O atestado de_obito

2.732 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.732
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
515
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O atestado de_obito

  1. 1. O Atestado de Óbito Dr. Geam Karlo A. Santana Médico Legista do Posto Médico Legal de Betim MG Prof da Disciplina de Medicina Legal do 8º período da UNINCOR
  2. 2. 1ª Edição: 2006 – 3.000 exemplares 2ª Edição: 2007 – 400.000 exemplares
  3. 3. Morte Natural Com Assistência médica O médico que vinha prestando assistência O médico assistente ou o substituto, para pacientes internados O médico do PSF, PID, para tratamento em regime domiciliar
  4. 4. Morte Natural Sem Assistência médica O médico do SVO, nas localidades que dispõem deste serviço O médico do serviço público mais próximo do local onde ocorreu o evento; e na sua ausência, por qualquer médico, nas localidades sem SVO
  5. 5. Morte Não-Natural ( Causas externas) Homicídios, acidentes, suicídios, mortes suspeitas
  6. 6. I Cartório do Registro Civil II Identificação do Falecido III Residência IV Local de Ocorrência V Óbitos Fetais e menores de 1 ano VI Condições e Causas do Óbito VII Dados do Médico VIII Causas Externas IX Localidade onde não exista médico
  7. 7. PROBLEMATIZAÇÃO DO TRABALHO DO LEGISTA NATURAIS SERVIÇOS DE SAÚDE SUSPEITA IML VIOLENTA IML
  8. 8. PROBLEMATIZAÇÃO DO TRABALHO DO LEGISTA NATURAIS SERVIÇOS DE SAÚDE Entrevista com a família Avaliação da reação familiar Avaliação de prontuário médico Estrutura Física e Técnica OBJETIVO
  9. 9. PROBLEMATIZAÇÃO DO TRABALHO DO LEGISTA SUSPEITA IML VIOLENTA IML FINALIDADE POLICIAL DE ESCLARECIMENTO DE UM FATO DA JUSTIÇA
  10. 10. PROBLEMATIZAÇÃO DO TRABALHO DO LEGISTA NATURAIS VERIFICAÇÃO DE ÓBITO 40% das Necrópsias do IML Necessidade da criação de um serviço de verificação de óbito para uma melhor qualificação dos óbitos de causa naturais. Avaliação por especialista em estrutura adequada e criada para este fim. OBJETIVO
  11. 11. PENSAMENTO A MORTE É UMA ETAPA DA VIDA E ASSIM DEVE SER TRATADA. O FIM MUITO PODE NOS AJUDAR NO ENTENDIMENTO DO COMEÇO. Geam Karlo de Assis Santana geamkarlo@yahoo.com.br

×