Trilhando os caminhos da Competitividade através de Programas de Treinamento

1.195 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.195
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Trilhando os caminhos da Competitividade através de Programas de Treinamento

    1. 1. Trilhando os caminhos da Competitividade Através de Programas de Treinamento
    2. 2. Cenário Atual • popularização da tecnologia • pessoas e corporações mais dinâmicas • busca pelo diferencial competivivo • busca do aumento da produtividade e rentabilidade • investimento no capital humano e intelectual (já que tecnologia e informação atualmente é um “bem” coletivo, de domínio público)
    3. 3. Competitividade • capacidade de cumprir a missão com mais êxito que outros • capacidade de satisfazer a necessidade e expectativa com singularidade • obtenção de rentabilidade igual ou superior aos concorrentes de mercado
    4. 4. Vantagem competitiva • entregar mais valor aos seus clientes • oferecer diferencial que se destaca na ótica dos clientes • características: unicidade, capacidade de fornecimento, exclusividade e perenidade
    5. 5. Treinamento • obter competitividade através das pessoas • promoção de criatividade e colaboração • aquisição de conhecimentos e habilidades • desenvolvimento das pessoas de acordo com exigências e desafios do mercado • mais crença no capital humano, do que na tecnologia e equipamentos
    6. 6. Estudo de caso • Necessidade: agregar valor aos processos de detalhamento e documentação de projetos • Ferramentas: Programa 5S Digital e Programa de Otimização Sistêmica de Processos de Detalhamento (POSPD) • Problema: as tarefas são executadas desigualmente pelos profissionais, de forma empírica; acúmulo de informações desnecessárias no servidor de dados
    7. 7. O que é o 5S digital? • SEIRI (utilização): verificação da necessidade dos documentos, padronização da nomenclatura, descarte dos itens que não são realmente necessários Resulta em alívio de espaço e aumenta o poder de processamento nos servidores de dados
    8. 8. O que é o 5S digital? • SEITON (organização): sistematização da posição dos documentos em pastas e subpastas Resulta na facilidade de busca por documentos, e na velocidade de pesquisa, podendo ser encontrado por qualquer profisisonal
    9. 9. O que é o 5S digital? • SEISO (limpeza): manutenção do ambiente digital limpo e saudável, descarte de arquivos temporários Resulta no aumento da confiabilidade e rapidez do ambiente de rede
    10. 10. O que é o 5S digital? • SEIKETSU (padronização): automatização e manutenção do padrão de organização e higiene do sistema Resulta na preservação das 3 etapas anteriores, de forma automática e frequente.
    11. 11. O que é o 5S digital? • SEITSUKE (disciplina): cultivação dos hábitos e cumprimento dos procedimentos Resulta na continuidade cíclica do programa 5S
    12. 12. O 5S funciona se houver... • delegação de autoridade • valorização da comunicação e expressão • atribuição de responsabilidades • compartilhamento da missão, • disciplina e obediência visão e valores • respeito à individualidade • estabelecimento de normas e • perseverança na educação e regras simples e objetivas treinamento • educação corporativa • manutenção do clima de relacionamento • cobrança e verificação • elogiar em público, repreender • valorização do trabalho em equipe em particular
    13. 13. POSPD Programa de Otimização Sistêmica de Processos de Detalhamento • fornece condições favoráveis para rendimento máximo de processos • verifica se as tarefas agregam ou não valor aos documentos gerados • aplica normas e procedimentos para direcionar e orientar o profissional na otimização dos processos de detalhamento
    14. 14. POSPD (características) • Clareza: informações suficientes • Respeito às normas: conformidade com regras nacionais e internacionais • Recorrência: manter histórico de não conformidade para inibir que falhas aconteçam novamente • Duplicidade: evitar o congestionamento de informações pela eliminação das informações redundantes
    15. 15. POSPD (benefícios) • maior facilidade na busca por informações • maior facilidade de compreensão dos desenhos e documentos • maior rapidez na leitura e interpretação, e por conseguinte, na implantação e execução dos projetos • menor índice de falhas recorrentes
    16. 16. Considerações • Programa 5S Digital proporcionou organizou e tornou mais rápida a pesquisa de arquivos eletrônicos • POSPD forneceu documentos com maior clareza e objetividade nas informações, menos índice de recorrência de erros e menor redundância • A integração do Programa 5S Digital proporcionou mudanças imediatas no ambiente de rede, enquanto o POSPD apresentará mudanças de médio e longo prazo, pois depende de ajustes na cultura organizacional e das pessoas envolvidas • Houve aumento de produtividade, resultado da redução de custos e tempo proporcionado pelos Programas.
    17. 17. Dinâmica Caixa Surpresa!

    ×