silvio lemos meira<br />smeira.blog.terra.com.br<br />twitter.com/srlm<br />silvio@meira.com<br />www.cesar.org.br<br />
onde<br />estamos?<br />
!<br />rede<br />
ωε<br />
web 1.0<br />qualquer um pode<br />fazer<br />transações<br />amazon, google, eBay...<br />marc benioff, salesforce.com<br />
web 2.0<br />qualquer um pode<br />participar<br />flickr, BLOGs, adsense...<br />marc benioff, salesforce.com<br />
web 3.0<br />qualquer um pode<br />inovar<br />amazon AWS, salesforce...<br />google, microsoft, twitter, f’book... <br />...
tempos <br />modernos<br />
!<br />novos<br />
opúblico<br />VIROU<br />comunidade<br />
pessoas <br />& <br />necessidades <br />
Conectividade<br />Singularidade<br />Acolhimento<br />Variedade<br />http://www.forrester.com/Groundswell/index.html <br />
tecnologias<br />& <br />possibilidades <br />
Usabilidade<br />Conectividade<br /><ul><li> Comportamento
 Comunicação
 Interface</li></ul>Portabilidade<br />Sustentabilidade<br /><ul><li> Form-factor
 Materiais
 Energia</li></li></ul><li>comportamento<br />& <br />rupturas<br />
Conectividade<br />Singularidade<br />Usabilidade<br />Acolhimento<br />Portabilidade<br />Variedade<br />Sustentabilidade...
singularidade<br />
singularidade<br />mobilidade<br />
singularidade<br />mobilidade<br />comunidade<br />
singularidade<br />mobilidade<br />comunidade<br />sincronicidade<br />
singularidade<br />mobilidade<br />comunidade<br />sincronicidade<br />localidade<br />
singularidade<br />mobilidade<br />comunidade<br />sincronicidade<br />localidade<br />usabilidade<br />
singularidade<br />mobilidade<br />comunidade<br />sincronicidade<br />localidade<br />usabilidade<br />programabilidade<b...
rupturas<br />
einstein... qual a força mais poderosa do universo?<br />einstein:juros compostos.<br />
darwin<br />
http://blogs.wsj.com/photojournal/2009/06/04/homeless-and-online-in-san-francisco/<br />
ou...<br />
N<br />newton<br />
D<br />darwin<br />
darwin:<br />agentes<br />independentes<br />emcontexto<br />competindo<br />cooperando<br />para<br />sobreviver<br />
transformação<br />
inovação<br />
<br />darwin: <br />emevolução<br />
economia<br />industrial<br />
conhecimento<br />=<br />+<br />ford<br />taylor<br />
economia<br />conhecimento<br />
economia<br />processos<br />
&<br />deslocalização<br />dessincronização<br />sociedade<br />da<br />
<br />conhecimento<br />fluxo<br />
continuamente<br />aprendendo<br />aprender<br />a<br />
aprender<br />desaprender<br />reaprender<br />Alvin Toffler<br />
singularidade<br />mobilidade<br />comunidade<br />sincronicidade<br />localidade<br />usabilidade<br />programabilidade<b...
T<br />tempo<br />
gaddis:<br />é<br />presente<br />uma<br />o<br />singularidade<br />futuro<br />passado<br />presente<br />
whitehead:<br />é<br />processo<br />realidade<br />seresativos<br />somos<br />interagindo<br />ambiente<br />com o<br />
heidegger:<br />é<br />vida<br />a<br />expectativas<br />futuro<br />exercícios<br />presente<br />experiências<br />pass...
comunidade<br />
?<br />linguagem<br />
L<br />linguagem<br />
I<br />interação<br />
fluxos<br />
redes<br />
redes<br />sociais<br />
pra<br />onde<br />vamos?<br />
o<br />futuro<br />VEM<br />do<br />futuro.<br />
infraestruturas<br />
!<br />convergência<br />
informaticidade<br />
informaticidade<br />
http://www.wired.com/epicenter/2009/05/when-google-goes-down-it-goes-down-hard/<br />
informaticidade<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tempos de aprender, desaprender, reaprender.

2.693 visualizações

Publicada em

Silvio Meira, uma das principais referências sobre a internet e o mundo em rede no Brasil, aponta os impactos que a conectividade, a singularidade, o acolhimento e as infinitas variedades geradas pelo processo tecnológico que vivemos trazem para o nosso cotidiano.

Aprender, desaprender e reaprender tornou-se fundamental para os profissionais de todas os setores que querem avançar neste novo ecossistema em formação acelerada e exponencial.

Convivemos e conviveremos cada vez mais com rupturas contínuas. O novo ecossistema favorece cada vez mais agentes independentes em contato competindo/cooperando para sobreviver.

A vida é uma sucessão expectativas, exercícios, experiências. O novo ecossistema promove o futuro vindo do futuro.

A tecnologia = plataforma para cOOpetir. Vivemos uma explosão cambriana. Que nos leva para as nuvens, o mundo da informaticidade (todo o processamento na rede) em contrapartida ao mundo da eletricidade.

A Era do Conhecimento chegou e, neste tempo de embate com a herança passada, vai varrer do mapa quem parou no tempo.

São sobre estas idéias que Silvio Meira discorre nesta apresentação feita no evento MediaOn, promovido pelo portal Terra e o Itaú, em outubro de 2009.

Publicada em: Tecnologia, Turismo
  • Seja o primeiro a comentar

Tempos de aprender, desaprender, reaprender.

