Usabilidade de interface para busca e recuperação de informação na web

5.158 visualizações

Publicada em

Apresentação dos resultados da pesquisa de doutorado

Publicada em: Tecnologia
2 comentários
15 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.158
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
240
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
290
Comentários
2
Gostaram
15
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Usabilidade de interface para busca e recuperação de informação na web

  1. 1. Interfaces para busca e recuperação de informação na Web Robson Santos, DSc.
  2. 2. Conceitos
  3. 3. <ul><li>ISO 9241 - 11 </li></ul>USABILIDADE EFETIVIDADE EFICIÊNCIA SATISFAÇÃO
  4. 4. Bibliotecas na Era Digital A idéia mais primitiva de uma biblioteca é o resultado do desejo e da necessidade quase instintiva de poder utilizar várias vezes uma informação significativa.
  5. 6. <ul><li>Biblioteca virtual </li></ul><ul><li>Biblioteca digital </li></ul><ul><li>Biblioteca on-line </li></ul>AUTONOMIA DO USUÁRIO
  6. 8. Cadeia de conceitos Propriedades da recuperação de dados e da recuperação de informação Insensível Sensível Resposta ao erro Relevante Adequação Itens desejados Incompleta Completa Especificação de questão ( query ) Natural Artificial Linguagem de consulta Politética Monotética Classificação Probabilistica Determinística Modelo Indução Dedução Inferência Adequação parcial, melhor adequação Exata Adequação Recuperação de informação Recuperação de dados
  7. 10. A Pesquisa
  8. 11. <ul><li>Problema A implementação de características da interface que atendam a requisitos de usabilidade não tem sido uma prática comum em projetos de interfaces para bibliotecas on-line que são, em sua maioria, desenvolvidos por profissionais de biblioteconomia e de informática sem conhecimento de tais requisitos. </li></ul>A Pesquisa
  9. 12. 2. Hipóteses A Pesquisa A satisfação do usuário é maior quando utiliza interface que lhe permita realizar a atividade de busca de maneira mais imediata e com linguagem que lhe seja familiar. O desenvolvimento de interfaces para recuperação de informações em bibliotecas on-line é feito para que sejam efetivas, sem preocupação com a eficiência e, muito menos, com nível de satisfação do usuário.
  10. 13. Procedimentos Metodológicos Seleção das Interfaces
  11. 14. Procedimentos Metodológicos Seleção das interfaces Os critérios para seleção das interfaces foram: 1. Bibliotecas universitárias de universidades federais 2. Link para biblioteca explícito no primeiro nível de menus da página inicial do website da universidade 3. Sistemas utilizados por mais de uma universidade, ao invés de sistemas desenvolvidos para uma biblioteca em particular 4. Avaliação feita por bibliotecários
  12. 15. Procedimentos Metodológicos Seleção das interfaces Em levantamento realizado em 2005 foi registrada a existência de: 44 websites de universidades federais; 30 websites com bibliotecas on-line ; 23 com link explícito na página inicial do website da universidade.
  13. 16. Procedimentos Metodológicos Seleção das interfaces Websites selecionados para a avaliação dos informantes qualificados iAH S S Univ. Fed. do Mato Grosso do Sul Aleph S S Univ. Fed. do Rio Grande do Norte Bibliotech S S Univ. Fed. de Santa Maria OrtoDocs S S Univ. Fed. da Paraíba PHL S S Univ. Fed. Estado de São Paulo VTLS S S Univ. Fed. Uberlândia Pergamum S S Univ. Fed. do Amazonas Sistema Link na página inicial Biblioteca on-line Site da Universidade
  14. 17. Universidade do Amazonas Sistema: Pergamum
  15. 18. Universidade Federal de Uberlândia Sistema: VTLS
  16. 19. Universidade Federal do Estado de São Paulo Sistema: PHL
  17. 20. Universidade Federal da Paraíba Sistema: OrtoDocs
  18. 21. Universidade Federal de Santa Maria Sistema: Bibliotech
  19. 22. Universidade Federal do Rio Grande do Norte Sistema: Aleph
  20. 23. Universidade Federal do Mato Grosso do Sul Sistema: iAH
