SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
CONTRATO DE PENHOR MERCANTIL - BEM DE POSSE DO CREDOR                             ..




                 IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES



     CREDOR PIGNORATÍCIO: (Nome do Credor), (Nacionalidade), (Profissão),
(Estado Civil), Carteira de Identidade nº (xxx), C.P.F. nº (xxx), capaz, residente e
domiciliado na Rua (xxx), nº (xxx), bairro (xxx), cidade (xxx), Cep. (xxx), no Estado
(xxx);

     DEVEDOR PIGNORATÍCIO: (Nome do Devedor), (Nacionalidade), (Profissão),
(Estado Civil), Carteira de Identidade nº (xxx), C.P.F. nº (xxx), capaz, residente e
domiciliado na Rua (xxx), nº (xxx), bairro (xxx), cidade (xxx), Cep. (xxx), no Estado
(xxx).

     As partes acima identificadas têm, entre si, justo e acertado o presente
Contrato de Penhor Mercantil - Bem de Posse do Credor1, que se regerá
pelas cláusulas seguintes e pelas condições descritas no presente.



                            DO OBJETO DO CONTRATO



     Cláusula 1ª. O presente tem como OBJETO, a importância de R$ (xxx) (Valor
Expresso), que o CREDOR repassa em dinheiro ao DEVEDOR, no ato da assinatura
do presente instrumento.

     Cláusula 2ª. O DEVEDOR, para garantir o pagamento integral do numerário
recebido, bem como juros e outras despesas, entrega nesta data, diretamente ao
CREDOR, na forma de penhor mercantil, os seguintes bens: (xxx) (Descrevê-los).



                              DOS BENS E DO VALOR



     Cláusula 3ª. Os bens empenhados neste ato estão livres e desembaraçados de
quaisquer ônus ou dívidas, sendo os mesmos pertencentes única e exclusivamente ao
DEVEDOR.

      Cláusula 4ª. O valor global dos mesmos, avaliados por três empresas idôneas
e ratificado pelo CREDOR é de R$ (xxx) (Valor Expresso)2.



                 DA POSSE, DIREITOS E DEVERES DO CREDOR
Cláusula 5ª. Com a posse do bem concretizada neste ato, o CREDOR passa a
ficar responsável pelo mesmo, sendo assim o seu depositário, ficando sob a égide da
legislação concernente, salvo na ocorrência de fatos que o eximem de culpa.

      Cláusula 6ª. O CREDOR, além dos direitos relacionados na legislação
concernente à matéria, poderá reter os objetos empenhados até que a obrigação seja
adimplida ou lhe seja pagas as despesas com a conservação dos mesmos; exigir o
reforço de garantia caso os bens se deteriorem ou pereçam sem culpa sua; obter o
ressarcimento de quaisquer danos que porventura o bem possa causá-lo; ter a
preferência no recebimento do valor cedido, caso haja venda do imóvel, etc3.

      Cláusula 7ª. O CREDOR não poderá usar a coisa, pois se constitui apenas por
depositário da mesma; cuidar da coisa com se sua fosse, devendo comunicar o dono
da coisa qualquer eminência de dano ou riscos; realizar o ressarcimento do valor dos
bens, caso ocorra a perda dos mesmos por culpa sua; restituir os bens com seus
frutos e acessões ao fim do contrato após recebido o valor devido, caso haja a venda
do bem fica o CREDOR obrigado a devolver o dinheiro que sobrar caso haja a venda
do imóvel pelo mesmo4.



                      DIREITOS E DEVERES DO DEVEDOR



     Cláusula 8ª. O DEVEDOR fica obrigado a não perder a coisa dada em penhor;
impedir que o CREDOR utilize os bens penhorados; ter de volta o bem após pago o
preço oriundo do empréstimo; receber o que sobejar da venda do bem feita pelo
CREDOR, enfim, utilizar todos meio jurídicos para reaver os bens ou dirimir
quaisquer impeditivos concernentes a estes.

