Comentários à Gestão de Segurança deProcessos Baseada em Riscos (RBPS)Setembro de 2011                     Living in a Saf...
Diferenças básicas entre Segurança deProcessos e Ocupacional Segurança Ocupacional  envolve casos individuais  como escor...
Diferenças básicas entre Segurança deProcessos e Ocupacional Segurança de Processos  envolve acidentes de  grandes propor...
Evolução das causas principais de grandes acidentes               Aumento da eficiência dos sistemas preventivos          ...
Mas porque acidentes continuam a acontecer,mesmo com todo o avanço tecnológico ? Todas as pessoas minimamente racionais  ...
Produção x Proteção: uma tensão dinâmica Proteção                           Catástrofe                Produção            ...
Evolução da vulnerabilidade da empresaface às incertezas Desempenho                                                      ...
Evolução da vulnerabilidade da empresaface às incertezas  Ameaças     Ameaças              Ameaças                OHSAS   ...
Sugestão de sistema de gestão de riscos Process Safety Management - PSM  Criado pelo OSHA (USA) há quase 20 anos, exigido...
Por que RBPS?            Estagnação do PSM – OSHA                       Possíveis causas  Exigências regulamentares podem...
RBPS - 4 Pilares da Prevenção de Acidentes 1. Compromisso com Segurança de Processos 2. Conhecer e Entender Perigos e Risc...
Segurança de Processos Baseada em Riscos                                   • Comprometimento com a Segurança              ...
Mas um sistema de gestão como o RBPS é aplicável para instalações offshore?                Sim,   desde que sejam identifi...
Gerenciamento de Riscos  Características do offshore: Grande variedade de ativos para gerenciar                          ...
Compreensão de Perigos e Riscos                                           Processo de                                     ...
Aprendendo com a Experiência                                  Análise                                Critica pela         ...
Comprometimento com a Segurança Características do offshore:    Cultura de                                 Segurança Trab...
Mas o que é Cultura de Segurança? É quando temos a tendência – e também a nossa  empresa – de querer fazer a coisa certa,...
Case 1: BP Texas City23.03.2005    15 mortos > 170 feridos   Gastos > US$2 bilhões                                        ...
Alguns dados do acidente na BP: Entre 2000 e 2005 a unidade acidentada passou por 16 partidas:    8 vezes a pressão subi...
Cultura de Segurança de ProcessosElementos Essenciais1. Estabelecer segurança de       7. Respeitar a expertise   processo...
Perguntas   ?            22
Obrigado!       Sergio Castro   Riscos e ConfiabilidadeABS Group Services do Brasil31 8411-5649 21 9324-0945secastro@absco...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gestão de Segurança de Processos Baseada em Riscos (RBPS)

5.506 visualizações

Publicada em

Diferenças básicas entre Segurança de Processos e Ocupacional

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.506
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
188
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gestão de Segurança de Processos Baseada em Riscos (RBPS)