  21. 24. Procedimentos Metodológicos Seleção das interfaces Por meio dos resultados das entrevistas com os informantes qualificados, foram selecionados os sistemas Pergamum e PHL . Websites selecionados para a avaliação dos informantes qualificados Univ. Fed. São João del Rei Univ. Fed. do Pará Site da Universidade Univ. Fed. Estado de São Paulo PHL Univ. Fed. do Amazonas Pergamum Site da Universidade Sistema
  22. 25. Universidade Federal do Pará Sistema: Pergamum
  23. 26. Universidade Federal de São João del Rei Sistema: PHL
  24. 27. Procedimentos Metodológicos Avaliação das Interfaces
  25. 28. Procedimentos Metodológicos Avaliação das interfaces <ul><li>Aplicação do Questionaire for User Interface Satisfaction (QUIS) </li></ul><ul><li>Foram distribuídos 120 questionários a alunos de graduação. </li></ul><ul><li>preencher um questionário de dados demográficos e de uso de Internet </li></ul><ul><li>realizar sete tarefas de busca, para conhecer a interface </li></ul><ul><li>preencher as escalas do QUIS. </li></ul><ul><li>Cada sujeito levou cerca de 40 minutos para completar a avaliação. </li></ul>
  26. 29. Procedimentos Metodológicos Avaliação do sistema Pergamum Resultados do Questionaire for User Interface Satisfaction (QUIS)
  27. 30. As páginas não possuem atrativos e, às vezes, é confuso pela organização das informações. Procedimentos Metodológicos Avaliação do sistema Pergamum Resultados do Questionaire for User Interface Satisfaction (QUIS) Mesmo sendo um website para fins acadêmicos, não deveria haver essa terminologia excessivamente técnica. As informações aparecem depois de certo tempo e seria confuso voltar à ação anterior se a pessoa não tiver um conhecimento em informática.
  28. 31. Procedimentos Metodológicos Avaliação do sistema PHL Resultados do Questionaire for User Interface Satisfaction (QUIS)
  29. 32. Procedimentos Metodológicos Avaliação do sistema PHL Resultados do Questionaire for User Interface Satisfaction (QUIS) A ferramenta de busca ao acervo é muito útil, mas poderia ser mais simples em primeira instância, existindo uma opção para busca avançada. O website é muito complicado, é de difícil manuseio e demora muito para se orientar. O sistema é bom. Basta que o usuário tenha mais conhecimento sobre o mesmo.
  30. 33. Procedimentos Metodológicos Avaliação das interfaces <ul><li>Entrevistas com informantes qualificados: bibliotecários </li></ul><ul><li>Avaliações feitas por 12 projetistas de sistemas e de interfaces </li></ul>
  31. 34. Procedimentos Metodológicos Avaliação das interfaces Recomendações para desenvolvimento do protótipo A partir das avaliações realizadas foi elaborado um quadro com a compilação de 120 recomendações para o desenvolvimento do protótipo.
  32. 35. Procedimentos Metodológicos Desenvolvimento do Protótipo
  33. 36. Procedimentos Metodológicos Desenvolvimento do Protótipo Levantamento do estado da arte
  34. 37. Aquabrowser
  35. 38. Amazon.com
  36. 39. Amazon.com
  37. 40. Procedimentos Metodológicos Desenvolvimento do Protótipo Modelo conceitual / wireframes Tela de busca detalhada Tela de detalhes da obra
  38. 41. Procedimentos Metodológicos Desenvolvimento do Protótipo Modelo conceitual / wireframes Caixa com mensagem de advertência e caixa de diálogo
  39. 42. Procedimentos Metodológicos Desenvolvimento do Protótipo Layout das telas
  40. 43. Procedimentos Metodológicos Desenvolvimento do Protótipo Layout das telas
  41. 44. Procedimentos Metodológicos Avaliação do Protótipo
  42. 45. Procedimentos Metodológicos Avaliação do Protótipo Grupo de Foco Foram realizadas duas rodadas de grupo de foco com duas sessões em cada rodada. Os participantes eram estudantes de graduação e de pós-graduação do Rio de Janeiro, recrutados por meio de formulário eletrônico.
  43. 46. Procedimentos Metodológicos Avaliação do Protótipo Grupo de Foco Ao todo 27 pessoas participaram das atividades de grupo de foco. Cada sessão teve duração média de uma hora.
  44. 47. Procedimentos Metodológicos Avaliação do Protótipo <ul><li>Resultados do Grupo de Foco </li></ul><ul><li>A partir das respostas às perguntas-chave, foi elaborado um quadro com 71 recomendações obtidas com as sugestões de melhorias, categorizadas em: </li></ul><ul><li>recursos de busca e elementos de navegação </li></ul><ul><li>terminologia, informações e ajuda </li></ul><ul><li>diagramação e elementos de tela </li></ul>
