SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 56
Baixar para ler offline
O	
  mundo	
  já	
  ficou	
  plano	
  e	
  agora	
  
vai	
  achatar	
  o	
  seu	
  quintal	
  
Robert	
  Janssen	
  
24	
  de	
  fevereiro	
  de	
  2015	
  –	
  Rio	
  de	
  
Janeiro	
  
Como	
  o	
  processo	
  de	
  
globalização	
  conFnua	
  atuando	
  e	
  
alterando	
  a	
  visão	
  de	
  futuro	
  
Robert	
  Janssen	
  
24	
  de	
  fevereiro	
  de	
  2015	
  –	
  Rio	
  de	
  
Janeiro	
  
Internacionalização:	
  	
  
O	
  caminho	
  da	
  sobrevivência	
  
Robert	
  Janssen	
  
Como ser competitivo
num mundo cada vez
mais globalizado
24	
  de	
  fevereiro	
  de	
  2015	
  –	
  Rio	
  de	
  
Janeiro	
  
Breve	
  Histórico:	
  
•  DUPLO	
  CIDADÃO	
  –	
  AMERICANO	
  E	
  BRASILEIRO	
  
•  FORMADO	
  EM	
  INTERNATIONAL	
  BUSINESS	
  E	
  SISTEMAS	
  DE	
  
INFORMAÇÃO	
  –	
  SAN	
  DIEGO	
  STATE	
  UNIVERSITY	
  
•  ATUANDO	
  NO	
  SEGMENTO	
  DE	
  TI	
  NA	
  ÁREA	
  INTERNACIONAL	
  
DESDE	
  1986	
  
•  	
  CONSULTOR	
  DO	
  SOFTEX	
  DESDE	
  1998	
  
•  ADVISOR	
  PARA	
  GOVERNO	
  BRASILEIRO	
  PARA	
  AJUDAR	
  AS	
  
EMPRESAS	
  BRASILEIRAS	
  DE	
  TI	
  EXPORTAREM	
  
•  CO-­‐FUNDADOR	
  DA	
  OUTSOURCE	
  BRAZIL,	
  EMPRESA	
  DE	
  
ADVISORY	
  PARA	
  EMPRESAS	
  SE	
  INTERNACIONALIZAREM	
  
•  	
  IDEALIZADOR	
  E	
  FUNDADOR	
  DA	
  ACELERADORA	
  DA	
  
OUTSOURCE	
  BRAZIL	
  
Os	
  meus	
  objeFvos	
  hoje	
  são:	
  
1.  Destacar	
  	
  um	
  novo	
  estágio	
  da	
  globalização	
  e	
  
qual	
  é	
  o	
  seu	
  impacto	
  nas	
  empresas	
  
2.  Destacar	
  os	
  novos	
  desafios	
  criados	
  a	
  par]r	
  
de	
  uma	
  nova	
  era	
  decorrente	
  do	
  atual	
  estágio	
  
de	
  globalização
3.  Demonstrar	
  que	
  o	
  tempo	
  do	
  “complexo	
  de	
  
vira-­‐lata”	
  já	
  ficou	
  para	
  trás	
  
4.  Mostrar	
  um	
  caminho	
  seguro	
  para	
  a	
  
internacionalização	
  
5.  	
  Finalmente,	
  demonstrar	
  a	
  necessidade	
  de	
  se	
  
ter	
  um	
  proposito	
  maior	
  na	
  vida	
  
Os	
  seus	
  “take	
  aways”:	
  
1.  Como	
  que	
  a	
  globalização	
  determina	
  a	
  
internacionalização	
  (movimento	
  econômico);	
  
2.  Como	
  esta	
  nova	
  era	
  faz	
  com	
  que	
  as	
  pessoas	
  
se	
  tornem	
  defini]vamente	
  os	
  fatores	
  crí]cos	
  
para	
  sucesso;	
  
4.  Como	
  proteger	
  o	
  seu	
  quintal	
  e	
  ao	
  mesmo	
  
tempo	
  conseguir	
  atuar	
  internacionalmente	
  
com	
  sucesso
3.  A	
  chave	
  do	
  sucesso	
  no	
  futuro	
  são	
  as	
  pessoas	
  
que	
  agem	
  usando	
  o	
  lado	
  direito	
  do	
  cerébro	
  
O	
  meu	
  1º	
  objeFvo	
  hoje	
  é:	
  
Recaptular	
  o	
  processo	
  histórico	
  do	
  
movimento	
  da	
  globalização	
  e	
  como	
  
que	
  isto	
  nos	
  trouxe	
  até	
  este	
  momento	
  
que	
  estamos	
  vivendo.
 O	
  que	
  é	
  globalização	
  ?	
  
