A copa é da FIFA, não do Brasil

297 visualizações

Publicada em

Palestra ministrada no Encontro Nacional de Estudantes de Direito, em Brasília, Universidade de Brasília, UnB.
Apresentação de dados e discussão sobre a gestão para a Copa do Mundo de 2014

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
297
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A copa é da FIFA, não do Brasil

  1. 1. Não do Brasil!! Prof. Dr. Rômulo Ribeiro – PPG-FAU e FUP/UnB
  2. 2. Eixos: Desenvolvimento Econômico Orçamento Desempenho da economia e investimento público Investimentos Internacionais Empresas Envolvidas Empregos Parcerias entre os setores público e privado Setor Informal Setor Turístico Esporte e Segurança Pública Acesso ao Esporte e Lazer Acesso à Segurança Acesso aos Jogos Acesso à Saúde, Educação e demais equipamentos urbanos Moradia, Mobilidade e Meio Ambiente Moradia Remoções e Reassentamentos Dinâmica Imobiliária Mobilidade Urbana Meio Ambiente Configuração sócioespacial Governança Urbana e Metropolitana Arenas Decisórias Legislação Urbana Informação e Controle Social Movimentos Sociais APesquisa Metropolização e Megaeventos: Impacto da Copa de 2014 e Olimpíadas de 2016
  3. 3. A pergunta que nos move: Por que escolher cidades sem tradição em futebol? Brasília – por ser capital do Brasil Será que esta característica justifica tamanho investimento? AEscolha
  4. 4. ACentralidade 3 km – 41.978 pessoas – 1,63% da população 2km – 11.080 pessoas – 0,43% da população 1 km – 913 pessoas – 0,03% da população
  5. 5. Eixo1–DesenvolvimentoEconômico Cidade Empreendi mento Investimen to Global (R$ milhões) Financiame nto Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Governo Local Previsto (R$ milhões) Investimen to Iniciativa Privada previsto (R$ milhões) Fonte Brasília Reforma Estádio Mané Garrincha 745,30 400,00 - 345,30 - Matriz de jan/2010 Cidade Empreendi mento Investimen to Global (R$ milhões) Financiame nto Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Governo Local Previsto (R$ milhões) Investimen to Iniciativa Privada previsto (R$ milhões) Fonte Brasília Reforma Estádio Mané Garrincha Previsto 1.403,30 Contratado 1.437,69 - - Previsto 1.403,30 Contratado 1.437,69 Executado 1.416,10 - Site Transparên cia DF Jul/2014 Diferença de R$ 692,69 milhões
  6. 6. Público Arena Nacional 480.000 pessoas Valor médio dos ingressos R$ 1.278,00 Arrecadação media dos 7 jogos R$ 613.440.000,00 Diferença entre custo e arrecadação R$ 824.254.931,30 LOCAL PREÇOS POR CSED CAT 1 CAT 2 CAT 3 CAT 4 CAT 4 (Descontados) INGRESSO S PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCI A Belo Horizonte R$ 1.840 R$ 1.410 R$ 940 R$ 350 R$ 175 R$ 940 Brasilia R$ 2.500 R$ 1.850 R$ 1.270 R$ 520 R$ 260 R$ 1.270 Cuiabá R$ 1.400 R$ 1.080 R$ 720 R$ 240 R$ 120 R$ 720 Curitiba R$ 1.400 R$ 1.080 R$ 720 R$ 240 R$ 120 R$ 720 Fortaleza R$ 1.840 R$ 1.410 R$ 940 R$ 350 R$ 175 R$ 940 Manaus R$ 1.400 R$ 1.080 R$ 720 R$ 240 R$ 120 R$ 720 Natal R$ 1.400 R$ 1.080 R$ 720 R$ 240 R$ 120 R$ 720 Porto Alegre R$ 1.840 R$ 1.410 R$ 940 R$ 350 R$ 175 R$ 940 Recife R$ 1.840 R$ 1.410 R$ 940 R$ 350 R$ 175 R$ 940 Rio de Janeiro R$ 1.840 R$ 1.410 R$ 940 R$ 350 R$ 175 R$ 940 Salvador R$ 1.840 R$ 1.410 R$ 940 R$ 350 R$ 175 R$ 940 São Paulo R$ 1.490 R$ 1.140 R$ 760 R$ 290 R$ 145 R$ 760
  7. 7. Diferentemente do Brasil, os últimos países a sediar a Copa do Mundo optaram por taxar a Fifa ao invés de só esperar pelo retorno financeiro do megaevento. Enquanto o Brasil forneceu isenção total à entidade e deixou de arrecadar cerca de R$ 1,1 bilhão, a Alemanha de 2006, por exemplo, arrecadou pelo menos €108 milhões com taxação de impostos, ou aproximadamente R$ 326 milhões. See more at: http://www.contasabertas.com.br/website/arquivos/8979#sthash.cu2ADDlv.dpuf Com a Copa no Brasil, a FIFA arrecadou, aproximadamente, R$ 10 bilhões de Reais!
