Seminariomegaeventos nacional brasilia-manaus

318 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
318
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminariomegaeventos nacional brasilia-manaus

  1. 1. Copa do Mundo de 2014 em Brasília Prof. Dr. Rômulo Ribeiro – PPG-FAU e FUP/UnB
  2. 2. A pergunta que nos move: A Escolha Por que escolher cidades sem tradição em futebol? Brasília – por ser capital do Brasil Será que esta característica justifica tamanho investimento?
  3. 3. Eixos: A Pesquisa Desenvolvimento Econômico Metropolização e Megaeventos: Impacto da Copa de 2014 e Olimpíadas de 2016 Esporte e Segurança Pública Moradia, Mobilidade e Meio Ambiente Governança Urbana e Metropolitana Desempenho da economia e investimento público Acesso ao Esporte e Lazer Moradia Arenas Decisórias Acesso à Segurança Remoções e Reassentamentos Legislação Urbana Acesso aos Jogos Orçamento Dinâmica Imobiliária Informação e Controle Social Mobilidade Urbana Movimentos Sociais Investimentos Internacionais Empresas Envolvidas Acesso à Saúde, Educação e demais equipamentos urbanos Meio Ambiente Empregos Parcerias entre os setores público e privado Setor Informal Setor Turístico Configuração sócioespacial
  4. 4. A Centralidade 3 km – 41.978 pessoas – 1,63% da população 2km – 11.080 pessoas – 0,43% da população 1 km – 913 pessoas – 0,03% da população
  5. 5. Eixo 1 – Desenvolvimento Econômico Cidade Empreendi mento Investimen to Global (R$ milhões) Financiame nto Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Governo Local Previsto (R$ milhões) Investimen to Iniciativa Privada previsto (R$ milhões) Fonte Brasília Reforma Estádio Mané Garrincha 745,30 400,00 - 345,30 - Matriz de jan/2010 Cidade Empreendi mento Investimen to Global (R$ milhões) Financiame nto Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Governo Local Previsto (R$ milhões) Investimen to Iniciativa Privada previsto (R$ milhões) Fonte Brasília Reforma Estádio Mané Garrincha Previsto 1.406,50 Executado 1.156.99 - - Previsto 1.406,50 Executado 1.156.99 - Site Transparên cia DF Diferença de R$ 598,80 milhões
  6. 6. Eixo 1 – Desenvolvimento Econômico Empresas Envolvidas Estádio Nacional de Brasília: Consórcio Andrade Gutierrez e Via Engenharia Andrade Gutierrez participa ainda:  Consórcio Maracanã Rio 2014  Arena da Amazônia Fonte: http://www.copatransparente.gov.br/acoes
  7. 7. Eixo 1 – Desenvolvimento Econômico Cidade Empreendi mento Investimen to Global (R$ milhões) Financiame nto Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Governo Local Previsto (R$ milhões) Investimen to Iniciativa Privada previsto (R$ milhões) Fonte Brasília Ampliação da DF-047 98,00 98,00 - 0,00 - Matriz de jan/2010 Cidade Empreendi mento Investimen to Global (R$ milhões) Financiame nto Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Governo Local Previsto (R$ milhões) Investimen to Iniciativa Privada previsto (R$ milhões) Fonte Brasília Ampliação da DF-047 Contratado 43,40 - - Contratado 43,40 Executado 13,08 - Site Transparên cia DF Diferença de - R$ 54,6 milhões
  8. 8. Eixo 1 – Desenvolvimento Econômico Setor Turístico
  9. 9. Eixo 2 – Esporte e Segurança Pública Acesso à Saúde, Educação e demais equipamentos urbanos
  10. 10. Eixo 3 – Moradia, Mobilidade e Meio Ambiente Mobilidade Urbana Taxa de Ano População Crescimento Taxa de Veículos Populacional 2000 2.051.146 2010 2.570.160 2013 2.765.235¹ 25,30% 7,59%¹ Crescimento Veicular 585.469 1.233.000 1.467.175 Pessoas por veículo 110,60% 18,99%² 150,60%³ 1- Estimativas baseadas no crescimento populacional entre 2000 e 2010 2- Taxa de crescimento entre 2010 e 2013 3- Taxa de crescimento entre 2000 e 2013 O VLT foi retirado da matriz de responsabilidade da Copa Parte do projeto do VLT foi substituído pelo BRT Ampliação da DF-047 – Questionamentos Ambientais 3,50 2,08 1,88¹
  11. 11. Eixo 3 – Moradia, Mobilidade e Meio Ambiente Mobilidade Urbana 15 anos para relação 1/1
  12. 12. Eixo 3 – Moradia, Mobilidade e Meio Ambiente Meio Ambiente Não é identificável impacto ambiental significativo nas obras para a Copa de 2014. Certificação LEED do Estádio Nacional – parâmetros não adaptados à realidade brasileira, apesar de interessante, caracteriza-se mais como marketing do empreendimento.
