SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
O conforto da bicicleta de estrada em competições de longa distância: uma abordagem ergonômica LINHARES, Ricardo. Mestrando em Design MONT’ALVÃO, Cláudia, D.Sc LEUI – Laboratório de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces em Sistemas  Humano-Tecnologia Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
[object Object],[object Object],Cap ítulo 1 Introdução
[object Object],[object Object],[object Object],Cap ítulo 1 Introdução
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Cap ítulo 1 Introdução
[object Object],[object Object],Cap ítulo 1 Introdução
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Cap ítulo 1 Introdução
Cap ítulo 2 Histórico das Competições Objetivos do Cap ítulo Apresentar as competi ções de ciclismo em estrada, desde seu início até o ponto em que estamos hoje. Mostrar paralelamente a evolução das bicicletas e dos componentes através do tempo.
Cap ítulo 2 Histórico das Competições ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Cap ítulo 3 A Bicicleta de Estrada Objetivos do Capítulo Apresentar a bicicleta de estrada e seus componentes, destacando suas caracter ísticas específicas. Detalhar o funcionamento dos componentes e sua import ância numa competição. Analisar as formas de ajustar os componentes das bicicletas.
Cap ítulo  3 A Bicicleta de Estrada Sumário do Capítulo 3- A bicicleta de estrada 3.1-A roda 3.2- Os pneus 3.3- Os freios 3.4-A corrente e o sistema de câmbio 3.5- O quadro 3.5.1- Os principais materiais empregados no quadro 3.5.1.1- Aço 3.5.1.2- Cromo-Molibidêmio 3.5.1.3- Alumínio 3.5.1.4- Carbono 3.5.1.5- Titânio 3.6- Considerações Finais do Capítulo
Cap ítulo  3 A Bicicleta de Estrada
Cap ítulo 4 Os Custos Humanos do Ciclismo de Longa Distância Objetivo do Cap ítulo Fornecer embasamento te órico sobre os custos humanos envolvidos no uso da bicicleta. Listar lesões crônicas (provocadas por repetição de movimentos) e lesões agudas (provocadas por pancadas ou algum outro fator momentâneo).
Cap ítulo 4 Os Custos Humanos do Ciclismo de Longa Distância Sum ário do Capítulo 4-Os Custos Humanos do ciclismo de Longa Distância 4.1- A  Bicicleta de Corrida e a Ergonomia Tamanho do quadro, a altura do assento, o posicionamento dos pés, a posição do selim no trilho, o formato, a largura e o ângulo do guidom.  4.2- Custos Humanos relacionados ao ciclismo 4.2.1- L.E.R. 4.2.2- Lesões Traumáticas  4.2.3- Lesões de Contato Mãos, pés e glúteos 4.2.4- As Lesões sem contato Joelhos, músculos da perna, costas, pescoço. 4.3- Considerações finais do capítulo
Cap ítulo 5 Delineamento da Pesquisa Objetivos do Capítulo Conceituar a proposta da pesquisa, com tema, problema, justificativa, etc…
Cap ítulo 6 Métodos e Técnicas da Pesquisa 6-M étodos e Técnicas da Pesquisa 6.1. Documentação indireta: Pesquisa bibliográfica; 6.2. Documentação direta: Pesquisa de campo; Foi realizada durante tr ês competições de  estrada de longa distância.
Cap ítulo 6 Métodos e Técnicas da Pesquisa 6-M étodos e Técnicas da Pesquisa 6.3. Observações direta intensiva:  6.3.1 Observação assistemática Foi realizada em janeiro de 2005 uma observação assistemática durante a Volta Ciclística de São Paulo, uma prova de uma semana de duração com etapas que variavam de 40km a 250km por dia por todo território do estado de São Paulo.  Deciciu-se focar o grupo estudado ao universo masculino devido à pouca participação feminina neste tipo de prova e às diferenças anatômicas dos dois grupos. Esta observa ção originou um roteiro de entrevistas semi-estruturadas.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Cap ítulo 6 Métodos e Técnicas da Pesquisa
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Cap ítulo 6 Métodos e Técnicas da Pesquisa
[object Object],[object Object],Cap ítulo  7 Resultados da Pesquisa de Campo 249 3.48 20 Média 410 7.4 5 Elite 138 3 4 Mb 233 2 3 Ma 212 3 5 S30 400 4.5 2 S23 100 1 1 Inic. Pergunta 2 (Média) Pergunta 1 (Média) Respostas Por Categoria
[object Object],Cap ítulo  7 Resultados da Pesquisa de Campo As bermudas nacionais são consideradas inferiores às importadas. X 100% das bermudas usadas s ão  de fabricação nacional. 1(IDT) OUTRAS 5 ADENOSINA 4 FSA 3 CT 7 GB
[object Object],[object Object],[object Object],Cap ítulo  7 Resultados da Pesquisa de Campo 0 0 7 6 7 Altura da mesa 0 1 3 9 7 Tamanho da mesa 0 3 7 5 5 Posição do selim 3 14 2 0 1 Altura do selim 17 2 1 0 0 Tamanho do quadro 5 4 3 2 1
[object Object],Cap ítulo  7 Resultados da Pesquisa de Campo
[object Object],Cap ítulo  7 Resultados da Pesquisa de Campo
[object Object],[object Object],[object Object],Cap ítulo  8 Considerações Finais
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Cap ítulo  8 Considerações Finais
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Cap ítulo  8 Considerações Finais
[object Object],[object Object],Cap ítulo  8 Considerações Finais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Biomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões Esportivas
Biomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões EsportivasBiomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões Esportivas
Biomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões EsportivasSmith & Nephew
 