•  Se	
  “globalização”	
  quer	
  dizer	
  a	
  internacionalização	
  
de	
  mercados?	
  	
  Então	
  …. 	
  	
  
	
  Ele	
  surgiu	
  há	
  vários	
  séculos	
  atrás.	
  Na	
  China,	
  no	
  ano	
  
1000	
  ac,	
  as	
  novas	
  tecnologias	
  da	
  época,	
  com	
  o	
  
papel,	
  a	
  prensa	
  gráfica,	
  as	
  pontes	
  elevadiças	
  de	
  
ferro,	
  a	
  bússola	
  magné]ca,	
  a	
  pólvora,	
  
revolucionavam	
  o	
  ordem	
  do	
  mundo.	
  	
  
•  Para	
  o	
  políFco,	
  o	
  jornalista	
  e	
  o	
  empresário,	
  
significa	
  o	
  aumento	
  do	
  fluxo	
  de	
  comércio	
  e	
  
inves]mentos	
  entre	
  regiões	
  e	
  com	
  outros	
  países	
  
Globalização	
  1.0	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  
de	
  1492	
  até	
  1800	
  	
  	
  
• Foi	
  o	
  período	
  da	
  globalização	
  dos	
  países,	
  
realizado	
  em	
  torno	
  das	
  potências	
  navais	
  da	
  
época,	
  que	
  eram	
  a	
  maior	
  
representa]vidade	
  da	
  força	
  de	
  um	
  país
• O	
  principal	
  agente	
  de	
  mudança	
  estava	
  
diretamente	
  ligado	
  a	
  força	
  
• O	
  principal	
  desafio	
  era	
  como	
  colaborar	
  e	
  
globalizar	
  com	
  outros	
  através	
  do	
  meu	
  país	
  
• Redução	
  do	
  tamanho	
  do	
  mundo	
  de	
  grande	
  
para	
  médio	
  
Globalização	
  2.0	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  
de	
  1800	
  até	
  2000	
  	
  	
  
• Foi	
  o	
  período	
  da	
  criação	
  das	
  mul]nacionais	
  em	
  
busca	
  de	
  mão	
  de	
  obra	
  barata	
  e	
  novos	
  mercados	
  
• As	
  forças	
  predominantes	
  eram	
  os	
  ingleses	
  e	
  
holandeses	
  impulsionados	
  pele	
  Revolução	
  
Industrial	
  
• O	
  principal	
  desafio	
  era	
  como	
  colaborar	
  e	
  
globalizar	
  com	
  outros	
  através	
  da	
  minha	
  
empresa	
  
• Redução	
  do	
  tamanho	
  do	
  mundo	
  de	
  médio	
  	
  para	
  
pequeno	
  
Globalização	
  3.0	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  
de	
  2000	
  até	
  o	
  presente	
  	
  	
  
• Agora	
  se	
  está	
  vivendo	
  a	
  globalização	
  das	
  pessoas	
  
• Somos	
  todos	
  vizinhos	
  de	
  porta	
  com	
  o	
  advento	
  de	
  
sopwares	
  de	
  comunicação	
  e	
  uma	
  malha	
  
planetária	
  de	
  fibra	
  ó]ca	
  
• O	
  principal	
  desafio	
  é	
  saber	
  como	
  que	
  me	
  insiro	
  
na	
  concorrência	
  global	
  ?	
  Como	
  posso,	
  por	
  
minha	
  conta	
  própria,	
  colaborar	
  com	
  outras	
  
pessoas	
  em	
  âmbito	
  global	
  ?	
  
• Redução	
  do	
  tamanho	
  do	
  mundo	
  de	
  pequeno	
  	
  
para	
  um	
  micro	
  plano	
  
•  Queda	
  do	
  muro	
  de	
  Berlin	
  
Os	
  “Achatadores”	
  que	
  nos	
  
levaram	
  até	
  a	
  Globalização	
  3.0	
  
•  A	
  dupla	
  Wintel:	
  Microsop	
  +	
  Intel	
  =	
  PC	
  
•  Tim	
  Berner	
  Lee	
  &	
  Marc	
  Anderseen	
  (Web).	
  
•  Uploading.	
  
•  Outsourcing	
  
•  Offshoring	
  
•  Insourcing	
  
•  Anywhere	
  –	
  Any]me	
  =	
  Wireless	
  
•  Matéria:	
  Informação	
  tem	
  mais	
  valor.	
  
As	
  grandes	
  mudanças	
  da	
  
Globalização	
  3.0	
  
•  Distância:	
  Foi	
  eliminada.	
  
•  Tempo:	
  Tempo	
  Zero	
  de	
  resposta.	
  
•  Pessoas:	
  Agora	
  são	
  o	
  pote	
  de	
  ouro.	
  