  8. 8. Custo das Fan Fests entre R$ 10 a 20 milhões O Governo da cidade-sede é que paga o custo!
  9. 9. Eixo1–DesenvolvimentoEconômico Empresas Envolvidas Estádio Nacional de Brasília: Consórcio Andrade Gutierrez e Via Engenharia Fonte: http://www.copatransparente.gov.br/acoes Andrade Gutierrez participa ainda:  Consórcio Maracanã Rio 2014  Arena da Amazônia
  10. 10. Eixo1–DesenvolvimentoEconômico Cidade Empreendi mento Investimen to Global (R$ milhões) Financiame nto Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Governo Local Previsto (R$ milhões) Investimen to Iniciativa Privada previsto (R$ milhões) Fonte Brasília Ampliação da DF-047 98,00 98,00 - 0,00 - Matriz de jan/2010 Cidade Empreendi mento Investimen to Global (R$ milhões) Financiame nto Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Federal previsto (R$ milhões) Investimen to Governo Local Previsto (R$ milhões) Investimen to Iniciativa Privada previsto (R$ milhões) Fonte Brasília Ampliação da DF-047 Previsto 44,20 CEF - contratado 98,00 Liberado 0,00 - Previsto 44,20 Contratado 43,40 Executado 1,41 - Site Transparên cia DF 30/09/2013 Diferença de R$ 800.000 positivo
  11. 11. Eixo1–DesenvolvimentoEconômico
  12. 12. Eixo3–Moradia,MobilidadeeMeio Ambiente Mobilidade Urbana Ano População Taxa de Crescimento Populacional Veículos Taxa de Crescimento Veicular Pessoas por veículo 2000 2.051.146 25,30% 585.469 110,60% 3,50 2010 2.570.160 1.233.000 2,08 2013 2.765.235¹ 7,59%¹ 1.467.175 18,99%² - 150,60%³ 1,88¹ O VLT foi retirado da matriz de responsabilidade da Copa Parte do projeto do VLT foi substituído pelo BRT Ampliação da DF-047 – Questionamentos Ambientais 1- Estimativas baseadas no crescimento populacional entre 2000 e 2010 2- Taxa de crescimento entre 2010 e 2013 3- Taxa de crescimento entre 2000 e 2013
  13. 13. Eixo3–Moradia,MobilidadeeMeio Ambiente Mobilidade Urbana 15 anos para relação 1/1
  14. 14. Eixo3–Moradia,MobilidadeeMeio Ambiente Mobilidade Urbana
  15. 15. Eixo3–Moradia,MobilidadeeMeio Ambiente Mobilidade Urbana
  16. 16. Eixo3–Moradia,MobilidadeeMeio Ambiente Mobilidade Urbana
  17. 17. Passageiros transportados na hora de pico/sentido – 20 mil por hora 200 pessoas por veículo = 100 viagens por hora = 20 mil por hora Será que isto é uma projeção aceitável? Eixo3–Moradia,MobilidadeeMeio Ambiente Mobilidade Urbana
  18. 18. Setor Turístico Eixo1–DesenvolvimentoEconômico
  19. 19. Setor Turístico Eixo1–DesenvolvimentoEconômico
  20. 20. Setor Turístico Eixo1–DesenvolvimentoEconômico
  21. 21. Setor Turístico Eixo1–DesenvolvimentoEconômico
  22. 22. Setor Turístico Eixo1–DesenvolvimentoEconômico
  23. 23. Setor Turístico Eixo1–DesenvolvimentoEconômico
  24. 24. Setor Turístico Eixo1–DesenvolvimentoEconômico
  25. 25. Eixo2–EsporteeSegurançaPública Acesso a Segurança Pública  Contingente de policiais civis e militares terá reforço de mais 6,5 mil homens até 2014.  Centro de Monitoramento e Controle será inaugurado para combater e prevenir crimes no DF por meio de 1,6 mil câmeras que funcionarão até o final deste ano.  Programa Ação pela Vida, que auxiliou na redução de 12% nos homicídios, 31% nos sequestros relâmpagos e 57% nos latrocínios.  Investidos R$ 26 milhões do GDF.  O Governo Federal tem fornecido equipamentos, inclusive o software para integração do sistema de comunicação entre as corporações e câmeras para serem instaladas nos helicópteros, além de três torres para garantir as imagens das diversas câmeras.