      Cláusula 9ª. O DEVEDOR deverá pagar as despesas feitas pelo CREDOR para
conservar, guardar e defender os bens; ressarcir o credor dos prejuízos oriundos de
vícios ou defeitos ocultos existentes nos bens empenhados; oferecer reforço caso
haja necessidade; comunicar de forma inequívoca e obter a devida vênia do CREDOR
a licença para vender os bens gravados; bem como seguir todas as determinações e
obrigações legais ligadas ao penhor.



                            ATOS DE COMUNICAÇÃO



      Cláusula 10ª. Todos os fatos que ocorram entre CREDOR e DEVEDOR serão
feitos por escrito. Tais comunicações deverão ser entregues pessoalmente e
posteriormente recebidas.
DO PAGAMENTO



      Cláusula 11ª. O pagamento do valor tomado será feito em (xxx) parcelas
fixas, devendo ser pagas até o 5º dia útil de cada mês, a iniciar-se no dia (xxx) do
mês (xxx) deste ano5. O não recebimento do valor gerará a faculdade de ser cobrado
por via judicial.

     Cláusula 12ª. Fica convencionado que não haverá juros sobre as parcelas a
serem pagas, bem como sobre o valor total do débito.



                               CONDIÇÕES GERAIS



     Cláusula 13ª. O presente contrato passa a vigorar entre as partes a partir da
assinatura do mesmo.

      Cláusula 14ª. O prazo do presente contrato de penhor vigora até o pagamento
total da dívida e imediata devolução dos bens, ressalvando-se as outras ocorrências
que poderão fazer com que o mesmo se extinga.

     Cláusula 15ª. A extinção do presente penhor se faz de acordo com o previsto
no artigo 802 e segs. do Código Civil Brasileiro.

      Cláusula 16ª. O CREDOR recebe os bens citados acima e ora empenhados da
forma a qual se encontram, se comprometendo a guardá-los e conservá-los de forma
diligente, no intuito maior de receber o valor repassado ao DEVEDOR, bem com de
devolver os bens empenhados, os quais aceitam prontamente.



                                     DO FORO



     Cláusula 17ª. Para dirimir quaisquer controvérsias oriundas do CONTRATO, as
partes elegem o foro da comarca de (xxx);


     Por estarem assim justos e contratados, firmam o presente instrumento, em
duas vias de igual teor, juntamente com 2 (duas) testemunhas.


     (Local, data e ano).


     (Nome e assinatura do Credor pignoratício)

     (Nome e assinatura do Devedor pingnoratício)
(Nome, RG e assinatura da Testemunha 1)

(Nome, RG e assinatura da Testemunha 2)


________
Nota:

1. Art. 768, do Código Civil.

2. Art. 770, do Código Civil.

3. Arts. 772, segunda parte, e 773, do Código Civil.

4. Deveres do Credor: Art. 774, do Código Civil.

5. Forma de extinção do penhor - Art. 802, I, do Código Civil.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estado de necessidade apresentacao - retificado
Estado de necessidade   apresentacao - retificadoEstado de necessidade   apresentacao - retificado
Estado de necessidade apresentacao - retificadofabionogdias
 
Aspectos civis de seqüestro internacional de menores slides
Aspectos civis de seqüestro internacional de menores slidesAspectos civis de seqüestro internacional de menores slides
Aspectos civis de seqüestro internacional de menores slidesdipr-ufrgs
 
Penas Restritivas de Direito
Penas Restritivas de DireitoPenas Restritivas de Direito
Penas Restritivas de DireitoJunior Ozono
 
Apostila direito das obrigações
Apostila direito das obrigaçõesApostila direito das obrigações
Apostila direito das obrigaçõesDireito Faclions
 
Contrato De Trabalho Para Empregada DoméStica
Contrato De Trabalho Para Empregada DoméSticaContrato De Trabalho Para Empregada DoméStica
Contrato De Trabalho Para Empregada DoméSticaRodolfo Rodrigo Acosta
 