•  Crescimento:	
  Turbinado	
  pelas	
  redes	
  sociais	
  
•  “Globalização”	
  é	
  um	
  processo	
  histórico,	
  um	
  
processo	
  con{nuo	
  e	
  evolu]vo.	
  
•  “Globalização”	
  significa	
  que	
  o	
  processo	
  passa	
  
por	
  um	
  momento	
  de	
  crescente	
  aumento	
  da	
  
intensidade,	
  abrangência,	
  e	
  velocidade	
  de	
  uma	
  
plataforma	
  mundial	
  de	
  interconec]vidade	
  
permanente.	
  
Como	
  que	
  a	
  Globalização	
  
determina	
  o	
  processo	
  de	
  
internacionalização	
  
• O	
  mundo	
  e	
  as	
  pessoas	
  vivem	
  atualmente	
  sem	
  
fronteiras;	
  
• A	
  atual	
  crise	
  econômica	
  mundial	
  irá	
  alterar	
  
defini]vamente	
  as	
  geografias	
  predominantes;	
  
• Empresas	
  concorrentes	
  capitalizadas	
  buscam	
  maior	
  
retorno	
  em	
  outras	
  geografias;	
  	
  
• Empresas	
  concorrentes	
  por	
  estarem	
  capitalizadas	
  
oferecem	
  mais	
  atra]vos;	
  
• E	
  isto	
  provavelmente	
  irá	
  achatar	
  o	
  seu	
  quintal.	
  
Como	
  que	
  a	
  Globalização	
  determina	
  
o	
  processo	
  de	
  internacionalização	
  e	
  
achata	
  o	
  seu	
  quintal	
  
• Empresas	
  concorrentes	
  e	
  capitalizadas	
  com	
  
vocação	
  natural	
  para	
  exportação	
  
• E	
  isto	
  provavelmente	
  irá	
  achatar	
  o	
  seu	
  quintal.	
  
• Buscam	
  novos	
  mercados	
  para	
  compensar	
  perdas	
  
decorrente	
  da	
  recessão	
  mundial	
  
Como	
  que	
  a	
  Globalização	
  determina	
  
o	
  processo	
  de	
  internacionalização	
  e	
  
achata	
  o	
  seu	
  quintal	
  
• Empresas	
  capitalizadas	
  podem	
  oferecer	
  mais	
  e	
  
melhores	
  bene|cios	
  pars	
  os	
  seus	
  colaboradores	
  
• Empresas	
  com	
  vocação	
  natural	
  para	
  exportação	
  
oferecem	
  ascenção	
  profissional	
  e	
  experiências	
  
internacionais	
  
Chegou	
  a	
  Globalização	
  4.0	
  
a	
  soma	
  das	
  3	
  anteriores	
  +	
  a	
  
instantaneidade	
  
• Plataforma	
  tecnológica	
  disponível	
  em	
  
qualquer	
  lugar,	
  a	
  qualquer	
  tempo	
  
• Velocidades	
  cada	
  vez	
  maiores	
  em	
  inovação	
  
tecnológica	
  –	
  atualmente	
  as	
  redes	
  sociais	
  
• Administração	
  diária	
  de	
  mudanças	
  
• Aumento	
  da	
  velocidade	
  na	
  mudança	
  de	
  
valores	
  -­‐	
  efemeridade	
  
Quais	
  são	
  os	
  “drivers”	
  da	
  
Globalização	
  4.0	
  
• A	
  consolidação	
  do	
  modelo	
  colabora]vo	
  
• A	
  consolidação	
  do	
  novo	
  modelo	
  de	
  
consumo	
  –	
  on	
  demand	
  and	
  as	
  a	
  service	
  
• Aumento	
  da	
  intensidade	
  da	
  conec]vidade	
  
• O	
  aumento	
  constante	
  de	
  padronização	
  /	
  
automação.	
  
• Aumento	
  da	
  abundância	
  e	
  redução	
  de	
  custos	
  
Meu	
  2º	
  objeFvo	
  hoje	
  é:	
  
Mostrar	
  que	
  cada	
  vez	
  mais	
  é	
  verdade	
  o	
  
que	
  já	
  sabemos.	
  As	
  pessoas	
  são	
  o	
  real	
  
patrimônio	
  das	
  empresas	
  e	
  os	
  
verdadeiros	
  “turbinadores”	
  de	
  
construção	
  de	
  valor	
  e	
  criação	
  de	
  
diferencial	
  compe]]vo	
  dentro	
  de	
  
contexto	
  de	
  conceituação
Da	
  era	
  Agricultural	
  para	
  a	
  era	
  
da	
  Conceituação	
  
	
  