Atletismo na escola
Atletismo na escolaAtletismo na escola
Atletismo na escolaevandrolhp
 
PROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANO
PROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANOPROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANO
PROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANOananiasdoamaral
 
A Comparação do VO2Max. e Antropometria no Futebol.Revista Cientifica de Ciên...
A Comparação do VO2Max. e Antropometria no Futebol.Revista Cientifica de Ciên...A Comparação do VO2Max. e Antropometria no Futebol.Revista Cientifica de Ciên...
A Comparação do VO2Max. e Antropometria no Futebol.Revista Cientifica de Ciên...LUCIANO SOUSA FISIOLOGISTA
 
Avaliação global de e. física 6º ano junho
Avaliação global de e. física 6º ano junhoAvaliação global de e. física 6º ano junho
Avaliação global de e. física 6º ano junhoMoesio Alves
 
Trabalho educação fisica
Trabalho educação fisicaTrabalho educação fisica
Trabalho educação fisicaFui_kilado
 
Pedalando na cidade-versao_impressao_reduced
Pedalando na cidade-versao_impressao_reducedPedalando na cidade-versao_impressao_reduced
Pedalando na cidade-versao_impressao_reducedPaulo Corrêa
 
História do Atletismo
História do AtletismoHistória do Atletismo
História do AtletismoAlessandragf
 
História do atletismo e atletismo na escola
História do atletismo e atletismo na escolaHistória do atletismo e atletismo na escola
História do atletismo e atletismo na escolaAnjo da Luz
 
Ciclismo de alto rendimento
Ciclismo de alto rendimentoCiclismo de alto rendimento
Ciclismo de alto rendimentoongciclourbano
 
BTT e a relação com a saúde
BTT e a relação com a saúdeBTT e a relação com a saúde
BTT e a relação com a saúdePatrícia Dias
 
Diário olímpico 4
Diário olímpico 4Diário olímpico 4
Diário olímpico 4APEB
 

Mais procurados (20)

Biomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões Esportivas
Biomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões EsportivasBiomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões Esportivas
Biomecânica da Corrida e sua Relação com Lesões Esportivas
 
Atletismo Paralímpico
Atletismo ParalímpicoAtletismo Paralímpico
Atletismo Paralímpico
 
Atletismo
AtletismoAtletismo
Atletismo
 
Atletismo na escola
Atletismo na escolaAtletismo na escola
Atletismo na escola
 
Prática de ciclismo
Prática de ciclismoPrática de ciclismo
Prática de ciclismo
 
Atletismo 6º e 7º
Atletismo 6º e 7ºAtletismo 6º e 7º
Atletismo 6º e 7º
 
PROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANO
PROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANOPROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANO
PROVA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 3º ANO
 
A Comparação do VO2Max. e Antropometria no Futebol.Revista Cientifica de Ciên...
A Comparação do VO2Max. e Antropometria no Futebol.Revista Cientifica de Ciên...A Comparação do VO2Max. e Antropometria no Futebol.Revista Cientifica de Ciên...
A Comparação do VO2Max. e Antropometria no Futebol.Revista Cientifica de Ciên...
 
