UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA
AFRO-BRASILEIRA
INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA
CURSO DE ...
1
Origem, Evolução e Diversificação do Ser Humano
Ainda não se sabe ao certo como explicar a origem e a diversificação
mor...
2
ancestrais do gênero Homo, os Australopitechus teriam feito tal coisa? E como
as diversas e espalhadas espécies de Austr...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Origem e evolução do ser humano

0 visualizações

Publicada em

Pequeno trabalho sobre a Origem e Evolução do HOMEM.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
0
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Origem e evolução do ser humano

  1. 1. UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA CURSO DE CIENCIAS DA NATUREZA E MATEMÁTICA DISCIPLINA: DIVERSIDADE BIOLÓGICA DOCENTE: Dra. VANESSA NOGUEIRA DISCENTE: RODOLFO FERREIRA DE OLIVEIRA Origem, Evolução e Diversificação do Ser Humano Trabalho apresentado como pré- requisito para aprovação na disciplina “Diversidade Biológica” do Curso de Ciências da Natureza e Matemática da UNILAB. Orientadora: Dra. Vanessa Nogueira Acarape, 2015
  2. 2. 1 Origem, Evolução e Diversificação do Ser Humano Ainda não se sabe ao certo como explicar a origem e a diversificação morfológica do ser humano. O que se têm hoje em dia são hipóteses/teorias que possuem fundamento, mas que ainda não foram de fato comprovadas. Os cientistas em sua maioria, acreditam, que nós, o Homo sapiens sapiens somos resultado do processo evolutivo do Homo erectus e do Homo sapiens. Neste quesito há fortes argumentos tanto contra quanto a favor dessa teoria. Por exemplo: As características físicas a fundamentam muito, mas a alta disparidade genética entre nós e o Homo erectus a confronta fortemente. Assumindo como verdade que nós evoluímos dos Homo erectus, os cientistas possuem 2 hipóteses de como ocorrera essa evolução e que explicaria a diversificação morfológica da humanidade. Alguns acreditam em um modelo multirregional de evolução, onde o ser humano nas várias partes do globo surgiu de populações já diversificadas de Homo erectus. Outros acreditam em uma única origem, que ocorrera na África e após isso um intenso fluxo migratório para as regiões da Ásia para substituir o Homo erectus e na Europa pra substituir os neandertais. (POUGH et. al apud TRABALHOS FEITOS, 2003) Analisando uma a uma, pode-se ver que a segunda hipótese sugere que não poderia haver seres humanos na América, pois, quando o Homo sapiens surgiu os continentes estavam separados e não teria como haver migração da África, da Ásia ou da Europa para o continente americano - a não ser pelo estreito de Bering que ligava na época (fim da era glacial) o nordeste asiático ao Alasca - por exemplo, onde já foram encontradas ossadas humanas datadas de milhares de anos, como a famosa Luzia, tida como a primeira brasileira, datada de 11,5 mil anos. (AZEVEDO; SERIACOPI, 2007). Mas há um porém, Luzia possui mais semelhanças com os aborígenes australianos do que com os asiáticos. (AZEVEDO; SERIACOPI, 2007). Já a primeira hipótese citada explicaria o fato dos seres humanos habitarem todos os continentes há milênios e as diversidades físicas - que historicamente foram usadas e ainda são como pretexto de soberania e servidão - entre humanos de nações distantes. Só que assumir tal hipótese “tampa um buraco e abre outro”: Como os Homo erectus teriam habitado as várias porções do mundo? Ou melhor, como os
  3. 3. 2 ancestrais do gênero Homo, os Australopitechus teriam feito tal coisa? E como as diversas e espalhadas espécies de Australopitechus teriam evoluído para o Homo? E, além disso, como provar que realmente viemos do Homo erectus se nossas semelhanças com eles são inferiores as nossas semelhanças com uma ameba, geneticamente falando? Há diversas teorias sobre a nossa origem, a criacionista, a evolutiva, a de origem alienígena, dentre outras. É difícil saber se alguma delas realmente pode explicar a diversidade morfológica de nossa espécie, mas é sempre bom lembrar, que por dentro somos iguais, logo nunca uma diferença física, psicológica e social deve ser utilizada para justificar atos opressivos e de natureza similar. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS AZEVEDO, Gislane Campos; SERIACOPI, Reinaldo. História. Vol. Único. Editora Ática. São Paulo, 2007. Trabalhos Feitos (Online). Disponível em http://www.trabalhosfeitos.com/ensaios/Origem-Evolução-Diversificação-e- Biologia-Do/144194.html. Acesso em 07/03/2015 às 10h26min.

×