Era Agricultural
Era Industrial
Era da lnformação
Era Conceituação
Ascendência,	
  
Tecnologia	
  e	
  
globalização	
  
Século	
  XIX	
  Século	
  XVIII	
   Século	
  XX	
   Século	
  XXI	
  
• O	
  que	
  puder	
  ser	
  digitalizado	
  será	
  automa]zado	
  
•  O	
  que	
  puder	
  ser	
  automa]zado	
  será	
  terceirizado	
  
para	
  ser	
  produzido	
  mais	
  barato	
  
•  A	
  comodi]zação	
  das	
  competências	
  exatas	
  
turbinado	
  pela	
  automação	
  e	
  abundância	
  
•  A	
  ascenção	
  do	
  “pensamento	
  
direito”	
  (cria]vidade	
  e	
  empa]a)	
  
A	
  Globalização	
  4.0	
  abrindo	
  
caminho	
  para	
  a	
  nova	
  era	
  da	
  
Conceituação	
  
	
  
• A	
  era	
  da	
  conceituação	
  é	
  a	
  
ascendência	
  da	
  aplicação	
  do	
  lado	
  
direito	
  do	
  cérebro,	
  onde	
  residem	
  as	
  
competências	
  subje]vas	
  da	
  
cria]vidade,	
  empa]a	
  e	
  capacidades	
  
ar{s]cas.	
  
A	
  Globalização	
  4.0	
  abrindo	
  
caminho	
  para	
  a	
  nova	
  era	
  da	
  
Conceituação	
  
	
  
A	
  VISÃO	
  DO	
  LADO	
  DIREITO	
  DO	
  
CÉREBRO	
  E	
  COMO	
  ISTO	
  ESTÁ	
  
CORRELACIONADO	
  COM	
  A	
  CRIAÇÃO	
  
E	
  CONTEXTUALIZAÇÃO	
  
	
  
Qual	
  o	
  principal	
  impacto	
  para	
  da	
  
era	
  da	
  conceituação	
  nas	
  empresas	
  
	
  
• Informação	
  em	
  qualquer	
  lugar	
  para	
  todos	
  
•  Velocidade	
  de	
  resposta	
  é	
  vital	
  
•  Valorização	
  das	
  Pessoas	
  e	
  suas	
  diferenças	
  
•  A	
  mudança	
  constante	
  é	
  o	
  único	
  absoluto	
  
•  Valorização	
  do	
  “Pensamento	
  Direito”	
  
A	
  Globalização	
  4.0	
  abrindo	
  
caminho	
  para	
  a	
  nova	
  era	
  da	
  
Conceituação	
  
	
  
• CONCEITUAÇÃO	
  –	
  Uma	
  empresa	
  no	
  
mundo	
  globalizado	
  4.0	
  tem	
  que	
  se	
  
preparar	
  para	
  a	
  administração	
  
con{nua	
  de	
  mudanças	
  e	
  no	
  
inves]mento	
  nas	
  pessoas	
  para	
  
transformá-­‐las	
  em	
  “colaboradoras	
  
conceituais”.	
  
A	
  única	
  certeza	
  é	
  que	
  a	
  mudança	
  
sempre	
  será	
  uma	
  constante
Mudanças na
infra-estrutura
Mudanças nos
processos
Mudanças nas
pessoas
Mudanças no
ambiente
As	
  pessoas	
  e	
  sua	
  capacidade	
  
criaFva	
  como	
  o	
  grande	
  diferencial	
  
	
  
cenouraFator crítico de sucesso para a lucratividade de uma
empresa no mundo globalizado:AS PESSOAS
Valor	
   Foco	
  em	
  produto	
   Foco	
  do	
  cliente	
  
Cultura	
   De	
  cima	
  para	
  baixo	
   Capacitação	
  
Liderança	
   Direcionada	
   Visionária	
  
Skills	
   Centrado	
  em	
  tarefas	
   Conhecimento	
  
IncenFvos	
   Chicote	
  e	
  cenoura	
   Risco	
  /	
  Recompensa	
  
Ambiente	
  
De	
  trabalho	
  
Centralizado	
   Flexível	
  /	
  Virtual	
  	
  
Fator	
  críFco	
  de	
  sucesso	
  para	
  a	
  lucraFvidade	
  de	
  uma	
  
empresa	
  no	
  mundo	
  globalizado:	
  AS	
  PESSOAS	
  
A	
  nova	
  era	
  da	
  conceituação	
  –	
  o	
  	
  
pensamento	
  do	
  lado	
  direito:	
  
Sexto	
  SenFdo	
  
	
  