Tecnologia e corrida
Tecnologia e corridaTecnologia e corrida
Tecnologia e corrida
 
Avaliação global de e. física 6º ano junho
Avaliação global de e. física 6º ano junhoAvaliação global de e. física 6º ano junho
Avaliação global de e. física 6º ano junho
 
Trabalho educação fisica
Trabalho educação fisicaTrabalho educação fisica
Trabalho educação fisica
 
Pedalando na cidade-versao_impressao_reduced
Pedalando na cidade-versao_impressao_reducedPedalando na cidade-versao_impressao_reduced
Pedalando na cidade-versao_impressao_reduced
 
História do Atletismo
História do AtletismoHistória do Atletismo
História do Atletismo
 
História do atletismo e atletismo na escola
História do atletismo e atletismo na escolaHistória do atletismo e atletismo na escola
História do atletismo e atletismo na escola
 
Ciclismo de alto rendimento
Ciclismo de alto rendimentoCiclismo de alto rendimento
Ciclismo de alto rendimento
 
BTT e a relação com a saúde
BTT e a relação com a saúdeBTT e a relação com a saúde
BTT e a relação com a saúde
 
Aula estafetas
Aula estafetasAula estafetas
Aula estafetas
 
Diário olímpico 4
Diário olímpico 4Diário olímpico 4
Diário olímpico 4
 
Atletismo
AtletismoAtletismo
Atletismo
 
Atletismo
AtletismoAtletismo
Atletismo
 

Destaque

Componentes de Bicicletas e associados produzidos em Materiais Poliméricos e ...
Componentes de Bicicletas e associados produzidos em Materiais Poliméricos e ...Componentes de Bicicletas e associados produzidos em Materiais Poliméricos e ...
Componentes de Bicicletas e associados produzidos em Materiais Poliméricos e ...Filipe Giesteira
 
Como funcionam as_bicicletas1.
Como funcionam as_bicicletas1.Como funcionam as_bicicletas1.
Como funcionam as_bicicletas1.Valucio Camilo
 
Mecânica avançada da bicicleta
Mecânica avançada da bicicletaMecânica avançada da bicicleta
Mecânica avançada da bicicletaEdson Lopes
 
Mecanica avancada de_bicicletas4
Mecanica avancada de_bicicletas4Mecanica avancada de_bicicletas4
Mecanica avancada de_bicicletas4Valucio Camilo
 
Ciclismo Paraolímpico
Ciclismo ParaolímpicoCiclismo Paraolímpico
Ciclismo ParaolímpicoOfiCorsi
 
Investimentos no esporte brasileiro visando os jogos olímpicos
Investimentos no esporte brasileiro visando os jogos olímpicosInvestimentos no esporte brasileiro visando os jogos olímpicos
Investimentos no esporte brasileiro visando os jogos olímpicoslabpoliticaspublicasparticipativas
 
Iran at the fifa world cup
Iran at the fifa world cupIran at the fifa world cup
Iran at the fifa world cupmohammadehteram
 
Giro do chimarrão em pauta
Giro do chimarrão em pautaGiro do chimarrão em pauta
Giro do chimarrão em pautaNinki da Sac
 
Cidades e regiões bike friendly apresentação-vf
Cidades e regiões bike friendly apresentação-vfCidades e regiões bike friendly apresentação-vf
Cidades e regiões bike friendly apresentação-vfJosé Carlos Mota
 
Deportes Olimpicos Diapositivas
Deportes Olimpicos DiapositivasDeportes Olimpicos Diapositivas
Deportes Olimpicos Diapositivasdcantoso
 
Aveiro Salt Cluster
Aveiro Salt ClusterAveiro Salt Cluster
Aveiro Salt ClusterSaldeAveiro
 
Apresentação Shopping Recife - Le Fil Day
Apresentação Shopping Recife - Le Fil DayApresentação Shopping Recife - Le Fil Day
Apresentação Shopping Recife - Le Fil DayLe Fil
 
Lições aprendidas com a transformação Digital no Tour de France
Lições aprendidas com a transformação Digital no Tour de FranceLições aprendidas com a transformação Digital no Tour de France
Lições aprendidas com a transformação Digital no Tour de FranceDimension Data Brasil
 
Esportes dos jogos parapanamericanos
Esportes dos jogos parapanamericanosEsportes dos jogos parapanamericanos
Esportes dos jogos parapanamericanosredhina
 
Property Face2Face 2012 one year on
Property Face2Face 2012 one year onProperty Face2Face 2012 one year on
Property Face2Face 2012 one year onPCM creative
 
Estudo sobre Bicicletas
Estudo sobre BicicletasEstudo sobre Bicicletas
Estudo sobre BicicletasLe Fil
 
Presentacion de ciclismo
Presentacion de ciclismoPresentacion de ciclismo
Presentacion de ciclismoNils Chambilla
 

Destaque (20)

Componentes de Bicicletas e associados produzidos em Materiais Poliméricos e ...
Componentes de Bicicletas e associados produzidos em Materiais Poliméricos e ...Componentes de Bicicletas e associados produzidos em Materiais Poliméricos e ...
Componentes de Bicicletas e associados produzidos em Materiais Poliméricos e ...
 