Aula 003 - Obrigações - FONTES DAS OBRIGAÇÕES E ESPÉCIES DE OBRIGAÇÃO
Aula 003 - Obrigações - FONTES DAS OBRIGAÇÕES E ESPÉCIES DE OBRIGAÇÃOAula 003 - Obrigações - FONTES DAS OBRIGAÇÕES E ESPÉCIES DE OBRIGAÇÃO
Aula 003 - Obrigações - FONTES DAS OBRIGAÇÕES E ESPÉCIES DE OBRIGAÇÃOTércio De Santana
 
INFOGRÁFICO - Cumulação de Pedidos - Simples e Sucessivo
INFOGRÁFICO - Cumulação de Pedidos - Simples e SucessivoINFOGRÁFICO - Cumulação de Pedidos - Simples e Sucessivo
INFOGRÁFICO - Cumulação de Pedidos - Simples e SucessivoAlberto Bezerra
 
Petição inicial
Petição inicialPetição inicial
Petição inicialmaribarr
 
Petição Inicial de danos morais.
Petição Inicial de danos morais.Petição Inicial de danos morais.
Petição Inicial de danos morais.Guy Valerio
 
Aplicación del derecho extranjero
Aplicación del derecho extranjeroAplicación del derecho extranjero
Aplicación del derecho extranjeroAlex Rodriguez
 
Esquema sobre ação rescisória
Esquema sobre ação rescisóriaEsquema sobre ação rescisória
Esquema sobre ação rescisóriaAdvogadassqn
 
Lei penal no tempo e no espaço
Lei penal no tempo e no espaçoLei penal no tempo e no espaço
Lei penal no tempo e no espaçocrisdupret
 
Direito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicosDireito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicosMentor Concursos
 
Estudo direito das obrigações p1
Estudo direito das obrigações p1Estudo direito das obrigações p1
Estudo direito das obrigações p1Pedro Cechet
 
Separação - Uso exclusivo de Imóvel por ex-cônjuge - Indenização
Separação - Uso exclusivo de Imóvel por ex-cônjuge - IndenizaçãoSeparação - Uso exclusivo de Imóvel por ex-cônjuge - Indenização
Separação - Uso exclusivo de Imóvel por ex-cônjuge - IndenizaçãoLuiz F T Siqueira
 

Mais procurados (20)

Estado de necessidade apresentacao - retificado
Estado de necessidade   apresentacao - retificadoEstado de necessidade   apresentacao - retificado
Estado de necessidade apresentacao - retificado
 
Aspectos civis de seqüestro internacional de menores slides
Aspectos civis de seqüestro internacional de menores slidesAspectos civis de seqüestro internacional de menores slides
Aspectos civis de seqüestro internacional de menores slides
 
Teoria geral das provas
Teoria geral das provasTeoria geral das provas
Teoria geral das provas
 
Penas Restritivas de Direito
Penas Restritivas de DireitoPenas Restritivas de Direito
Penas Restritivas de Direito
 
Apostila direito das obrigações
Apostila direito das obrigaçõesApostila direito das obrigações
Apostila direito das obrigações
 
Contrato De Trabalho Para Empregada DoméStica
Contrato De Trabalho Para Empregada DoméSticaContrato De Trabalho Para Empregada DoméStica
Contrato De Trabalho Para Empregada DoméStica
 
Aula cogeae mandado de segurança 2013
Aula cogeae mandado de segurança 2013Aula cogeae mandado de segurança 2013
Aula cogeae mandado de segurança 2013
 
Aula 003 - Obrigações - FONTES DAS OBRIGAÇÕES E ESPÉCIES DE OBRIGAÇÃO
Aula 003 - Obrigações - FONTES DAS OBRIGAÇÕES E ESPÉCIES DE OBRIGAÇÃOAula 003 - Obrigações - FONTES DAS OBRIGAÇÕES E ESPÉCIES DE OBRIGAÇÃO
Aula 003 - Obrigações - FONTES DAS OBRIGAÇÕES E ESPÉCIES DE OBRIGAÇÃO
 