  26. 26. Eixo2–EsporteeSegurançaPública Acesso à Saúde, Educação e demais equipamentos urbanos Não há ações específicas voltadas para o Megaevento Ações de melhoria do GDF:  Contratados mais 2.100 novos servidores  Mais de 30 unidades básicas de saúde passaram por reforma desde 2011  Em dezembro de 2010, existiam 206 leitos nos hospitais públicos, número que saltou para 478 agora em 2013, uma ampliação de 130%, segundo números da Secretaria de Saúde. A quantidade de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) aumentou em mais de 100% no mesmo período  Foram inauguradas nesse período quatro Unidades de Pronto- Atendimento (UPAs)  Sete Clínicas da Família
  27. 27. Eixo2–EsporteeSegurançaPública Acesso à Saúde, Educação e demais equipamentos urbanos
  28. 28. Eixo2–EsporteeSegurançaPública Acesso à Saúde, Educação e demais equipamentos urbanos Projeto em Educação:  “Um Gol de Educação na Copa de 2014” – desenvolvido pelo CIL, pretende formar, ao longo dos próximos quatro anos, um grupo de 2014 estudantes para atuar como voluntários na recepção a visitantes estrangeiros que vierem a Brasília, devem estar matriculados nos níveis básicos dos cursos de Inglês, Francês ou Espanhol.  “Olá Brasil” - desenvolvido pelo Ministério do Turismo e a Fundação Roberto Marinho e que oferece 80 mil vagas gratuitas para cursos on- line de inglês e espanhol, com o objetivo de capacitar os profissionais e a sociedade como todo para receber os turistas na Copa do Mundo de 2014.  O GDF e o Ministério da Educação (MEC) fecharam um acordo que permite construção e a reforma de escolas técnicas e creches, obras de acessibilidade e ações de inclusão digital.
  29. 29. Eixo3–Moradia,MobilidadeeMeio Ambiente Moradia Não é possível encontrar relação entre programas habitacionais e a Copa de 2014 em Brasília. Moradia e Regularização:  MINHA CASA MINHA VIDA/MORAR BEM – Já são 67,5 mil famílias habilitadas pelo Programa Morar Bem - Mais 527 famílias foram habilitadas a conseguir moradia pelo Programa Minha Casa, Minha Vida/Morar Bem.  Programa de regularização de condomínios  Setor Noroeste  Águas Claras  Taguatinga  Ceilândia  Samambaia  Gama
  30. 30. Eixo3–Moradia,MobilidadeeMeio Ambiente Meio Ambiente Não é identificável impacto ambiental significativo nas obras para a Copa de 2014. Certificação LEED do Estádio Nacional – parâmetros não adaptados à realidade brasileira, apesar de interessante, caracteriza-se mais como marketing do empreendimento.
  31. 31. Eixo4–GovernançaUrbanae Metropolitana Arenas Decisórias O problema principal dessas arenas decisórias é a falta de clareza com as ações planejadas e a ausência de diálogo no processo de decisão, ou seja, falta de debates relacionados às estratégias de desenvolvimento urbano para além da Copa. A questão da promoção do país se contrapondo aos interesses sociais, político e econômicos da população brasileira são decorrentes da deficiência das políticas públicas voltadas para os assuntos constantes de saúde, educação, segurança, que deveriam ser colocados em primeiro plano para a satisfação da maioria dependente de tais políticas.