• Design:	
  Capacidade	
  espacial	
  para	
  enxergar	
  soluções	
  	
  
•  Narra]va:	
  Capacidade	
  de	
  síntese	
  
•  Visão	
  da	
  Floresta:	
  Construção	
  de	
  Mosaicos	
  	
  
•  Prazerosidade:	
  Capacidadede	
  vivências	
  lúdicas	
  
•  Empa]a:	
  Comunicando	
  em	
  sintonia	
  com	
  harmonia	
  
•  Razão	
  de	
  Ser:	
  São	
  agora	
  o	
  pote	
  de	
  ouro	
  
	
  
Meu	
  3º	
  objeFvo	
  é	
  
Sensibilizar	
  vocês	
  que	
  o	
  DNA	
  Cultural	
  
Brasileiro	
  não	
  está	
  contaminado	
  com	
  
sangue	
  de	
  “vira-­‐lata”	
  e	
  pode	
  ser	
  
conver]do	
  em	
  uma	
  vantagem	
  
compe]]va	
  no	
  provimento	
  de	
  
soluções	
  e	
  serviços	
  de	
  TI	
  nos	
  diversos	
  
mercados	
  geográficos.
COUNTRY	
  GENERAL	
  OVERVIEW
Australia
Russia
USA
Brazil
China
Japan
Bangladesh
Nigeria
Pakistan
Indonesia
Canada
France
Germany
Italia
Spain
Mexico
South Korea
Netherlands
India
UK
Countries	
  with	
  area	
  
	
  >	
  4	
  million	
  km²	
  
Countries	
  with	
  GDP	
  	
  
>	
  US$	
  2,5	
  trillion	
  
Countries	
  with	
  populaFon	
  
	
  >	
  200	
  million	
  
Brazil	
  has:	
  
Country	
  general	
  overview	
  
	
  
•  The	
  2nd	
  largest	
  commercial	
  air	
  fleet	
  in	
  the	
  world	
  
•  The	
  2nd	
  largest	
  private	
  execu]ve	
  jet	
  market	
  in	
  the	
  
world	
  •  The	
  2nd	
  largest	
  agriculture	
  vehicles	
  market	
  in	
  the	
  world	
  
•  The	
  2nd	
  largest	
  jeans	
  consumer	
  market	
  in	
  the	
  world	
  
•  The	
  3rd	
  largest	
  market	
  for	
  copying	
  machines	
  in	
  the	
  world
•  The	
  3rd	
  largest	
  market	
  for	
  TV	
  sets	
  in	
  the	
  world	
  
•  The	
  3rd	
  largest	
  sop	
  drinks	
  market	
  in	
  the	
  world	
  
•  The	
  4th	
  largest	
  refrigerators	
  market	
  in	
  the	
  world	
  
The most
representative
multinationals are
present in Brazil
Country	
  general	
  overview
Culture	
  diversity
Easy	
  understanding	
  and	
  adaptaFon	
  	
  
to	
  any	
  culture	
  –	
  No	
  cultural	
  barriers	
  
Cultural	
  DNA	
  as	
  a	
  compeFFve	
  
advantage
Instabilidades	
  econômicas	
  do	
  passado	
  e	
  
constante	
  mudança	
  das	
  regras	
  contribuiu	
  
para	
  a	
  construção	
  de	
  um	
  DNA	
  sólido	
  que	
  
possui:	
  
• Fácil	
  compreensão	
  
• Soluções	
  cria]vas	
  
• Processos	
  de	
  implementação	
  eficientes	
  
• Tecnologicamente	
  sempre	
  atualizado	
  
Cultural	
  DNA	
  as	
  a	
  compeFFve	
  
advantage
Instabilidades	
  econômicas	
  do	
  passado	
  e	
  
constante	
  mudança	
  das	
  regras	
  contribuiu	
  
para	
  a	
  construção	
  de	
  um	
  DNA	
  sólido	
  que	
  
possui:	
  
• Fácil	
  compreensão	
  
• Soluções	
  cria]vas	
  
• Processos	
  de	
  implementação	
  eficientes	
  
• Tecnologicamente	
  sempre	
  atualizado	
  
Cultural	
  DNA	
  as	
  a	
  compeFFve	
  
advantage
Como	
  que	
  os	
  principais	
  
analistas	
  mundiais	
  de	
  TI	
  
percebem	
  o	
  Brasil
•  Exper]se	
  e	
  cria]vidade	
  são	
  fatores	
  
preponderantes	
  
•  Grande	
  vocação	
  para	
  inovação	
  por	
  parte	
  dos	
  
seus	
  profissionais	
  
•  Colaboradores	
  extremamente	
  flexíveis	
  e	
  
adaptáveis	
  
•  Capacidade	
  de	
  sintonizar	
  facilmente	
  na	
  relação	
  
com	
  os	
  clientes	
  
•  Bom	
  conjunto	
  de	
  competências	
  técnicas	
  
Conclusão
...check	
  Brazil	
  too	
  as	
  it	
  is	
  also	
  a	
  	
  
world	
  class	
  supplier	
  
when	
  you	
  are	
  looking	
  for	
  sopware	
  solu]ons	
  
and	
  IT	
  services...	
  