INFOGRÁFICO - Cumulação de Pedidos - Simples e Sucessivo
INFOGRÁFICO - Cumulação de Pedidos - Simples e SucessivoINFOGRÁFICO - Cumulação de Pedidos - Simples e Sucessivo
INFOGRÁFICO - Cumulação de Pedidos - Simples e Sucessivo
 
Petição inicial
Petição inicialPetição inicial
Petição inicial
 
Petição Inicial de danos morais.
Petição Inicial de danos morais.Petição Inicial de danos morais.
Petição Inicial de danos morais.
 
Aplicación del derecho extranjero
Aplicación del derecho extranjeroAplicación del derecho extranjero
Aplicación del derecho extranjero
 
Conceito analítico do crime
Conceito analítico do crimeConceito analítico do crime
Conceito analítico do crime
 
Esquema sobre ação rescisória
Esquema sobre ação rescisóriaEsquema sobre ação rescisória
Esquema sobre ação rescisória
 
Lei de execução penal
Lei de execução penalLei de execução penal
Lei de execução penal
 
Lei penal no tempo e no espaço
Lei penal no tempo e no espaçoLei penal no tempo e no espaço
Lei penal no tempo e no espaço
 
Direito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicosDireito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicos
 
Estudo direito das obrigações p1
Estudo direito das obrigações p1Estudo direito das obrigações p1
Estudo direito das obrigações p1
 
Damp
DampDamp
Damp
 
Separação - Uso exclusivo de Imóvel por ex-cônjuge - Indenização
Separação - Uso exclusivo de Imóvel por ex-cônjuge - IndenizaçãoSeparação - Uso exclusivo de Imóvel por ex-cônjuge - Indenização
Separação - Uso exclusivo de Imóvel por ex-cônjuge - Indenização
 

Semelhante a Contrato De Penhor Mercantil

Contrato De DaçãO Em Pagamento Particular
Contrato De DaçãO Em Pagamento ParticularContrato De DaçãO Em Pagamento Particular
Contrato De DaçãO Em Pagamento ParticularRodolfo Rodrigo Acosta
 
Contrato De Compromisso De Compra E Venda
Contrato De Compromisso De Compra E VendaContrato De Compromisso De Compra E Venda
Contrato De Compromisso De Compra E VendaRodolfo Rodrigo Acosta
 
Contrato De CessãO De Direitos E ObrigaçõEs
Contrato De CessãO De Direitos E ObrigaçõEsContrato De CessãO De Direitos E ObrigaçõEs
Contrato De CessãO De Direitos E ObrigaçõEsRodolfo Rodrigo Acosta
 
Contrato De Comodato De Mercadoria De Prazo Determinado
Contrato De Comodato De Mercadoria De Prazo DeterminadoContrato De Comodato De Mercadoria De Prazo Determinado
Contrato De Comodato De Mercadoria De Prazo DeterminadoRodolfo Rodrigo Acosta
 
Contrato De Compra E Venda De Bem ImóVel A Vista Entre Pesso
Contrato De Compra E Venda De Bem ImóVel A Vista Entre PessoContrato De Compra E Venda De Bem ImóVel A Vista Entre Pesso
Contrato De Compra E Venda De Bem ImóVel A Vista Entre PessoRodolfo Rodrigo Acosta
 
Contrato De DepóSito Mercantil De Bem MóVel
Contrato De DepóSito Mercantil De Bem MóVelContrato De DepóSito Mercantil De Bem MóVel
Contrato De DepóSito Mercantil De Bem MóVelRodolfo Rodrigo Acosta
 
