Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) Novas Normas de Escrituração Fiscal Aprox...
<ul><li>Vídeos </li></ul><ul><li>Retrospectiva </li></ul><ul><li>O que é a NF-e? </li></ul><ul><li>Processo de Emissão de ...
<ul><li>NF-e e a Dimed </li></ul><ul><li>NF-e e a Perdigão </li></ul><ul><li>NF-e Institucional </li></ul>VÍDEOS
<ul><li>Emenda Constitucional 42 (19/12/2003): integração entre os Fiscos. </li></ul><ul><li>II ENAT - Encontro Nacional d...
O que é a NF-e <ul><li>É um  documento  emitido e armazenado eletronicamente, de  existência apenas digital , com o intuit...
DANFE <ul><li>Documento Auxiliar da Nota Fiscal eletrônica </li></ul><ul><ul><li>É a impressão em papel comum (A4) que aco...
VISUALIZAÇÃO DA DANFE 4306099266561101285055007000000001 137530928 6
 
PROCESSO DE EMISSÃO DE NF-E NORMAL CLIENTE Contribuinte Autoriza NFe 2 XML XML assinado Fazenda de origem Solicita autoriz...
NF-e <ul><li>Aumenta a transparência fiscal </li></ul><ul><li>Reduz custo com aquisição de formulário </li></ul><ul><li>Re...
FASES DO PROJETO NA EMPRESA
<ul><li>Programa Visualizador </li></ul><ul><li>Emissor Gratuito </li></ul><ul><li>Site Estadual na Web -  http://www.set....
NF-e PROGRAMA VISUALIZADOR
NF-e PROGRAMA VISUALIZADOR
SOFTWARE EMISSOR GRATUITO DA NF-e SELEÇÃO DO EMITENTE
NF-e
NF-e
NF-e
NF-e
NF-e
SITE ESTADUAL DA NF-e
SITE NACIONAL DA NF-e
CONSULTA COMPLETA NF-e
ALTERNATIVAS DE IMPLANTAÇÃO <ul><li>Aplicação Própria (grandes empresas) </li></ul><ul><li>Programa Emissor (pequenas empr...
APLICAÇÃO PRÓPRIA <ul><ul><li>A Empresa desenvolve os serviços webservices, conforme manual de integração contribuintes: <...
PROGRAMA GRATUITO <ul><li>A empresa realiza download do Programa Emissor de NF-e, disponibilizado através do Portal Nacion...
NF-e
NF-e
 
NF-e
NF-e SITUAÇÃO ATUAL (Base fevereiro 2009) <ul><li>mais de 17.000 empresas emitindo NF-e, atingindo, em média, 35% da arrec...
NF-e AUTORIZADAS
NF-e EVOLUÇÃO EM 2008
NF-e NFes EMITIDAS NO RIO GRANDE DO NORTE Total:   735.797  de abril/2008 a jan/2009 Qtde. de contribuintes  credenciados ...
NF-e OBRIGADOS ATÉ 31/12/2008 <ul><li>Fabricantes e Distribuidores de Cigarros; </li></ul><ul><li>Distribuidores, Produtor...
NF-e ESTRATÉGIA DE MASSIFICAÇÃO Impor a obrigatoriedade por segmentos de atividade econômica, começando pelos segmentos de...
NF-e ESTRATÉGIA DE MASSIFICAÇÃO
NF-e ESTRATÉGIA DE MASSIFICAÇÃO
NF-e ESTRATÉGIA DE MASSIFICAÇÃO
NF-e ESTRATÉGIA DE MASSIFICAÇÃO
NF-e NOVAS OBRIGATORIEDADES PARA SETEMBRO / 09 <ul><li>Ampliação da cadeia de medicamentos </li></ul><ul><ul><li>fabricant...
NF-e NOVAS OBRIGATORIEDADES PARA SETEMBRO / 09 <ul><li>Ampliação da cadeia do petróleo </li></ul><ul><ul><li>fabricantes d...
NF-e NOVAS OBRIGATORIEDADES PARA SETEMBRO / 09 <ul><li>Ampliação da cadeia de veículos </li></ul><ul><ul><li>fabricantes d...
NF-e NOVAS OBRIGATORIEDADES PARA SETEMBRO / 09 <ul><li>Produção primária e afins </li></ul><ul><ul><li>estabelecimentos qu...