The	
  2016	
  Olympic	
  Site	
  
Meu	
  4º	
  objeFvo	
  hoje	
  é	
  
Deixar	
  algumas	
  indicações	
  de	
  como	
  que	
  
vocês	
  devem	
  liderar	
  o	
  movimento	
  da	
  
busca	
  da	
  excelência	
  e	
  serem	
  
compe]]vos	
  no	
  cenário	
  internacional
O	
  que	
  as	
  empresas	
  brasileiras	
  
precisam	
  fazer	
  no	
  cenário	
  da	
  
globalização	
  –	
  olhando	
  para	
  o	
  
futuro
Face	
  a	
  Velocidade	
  das	
  Transformações	
  os	
  
Empresários	
  e	
  Execu]vos	
  precisam	
  responder	
  o	
  
seguinte:	
  
• 	
  Quanto	
  vale	
  a	
  empresa	
  hoje?	
  Quanto	
  valerá	
  
daqui	
  a	
  cinco	
  anos?	
  
• 	
  A	
  concepção	
  do	
  negócio	
  é	
  obsoleta?	
  Como	
  deve	
  
ser	
  a	
  próxima	
  concepção	
  de	
  Negócios?	
  
• 	
  Que	
  ações	
  estratégicas	
  capturarão	
  o	
  próximo	
  
ciclo	
  de	
  crescimento	
  no	
  setor	
  em	
  que	
  a	
  empresa	
  
atua?	
  
O	
  que	
  as	
  empresas	
  brasileiras	
  
precisam	
  fazer	
  no	
  cenário	
  da	
  
globalização	
  –	
  olhando	
  o	
  passado
Os	
  erros	
  come]dos	
  no	
  passado	
  servem	
  como	
  
orientadores	
  nos	
  próximos	
  planejamentos:	
  
• 	
  Qual	
  era	
  o	
  plano	
  da	
  empresa	
  na	
  largada?	
  
• 	
  O	
  que	
  mudou	
  do	
  plano	
  originou	
  comparado	
  ao	
  
que	
  a	
  empresa	
  é	
  hoje?	
  
• 	
  Quantos	
  cavalos	
  arreados	
  a	
  empresa	
  deixou	
  de	
  
montar	
  e	
  porque	
  ?	
  
O	
  que	
  as	
  empresas	
  brasileiras	
  
precisam	
  fazer	
  no	
  cenário	
  da	
  
globalização	
  –	
  Olhando	
  para	
  o	
  
presente	
  
Planejamento	
  e	
  Execução	
  –	
  Faça	
  ou	
  morra:	
  
• 	
  A	
  empresa	
  u]liza	
  métodos	
  de	
  gestão	
  
profissional?	
  A	
  empresa	
  mantém	
  indicadores	
  para	
  
análise	
  de	
  desempenho?	
  
• 	
  A	
  empresa	
  conhece	
  a	
  si	
  mesma	
  ?	
  Conhece	
  o	
  
mercado	
  ?	
  Conhece	
  os	
  concorrentes	
  ?	
  
• 	
  Quais	
  são	
  as	
  prioridades	
  da	
  empresa	
  para	
  
manter-­‐se	
  dentro	
  de	
  uma	
  visão	
  aderente	
  e	
  
compar]lhada	
  ?	
  
O	
  que	
  as	
  empresas	
  brasileiras	
  
precisam	
  fazer	
  no	
  cenário	
  da	
  
globalização	
  –	
  a	
  estratégia	
  da	
  baleia	
  
Todos	
  Nós	
  somos	
  mais	
  capazes	
  do	
  que	
  somente	
  
um	
  de	
  nós	
  
• 	
  Clusterização	
  é	
  uma	
  saída	
  para	
  a	
  necessidade	
  de	
  
escalabilidade	
  
• 	
  Clusterização	
  é	
  uma	
  saída	
  para	
  a	
  necessidade	
  de	
  
inves]mentos	
  
• 	
  Clusterização	
  é	
  uma	
  saída	
  para	
  a	
  necessidade	
  de	
  
aumentar	
  a	
  oferta	
  e	
  escopo	
  de	
  por€olio	
  
O	
  que	
  as	
  empresas	
  brasileiras	
  
precisam	
  fazer	
  no	
  cenário	
  da	
  
globalização	
  –	
  a	
  estratégia	
  da	
  baleia	
  
BALEIAS	
  QUE	
  ESTÃO	
  NAVEGANDO	
  OS	
  DIVERSOS	
  
MARES	
  DO	
  PLANETA	
  
• 	
  Cesar	
  de	
  Recife	
  
• 	
  Curi]ba	
  Offshore	
  Center	
  
• 	
  Startup	
  -­‐	
  Curi]ba	
  
• 	
  Startup	
  Brasil	
  –	
  Porto	
  Alegre	
  
• 	
  +	
  varios	
  outros	
  estão	
  sendo	
  
criados	
  para	
  atender	
  ao	
  mercado	
  
internacional	
  
Ações	
  estratégicas	
  con}nuas	
  para	
  
internacionalização	
  da	
  empresa?	
  
