Mobilidade urbana

5.665 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
16 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.665
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
427
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
16
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mobilidade urbana

  1. 1. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Mobilidade e Acessibilidade O papel do transporte na gestão urbana
  2. 2. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana O conceito de mobilidade urbana é uma forma diferente de tratar a questão da circulação nas cidades. Tem gênese na visão integrada e articulação de políticas de transporte e circulação com a política de desenvolvimento urbano. DA VISÃO SETORIAL À MOBILIDADE URBANA
  3. 3. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana A mobilidade urbana deve ser entendida como uma maneira de pensar e gerir os transportes tendo como motivação as suas interfaces com as demais funções urbanas como alocação de habitações, serviços, comércio, equipamentos públicos e locais de trabalho. Atributo associado às pessoas e aos bens; corresponde às diferentes respostas dadas por indivíduos e agentes econômicos às suas necessidades de deslocamento, considerando-se às dimensões do espaço urbano e a complexidade de atividades nele desenvolvidas Capacidade das pessoas se deslocarem no meio urbano para realizar suas atividades. MOBILIDADE URBANA
  4. 4. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana ACESSIBILIDADE URBANA Facilidade, em distância, tempo e custo, de se alcançar fisicamente os destinos desejados na cidade, relativo à microacessibilidade ou macroacessibilidade. Medida mais direta dos efeitos de um sistema de transporte = facilidade de se atingir os destinos desejados. TRANSPORTES Conjunto dos veículos e serviços públicos e privados utilizados no deslocamentos de pessoas e cargas nas cidades.
  5. 5. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Mobilidade Urbana Sustentável • Mobilidade Urbana Sustentável: é o resultado de um conjunto de políticas de transporte e circulação que visam proporcionar o acesso amplo e democrático ao espaço urbano, através da priorização dos modos de transporte coletivo e não motorizados, de forma efetiva, socialmente inclusiva e ecologicamente sustentável
  6. 6. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  7. 7. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana 2010 190.755.799 habitantes 84,4% viviam em cidades 160.925.792 habitantes em cidades 1950 51.944.937 habitantes 36% viviam em cidades 18.782.891 habitantes em cidades URBANIZAÇÃO ACELERADA
  8. 8. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana 2010 64.817.974 veículos 190.755.799 habitantes 160.925.792 viviam em cidades 84,4% da população total 0,403 veículos por habitante 2000 29.722.950 veículos 169.590.693 habitantes 137.775.550 vivam em cidades 81,2% da população total 0,216 veículos por habitante MOTORIZAÇÃO DA SOCIEDADE
  9. 9. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  10. 10. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Oferta de Infraestrutura de Transporte
  11. 11. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  12. 12. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Deficiência de Infraestrutura: Ferrovia
  13. 13. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Deficiência de Infraestrutura: Terminais Intermodais
  14. 14. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Despesas em estudos de impacto ambiental para projetos de infraestrutura de transporte
  15. 15. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Dispersão Urbana -1,00 -0,75 -0,50 -0,25 0,00 0,25 0,50 0,75 1,00 ÍndicedeDispersãoNormalizado Outras Cidades Cidades Brasileiras Distrito Federal DF-RIDE Belo Horizonte Belém Rio de Janeiro São Paulo Fortaleza Recife Salvador Porto Alegre Natal Curitiba Florianópolis Mumbay Shanghai João Pessoa
  16. 16. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Dispersão Monocêntrica
  17. 17. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Dispersão
  18. 18. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Dispersão
  19. 19. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Correlação Distância ao CCS e Integração = -0,61
  20. 20. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Transporte Urbano de Passageiros
  21. 21. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  22. 22. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  23. 23. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  24. 24. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  25. 25. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Automóveis ocupam 58,3% do espaço viário e carregam somente 20,5% das pessoas. Os ônibus ocupam 24,6% do espaço, e transportam 68,7% dos passageiros. O automóvel tem um gasto 12,7 vezes maior de energia do que o ônibus, gera 17 vezes mais poluição, consome 6,4 vezes mais espaço na via e gera um custo de transporte 8 vezes maior que o ônibus.