NF-e NOVAS OBRIGATORIEDADES PARA SETEMBRO / 09 <ul><li>Produtos de limpeza </li></ul><ul><ul><li>fabricantes de produtos d...
NF-e NOVAS OBRIGATORIEDADES PARA SETEMBRO / 09 <ul><li>Linha branca </li></ul><ul><ul><li>fabricantes e importadores de fo...
NF-e INFRA-ESTRUTURA EM OPERAÇÃO SEFAZ SP, RS, GO BA, PE, DF MT. MG, RO SVAN-RFB CE, ES, MA PA, PR, PI RN.  SVRS AC, AL, A...
NF-e DE SEGUNDA GERAÇÃO <ul><ul><li>É uma NF-e estruturada para registro de informações de todos os eventos ocorridos dura...
NF-e DE SEGUNDA GERAÇÃO Informações do Emitente e Destinatário + Informações sobre Produtos Comercializados + Valores Tota...
NF-e E 2G - EVENTOS <ul><li>Autorização </li></ul><ul><li>Denegação </li></ul><ul><li>Cancelamento </li></ul><ul><li>Regis...
NOVAS TECNOLOGIAS APLICÁVEIS AOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS <ul><li>Tecnologia baseada em chips com capacidade de arma...
NOVAS TECNOLOGIAS APLICÁVEIS AOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS TECNOLOGIA RFID PARA USO DO FISCO
Utilização no Transporte Rodoviário Dispensa do documento físico mediante a utilização de cartão com chip embarcado que co...
SONEGAÇÃO FISCAL E NF-e <ul><li>concorrência desleal </li></ul><ul><li>desequilíbrio da carga tributária </li></ul><ul><li...
SONEGAÇÃO FISCAL E NF-e <ul><li>projeto “ganha – ganha” </li></ul><ul><ul><li>simplificação de obrigações acessórias ao co...
SONEGAÇÃO FISCAL <ul><li>Educação e Cidadania Fiscal </li></ul><ul><li>Simplificação Obrigações Acessórias </li></ul><ul><...
FISCALIZAÇÃO PASSADO E FUTURO MUDANÇA NO MODO DE ATUAÇÃO DO FISCO Passado  Hoje / Futuro  Repressiva  Preventiva Isolado  ...
Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) Novas Normas de Escrituração Fiscal Geral...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentacao NF-e FIERN

1.103 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.103
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentacao NF-e FIERN

  1. 1. Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) Novas Normas de Escrituração Fiscal Aproximandamente 45 Minutos Geraldo Marcelo Cabral de Souza Coordenador de Informática / SET-RN
  2. 2. <ul><li>Vídeos </li></ul><ul><li>Retrospectiva </li></ul><ul><li>O que é a NF-e? </li></ul><ul><li>Processo de Emissão de NF-e Normal </li></ul><ul><li>Componentes da NF-e </li></ul><ul><li>Alternativas de Implantação </li></ul><ul><li>Situação Atual do Projeto NF-e </li></ul><ul><li>Estratégia de Massificação </li></ul><ul><li>NF-e de Segunda Geração </li></ul><ul><li>Novas Tecnologias Aplicáveis </li></ul><ul><li>Sonegação Fiscal e NF-e </li></ul>AGENDA
  3. 3. <ul><li>NF-e e a Dimed </li></ul><ul><li>NF-e e a Perdigão </li></ul><ul><li>NF-e Institucional </li></ul>VÍDEOS
  4. 4. <ul><li>Emenda Constitucional 42 (19/12/2003): integração entre os Fiscos. </li></ul><ul><li>II ENAT - Encontro Nacional de Administradores Tributários (Ago/2005) </li></ul><ul><ul><li>Protocolo ENAT 02/2005: cria o SPED </li></ul></ul><ul><ul><li>Protocolo ENAT 03/2005: cria a NF-e </li></ul></ul><ul><li>Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários (ENCAT) </li></ul><ul><ul><li>Avaliação da experiência do Chile </li></ul></ul><ul><li>SPED e NF-e são incluídos no PAC (22/01/2007), com prazo de 2 anos. </li></ul>RETROSPECTIVA