  32. 32. Eixo4–GovernançaUrbanae Metropolitana Informação e Controle Social A Secretaria de Transparência e Controle do DF criou um site específico para a Copa 2014 http://www.transparencia.df.gov.br/copa/default.aspx Este site é uma iniciativa da Secretaria de Transparência e Controle (STC) que tem o objetivo de dar transparência às ações e despesas do Distrito Federal relativas aos jogos da Copa do Mundo de Futebol de 2014, a fim de facilitar o controle social dos recursos públicos investidos na preparação de tão importante evento. Os dados aqui divulgados são de responsabilidade dos órgãos executores dos programas e ações envolvidos na Copa de 2014. A Secretaria de Transparência e Controle (STC) reúne e disponibiliza as informações.
  33. 33. 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 Brasília Porto Alegre Belo Horizonte Rio de Janeiro Cuiabá Curitiba São Paulo Recife Manaus Fortaleza Salvador Natal Indicadores de Transparência Municipal – 2012 e 2013 Resultado 2013 Resultado 2012 Eixo4–GovernançaUrbanae Metropolitana Fonte: Instituto Ethos, 2013
  34. 34. Legado???? Estádio Nacional Pós-Copa Há propostas para a realização de uma série de eventos no segundo semestre no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, entre jogos de futebol e shows. Na agenda futura do estádio também está confirmado que Brasília será subsede das Olimpíadas de 2016. Ainda vai receber a Universiade, em 2019, maior evento esportivo universitário do planeta, envolvendo mais de 12 mil atletas. Fonte: http://www.copa2014.df.gov.br/noticias/6708-o-que-fica-apos-a-copa
  35. 35. Legado???? Segurança As forças de segurança do Distrito Federal adquiriram 1.924 novas viaturas entre aviões, helicópteros, caminhões, carros normais e especiais, motocicletas e vans. O Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), que coordena as ações de segurança durante o Mundial, 24 horas por dia, iniciou sua operação em maio de 2014. Instalado na Secretaria de Segurança Pública, o local é equipado com ferramentas de inteligência e aparelhos tecnológicos de última geração. Durante o Mundial, 320 câmeras funcionaram no monitoramento de toda a área central, dos arredores do Estádio Mané Garrincha e do Taguaparque, espaço que abriga o FIFA Fan Fest, em Taguatinga, além de algumas regiões do DF. Até o fim do ano, serão 835 câmeras. O investimento total é de R$ 160 milhões, sendo R$ 90 milhões do GDF e R$ 70 milhões do governo federal. Fonte: http://www.copa2014.df.gov.br/noticias/6708-o-que-fica-apos-a-copa
  36. 36. Legado???? Mobilidade urbana DF-047 – A ampliação da via que liga o Aeroporto JK ao centro de Brasília, única obra de mobilidade urbana na Matriz de Responsabilidades da Copa, foi inaugurada em maio de 2014. A entrega beneficia 160 mil pessoas que passam diariamente pelo local, em 80 mil veículos, com redução de 40 minutos no tempo de viagem. Houve economia de R$ 44 milhões com o uso de tecnologias diferenciadas na construção do túnel: de R$ 98 milhões para R$ 54 milhões, no total. Fonte: http://www.copa2014.df.gov.br/noticias/6708-o-que-fica-apos-a-copa
  37. 37. Legado???? Viaduto W3 Sul O viaduto da W3 Sul, orçado em cerca de R$ 20 milhões, foi inaugurado em junho e já beneficia os motoristas que passam pelo local. Ele tem 55m de comprimento por 38m de largura e 5,5m de altura e além dos carros, também será importante para dois modais de transporte que se utilizarão dele no futuro: o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e os ônibus urbanos. Fonte: http://www.copa2014.df.gov.br/noticias/6708-o-que-fica-apos-a-copa
  38. 38. Legado???? Calçadas A Novacap investiu R$ 1 milhão na recuperação das calçadas que ligam os Setores Hoteleiros Norte e Sul ao Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Além do calçamento, foram construídas rampas de acessibilidade e realizadas adequações pontuais para facilitar o acesso dos torcedores que caminharam dos hotéis ao estádio. Fonte: http://www.copa2014.df.gov.br/noticias/6708-o-que-fica-apos-a-copa