  26. 26. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Fonte: PUC-Chile/2008 APROPRIAÇÃO PRIVADA DO ESPAÇO COLETIVO Considerando que cada automóvel seja ocupado por 1,5 pessoas e que a área do veículo seja 7m², tem-se uma taxa de consumo estático do sistema viário de 4,6m²/pessoa. Já no caso do ônibus, admitindo-se uma ocupação média de 50 passageiros no horário de pico e considerando a área do ônibus de 30m², a taxa de área ocupada cai para 0,6m²/pessoa.
  27. 27. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana DINÂMICA DO CRESCIMENTO URBANO
  28. 28. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana DINÂMICA DO CRESCIMENTO URBANO
  29. 29. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Subutilização da infraestrutura existente nas áreas centrais, inclusive de transportes Inacessibilidade a serviços, equipamentos públicos, educação e emprego Localidades distantes sem atendimento de transporte coletivo, já que o suprimento onera os custos Ênfase no modelo de circulação motorizada individual e dependência do automóvel Passivos da circulação motorizada nas áreas centrais (perda de tempo e dinheiro nos engarrafamentos, poluição sonora e do ar, perda de urbanidade, “acidentes”, apropriação privada do espaço público) CONSEQUENCIAS DO ESPRAIAMENTO URBANO
  30. 30. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana MUDANÇA DE PARADIGMA DESAFIO
  31. 31. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana http://the-memorykeeper.blogspot.com/ BRASÍLIA – MODELO 60
  32. 32. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana www.ippuc.org.br/ CURITIBA – MODELO 74
  33. 33. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana COLATINA/ES LONDRINA/PR ARACAJU/SE SANTA MARIA/RS VIÇOSA/MGBELÉM/PA CIDADES PARA PESSOAS
  34. 34. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana http://www.fayerwayer.com.br/ FACILIDADES PARA BICICLETAS
  35. 35. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana www.acessibilidadeitapira.com.br/ FACILIDADES PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
  36. 36. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana http://pt.wikipedia.org/ MODERAÇÃO DE TRÁFEGO
  37. 37. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  38. 38. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  39. 39. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  40. 40. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  41. 41. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  42. 42. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  43. 43. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  44. 44. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  45. 45. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana
  46. 46. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana O Estatuto da Cidade reforça o transporte urbano como serviço público e afirma a competência da União para o estabelecimento de diretrizes para o seu desenvolvimento O marco regulatório da Mobilidade (PL 1.687/07) institui os princípios e diretrizes da política nacional de mobilidade urbana Aos Estados e Municípios cabe prestar, diretamente ou por delegação, ou por gestão associada, os serviços de transporte público coletivo O Estatuto da Cidade torna obrigatória a elaboração de Plano Diretor de Transporte e Mobilidade para as cidades com mais de 500.000 habitantes e para aquelas situadas em regiões metropolitanas, compatível ou inserido no respectivo Plano Diretor A resolução n.º 34/2005, do Conselho Nacional das Cidades, orienta que o Plano Diretor deve definir a função social de cada porção do território de modo a garantir as necessidades de mobilidade da população MARCO JURÍDICO PARA A MOBILIDADE URBANA
  47. 47. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana A Semob tem por missão proporcionar acesso amplo e democrático ao espaço urbano, de forma segura, socialmente inclusiva e sustentável econômica, e ambientalmente MARCO INSTITUCIONAL PARA A MOBILIDADE URBANA Planejamento integrado: transporte e uso do solo Melhoria do transporte público coletivo Uso racional do automóvel Melhoria da circulação não motorizada: pedestres e pessoas com deficiência
  48. 48. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Índice de Exclusão Social
  49. 49. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Índice de Vegetação
  50. 50. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Qualidadede VidaUrbana
  51. 51. Prof. Rômulo Ribeiro Mobilidade Urbana Obrigado!! Prof. Rômulo Ribeiro rjcribeiro@unb.br

×