  5. 5. O que é a NF-e <ul><li>É um documento emitido e armazenado eletronicamente, de existência apenas digital , com o intuito de documentar uma operação de circulação de mercadorias ou prestação de serviços ocorrida entre as partes, cuja validade jurídica é garantida pela assinatura digital do emitente e recepção, pelo fisco, antes da ocorrência do Fato Gerador . </li></ul>CONCEITO
  6. 6. DANFE <ul><li>Documento Auxiliar da Nota Fiscal eletrônica </li></ul><ul><ul><li>É a impressão em papel comum (A4) que acompanha a mercadoria; </li></ul></ul><ul><ul><li>Não é a Nota Fiscal é apenas uma representação gráfica; </li></ul></ul><ul><ul><li>Possui o código de barras para consulta da nota fiscal eletrônica no site da Fazenda; </li></ul></ul><ul><ul><li>A verdadeira nota está armazenada no banco de dados da Fazenda e no Ambiente Nacional; </li></ul></ul><ul><ul><li>Auxilia a escrituração da NFe no destinatário. </li></ul></ul>
  7. 7. VISUALIZAÇÃO DA DANFE 4306099266561101285055007000000001 137530928 6
  8. 9. PROCESSO DE EMISSÃO DE NF-E NORMAL CLIENTE Contribuinte Autoriza NFe 2 XML XML assinado Fazenda de origem Solicita autorização NFe 1 Transporta mercadoria 4 Posto Fiscal Valida DANFE 5 Valida NFe 7 Fazenda de destino Transmite NFe ? Emite DANFE 3 Recebe mercadoria+DANFE 6 Receita Federal Transmite NFe ?
  9. 10. NF-e <ul><li>Aumenta a transparência fiscal </li></ul><ul><li>Reduz custo com aquisição de formulário </li></ul><ul><li>Reduz erros de escrituração </li></ul><ul><li>Simplifica o cumprimento de obrigações acessórias </li></ul><ul><li>Reduz o consumo de papel </li></ul><ul><li>Intensifica o compartilhamento de informações entre os Fiscos </li></ul><ul><li>Fortalece o cruzamento de informações </li></ul><ul><li>Fomenta a concorrência leal </li></ul>VANTAGENS DA NF-e
  10. 11. FASES DO PROJETO NA EMPRESA
  11. 12. <ul><li>Programa Visualizador </li></ul><ul><li>Emissor Gratuito </li></ul><ul><li>Site Estadual na Web - http://www.set.rn.gov.br/nfe </li></ul><ul><li>Site Nacional na Web - http://www.nfe.fazenda.gov.br </li></ul><ul><ul><li>Manual de Integração </li></ul></ul><ul><ul><li>Manual de Contingência </li></ul></ul><ul><ul><li>Legislação </li></ul></ul><ul><li>Call Center – 0800 9782338 </li></ul>COMPONENTES DA NF-e
  12. 13. NF-e PROGRAMA VISUALIZADOR
  13. 14. NF-e PROGRAMA VISUALIZADOR
  14. 15. SOFTWARE EMISSOR GRATUITO DA NF-e SELEÇÃO DO EMITENTE
  15. 16. NF-e
  16. 17. NF-e
  17. 18. NF-e
  18. 19. NF-e
  19. 20. NF-e
  20. 21. SITE ESTADUAL DA NF-e
  21. 22. SITE NACIONAL DA NF-e
  22. 23. CONSULTA COMPLETA NF-e
  23. 24. ALTERNATIVAS DE IMPLANTAÇÃO <ul><li>Aplicação Própria (grandes empresas) </li></ul><ul><li>Programa Emissor (pequenas empresas) </li></ul>