ü 	
  Mapeie	
  sua	
  trajetória:	
  ver]cal	
  e	
  virtualmente	
  
ü 	
  Gerencie	
  o	
  caos:	
  seja	
  sistemá]co	
  
ü 	
  Adote	
  o	
  lema	
  da	
  mudança:	
  faça	
  isto	
  sua	
  
prioridade	
  
ü 	
  Repense	
  “valor”:	
  de	
  coisas	
  para	
  
idéias	
  ü 	
  Reequilibre	
  a	
  infra-­‐estrutura:	
  de	
  átomos	
  para	
  
bits	
  
ü 	
  Valorize	
  o	
  capital	
  intelectual:	
  será	
  sempre	
  o	
  seu	
  
principal	
  patrimônio	
  
ü 	
  Se	
  torne	
  um	
  empregador	
  requisitado	
  
Ações	
  estratégicas	
  con}nuas	
  para	
  
fidelização	
  dos	
  colaboradores?	
  
• 	
  Crie	
  um	
  ambiente	
  de	
  confiança	
  e	
  comunicação	
  aberta
• 	
  Ofereça	
  uma	
  visão	
  e	
  obje]vos	
  claros	
  
• 	
  Adote	
  uma	
  postura	
  mo]vadora	
  e	
  inspiradora	
  
• 	
  Faça	
  o	
  que	
  diz	
  
• 	
  Promova	
  a	
  constante	
  colaboração	
  
• 	
  Cer]fique-­‐se	
  que	
  o	
  conhecimento	
  e	
  recursos	
  
necessários	
  estão	
  disponíveis	
  de	
  acordo	
  
• 	
  Encoraje	
  a	
  cria]vidade	
  constante	
  
• 	
  Encoraje	
  a	
  tomada	
  de	
  riscos	
  
• 	
  Cer]fique-­‐se	
  que	
  todos	
  conhecem	
  a	
  agenda	
  
• 	
  Gerencie	
  prioritariamente	
  
Meu	
  5º	
  e	
  úlFmo	
  objeFvo	
  hoje	
  é	
  
Que	
  devemos	
  buscar	
  ser	
  agentes	
  de	
  
Transformação	
  através	
  da	
  adoção	
  de	
  
um	
  propósito	
  maior	
  que	
  os	
  nossos	
  
obje]vos	
  pessoais	
  e	
  profissionais
Ações	
  estratégicas	
  con}nuas	
  para	
  
realização	
  pessoal	
  e	
  profissional	
  	
  
• Mapeie	
  uma	
  trajetória	
  de	
  doação	
  e	
  
impacto	
  social;	
  	
  
• Coloque	
  a	
  disposição	
  uma	
  das	
  suas	
  
principais	
  competências;	
  
• Faça	
  isto	
  também	
  uma	
  prioridade;	
  
• Isto	
  faz	
  parte	
  do	
  crescimento	
  e	
  da	
  
realização	
  profissional
• Adote	
  o	
  lema	
  da	
  mudança:	
  faça	
  isto	
  sua	
  
prioridade	
  	
  
• Repense	
  “valor”de	
  coisas	
  para	
  idéias	
  
• Gerencie	
  o	
  caos:	
  seja	
  sistemá]co	
  
• Reequilibre	
  a	
  infra-­‐estrutura	
  de	
  átomos	
  para	
  bits	
  	
  
• Valorize	
  o	
  capital	
  intelectual:	
  será	
  sempre	
  o	
  seu	
  
principal	
  patrimônio	
  	
  
• Se	
  torne	
  um	
  colaborador	
  requisitado
Ações	
  estratégicas	
  con}nuas	
  para	
  