Como funcionam as_bicicletas1.
Como funcionam as_bicicletas1.Como funcionam as_bicicletas1.
Como funcionam as_bicicletas1.
 
Bicicletas - guia definitivo
Bicicletas - guia definitivoBicicletas - guia definitivo
Bicicletas - guia definitivo
 
Mecânica avançada da bicicleta
Mecânica avançada da bicicletaMecânica avançada da bicicleta
Mecânica avançada da bicicleta
 
Mecanica avancada de_bicicletas4
Mecanica avancada de_bicicletas4Mecanica avancada de_bicicletas4
Mecanica avancada de_bicicletas4
 
Ciclismo Paraolímpico
Ciclismo ParaolímpicoCiclismo Paraolímpico
Ciclismo Paraolímpico
 
Investimentos no esporte brasileiro visando os jogos olímpicos
Investimentos no esporte brasileiro visando os jogos olímpicosInvestimentos no esporte brasileiro visando os jogos olímpicos
Investimentos no esporte brasileiro visando os jogos olímpicos
 
Iran at the fifa world cup
Iran at the fifa world cupIran at the fifa world cup
Iran at the fifa world cup
 
Giro do chimarrão em pauta
Giro do chimarrão em pautaGiro do chimarrão em pauta
Giro do chimarrão em pauta
 
Cidades e regiões bike friendly apresentação-vf
Cidades e regiões bike friendly apresentação-vfCidades e regiões bike friendly apresentação-vf
Cidades e regiões bike friendly apresentação-vf
 
Deportes Olimpicos Diapositivas
Deportes Olimpicos DiapositivasDeportes Olimpicos Diapositivas
Deportes Olimpicos Diapositivas
 
Laws of the game
Laws of the game Laws of the game
Laws of the game
 
Aveiro Salt Cluster
Aveiro Salt ClusterAveiro Salt Cluster
Aveiro Salt Cluster
 
Apresentação Shopping Recife - Le Fil Day
Apresentação Shopping Recife - Le Fil DayApresentação Shopping Recife - Le Fil Day
Apresentação Shopping Recife - Le Fil Day
 
Lições aprendidas com a transformação Digital no Tour de France
Lições aprendidas com a transformação Digital no Tour de FranceLições aprendidas com a transformação Digital no Tour de France
Lições aprendidas com a transformação Digital no Tour de France
 
Esportes dos jogos parapanamericanos
Esportes dos jogos parapanamericanosEsportes dos jogos parapanamericanos
Esportes dos jogos parapanamericanos
 
Property Face2Face 2012 one year on
Property Face2Face 2012 one year onProperty Face2Face 2012 one year on
Property Face2Face 2012 one year on
 
Ciclismo
CiclismoCiclismo
Ciclismo
 
Estudo sobre Bicicletas
Estudo sobre BicicletasEstudo sobre Bicicletas
Estudo sobre Bicicletas
 
Presentacion de ciclismo
Presentacion de ciclismoPresentacion de ciclismo
Presentacion de ciclismo
 

Semelhante a Otimizando o conforto do ciclista em provas de longa distância

Área: Sociedade, Tecnologia e Ciência NÚCLEO GERADOR 1: EQUIPAMENTOS E SISTEM...
Área: Sociedade, Tecnologia e Ciência NÚCLEO GERADOR 1: EQUIPAMENTOS E SISTEM...Área: Sociedade, Tecnologia e Ciência NÚCLEO GERADOR 1: EQUIPAMENTOS E SISTEM...
Área: Sociedade, Tecnologia e Ciência NÚCLEO GERADOR 1: EQUIPAMENTOS E SISTEM...Bruno Oliveira
 
Indicações e contra indicações de cadeiras de rodas motorizadas
Indicações e contra indicações de cadeiras de rodas motorizadasIndicações e contra indicações de cadeiras de rodas motorizadas
Indicações e contra indicações de cadeiras de rodas motorizadasdramariademello
 
