Usabilidade e acessibilidade e,m produtos e na indústria

2.156 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Usabilidade e acessibilidade e,m produtos e na indústria

  1. 1. Usabilidade Acessibilidade José Eduardo F. Hidd
  2. 3. Olivetti Programma 101
  3. 5. Usabilidade (Usability) “ capacidade de um produto ser usado por usuários específicos para atingir objetivos específicos com eficiência, eficácia e satisfação em um contexto específico de uso ”(ISO 9241, parte 11, 1998) “ qualidade de uso ”
  4. 6. Usabilidade <ul><li>É um termo usado para definir a facilidade com que as pessoas podem empregar uma ferramenta ou objeto a fim de realizar uma tarefa específica e importante. </li></ul><ul><li>A usabilidade pode também se referir aos métodos de mensuração da usabilidade e ao estudo dos princípios por trás da eficiência percebida de um objeto. </li></ul>
  5. 7. Precisamos mudar nossos conceitos <ul><li>1 em cada 7 brasileiros = alguma deficiência </li></ul><ul><li>Censo IBGE 2000 </li></ul>
  6. 8. Acessibilidade <ul><li>“ Facilidade de acesso, de obtenção. Facilidade no trato” </li></ul><ul><li>“ Possibilidade de acesso (ONU), processo de conseguir a igualdade de oportunidades em todas as esferas da sociedade ” </li></ul><ul><li>“ condição para utilização, com segurança e autonomia, total ou assistida, dos espaços, mobiliários e equipamentos urbanos, das edificações, dos serviços de transporte e dos dispositivos, sistemas e meios de comunicação e informação, por pessoa portadora de deficiência ou com mobilidade reduzida” </li></ul>
  7. 9. Acessibilidade <ul><li>Febraban + Ministério Público Federal + os Ministérios Públicos de São Paulo e Minas Gerais + Secretaria Especial de Direitos Humanos na Presidência da Republica (SEDH) assumem compromisso para promover acessibilidade </li></ul>
  8. 10. Acessibilidade - Editais de compras atuais <ul><li>O equipamento deve atender aos requisitos da Norma ABNT NBR-15250 Acessibilidade em Caixa de Auto-Atendimento Bancário e seguir os preceitos do desenho universal, visando proporcionar a sua utilização à maior quantidade de pessoas, independentemente de idade,estatura ou limitação de mobilidade ou percepção, de maneira autônoma e segura. Deverá ser apresentado Relatório emitido por organismo detentor de Certificado de Acreditação concedido pelo INMETRO, atestando que o equipamento está em conformidade com a Norma ABNT NBR-15250, até a conclusão da avaliação técnica do protótipo pelo banco </li></ul>
  9. 11. NORMA BRASILEIRA ABNT NBR 15250 <ul><li>Acessibilidade em caixa de auto-atendimento bancário </li></ul><ul><li>Accessibility in automatic teller machines </li></ul><ul><li>Primeira edição 30.03.2005 </li></ul><ul><li>Válida a partir de 29.04.2005 </li></ul>
  10. 12. <ul><li>Curso e força de acionamento das teclas - Dimensões das teclas </li></ul><ul><li>Sinalização tátil das teclas - Sinalização visual das teclas </li></ul><ul><li>Teclado numérico - Teclado de funções - Teclado alfanumerico </li></ul><ul><li>Áudio - Informações sonoras - Informações sonoras faladas - Fones de ouvido - Ajuste do volume </li></ul><ul><li>Vídeo - Posicionamento - Apresentação - Monitor sensível ao toque ( touch screen ) </li></ul><ul><li>Impressora de recibos e dispensador de cheques </li></ul><ul><li>Cartão do cliente </li></ul><ul><li>Sinalização tátil - Sinalização sonora - Sinalização visual </li></ul><ul><li>Informação do cliente </li></ul><ul><li>Dispensador de Cédulas - Apresentação das cédulas - Receptor de cédulas </li></ul><ul><li>Dispensador e receptor de envelopes </li></ul><ul><li>Leitor de código de barras </li></ul><ul><li>Dispositivos biométricos </li></ul><ul><li>Dispositivos de acionamento e controle </li></ul><ul><li>Interação </li></ul><ul><li>Segurança </li></ul><ul><li>Orientações ao usuário </li></ul><ul><li>Aproximação e alcance </li></ul>
  11. 13. Aproximação e alcance Parâmetros antropométricos para dimensionamento de caixas de auto-atendimento bancário
  12. 14. Aproximação e alcance Parâmetros antropométricos para dimensionamento de caixas de auto-atendimento bancário
  13. 15. Aproximação e alcance Aproximação lateral
  14. 16. Aproximação e alcance Aproximação frontal
  15. 17. Altura dos comandos para dimensionamento de caixas de auto-atendimento bancário
  16. 18. O PRIMEIRO BANCO “DRIVE-THRU” TERMINAL DE TRANSAÇÃO AO CONSUMIDOR - ANOS – 70 Terminal ATM 1993
  17. 19. POKA YOKE Dispositivo a prova de falhas
  18. 20. Simbologia Identificação do dispositivo dispensador de cédulas Identificação da fenda do dispositivo de leitura dos cartões
  19. 21. Simbologia Identificação da fenda de saída do comprovante Marcação tátil do conector para fone de ouvido Dispositivo leitor de código de barras
  20. 22. CAIXA ELETRÔNICO “CASA DE PORCELANA” DA DIEBOLD NAS OLIMPÍADAS DE VERÃO EM BEIJING, CHINA
  21. 23. <ul><li>“ À medida que as máquinas se tornam mais perfeitas fica claro que a imperfeição é a verdadeira grandeza do homem” </li></ul><ul><li>Ernst Fischer </li></ul>

×