  24. 25. APLICAÇÃO PRÓPRIA <ul><ul><li>A Empresa desenvolve os serviços webservices, conforme manual de integração contribuintes: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Serviços Webservices de integração: </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Autorização NF-e; </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Cancelamento de NF-e; </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Inutilização de numeração de NF-e; </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Consulta da situação atual da NF-e; </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Consulta do status do serviço; </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Consulta Cadastro. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><li>A empresa promove a adequação dos seus processos internos ao novo modelo de emissão da NF-e. </li></ul></ul>
  25. 26. PROGRAMA GRATUITO <ul><li>A empresa realiza download do Programa Emissor de NF-e, disponibilizado através do Portal Nacional da NF-e: </li></ul><ul><ul><li>O programa é multi-plataforma e se adequa a qualquer tipo de ambiente operacional; </li></ul></ul><ul><ul><li>Pode ser utilizado em qualquer UF do Brasil; </li></ul></ul><ul><ul><li>Executa todas as funcionalidades previstas para NF-e (XML, Certificado Digital, transmissão e gerenciamento de NF-e emitidas, emissão de DANFE, contingência, etc.). </li></ul></ul>
  26. 27. NF-e
  27. 28. NF-e
  28. 30. NF-e
  29. 31. NF-e SITUAÇÃO ATUAL (Base fevereiro 2009) <ul><li>mais de 17.000 empresas emitindo NF-e, atingindo, em média, 35% da arrecadação das UF; </li></ul><ul><li>mais de 100 milhões NF-e autorizadas: </li></ul><ul><ul><li>Média 700.000 NF-e/dia, e </li></ul></ul><ul><ul><li>21.000.000 NF-e/mês. </li></ul></ul><ul><li>quase R$ 2 trilhões em mercadorias; </li></ul><ul><li>11 grandes segmentos econômicos obrigados desde 04/2008. </li></ul>
  30. 32. NF-e AUTORIZADAS
  31. 33. NF-e EVOLUÇÃO EM 2008
  32. 34. NF-e NFes EMITIDAS NO RIO GRANDE DO NORTE Total: 735.797 de abril/2008 a jan/2009 Qtde. de contribuintes credenciados para emissão de NF-e no RN: 264 Já são em média 50.000 NF-e vinda de outros Estados por Mês para o RN 25% do total Em Abril/2009 serão mais 400 novos contribuintes obrigados
  33. 35. NF-e OBRIGADOS ATÉ 31/12/2008 <ul><li>Fabricantes e Distribuidores de Cigarros; </li></ul><ul><li>Distribuidores, Produtores, Formuladores e Importadores de Combustíveis Líquidos; </li></ul><ul><li>TRRs; </li></ul><ul><li>Fabricantes de Automóveis, Camionetes, Utilitários, Caminhões, Ônibus e Motocicletas; </li></ul><ul><li>Fabricantes de Cimento; </li></ul><ul><li>Fabricantes, Distribuidores e Comerciante Atacadista de Medicamentos Alopáticos para Uso Humano; </li></ul>
  34. 36. NF-e ESTRATÉGIA DE MASSIFICAÇÃO Impor a obrigatoriedade por segmentos de atividade econômica, começando pelos segmentos de maior expressão
  35. 37. NF-e ESTRATÉGIA DE MASSIFICAÇÃO
  36. 38. NF-e ESTRATÉGIA DE MASSIFICAÇÃO
  37. 39. NF-e ESTRATÉGIA DE MASSIFICAÇÃO
  38. 40. NF-e ESTRATÉGIA DE MASSIFICAÇÃO
  39. 41. NF-e NOVAS OBRIGATORIEDADES PARA SETEMBRO / 09 <ul><li>Ampliação da cadeia de medicamentos </li></ul><ul><ul><li>fabricantes de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal </li></ul></ul><ul><ul><li>fabricantes de medicamentos homeopáticos para uso humano; </li></ul></ul><ul><ul><li>fabricantes de medicamentos fitoterápicos para uso humano; </li></ul></ul><ul><ul><li>fabricantes de medicamentos para uso veterinário; </li></ul></ul><ul><ul><li>fabricantes de produtos farmoquímicos </li></ul></ul><ul><li>Ampliação da cadeia de bebidas </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>atacadistas e importadores de malte para fabricação de bebidas alcoólicas </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  40. 