  39. 39. Legado???? Geração de energia A Companhia Energética de Brasília (CEB) entregou em dezembro de 2013 a Subestação Estádio Nacional, na área externa do Mané Garrincha. A subestação conta com 30 circuitos alimentadores, sendo que apenas dois atendem à arena. Os outros 28 são direcionados ao abastecimento do Plano Piloto. O investimento foi de R$ 23,4 milhões. Fonte: http://www.copa2014.df.gov.br/noticias/6708-o-que-fica-apos-a-copa
  40. 40. Legado???? Torre de TV A primeira etapa da reforma da Torre de TV foi inaugurada em junho e o monumento esteve no roteiro dos turistas que visitaram Brasília durante a Copa. A primeira grande reforma da Torre, após 47 anos de existência, incluiu pisos térreo e de ligação com a feira de artesanato, guarda-corpos, piso inferior, revitalização dos três elevadores e instalação das escadas rolantes ligando a Torre à feira. Após a Copa, a fachada do monumento também passará por restauração, com previsão de inauguração até o fim de 2014. Fonte: http://www.copa2014.df.gov.br/noticias/6708-o-que-fica-apos-a-copa
  41. 41. Legado???? Sinalização Um total de 1.219 placas com orientações sobre os pontos turísticos foram instaladas em Brasília atualizando a sinalização turística da cidade, que seguia a mesma desde a década de 70. Fonte: http://www.copa2014.df.gov.br/noticias/6708-o-que-fica-apos-a-copa
  42. 42. Legado???? Aeroporto A reforma e a ampliação do Aeroporto Internacional JK foi realizada por entes privados, mas os governos federal e distrital acompanharam cada etapa das obras. O Consórcio Inframérica venceu a licitação de concessão promovida pelo governo federal e executou o projeto. Com os dois novos píeres, a capacidade do aeroporto passará dos atuais 16 milhões de passageiros/ano para 21 milhões. A estrutura atual conta com 29 fingers (pontes de embarque). Antes das intervenções, eram 13. O investimento total da Inframérica foi de R$ 1,2 bilhão. Fonte: http://www.copa2014.df.gov.br/noticias/6708-o-que-fica-apos-a-copa
  43. 43. Legado???? Expresso DF O Eixo Sul do Expresso DF não está na Matriz da Copa, mas é um compromisso de governo com a mobilidade. O sistema, que liga as cidades de Gama e Santa Maria ao Plano Piloto, iniciou a operação comercial em 30 de junho. São 43km de vias exclusivas e compartilhadas para ônibus, com redução do tempo de viagem de 1h20 para 40 minutos. O investimento é de R$ 617 milhões, com recursos do PAC Mobilidade e contrapartida do GDF. Fonte: http://www.copa2014.df.gov.br/noticias/6708-o-que-fica-apos-a-copa
  44. 44.  Apesar de todo o discurso do governo e da FIFA quanto aos benefícios de sediar um evento deste porte e o legado pós-evento, questionamos se cidades sem tradição em futebol poderão arcar ao longo do tempo com esta infraestrutura.  O Estádio será gerido por meio de concessão por um empresa privada, qual será o benefício para o DF?  Não está clara como será feita a arrecadação de impostos e nem como serão aplicados.  Não há investimentos internacionais em Brasília.  O GDF está arcando com todos os custos e investimentos. Qual a expectativa de retorno destes investimentos? Considerações
  45. 45.  Agradecemos:  ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq,  ao Decanato de Pesquisa e Pós-graduação da Universidade de Brasília – DPP-UnB e  a Financiadora de Estudos e Projeto – FINEP, por financiarem este projeto de pesquisa.  Agradecemos também aos alunos da disciplina de Gestão Ambiental Urbana e Regional, do curso de Gestão Ambiental da Faculdade UnB Planaltina, que levantaram dados e informações relevantes para este trabalho. Agradecimentos
  46. 46. Obrigado!! Prof. Rômulo Ribeiro http://www.observatoriodasmetropoles.net http://nucleobrasiliaride.wordpress.com/ rjcribeiro@unb.br

×