Contrato De Comodato De ImóVel De Prazo Determinado
Contrato De Comodato De ImóVel De Prazo DeterminadoContrato De Comodato De ImóVel De Prazo Determinado
Contrato De Comodato De ImóVel De Prazo DeterminadoRodolfo Rodrigo Acosta
 
Contrato De Comodato De Telefone Celular De Prazo Determinad
Contrato De Comodato De Telefone Celular De Prazo DeterminadContrato De Comodato De Telefone Celular De Prazo Determinad
Contrato De Comodato De Telefone Celular De Prazo DeterminadRodolfo Rodrigo Acosta
 
Contrato de comodato de imóvel rural de prazo indeterminado
Contrato de comodato de imóvel rural de prazo indeterminadoContrato de comodato de imóvel rural de prazo indeterminado
Contrato de comodato de imóvel rural de prazo indeterminadoDissicaFerreira
 
1042- Ação Revisional de Distrato I
1042- Ação Revisional de Distrato I1042- Ação Revisional de Distrato I
1042- Ação Revisional de Distrato IConsultor JRSantana
 
1043- Ação Revisional de Distrato II
1043- Ação Revisional de Distrato II1043- Ação Revisional de Distrato II
1043- Ação Revisional de Distrato IIConsultor JRSantana
 
Contrato De DoaçãO De Pai Para Filho
Contrato De DoaçãO De Pai Para FilhoContrato De DoaçãO De Pai Para Filho
Contrato De DoaçãO De Pai Para FilhoRodolfo Rodrigo Acosta
 
Contrato De CessãO De Promessa De Compra E Venda De ImóVeis
Contrato De CessãO De Promessa De Compra E Venda De ImóVeisContrato De CessãO De Promessa De Compra E Venda De ImóVeis
Contrato De CessãO De Promessa De Compra E Venda De ImóVeisRodolfo Rodrigo Acosta
 
Contrato De MúTuo Financeiro Individual
Contrato De MúTuo Financeiro IndividualContrato De MúTuo Financeiro Individual
Contrato De MúTuo Financeiro IndividualRodolfo Rodrigo Acosta
 

Semelhante a Contrato De Penhor Mercantil (20)

Contrato De DaçãO Em Pagamento Particular
Contrato De DaçãO Em Pagamento ParticularContrato De DaçãO Em Pagamento Particular
Contrato De DaçãO Em Pagamento Particular
 
Contrato De AntecipaçãO De Valores
Contrato De AntecipaçãO De ValoresContrato De AntecipaçãO De Valores
Contrato De AntecipaçãO De Valores
 
Contrato De HonoráRios AdvocatíCios
Contrato De HonoráRios AdvocatíCiosContrato De HonoráRios AdvocatíCios
Contrato De HonoráRios AdvocatíCios
 
Contrato De Compromisso De Compra E Venda
Contrato De Compromisso De Compra E VendaContrato De Compromisso De Compra E Venda
Contrato De Compromisso De Compra E Venda
 
Contrato De CessãO De Direitos E ObrigaçõEs
Contrato De CessãO De Direitos E ObrigaçõEsContrato De CessãO De Direitos E ObrigaçõEs
Contrato De CessãO De Direitos E ObrigaçõEs
 
Contrato De DaçãO Em Pagamento
Contrato De DaçãO Em PagamentoContrato De DaçãO Em Pagamento
Contrato De DaçãO Em Pagamento
 
Contrato De Leasing
Contrato De LeasingContrato De Leasing
Contrato De Leasing
 
Contrato De Comodato De Mercadoria De Prazo Determinado
Contrato De Comodato De Mercadoria De Prazo DeterminadoContrato De Comodato De Mercadoria De Prazo Determinado
Contrato De Comodato De Mercadoria De Prazo Determinado
 
Contrato De Compra E Venda De Bem ImóVel A Vista Entre Pesso
Contrato De Compra E Venda De Bem ImóVel A Vista Entre PessoContrato De Compra E Venda De Bem ImóVel A Vista Entre Pesso
Contrato De Compra E Venda De Bem ImóVel A Vista Entre Pesso
 