42. NF-e NOVAS OBRIGATORIEDADES PARA SETEMBRO / 09 <ul><li>Ampliação da cadeia do petróleo </li></ul><ul><ul><li>fabricantes de artefatos de material plástico para usos industriais </li></ul></ul><ul><li>Ampliação da siderurgia </li></ul><ul><ul><li>fabricantes de tubos de aço sem costura; </li></ul></ul><ul><ul><li>fabricantes de tubos de aço com costura; </li></ul></ul><ul><ul><li>fabricantes e atacadistas de tubos e conexões em PVC e cobre; </li></ul></ul><ul><ul><li>fabricantes de artefatos estampados de metal; </li></ul></ul><ul><ul><li>fabricantes de produtos de trefilados de metal, exceto padronizados; </li></ul></ul>
  41. 43. NF-e NOVAS OBRIGATORIEDADES PARA SETEMBRO / 09 <ul><li>Ampliação da cadeia de veículos </li></ul><ul><ul><li>fabricantes de tratores, peças e acessórios, exceto agrícolas </li></ul></ul><ul><ul><li>concessionários de veículos novos </li></ul></ul><ul><li>Indústrias diversas </li></ul><ul><ul><li>fabricantes e importadores de pisos e revestimentos cerâmicos </li></ul></ul><ul><ul><li>tecelagem de fios de fibras têxteis </li></ul></ul><ul><ul><li>preparação e fiação de fibras têxteis </li></ul></ul>
  42. 44. NF-e NOVAS OBRIGATORIEDADES PARA SETEMBRO / 09 <ul><li>Produção primária e afins </li></ul><ul><ul><li>estabelecimentos que realizem moagem de trigo e fabricação de derivados de trigo </li></ul></ul><ul><ul><li>atacadistas de café em grão </li></ul></ul><ul><ul><li>atacadistas de café torrado, moído e solúvel </li></ul></ul><ul><ul><li>produtores de café torrado e moído, aromatizado </li></ul></ul><ul><ul><li>fabricantes de óleos vegetais refinados, exceto óleo de milho </li></ul></ul><ul><ul><li>serrarias com desdobramento de madeira </li></ul></ul><ul><li>Produção primária, insumos </li></ul><ul><ul><li>fabricantes de defensivos agrícolas </li></ul></ul><ul><ul><li>fabricantes de adubos e fertilizantes </li></ul></ul>
  43. 45. NF-e NOVAS OBRIGATORIEDADES PARA SETEMBRO / 09 <ul><li>Produtos de limpeza </li></ul><ul><ul><li>fabricantes de produtos de limpeza e de polimento </li></ul></ul><ul><ul><li>fabricantes de sabões e detergentes sintéticos </li></ul></ul><ul><li>Alimentos </li></ul><ul><ul><li>fabricantes de alimentos para animais </li></ul></ul><ul><ul><li>fabricantes e atacadistas de laticínios </li></ul></ul><ul><ul><li>fabricantes e atacadistas de pães, biscoitos e bolacha </li></ul></ul><ul><ul><li>atacadistas de mercadoria em geral, com predominância de produtos alimentícios </li></ul></ul>
  44. 46. NF-e NOVAS OBRIGATORIEDADES PARA SETEMBRO / 09 <ul><li>Linha branca </li></ul><ul><ul><li>fabricantes e importadores de fogões, refrigeradores e maquinas de lavar e secar para uso domestico, peças e acessórios </li></ul></ul><ul><ul><li>fabricantes de aparelhos e equipamentos de ar condicionado para uso não-industrial </li></ul></ul>
  45. 47. NF-e INFRA-ESTRUTURA EM OPERAÇÃO SEFAZ SP, RS, GO BA, PE, DF MT. MG, RO SVAN-RFB CE, ES, MA PA, PR, PI RN. SVRS AC, AL, AM AP, MS, PB RJ, RR, SC SE, TO.
