Tipografia e Grid para Sinalização

5.489 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre tipografia e grid aplicado a sinalização. Medidas e proporções ideiais e exemplos de usos.

Publicada em: Design
0 comentários
11 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.489
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
277
Comentários
0
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tipografia e Grid para Sinalização

  1. 1. Tipografia & Grids para Sinalização Design da Informação 3º Ano - Design PV Ari Junior Gustavo R. Vieira Robert Alves Thiago Brummer
  2. 2. Tipografia
  3. 3. Introdução Existe uma crescente valorização de imagens e suas aplicações, mas a palavra escrita continua muito importante para informar e comunicar. A tipografia desempenha um papel muito importante na sinalização. As regras para utilização de tipografia para sinalização podem sofrer algumas alterações em relação às utilizadas para a área editorial, ela precisa ser de rápida compreenssão e legibilidade 3/24
  4. 4. Aplicações
  5. 5. Principais características A escolha do tipo ou da família tipográfica a ser usada, - deve levar em conta aspectos conceituais como a adequação ao ambiente e a mensagem a ser transmitida assim como os aspectos técnicos como a legibilidade. Legibilidade diz respeito ao reconhecimento que nos permite reconhecer caracteres individuais e distingui-los uns dos outros: aspectos como o tamanho e o contraste figura-fundo em relação ao seu suporte são essências. Leiturabilidade é a facilidade de leitura, diz respeito a composição e a diagramação do texto no suporte. A capacidade de leitura concentra-se na rapidez e facilidade com que o leitor assimila e apreende a informação. Lemos palavras não como sequências de letras, mas como grupos de letras. Levantamento e Caracterização de Famílias Tipográficas para uso em Sistemas de Sinalização - P&D Design 7/24
  6. 6. Calori (2007): ter clareza, ou seja, possuir letras de fácil reconhecimento; ter uma grande altura-x; ter peso médio, com larguras que não são nem muito grossas nem muito finas; e ter largura de caractere médio ou normal, com formas que são nem muito condensados nem muito expandidas. “ ”CALORI, Chris. 2007 8/24
  7. 7. Principais características Altura da maiúscula ou versal, proporcional à largura da letra (1, 2); Desenho com pouco contraste de hastes (3); Descendente, que deve ser o menor possível (4); Ascendente, que deve ser, mais alto que a maiúscula (5); Forma interna (olho ou oco), que deve ser o mais aberta possível (6); Altura-x, que deve ser grande (7); Sem serifa. Levantamento e Caracterização de Famílias Tipográficas para uso em Sistemas de Sinalização - P&D Design 9/24
  8. 8. Principais características A dimensão das letras e números deve ser proporcional à distância de leitura, obedecendo á relação 1/200. Recomenta-se que textos e números obedeçam às seguintes proporções a) largura da letra = 2/3 da altura; b) espessura do traço = 1/6 da altura; c) distância entre letras = 1/5 da altura; d) distância entre palavras = 2/3 da altura; e) intervalo entre linhas = 1/5 da altura; f) altura da letra minúscula = 2/3 da altura da letra minúscula. ABNT NBR 9050:2004 10/24
  9. 9. Escolha de fontes Levantamento e Caracterização de Famílias Tipográficas para uso em Sistemas de Sinalização - P&D Design 11/24
  10. 10. Teste de Frutiger Levantamento e Caracterização de Famílias Tipográficas para uso em Sistemas de Sinalização - P&D Design 12/24
  11. 11. Textos de orientação Distâncias máximas e mínimas para a leitura de textos de orientação: ABNT NBR 9050:2004 13/24
  12. 12. Contraste ABNT NBR 9050:2004 Iluminação Média / Alta A A A A A A A A A A A A Iluminação Baixa A A A A A A A Adaptação ao escuro AA A A A A 14/24
  13. 13. Grids
  14. 14. Design, para alguns é: pensar livremente a partir da intuição artística, criar coisas novas, esboçar projetos iniciais, mas, na hora de executá-los, percebe-se que é preciso que sua idéia passe integralmente para milhares de pessoas, por isso é preciso ter uma linguagem técnica, inteligível por todos, sem contudo descaracterizar sua criação e esta técnica tem uma gramática: é o chamado grid, isto é, projetar qualquer trabalho gráfico dentro de uma estrutura. A técnica do grid não é fechada e rígida como possa parecer, ela enriquece as possibilidades de um projeto. “ ”WOLLNER, Alexandre. 1999 16/24
  15. 15. Exemplos
  16. 16. ENDEAVOUR HILLS SHOPPING CENTRE18/24
  17. 17. FRIEZE ART FAIR19/24
  18. 18. MONASH UNIVERSITY PHARMA20/24
  19. 19. MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL UNESP21/24
  20. 20. FIRMENICH BRASIL22/24
  21. 21. SAMARA, Timothy. GRID23/24
  22. 22. Obrigado!

×