  45. 48. Procedimentos Metodológicos Avaliação do Protótipo Resultados do Grupo de Foco A interface foi refeita, com a implementação de 26 recomendações obtidas nos grupos de foco referentes ao aspecto visual da interface.
  46. 53. Procedimentos Metodológicos Avaliação do Protótipo Questionaire for User Interface Satisfaction (QUIS) O QUIS foi aplicado com alunos de graduação de maneira semelhante aos procedimentos realizados para avaliar as interfaces do Pergamum e do PHL. Não houve tarefa a ser realizada.
  47. 54. Procedimentos Metodológicos Avaliação do Protótipo Questionaire for User Interface Satisfaction (QUIS) As sessões de aplicação do QUIS foram realizadas durante dois dias, com 44 participantes . Cada participante levou em média 50 minutos para finalizar a atividade.
  48. 55. Procedimentos Metodológicos Avaliação do Protótipo Resultados do Questionaire for User Interface Satisfaction (QUIS)
  49. 56. Procedimentos Metodológicos Avaliação do Protótipo Resultados do Questionaire for User Interface Satisfaction (QUIS) Muitos recursos e informações, distribuídos de forma equilibrada e bem organizada. Achei a fonte utilizada no resultado da pesquisa com pouca legibilidade, confusa. Não encontrei com facilidade o &quot;retorno da página”.
  50. 57. Procedimentos Metodológicos Avaliação do Protótipo Resultados do Questionaire for User Interface Satisfaction (QUIS) A terminologia eu achei bastante compreensível. As informações são um pouco cansativas, muito texto. O usuário em geral não gosta de perder tempo lendo o que não veio buscar.
  51. 58. Procedimentos Metodológicos Avaliação do Protótipo Resultados do Questionaire for User Interface Satisfaction (QUIS) Sem dúvida o site é bem simples levando assim a uma aprendizagem muito rápida. Assemelha-se muito ao Google.
  52. 59. Procedimentos Metodológicos Avaliação do Protótipo Resultados do Questionaire for User Interface Satisfaction (QUIS) Por ser um protótipo, o tempo de espera estimado é bom, rápido. O sistema real precisa ser tão rápido quanto este. A capacidade do sistema não pôde ser avaliada plenamente neste caso.
  53. 60. Procedimentos Metodológicos Avaliação do Protótipo Resultados do Questionaire for User Interface Satisfaction (QUIS) Achei essa parte a mais interessante do site, ajuda clara, perfeito para usuários de menos experiência em internet. Nas caixas de texto explicativos de &quot;O que é isso&quot; achei com texto em excesso, poderia ser mais breve.
  54. 61. Resultados
  55. 70. Resultados <ul><li>Os resultados permitem declarar que: </li></ul><ul><li>a proposta de interface atingiu seu objetivo de facilitar a realização da tarefa </li></ul><ul><li>houve melhoria na facilidade de aprendizagem </li></ul><ul><li>foi utilizada linguagem mais familiar ao usuário </li></ul><ul><li>houve melhoria na eficiência </li></ul><ul><li>foi obtido elevado grau de satisfação do usuário </li></ul>
  56. 71. Conclusões
  57. 72. <ul><li>Os resultados dos testes com o protótipo refletem bom nível de usabilidade, em comparação com os dois sistemas avaliados: </li></ul><ul><li>permite que a tarefa seja realizada, o que a torna efetiva; </li></ul><ul><li>permite a realização da tarefa com menor custo, o que a torna eficiente; </li></ul><ul><li>seu uso resulta satisfatório ao usuário. </li></ul>
  58. 73. Conclusões Desdobramentos da Pesquisa Desenvolvimento de espaços interativos e de colaboração entre usuários de bibliotecas por meio da coleta e do compartilhamento de informações sobre seus hábitos, gostos e desejos e outras informações que permitam a criação de grupos e comunidades. Desenvolvimento de recursos para a contribuições do usuário final na alimentação das bases de dados para construção de uma rede semântica que facilite a localização de informação. Desenvolvimento de estratégias e de recursos para facilitar tarefas de encontrar informações e objetos por meio de conexão entre o ambiente físico e o ambiente digital.
  59. 74. Robson Santos Usabilidade & Ergodesign www.robsonsantos.com http://interfaceando.blogspot.com [email_address] Muito obrigado!

×