  46. 48. NF-e DE SEGUNDA GERAÇÃO <ul><ul><li>É uma NF-e estruturada para registro de informações de todos os eventos ocorridos durante o ciclo de vida do documento fiscal. </li></ul></ul>
  47. 49. NF-e DE SEGUNDA GERAÇÃO Informações do Emitente e Destinatário + Informações sobre Produtos Comercializados + Valores Totais e Impostos, etc. + Assinatura Digital do Emitente Autorização de Uso ou Denegação Cancelamento Registro de Passagem Unidades Divisa Confirmação Exportação pela Aduana Registro de Veículo Detran Elementos Primários NF-e Eventos
  48. 50. NF-e E 2G - EVENTOS <ul><li>Autorização </li></ul><ul><li>Denegação </li></ul><ul><li>Cancelamento </li></ul><ul><li>Registros de saída </li></ul><ul><li>Registro de passagem </li></ul><ul><li>Internalização Suframa </li></ul><ul><li>Saída para exportação </li></ul><ul><li>Internalização no país (desembaraço) </li></ul><ul><li>Confirmação de recebimento </li></ul><ul><li>Desconhecimento da operação </li></ul><ul><li>Devolução de mercadoria </li></ul><ul><li>Desclassificação </li></ul><ul><li>Cancelamento de ofício </li></ul><ul><li>Reversão do cancelamento </li></ul><ul><li>Visto da NF-e </li></ul><ul><li>Carta de Correção </li></ul><ul><li>Carta de Correção de ofício </li></ul><ul><li>NF-e referenciada de ofício; </li></ul><ul><li>Registro de Veículos; </li></ul><ul><li>Outros </li></ul>
  49. 51. NOVAS TECNOLOGIAS APLICÁVEIS AOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS <ul><li>Tecnologia baseada em chips com capacidade de armazenamento e leitura sem fio de informações de forma segura; </li></ul><ul><li>Chips com tamanhos diminutos; </li></ul><ul><li>O Brasil domina 100% da tecnologia e patentes envolvidas; </li></ul><ul><li>Tecnologia não proprietária; </li></ul><ul><li>Baixo custo; </li></ul>TECNOLOGIA RFID
  50. 52. NOVAS TECNOLOGIAS APLICÁVEIS AOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS TECNOLOGIA RFID PARA USO DO FISCO
  51. 53. Utilização no Transporte Rodoviário Dispensa do documento físico mediante a utilização de cartão com chip embarcado que contemplará dados de todas as notas fiscais, eletrônicas ou não, constantes no manifesto de cargas eletrônico. O cartão poderá ser reutilizado a cada nova emissão de um manifesto de cargas e tem baixíssimo custo. Manifesto de Cargas a partir de cartão com chip RFID
  52. 54. SONEGAÇÃO FISCAL E NF-e <ul><li>concorrência desleal </li></ul><ul><li>desequilíbrio da carga tributária </li></ul><ul><li>redução capacidade investimentos do Estado </li></ul><ul><li>diminuição ou deterioração da prestação de serviços pelo Estado </li></ul><ul><ul><li>Todos perdem! </li></ul></ul>SONEGAÇÃO FISCAL
  53. 55. SONEGAÇÃO FISCAL E NF-e <ul><li>projeto “ganha – ganha” </li></ul><ul><ul><li>simplificação de obrigações acessórias ao contribuinte </li></ul></ul><ul><ul><li>redução de custos ao contribuinte </li></ul></ul><ul><ul><li>maior controle das operações pelo Fisco </li></ul></ul><ul><ul><li>combate a sonegação e concorrência desleal </li></ul></ul><ul><ul><li>incremento da arrecadação sem aumento da carga tributária </li></ul></ul><ul><ul><li>modernização do Fisco e do ambiente empresarial </li></ul></ul><ul><ul><li>geração de empregos e oportunidades de negócios </li></ul></ul>NOTA FISCAL ELETRÔNICA
  54. 56. SONEGAÇÃO FISCAL <ul><li>Educação e Cidadania Fiscal </li></ul><ul><li>Simplificação Obrigações Acessórias </li></ul><ul><li>Redução Carga Tributária </li></ul><ul><li>Controle Fisco </li></ul><ul><li>Fiscalização Preventiva </li></ul><ul><li>Controle Rigoroso Fisco </li></ul><ul><li>Repressão </li></ul><ul><li>Inteligência Fiscal </li></ul><ul><li>Trabalhos Integrados </li></ul><ul><li>Punição Criminal </li></ul>Bom Contribuinte Sonegador Eventual Sonegador Contumaz
  55. 57. FISCALIZAÇÃO PASSADO E FUTURO MUDANÇA NO MODO DE ATUAÇÃO DO FISCO Passado Hoje / Futuro Repressiva Preventiva Isolado Integrado Auditar Passado Acompanhar o presente e Projetar o Futuro Estabelecimento Empresa Conferência Manual Auditoria Eletrônica Poucas Fontes Múltiplas Fontes Amostragem 100% operações Provas em papel Provas eletrônicas Fiscalização em loco Fiscalização à distância Generalista Especialista
  56. 58. Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) Novas Normas de Escrituração Fiscal Geraldo Marcelo Cabral de Souza [email_address] Coordenador de Informática / SET-RN DÚVIDAS ?????????

×