Introdução aos sistemas operacionais embarcados

1.366 visualizações

Publicada em

Introdução aos sistemas operacionais embarcados

Publicada em: Tecnologia
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.366
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução aos sistemas operacionais embarcados

  1. 1. ELT048Sistemas operacionais embarcados Rodrigo Maximiano Antunes de Almeida Universidade Federal de Itajubá
  2. 2. ELT048● Aulas: Segundas 7:00 às 9:30 ● LEC II● 1a Prova + Projeto 1: 15/04● 2a Prova + Projeto 2: 10/06● Sub: 17/06
  3. 3. Considerações iniciais SO Embarcado? Sério?
  4. 4. Lei de Moore
  5. 5. LPC800
  6. 6. LPC800
  7. 7. LPC800
  8. 8. KL02
  9. 9. KL02The Kinetis KL02 CSP MCU is expected to begin sampling to lead customers in March2013. Broad market availability of production-qualified samples is planned for July 2013from Freescale and its distribution partners. Suggested resale pricing is 75 cents (USD)100,000-unit quantities.
  10. 10. Cronograma01) Introdução 08) Interface de Driver02) Ponteiros 09) Controladora de Drivers03) Ponteiros deFunção 10) Callback04) Definição de 11) Arquitetura deprocesso processador05) Kernel cooperativo 12) Kernel preemptivo/ Escalonadores 13) Garantia de tempo06) Requisitos realtemporais 14) Mutex/Semáforos
  11. 11. Tipos de SO● Grande Porte● Servidores● Multiprocessados● Computadores pessoais● Portáteis● Embarcados● Tempo Real
  12. 12. Componentes do SO● Kernel● Drivers● Gerenciamento de arquivo● Rede● Segurança● Interface Gráfica
  13. 13. Projeto de um kernel
  14. 14. Projeto de um kernel● Funções de um kernel: ● Gerenciar e coordenar a execução dos processos através de algum critério ● Manusear a memória disponível e coordenar o acesso dos processos a ela ● Intermediar a comunicação entre os drivers de hardware e os processos
  15. 15. Projeto de um kernelDesenvolver meu próprio kernel? Porque?
  16. 16. Projeto de um kernel● Melhoria do código proprietário● Facilidade para reutilização de código● Controle total sobre o fonte● Modificações específicas para o kernel ● Escalonadores adaptados ● Maior controle sobre dispositivos de hardware
  17. 17. Projeto de um kernelDesenvolver meu próprio kernel? Porque não?
  18. 18. Projeto de um kernel● Overhead do kernel (memória e velocidade)● Alternativas gratuítas e pagas● Projeto que demanda muito tempo● Desenvolvimento contínuo
  19. 19. Projeto de um kernel● FreeBSD – 6.25● IOS – 80● Linux – 15● OS X – 86● ReactOS – 2● OpenSolaris – 10● Windows NT – 45● Windows XP – 40● Windows Vista – 64
  20. 20. Projeto de um kernel
  21. 21. Projeto de um kernel● Alternativas ● Windows Embedded Compact® ● VxWorks® ● X RTOS® ● uClinux ● FreeRTOS ● BRTOS
  22. 22. Projeto de um kernel● Kernel monolítico X microkernel● Linus Torvalds e Andrew Tanenbaum
  23. 23. Projeto de Kernel● Decisões no projeto de um Kernel ● Gerenciamento dos dispositivos de I/O ● Gerenciamento dos processos ● Segurança do sistema

×