  1. 1. Comentários à Gestão de Segurança deProcessos Baseada em Riscos (RBPS)Setembro de 2011 Living in a Safer Planet
  2. 2. Diferenças básicas entre Segurança deProcessos e Ocupacional Segurança Ocupacional envolve casos individuais como escorregões e quedas; Apesar de consequencias sérias para a vítima, o alcance é limitado; O número de incidentes é grande. 2
  3. 3. Diferenças básicas entre Segurança deProcessos e Ocupacional Segurança de Processos envolve acidentes de grandes proporções; Raramente ocorrem;  Ambos são importantes, mas Segurança de Processos requer um enfoque diferenciado para a gestão. Acidentes de processos tem efeitos desastrosos para Meio Ambiente, Segurança, Ativos e a Imagem da empresa no mercado 3
  4. 4. Evolução das causas principais de grandes acidentes Aumento da eficiência dos sistemas preventivos 1960/70s 1970/80s 1980/90s 1990/00s Flixbrough,Texas City Challenger Columbia, Oppau, Seveso Bhopal Atuação P-36 Cultura Normas e Procedi- Responsável, organizacional padrões mentos PSM Mudança gradual das causas raiz de grandes acidentes Apesar do desenvolvimento tecnológico, o número de grandesacidentes no mundo não diminui (em alguns casos, até aumenta) 4
  5. 5. Mas porque acidentes continuam a acontecer,mesmo com todo o avanço tecnológico ? Todas as pessoas minimamente racionais concordam que, no longo prazo, a segurança é importante; O problema é no curto prazo. No dia-a-dia, as pressões por resultados acabam corrompendo estas convicções. 5
  6. 6. Produção x Proteção: uma tensão dinâmica Proteção Catástrofe Produção 6
  7. 7. Evolução da vulnerabilidade da empresaface às incertezas Desempenho  Sistemas Integrados Sistemas Independentes Ignorância Evolução dos sistemas  7
  8. 8. Evolução da vulnerabilidade da empresaface às incertezas Ameaças Ameaças Ameaças OHSAS SA RC Desempenho  PSM ISO Sistemas Sistemas Ignorância Independentes Integrados Evolução dos sistemas  8
  9. 9. Sugestão de sistema de gestão de riscos Process Safety Management - PSM  Criado pelo OSHA (USA) há quase 20 anos, exigido para instalações com potencial de acidentes maiores  O PSM tem 14 elementos Risk Based Process Safety RBPS  Uma evolução do PSM, desenvolvido pelo AIChE / CCPS, com participação ativa do ABS.  Tem 20 elementos 9
  10. 10. Por que RBPS? Estagnação do PSM – OSHA Possíveis causas  Exigências regulamentares podem levar a soluções de atendimento mínimo, menor custo  PSM implementado em separado, e não integrado as outros sistemas de gestão  Redução dos LTFI nos EUA podem dar a falsa impressão que o risco também está diminuindo  A diminuição da ocorrência de acidentes graves diminui o senso de vulnerabilidade das empresas  Competição econômica leva a redução dos recursos para Segurança de Processos  Fusões e aquisições reduziram a estabilidade das organizações  Auditorias mostram foco nos sintomas, mas falham em identificar causas latentes 10
  11. 11. RBPS - 4 Pilares da Prevenção de Acidentes 1. Compromisso com Segurança de Processos 2. Conhecer e Entender Perigos e Riscos 3. Gerenciar Riscos 4. Aprender com a Experiência 11
  12. 12. Segurança de Processos Baseada em Riscos • Comprometimento com a Segurança • Compreensão de Perigos e Riscos Cultura de •Gerenciamento de Riscos Segurança • Aprendendo com a Atendiment Integridade de ativos o a Normas Experiência Gerenciamen Processo de Relação to de Análise de com Riscos Gestão de Modificações Condução Gestão do stakeholder Competênci conheciment s Contratados de a em operações o Processos Análise Partida de Atendimento ParticipaçãoCritica pela novos a dosLiderança sistemas Emergências empregados Procediment Auditorias Treinamento os operacionais Indicadores Prática de Segura de Desempenho Trabalho Investigação de Incidentes 12
  13. 13. Mas um sistema de gestão como o RBPS é aplicável para instalações offshore? Sim, desde que sejam identificadas e tratadas as diferenças 13
  14. 14. Gerenciamento de Riscos Características do offshore: Grande variedade de ativos para gerenciar Integridade de Dificuldades de treinamento ativos Gestão de mudanças mais difícil Gerenciamen to de Modificações Gestão de Condução Contratados de operações Partida de Atendimento novos a sistemas EmergênciasProcediment Treinamento Rotatividade de pessoal contratado os operacionais Competição produção x manutenção Prática Segura de Ativos offshore costumam ser geridos onshore Trabalho Atendimento a emergências ganha uma importância muito grande pelo isolamento das plataformas 14
  15. 15. Compreensão de Perigos e Riscos Processo de Análise deCaracterísticas do offshore: Riscos Gestão do conheciment A proximidade dos operadores com o perigo exige o maior uso de equipamentos inerentemente seguros – isto afeta tanto a tolerância ao risco como o modo como as análises são realizadas Isolamento: análises de risco costumam ser realizadas à distância (onshore) Variedade de equipamentos requer necessidade adicional de documentação (estruturas submarinas, operações de marinha, aviação, controle de poços) 15
  16. 16. Aprendendo com a Experiência Análise Critica pela LiderançaCaracterísticas do offshore: Auditorias Indicadores O isolamento das plataformas dificulta de o acesso de investigadores experientes – Desempenho Investigação de investigações Incidentes Análises críticas pela Lideranças costumam ser realizadas virtualmente Dificuldade de acesso a bordo combinado com grande número de auditorias : ANP, Marinha, seguradoras, da própria empresa, etc. 16
  17. 17. Comprometimento com a Segurança Características do offshore: Cultura de Segurança Trabalho em turnos de operadores Atendiment o a Normas e lideranças dificulta integração Relação com Ambientes de trabalho pouco stakeholder Competênci confortáveis prejudicam a qualidade s a em de vida a bordo Participação Processos Equipes diversificadas, compostas dos empregados por várias etnias 17
  18. 18. Mas o que é Cultura de Segurança? É quando temos a tendência – e também a nossa empresa – de querer fazer a coisa certa, do modo certo e na hora certa mesmo quando ninguém estiver olhando Não é a mesma coisa que behaviorismo (comportamento seguro) É difícil de medir e mais difícil ainda de mudar. É a causa raiz dos acidentes da atualidade “É o nosso DNA e de nossa empresa” 18
  19. 19. Case 1: BP Texas City23.03.2005 15 mortos > 170 feridos Gastos > US$2 bilhões 19
  20. 20. Alguns dados do acidente na BP: Entre 2000 e 2005 a unidade acidentada passou por 16 partidas:  8 vezes a pressão subiu acima do normal  13 vezes o nível na coluna subiu acima do normal, até por 4 horas seguidas Estes problemas nunca foram investigados. O sistema de blowdown havia sido considerado ultrapassado:  Em 1994 a Amoco definiu que o sistema deveria ser mudado para um flare  Em 1997 foi substituído por outro blowdown, idêntico (???)  Em 1999 a BP comprou o site e considerou este sistema adequado  Em 2002 a BP considerou este sistema inadequado (por razões de meio ambiente), mas o projeto nunca foi para a frente 20
  21. 21. Cultura de Segurança de ProcessosElementos Essenciais1. Estabelecer segurança de 7. Respeitar a expertise processos como um valor 8. Garantir comunicação aberta2. Prover uma liderança forte e efetiva3. Estabelecer e reforçar altos 9. Estabelecer um ambiente de padrões de desempenho questionamentos e4. Formalizar a ênfase e a aprendizagem abordagem da cultura de 10. Promover confiança mútua segurança de processos 11. Prover respostas a assuntos5. Manter o senso de de segurança no tempo vulnerabilidade adequado6. Dar condições para que as 12. Prover monitoramento de pessoas possam cumprir melhoria contínua do adequadamente suas desempenho responsablidades em segurança 21
  22. 22. Perguntas ? 22
  23. 23. Obrigado! Sergio Castro Riscos e ConfiabilidadeABS Group Services do Brasil31 8411-5649 21 9324-0945secastro@absconsulting.com 23

×