Col influencia anaerobica
Col influencia anaerobicaCol influencia anaerobica
Col influencia anaerobicaBiker Minas
 
Col influencia anaerobica
Col influencia anaerobicaCol influencia anaerobica
Col influencia anaerobicaBiker Minas
 
Análise estrutural de um chassis tubular
Análise estrutural de um chassis tubularAnálise estrutural de um chassis tubular
Análise estrutural de um chassis tubularAlysson Souza
 
EF: Triatlo
EF: TriatloEF: Triatlo
EF: Triatlo7F
 
Produto 5 Roteiro Metodológico para a Gestão de Corredores versao 2[1].1
Produto 5 Roteiro Metodológico para a Gestão de Corredores versao 2[1].1Produto 5 Roteiro Metodológico para a Gestão de Corredores versao 2[1].1
Produto 5 Roteiro Metodológico para a Gestão de Corredores versao 2[1].1Vincent Brackelaire
 
Dissertação jonas-de-almeida-neves
Dissertação jonas-de-almeida-nevesDissertação jonas-de-almeida-neves
Dissertação jonas-de-almeida-nevesJustiniano Alves
 
Projeto ação jovem pedalar é preciso
Projeto ação jovem  pedalar é precisoProjeto ação jovem  pedalar é preciso
Projeto ação jovem pedalar é precisoEdmilson Freitas
 
Avaliação da capacidade/potência aeróbia e anaeróbia
Avaliação da capacidade/potência aeróbia e anaeróbiaAvaliação da capacidade/potência aeróbia e anaeróbia
Avaliação da capacidade/potência aeróbia e anaeróbiaJoao P. Dubas
 
Prótese mioelética infantil por impressão 3D
Prótese mioelética infantil por impressão 3DPrótese mioelética infantil por impressão 3D
Prótese mioelética infantil por impressão 3DMaria Elizete Kunkel
 

Semelhante a Otimizando o conforto do ciclista em provas de longa distância (20)

Margarida Coelho
Margarida CoelhoMargarida Coelho
Margarida Coelho
 
Área: Sociedade, Tecnologia e Ciência NÚCLEO GERADOR 1: EQUIPAMENTOS E SISTEM...
Área: Sociedade, Tecnologia e Ciência NÚCLEO GERADOR 1: EQUIPAMENTOS E SISTEM...Área: Sociedade, Tecnologia e Ciência NÚCLEO GERADOR 1: EQUIPAMENTOS E SISTEM...
Área: Sociedade, Tecnologia e Ciência NÚCLEO GERADOR 1: EQUIPAMENTOS E SISTEM...
 
Uso Da Bicicleta
Uso Da BicicletaUso Da Bicicleta
Uso Da Bicicleta
 
Indicações e contra indicações de cadeiras de rodas motorizadas
Indicações e contra indicações de cadeiras de rodas motorizadasIndicações e contra indicações de cadeiras de rodas motorizadas
Indicações e contra indicações de cadeiras de rodas motorizadas
 
Col influencia anaerobica
Col influencia anaerobicaCol influencia anaerobica
Col influencia anaerobica
 
Col influencia anaerobica
Col influencia anaerobicaCol influencia anaerobica
Col influencia anaerobica
 
Análise estrutural de um chassis tubular
Análise estrutural de um chassis tubularAnálise estrutural de um chassis tubular
Análise estrutural de um chassis tubular
 
Pid joão oliveira
Pid   joão oliveiraPid   joão oliveira
Pid joão oliveira
 
tese5
tese5tese5
tese5
 
Bike sp
Bike spBike sp
Bike sp
 
Guia pratico
Guia praticoGuia pratico
Guia pratico
 
EF: Triatlo
EF: TriatloEF: Triatlo
EF: Triatlo
 
Produto 5 Roteiro Metodológico para a Gestão de Corredores versao 2[1].1
Produto 5 Roteiro Metodológico para a Gestão de Corredores versao 2[1].1Produto 5 Roteiro Metodológico para a Gestão de Corredores versao 2[1].1
Produto 5 Roteiro Metodológico para a Gestão de Corredores versao 2[1].1
 
Projeto Manu
Projeto ManuProjeto Manu
Projeto Manu
 
Resumo
ResumoResumo
Resumo
 
Dissertação jonas-de-almeida-neves
Dissertação jonas-de-almeida-nevesDissertação jonas-de-almeida-neves
Dissertação jonas-de-almeida-neves
 