Contrato De DepóSito Mercantil De Bem MóVel
Contrato De DepóSito Mercantil De Bem MóVelContrato De DepóSito Mercantil De Bem MóVel
Contrato De DepóSito Mercantil De Bem MóVel
 
Contrato De Comodato De ImóVel De Prazo Determinado
Contrato De Comodato De ImóVel De Prazo DeterminadoContrato De Comodato De ImóVel De Prazo Determinado
Contrato De Comodato De ImóVel De Prazo Determinado
 
Contrato De Comodato De Telefone Celular De Prazo Determinad
Contrato De Comodato De Telefone Celular De Prazo DeterminadContrato De Comodato De Telefone Celular De Prazo Determinad
Contrato De Comodato De Telefone Celular De Prazo Determinad
 
Contrato de comodato de imóvel rural de prazo indeterminado
Contrato de comodato de imóvel rural de prazo indeterminadoContrato de comodato de imóvel rural de prazo indeterminado
Contrato de comodato de imóvel rural de prazo indeterminado
 
1042- Ação Revisional de Distrato I
1042- Ação Revisional de Distrato I1042- Ação Revisional de Distrato I
1042- Ação Revisional de Distrato I
 
Contrato86
Contrato86Contrato86
Contrato86
 
1043- Ação Revisional de Distrato II
1043- Ação Revisional de Distrato II1043- Ação Revisional de Distrato II
1043- Ação Revisional de Distrato II
 
Contrato De DoaçãO De Pai Para Filho
Contrato De DoaçãO De Pai Para FilhoContrato De DoaçãO De Pai Para Filho
Contrato De DoaçãO De Pai Para Filho
 
Contrato De FiançA BancáRia
Contrato De FiançA BancáRiaContrato De FiançA BancáRia
Contrato De FiançA BancáRia
 
Contrato De CessãO De Promessa De Compra E Venda De ImóVeis
Contrato De CessãO De Promessa De Compra E Venda De ImóVeisContrato De CessãO De Promessa De Compra E Venda De ImóVeis
Contrato De CessãO De Promessa De Compra E Venda De ImóVeis
 
Contrato De MúTuo Financeiro Individual
Contrato De MúTuo Financeiro IndividualContrato De MúTuo Financeiro Individual
Contrato De MúTuo Financeiro Individual
 

Mais de Rodolfo Rodrigo Acosta (20)

Guia-windows-7-dicas e Truques
Guia-windows-7-dicas e TruquesGuia-windows-7-dicas e Truques
Guia-windows-7-dicas e Truques
 
Prova pmerj 2007
Prova pmerj 2007Prova pmerj 2007
Prova pmerj 2007
 
Configuração imap nokia
Configuração imap nokiaConfiguração imap nokia
Configuração imap nokia
 
Apostila petrobras português e matemática
Apostila petrobras   português e matemáticaApostila petrobras   português e matemática
Apostila petrobras português e matemática
 
Guia windows-7
Guia windows-7Guia windows-7
Guia windows-7
 
135 sistemas operacionais
135 sistemas operacionais135 sistemas operacionais
135 sistemas operacionais
 
101 dicas excel
101 dicas excel101 dicas excel
101 dicas excel
 
Planejamento De FéRias
Planejamento De FéRiasPlanejamento De FéRias
Planejamento De FéRias
 
Planejamento Alimentar
Planejamento AlimentarPlanejamento Alimentar
Planejamento Alimentar
 
Percentual De Gordura Nos Alimentos
Percentual De Gordura Nos AlimentosPercentual De Gordura Nos Alimentos
Percentual De Gordura Nos Alimentos
 
OrçAmento Mensal Pessoal
OrçAmento Mensal PessoalOrçAmento Mensal Pessoal
OrçAmento Mensal Pessoal
 
