Introdução às Geotecnologias - GPS (Global Positioning System)

1.120 visualizações

Publicada em

Introdução às Geotecnologias - GPS (Global Positioning System)

  1. 1. Introdução às GeotecnologiasGPSSistema de Posicionamento Global(Global Positioning System)Prof. Rodolfo Maduro AlmeidaPrograma de Ciências da Terra - PCdTInstituto de Engenharia e Geociências – IEGUniversidade Federal do Oeste do Pará - UFOPA
  2. 2. GeotecnologiasConjunto de técnicas/tecnologias que tem como função coletar,processar, analisar e oferecer informações com referênciageográfica. Exemplos: Os sistemas de informações geográficas, acartografia digital, o sensoriamento remoto e o sistema deposicionamento global.
  3. 3. GeotecnologiasFonte: GAO, U.S. Geological Survey, Forest Service
  4. 4. CartografiaCartografia é a ciência que trata da concepção,produção, difusão, utilização e estudo dos mapas.
  5. 5. CartografiaCARTO + GRAFIACARTO: Exprime a ideia de carta, mapa geográficoGRAFIA: Exprime a ideia de descrição, tratado
  6. 6. CartografiaMAPAInformação cartográficapreparadaInformação obtidano maparealidadeestudo da realidade:aquisição e processamentoda informaçãogeração do mapa leitura do mapaparte mapeadada realidadeparte conhecidada realidadeinterpretação da informação:abstração do mundo real
  7. 7. CartografiaA Cartografia Topográfica ou de Base é usada na elaboração de mapas quedescrevem os acidentes naturais sobre a superfície terrestre.
  8. 8. CartografiaA Cartografia Temática é usada na elaboração de mapas temáticos e cartogramas.São convenções, símbolos e cores usadas para que haja uma melhor compreensão dotema exposto e seu espaço geográfico.
  9. 9. CartografiaFonte: Bing Maps
  10. 10. CartografiaFonte: Bing Maps
  11. 11. CartografiaFonte: Bing Maps
  12. 12. CartografiaO papel da escalaEscala geográficalocal regional globalpequena grande
  13. 13. CartografiaO papel da escalaEscala cartográficagrande pequena1:1.000.0001:25.0001:500
  14. 14. CartografiaElementos essenciais de um mapa
  15. 15. Cartografia
  16. 16. Modelo de representação da superfícieModelo numérico2. Projeção cartográfica3.1. Forma realA definição de posições sobre a superfícieterrestre requer que a Terra possa sertratada matematicamente.
  17. 17. Modelo numérico de representaçãoequadorElipsoide de revolução é a aproximação mais aceita pelo geodesista.
  18. 18. Modelo de representação da superfícieDatum horizontal ou planimétrico• Um certo elipsoide de referência é escolhido a partir de critérios geodésicos deadequação ou conformidade com uma dada região.• Definido por cinco parâmetros: raio equatorial, achatamento, e as trêscomponentes de um vetor de translação entre o centro da Terra e do elipsoide.
  19. 19. Modelo de representação da superfícieDatum localElipsoide é posicionado em relação a terra(preservação do paralelismo entre o eixo de rotação da Terra e do elipsoide)
  20. 20. Sistemas de coordenadasSistemas de coordenadas geodésicas (geográficas)As coordenadas são definidas sobre a superfície do elipsoide.Paralelo de origem ou referência: Equador 0°Meridiano de origem ou referência: Greenwich 0°
  21. 21. Sistemas de coordenadasSistemas de coordenadas geodésicas (geográficas)As coordenadas são definidas sobre a superfície do elipsoide.• Paralelos variam de 0 a 90 (norte ou positivo, sul ou negativo)• Meridianos variam de 0 a 180 (leste ou positivo, oeste ou negativo)
  22. 22. Sistemas de coordenadasSistemas de coordenadas planasRepresentação da superfície terrestre num plano, onde aposição geográfica define-se por dois números: projeção sobre oeixo x e projeção sobre o eixo y.
  23. 23. Projeções cartográficasModelo numérico Projeção cartográficaf
  24. 24. Projeção UTM• O mapeamento sistemático no Brasil é definido na projeção UTM• Projeção de Mercator com cilindro na posição transversa e aprojeção é do tipo conforme.
  25. 25. Projeção UTM• A Terra é dividida em 60 fusos, de 6° de longitude.
  26. 26. Projeção UTM• Cada fuso apresenta um único sistema plano de coordenadas,com valores que se repetem em todos os fusos. Cada fusopossui o seu meridiano central que define a longitude deorigem.
  27. 27. Projeção UTM• Devido à sua extensão longitudinal, o território brasileiropossui por oito fusos UTM: do fuso 18, situado no extremooeste, ao fuso 25, situado no extremo leste do território.
  28. 28. CartografiaCartografia digital: Preocupa-se em oferecer um modelo de representação dedados para os processos que ocorrem no espaço geográfico, visando odesenvolvimento de materiais, equipamentos e metodologias para a confecção demoldes cartográficos digitais.
  29. 29. Cartografia digitalEtapadeAquisiçãoDigitalização demapasLevantamentotopográfico ougeodésicoLevantamento porGPSLevantamento porsensoriamentoremotoColeta de dadosAnálise etratamento dosdadosCorreção dosdadosEdição dosdadosRepresentação evisualização dosdadosAmbientedoSIGMAPA
  30. 30. Cartografia digital
  31. 31. Sistema de Informações Geográficas (SIG)O SIG apresenta-se como uma ferramenta essencial na criação,manipulação, armazenamento, visualização e análise de informaçõesreferenciadas geograficamente,SIG: localização geográfica é utilizada como fator de análise integraçãopara a análise das informações
  32. 32. Sistema de Informações Geográficas (SIG)
  33. 33. Sistema de Informações GeográficasInterfaceEntrada e IntegraçãoDadosVisualizaçãoPlotagemGerência DadosEspaciaisConsulta e AnáliseEspacialBANCO DE DADOSGEOGRÁFICOSEstrutura de um Sistema de Informações Geográficas
  34. 34. Sistema de Posicionamento GlobalOrientaçãoNavegação Mapeamento e Reconhecimento
  35. 35. Sistema de Posicionamento GlobalVisão geral• O sistema NAVSTAR GPS foi desenvolvido pelo Departamento de Defesa NorteAmericano, inicialmente para navegação com propósitos militares 1973.• O sistema GPS consiste de 29 satélites distribuídos em 6 planos de órbita cada um com55º com o plano do Equador com altitude aproximada de 20000 km.
  36. 36. Sistema de Posicionamento GlobalEstação Master(Colorado Springs) Estações de MonitoramentoDiego GarciaHawaiiAscension Is.KwajaleinSegmento EspacialSegmento do UsuárioSegmento de Controlemodelo elipsoide
  37. 37. Sistema de Posicionamento Global• Erros de precisãoRuim Bom
  38. 38. Sistema de Posicionamento Global• Erros de precisão
  39. 39. Sistema de Posicionamento Global• Erros de precisão

×