ao fim da caminhada longa e esfalfante, encontremos lá, não as falsas esmeraldas da lenda, mas as verdadeiras riquezas petrolíferas de que o Brasil precisa, para construir a sua grandeza ao lado das maiores nações do mundo Cel. Juracy Magalhães - Presidente
  7. 7. Era uma vez o estado...  Crise do petróleo década de 70  Fim da Guerra Fria- inicio de 90  Ascensão Neoliberal  Concessões

×