  1. 1. silvio lemos meira<br />smeira.blog.terra.com.br<br />twitter.com/srlm<br />silvio@meira.com<br />www.cesar.org.br<br />
  2. 2. onde<br />estamos?<br />
  3. 3.
  4. 4. !<br />rede<br />
  5. 5. ωε<br />
  6. 6. web 1.0<br />qualquer um pode<br />fazer<br />transações<br />amazon, google, eBay...<br />marc benioff, salesforce.com<br />
  7. 7. web 2.0<br />qualquer um pode<br />participar<br />flickr, BLOGs, adsense...<br />marc benioff, salesforce.com<br />
  8. 8. web 3.0<br />qualquer um pode<br />inovar<br />amazon AWS, salesforce...<br />google, microsoft, twitter, f’book... <br />marc benioff, salesforce.com<br />
  9. 9. tempos <br />modernos<br />
  10. 10. !<br />novos<br />
  11. 11. opúblico<br />VIROU<br />comunidade<br />
  12. 12.
  13. 13. pessoas <br />& <br />necessidades <br />
  14. 14. Conectividade<br />Singularidade<br />Acolhimento<br />Variedade<br />http://www.forrester.com/Groundswell/index.html <br />
  15. 15. tecnologias<br />& <br />possibilidades <br />
  16. 16. Usabilidade<br />Conectividade<br /><ul><li> Comportamento
  17. 17. Comunicação
  18. 18. Interface</li></ul>Portabilidade<br />Sustentabilidade<br /><ul><li> Form-factor
  19. 19. Materiais
  20. 20. Energia</li></li></ul><li>comportamento<br />& <br />rupturas<br />
  21. 21. Conectividade<br />Singularidade<br />Usabilidade<br />Acolhimento<br />Portabilidade<br />Variedade<br />Sustentabilidade<br />
  22. 22. singularidade<br />
  23. 23. singularidade<br />mobilidade<br />
  24. 24. singularidade<br />mobilidade<br />comunidade<br />
  25. 25. singularidade<br />mobilidade<br />comunidade<br />sincronicidade<br />
  26. 26. singularidade<br />mobilidade<br />comunidade<br />sincronicidade<br />localidade<br />
  27. 27. singularidade<br />mobilidade<br />comunidade<br />sincronicidade<br />localidade<br />usabilidade<br />
  28. 28. singularidade<br />mobilidade<br />comunidade<br />sincronicidade<br />localidade<br />usabilidade<br />programabilidade<br />
  29. 29. rupturas<br />
  30. 30.
  31. 31.
  32. 32.
  33. 33.
  34. 34.
  35. 35.
  36. 36.
  37. 37.
  38. 38.
  39. 39.
  40. 40. einstein... qual a força mais poderosa do universo?<br />einstein:juros compostos.<br />
  41. 41. darwin<br />
  42. 42.
  43. 43.
  44. 44. http://blogs.wsj.com/photojournal/2009/06/04/homeless-and-online-in-san-francisco/<br />
  45. 45.
  46. 46.
  47. 47.
  48. 48.
  49. 49. ou...<br />
  50. 50.
  51. 51.
  52. 52. N<br />newton<br />
  53. 53.
  54. 54. D<br />darwin<br />
  55. 55. darwin:<br />agentes<br />independentes<br />emcontexto<br />competindo<br />cooperando<br />para<br />sobreviver<br />
  56. 56. transformação<br />
  57. 57. inovação<br />
  58. 58. <br />darwin: <br />emevolução<br />
  59. 59. economia<br />industrial<br />
  60. 60.
  61. 61. conhecimento<br />=<br />+<br />ford<br />taylor<br />
  62. 62. economia<br />conhecimento<br />
  63. 63. economia<br />processos<br />
  64. 64. &<br />deslocalização<br />dessincronização<br />sociedade<br />da<br />
  65. 65. <br />conhecimento<br />fluxo<br />
  66. 66. continuamente<br />aprendendo<br />aprender<br />a<br />
  67. 67. aprender<br />desaprender<br />reaprender<br />Alvin Toffler<br />
  68. 68. singularidade<br />mobilidade<br />comunidade<br />sincronicidade<br />localidade<br />usabilidade<br />programabilidade<br />
  69. 69. T<br />tempo<br />
  70. 70. gaddis:<br />é<br />presente<br />uma<br />o<br />singularidade<br />futuro<br />passado<br />presente<br />
  71. 71. whitehead:<br />é<br />processo<br />realidade<br />seresativos<br />somos<br />interagindo<br />ambiente<br />com o<br />
  72. 72. heidegger:<br />é<br />vida<br />a<br />expectativas<br />futuro<br />exercícios<br />presente<br />experiências<br />passado<br />
  73. 73. comunidade<br />
  74. 74. ?<br />linguagem<br />
  75. 75. L<br />linguagem<br />
  76. 76. I<br />interação<br />
  77. 77. fluxos<br />
  78. 78. redes<br />
  79. 79. redes<br />sociais<br />
  80. 80. pra<br />onde<br />vamos?<br />
  81. 81. o<br />futuro<br />VEM<br />do<br />futuro.<br />
  82. 82.
  83. 83. infraestruturas<br />
  84. 84.
  85. 85. !<br />convergência<br />
  86. 86. informaticidade<br />
  87. 87.
  88. 88.
  89. 89.
  90. 90. informaticidade<br />
  91. 91. http://www.wired.com/epicenter/2009/05/when-google-goes-down-it-goes-down-hard/<br />
  92. 92. informaticidade<br />
  93. 93. (TICs)<br />tecnologia<br />=<br />plataforma<br />PARA<br />competir<br />cOOpetir<br />
  94. 94. explosãocambriana<br />http://bit.ly/2ETCpU<br />
  95. 95. pras<br />nuvens<br />
  96. 96. silvio lemos meira<br />smeira.blog.terra.com.br<br />twitter.com/srlm<br />silvio@meira.com<br />www.cesar.org.br<br />

×