OrçAmento Mensal Da Familia
OrçAmento Mensal Da FamiliaOrçAmento Mensal Da Familia
OrçAmento Mensal Da Familia
 
Livro Da Familia
Livro Da FamiliaLivro Da Familia
Livro Da Familia
 
Lista De Contatos De EmergêNcia
Lista De Contatos De EmergêNciaLista De Contatos De EmergêNcia
Lista De Contatos De EmergêNcia
 
Cuidados Com Animais De EstimaçãO
Cuidados Com Animais De EstimaçãOCuidados Com Animais De EstimaçãO
Cuidados Com Animais De EstimaçãO
 
Controle De Quilometragem
Controle De QuilometragemControle De Quilometragem
Controle De Quilometragem
 
Controle De Energia
Controle De EnergiaControle De Energia
Controle De Energia
 
Registro De Fotos
Registro De FotosRegistro De Fotos
Registro De Fotos
 
Ata Reuniao De Diretoria2
Ata Reuniao De Diretoria2Ata Reuniao De Diretoria2
Ata Reuniao De Diretoria2
 
Ata Reuniao De Diretoria
Ata Reuniao De DiretoriaAta Reuniao De Diretoria
Ata Reuniao De Diretoria
 

Contrato De Penhor Mercantil

  • 1. CONTRATO DE PENHOR MERCANTIL - BEM DE POSSE DO CREDOR .. IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES CREDOR PIGNORATÍCIO: (Nome do Credor), (Nacionalidade), (Profissão), (Estado Civil), Carteira de Identidade nº (xxx), C.P.F. nº (xxx), capaz, residente e domiciliado na Rua (xxx), nº (xxx), bairro (xxx), cidade (xxx), Cep. (xxx), no Estado (xxx); DEVEDOR PIGNORATÍCIO: (Nome do Devedor), (Nacionalidade), (Profissão), (Estado Civil), Carteira de Identidade nº (xxx), C.P.F. nº (xxx), capaz, residente e domiciliado na Rua (xxx), nº (xxx), bairro (xxx), cidade (xxx), Cep. (xxx), no Estado (xxx). As partes acima identificadas têm, entre si, justo e acertado o presente Contrato de Penhor Mercantil - Bem de Posse do Credor1, que se regerá pelas cláusulas seguintes e pelas condições descritas no presente. DO OBJETO DO CONTRATO Cláusula 1ª. O presente tem como OBJETO, a importância de R$ (xxx) (Valor Expresso), que o CREDOR repassa em dinheiro ao DEVEDOR, no ato da assinatura do presente instrumento. Cláusula 2ª. O DEVEDOR, para garantir o pagamento integral do numerário recebido, bem como juros e outras despesas, entrega nesta data, diretamente ao CREDOR, na forma de penhor mercantil, os seguintes bens: (xxx) (Descrevê-los). DOS BENS E DO VALOR Cláusula 3ª. Os bens empenhados neste ato estão livres e desembaraçados de quaisquer ônus ou dívidas, sendo os mesmos pertencentes única e exclusivamente ao DEVEDOR. Cláusula 4ª. O valor global dos mesmos, avaliados por três empresas idôneas e ratificado pelo CREDOR é de R$ (xxx) (Valor Expresso)2. DA POSSE, DIREITOS E DEVERES DO CREDOR
  • 2. Cláusula 5ª. Com a posse do bem concretizada neste ato, o CREDOR passa a ficar responsável pelo mesmo, sendo assim o seu depositário, ficando sob a égide da legislação concernente, salvo na ocorrência de fatos que o eximem de culpa. Cláusula 6ª. O CREDOR, além dos direitos relacionados na legislação concernente à matéria, poderá reter os objetos empenhados até que a obrigação seja adimplida ou lhe seja pagas as despesas com a conservação dos mesmos; exigir o reforço de garantia caso os bens se deteriorem ou pereçam sem culpa sua; obter o ressarcimento de quaisquer danos que porventura o bem possa causá-lo; ter a preferência no recebimento do valor cedido, caso haja venda do imóvel, etc3. Cláusula 7ª. O CREDOR não poderá usar a coisa, pois