  13. 13. Eixo 4 – Governança Urbana e Metropolitana Arenas Decisórias O problema principal dessas arenas decisórias é a falta de clareza com as ações planejadas e a ausência de diálogo no processo de decisão, ou seja, falta de debates relacionados às estratégias de desenvolvimento urbano para além da Copa. A questão da promoção do país se contrapondo aos interesses sociais, político e econômicos da população brasileira são decorrentes da deficiência das políticas públicas voltadas para os assuntos constantes de saúde, educação, segurança, que deveriam ser colocados em primeiro plano para a satisfação da maioria dependente de tais políticas.
  14. 14. Eixo 4 – Governança Urbana e Metropolitana Informação e Controle Social A Secretaria de Transparência e Controle do DF criou um site específico para a Copa 2014 http://www.transparencia.df.gov.br/copa/default.aspx Este site é uma iniciativa da Secretaria de Transparência e Controle (STC) que tem o objetivo de dar transparência às ações e despesas do Distrito Federal relativas aos jogos da Copa do Mundo de Futebol de 2014, a fim de facilitar o controle social dos recursos públicos investidos na preparação de tão importante evento. Os dados aqui divulgados são de responsabilidade dos órgãos executores dos programas e ações envolvidos na Copa de 2014. A Secretaria de Transparência e Controle (STC) reúne e disponibiliza as informações.
  15. 15. Eixo 4 – Governança Urbana e Metropolitana Indicadores de Transparência Municipal – 2012 e 2013 90 80 70 60 50 40 30 20 10 0 Brasília Porto Belo Rio de Alegre Horizonte Janeiro Cuiabá Curitiba São Paulo Recife Resultado 2013 Fonte: Instituto Ethos, 2013 Resultado 2012 Manaus Fortaleza Salvador Natal
  16. 16. Copa do Mundo de 2014 em Manaus
  17. 17. A pergunta que nos move: A Escolha Por que escolher cidades sem tradição em futebol? Manaus – por representar a Amazônia. Será que esta característica justifica tamanho investimento?
  18. 18. A Centralidade 1 km – 23.937 pessoas – 1,25% da população
  19. 19. Eixo 1 – Desenvolvimento Econômico Cidade Empreendi mento Investimen to Global (R$ milhões) Financiame nto Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Governo Local Previsto (R$ milhões) Investimen to Iniciativa Privada previsto (R$ milhões) Fonte Manaus Reconstruç ão do Estádio 515,00 375,00 - 140,00 - Matriz de jan/2010 Cidade Empreendi mento Investimen to Global (R$ milhões) Financiame nto Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Governo Local Previsto (R$ milhões) Investimen to Iniciativa Privada previsto (R$ milhões) Fonte Manaus Reconstruç ão do Estádio 669,50 375,00 - 157,20 - Site oficial da Copa Diferença de R$ 154,50 milhões
  20. 20. Eixo 1 – Desenvolvimento Econômico Empresas Envolvidas Arena Amazônia: Andrade Gutierrez Andrade Gutierrez participa ainda:  Consórcio Maracanã Rio 2014  Estádio Nacional de Brasília Fonte: http://www.copatransparente.gov.br/acoes
  21. 21. Eixo 3 – Moradia, Mobilidade e Meio Ambiente Taxa de Ano População Crescimento Populaciona Taxa de Veículos o Veicular l 2000 2010 1.405.835 por veículo 178.997 28,18% 1.802.014 Cresciment Pessoas 7,85 143,67% 436.190 O VLT foi retirado da matriz de responsabilidade da Copa 4,13
  22. 22. Considerações  Apesar de todo o discurso do governo e da FIFA quanto aos benefícios de sediar um evento deste porte e o legado pós-evento, questionamos se cidades sem tradição em futebol poderão arcar ao longo do tempo com esta infraestrutura.  Como será a gestão dos Estádios?  Não está clara como será feita a arrecadação de impostos e nem como serão aplicados.  O GDF está arcando com todos os custos e investimentos. Qual a expectativa de retorno destes investimentos?  Em Manaus, o custo está acima do esperado, há dívidas com o Governo Federal, o que será feito desta Arena?
  23. 23. Agradecimentos  Agradecemos:  ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq,  ao Decanato de Pesquisa e Pós-graduação da Universidade de Brasília – DPP-UnB e  a Financiadora de Estudos e Projeto – FINEP, por financiarem este projeto de pesquisa.  Agradecemos também aos alunos da disciplina de Gestão Ambiental Urbana e Regional, do curso de Gestão Ambiental da Faculdade UnB Planaltina, que levantaram dados e informações relevantes para este trabalho.
  24. 24. Obrigado!! Prof. Rômulo Ribeiro http://www.observatoriodasmetropoles.net http://nucleobrasiliaride.wordpress.com/ rjcribeiro@unb.br

×