Projeto ação jovem pedalar é preciso
Projeto ação jovem  pedalar é precisoProjeto ação jovem  pedalar é preciso
Projeto ação jovem pedalar é preciso
 
Avaliação da capacidade/potência aeróbia e anaeróbia
Avaliação da capacidade/potência aeróbia e anaeróbiaAvaliação da capacidade/potência aeróbia e anaeróbia
Avaliação da capacidade/potência aeróbia e anaeróbia
 
Projeto Manu
Projeto ManuProjeto Manu
Projeto Manu
 
Prótese mioelética infantil por impressão 3D
Prótese mioelética infantil por impressão 3DPrótese mioelética infantil por impressão 3D
Prótese mioelética infantil por impressão 3D
 

Otimizando o conforto do ciclista em provas de longa distância

  • 1. O conforto da bicicleta de estrada em competições de longa distância: uma abordagem ergonômica LINHARES, Ricardo. Mestrando em Design MONT’ALVÃO, Cláudia, D.Sc LEUI – Laboratório de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces em Sistemas Humano-Tecnologia Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7. Cap ítulo 2 Histórico das Competições Objetivos do Cap ítulo Apresentar as competi ções de ciclismo em estrada, desde seu início até o ponto em que estamos hoje. Mostrar paralelamente a evolução das bicicletas e dos componentes através do tempo.
  • 8.
  • 9. Cap ítulo 3 A Bicicleta de Estrada Objetivos do Capítulo Apresentar a bicicleta de estrada e seus componentes, destacando suas caracter ísticas específicas. Detalhar o funcionamento dos componentes e sua import ância numa competição. Analisar as formas de ajustar os componentes das bicicletas.
  • 10. Cap ítulo 3 A Bicicleta de Estrada Sumário do Capítulo 3- A bicicleta de estrada 3.1-A roda 3.2- Os pneus 3.3- Os freios 3.4-A corrente e o sistema de câmbio 3.5- O quadro 3.5.1- Os principais materiais empregados no quadro 3.5.1.1- Aço 3.5.1.2- Cromo-Molibidêmio 3.5.1.3- Alumínio 3.5.1.4- Carbono 3.5.1.5- Titânio 3.6- Considerações Finais do Capítulo
  • 11. Cap ítulo 3 A Bicicleta de Estrada
  • 12. Cap ítulo 4 Os Custos Humanos do Ciclismo de Longa Distância Objetivo do Cap ítulo Fornecer embasamento te órico sobre os custos humanos envolvidos no uso da bicicleta. Listar lesões crônicas (provocadas por repetição de movimentos) e lesões agudas (provocadas por pancadas ou algum outro fator momentâneo).
  • 13. Cap ítulo 4 Os Custos Humanos do Ciclismo de Longa Distância Sum ário do Capítulo 4-Os Custos Humanos do ciclismo de Longa Distância 4.1- A Bicicleta de Corrida e a Ergonomia Tamanho do quadro, a altura do assento, o posicionamento dos pés, a posição do selim no trilho, o formato, a largura e o ângulo do guidom. 4.2- Custos Humanos relacionados ao ciclismo 4.2.1- L.E.R. 4.2.2- Lesões Traumáticas 4.2.3- Lesões de Contato Mãos, pés e glúteos 4.2.4- As Lesões sem contato Joelhos, músculos da perna, costas, pescoço. 4.3- Considerações finais do capítulo
  • 14. Cap ítulo 5 Delineamento da Pesquisa Objetivos do Capítulo Conceituar a proposta da pesquisa, com tema, problema, justificativa, etc…
  • 15. Cap ítulo 6 Métodos e Técnicas da Pesquisa 6-M étodos e Técnicas da Pesquisa 6.1. Documentação indireta: Pesquisa bibliográfica; 6.2. Documentação direta: Pesquisa de campo; Foi realizada durante tr ês competições de estrada de longa distância.
  • 16. Cap ítulo 6 Métodos e Técnicas da Pesquisa 6-M étodos e Técnicas da Pesquisa 6.3. Observações direta intensiva: 6.3.1 Observação assistemática Foi realizada em janeiro de 2005 uma observação assistemática durante a Volta Ciclística de São Paulo, uma prova de uma semana de duração com etapas que variavam de 40km a 250km por dia por todo território do estado de São Paulo. Deciciu-se focar o grupo estudado ao universo masculino devido à pouca participação feminina neste tipo de prova e às diferenças anatômicas dos dois grupos. Esta observa ção originou um roteiro de entrevistas semi-estruturadas.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.