se constitui apenas por depositário da mesma; cuidar da coisa com se sua fosse, devendo comunicar o dono da coisa qualquer eminência de dano ou riscos; realizar o ressarcimento do valor dos bens, caso ocorra a perda dos mesmos por culpa sua; restituir os bens com seus frutos e acessões ao fim do contrato após recebido o valor devido, caso haja a venda do bem fica o CREDOR obrigado a devolver o dinheiro que sobrar caso haja a venda do imóvel pelo mesmo4. DIREITOS E DEVERES DO DEVEDOR Cláusula 8ª. O DEVEDOR fica obrigado a não perder a coisa dada em penhor; impedir que o CREDOR utilize os bens penhorados; ter de volta o bem após pago o preço oriundo do empréstimo; receber o que sobejar da venda do bem feita pelo CREDOR, enfim, utilizar todos meio jurídicos para reaver os bens ou dirimir quaisquer impeditivos concernentes a estes. Cláusula 9ª. O DEVEDOR deverá pagar as despesas feitas pelo CREDOR para conservar, guardar e defender os bens; ressarcir o credor dos prejuízos oriundos de vícios ou defeitos ocultos existentes nos bens empenhados; oferecer reforço caso haja necessidade; comunicar de forma inequívoca e obter a devida vênia do CREDOR a licença para vender os bens gravados; bem como seguir todas as determinações e obrigações legais ligadas ao penhor. ATOS DE COMUNICAÇÃO Cláusula 10ª. Todos os fatos que ocorram entre CREDOR e DEVEDOR serão feitos por escrito. Tais comunicações deverão ser entregues pessoalmente e posteriormente recebidas.
  • 3. DO PAGAMENTO Cláusula 11ª. O pagamento do valor tomado será feito em (xxx) parcelas fixas, devendo ser pagas até o 5º dia útil de cada mês, a iniciar-se no dia (xxx) do mês (xxx) deste ano5. O não recebimento do valor gerará a faculdade de ser cobrado por via judicial. Cláusula 12ª. Fica convencionado que não haverá juros sobre as parcelas a serem pagas, bem como sobre o valor total do débito. CONDIÇÕES GERAIS Cláusula 13ª. O presente contrato passa a vigorar entre as partes a partir da assinatura do mesmo. Cláusula 14ª. O prazo do presente contrato de penhor vigora até o pagamento total da dívida e imediata devolução dos bens, ressalvando-se as outras ocorrências que poderão fazer com que o mesmo se extinga. Cláusula 15ª. A extinção do presente penhor se faz de acordo com o previsto no artigo 802 e segs. do Código Civil Brasileiro. Cláusula 16ª. O CREDOR recebe os bens citados acima e ora empenhados da forma a qual se encontram, se comprometendo a guardá-los e conservá-los de forma diligente, no intuito maior de receber o valor repassado ao DEVEDOR, bem com de devolver os bens empenhados, os quais aceitam prontamente. DO FORO Cláusula 17ª. Para dirimir quaisquer controvérsias oriundas do CONTRATO, as partes elegem o foro da comarca de (xxx); Por estarem assim justos e contratados, firmam o presente instrumento, em duas vias de igual teor, juntamente com 2 (duas) testemunhas. (Local, data e ano). (Nome e assinatura do Credor pignoratício) (Nome e assinatura do Devedor pingnoratício)
  • 4. (Nome, RG e assinatura da Testemunha 1) (Nome, RG e assinatura da Testemunha 2) ________ Nota: 1. Art. 768, do Código Civil. 2. Art. 770, do Código Civil. 3. Arts. 772, segunda parte, e 773, do Código Civil. 4. Deveres do Credor: Art. 774, do Código Civil. 5. Forma de extinção do penhor - Art. 802, I, do Código Civil.