realização	
  pessoal	
  
•  Cer]fique-­‐se	
  que	
  o	
  conhecimento	
  e	
  recursos	
  
necessários	
  estão	
  disponíveis	
  de	
  acordo	
  
•  Crie	
  um	
  ambiente	
  de	
  confiança	
  e	
  comunicação	
  aberta	
  	
  
•  Ofereça	
  uma	
  visão	
  e	
  obje]vos	
  claros	
  	
  
•  Adote	
  uma	
  postura	
  mo]vadora	
  e	
  inspiradora	
  
•  Faça	
  o	
  que	
  diz	
  
•  Promova	
  a	
  constante	
  colaboração	
  
•  Busque	
  o	
  caminho	
  da	
  cria]vidade	
  constante	
  	
  
•  Não	
  tenha	
  receio	
  de	
  tomar	
  riscos	
  	
  
•  Gerencie	
  prioritariamente
Ações	
  estratégicas	
  con}nuas	
  para	
  
realização	
  profissional	
  	
  
IT	
  NEVER	
  GETS	
  EASIER,	
  
WE	
  JUST	
  GET	
  BETTER	
  
Pensamento	
  para	
  não	
  esquecer	
  
Leitura	
  recomendada
ü 	
  O	
  MUNDO	
  É	
  PLANO	
  –	
  THOMAS	
  FRIEDMAN	
  
ü 	
  THE	
  BIG	
  SWITCH	
  –	
  NICHOLAS	
  CARR	
  
ü 	
  THE	
  NEW	
  AGE	
  OF	
  INNOVATION	
  –	
  C.K.PRAHALAD	
  &	
  
M.S.KRISHNAN	
  
ü 	
  THE	
  WHOLE	
  NEW	
  MIND	
  –	
  DANIEL	
  PINK	
  
ü 	
  OUTLIERS	
  –	
  MALCOM	
  GLADWELL	
  
ü 	
  THE	
  FROG	
  AND	
  THE	
  PRINCE	
  –	
  SECRETS	
  OF	
  POSITIVE	
  
NETWORKING	
  –	
  DARCY	
  REZAC	
  
ü 	
  BLINK	
  –	
  MALCOM	
  GLADWELL	
  
ü 	
  CREATING	
  COMPETITIVE	
  ADVANTAGE	
  –	
  JAYNIE	
  SMITH	
  
ü FREAKONOMICS	
  –	
  STHEVEN	
  LEVITT	
  
ü 	
  O	
  PENSAMENTO	
  LATERAL	
  NA	
  ADMINISTRAÇÃO	
  –	
  
EDWARD	
  DE	
  BONO	
  
Fontes	
  de	
  Pesquisa
Examine	
  empresas	
  com	
  	
  odelos	
  e	
  foco	
  parecidos	
  na	
  sua	
  região	
  geográfica	
  www.paloalto.com	
  
www.bplans.com	
  
www.marketresearch.com	
  
www.jjhill.org	
  
www.business.gov	
  
www.clickz.com/stats/	
  
www.census.gov	
  
www.marke]ngpower.com	
  
www.hoovers.com	
  
Fontes	
  de	
  Pesquisa
Examine	
  empresas	
  com	
  	
  odelos	
  e	
  foco	
  parecidos	
  na	
  sua	
  região	
  geográfica	
  www.ceoexpress.com	
  
www.bea.com	
  
www.integrainfo.com	
  
www.mahq.com	
  
www.hwwilson.com	
  
www.sba.gov	
  
www.score.org	
  
www.osec.doc.gov	
  
Obrigado!	
  
Email:	
  rjanssen@outsourcebrazil.com.br	
  
Blog:	
  www.brasilexporta].com	
  
Skype:	
  r„anssen	
  
Twi…er:	
  rober€janssen	
  

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a O mundo ja ficou plano e agora vai achatar o seu quintal

UFCD 617- Gestão de Recursos Informaticos.pptx
UFCD  617- Gestão de Recursos Informaticos.pptxUFCD  617- Gestão de Recursos Informaticos.pptx
UFCD 617- Gestão de Recursos Informaticos.pptxNome Sobrenome
 
2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economiaLucas Cechinel
 
4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economiaLucas Cechinel
 
Globalização, neoliberalismo e administração
Globalização, neoliberalismo e administraçãoGlobalização, neoliberalismo e administração
Globalização, neoliberalismo e administraçãoCristiano Bodart
 
A Globalizacao e internacionalização.pptx
A Globalizacao e internacionalização.pptxA Globalizacao e internacionalização.pptx
A Globalizacao e internacionalização.pptxBernardoMavie
 
Globalização e redes da economia mundial
Globalização e redes da economia mundialGlobalização e redes da economia mundial
Globalização e redes da economia mundialCarolina Peterle
 
Globalização - GEO
Globalização - GEOGlobalização - GEO
Globalização - GEOvxctorwa
 
Digital transformation playbook & framework
Digital transformation playbook & frameworkDigital transformation playbook & framework
Digital transformation playbook & frameworkLuis Rasquilha
 
Discurso de Paraninfo - Centro de Informática/UFPE - 2015.2
Discurso de Paraninfo - Centro de Informática/UFPE - 2015.2Discurso de Paraninfo - Centro de Informática/UFPE - 2015.2
Discurso de Paraninfo - Centro de Informática/UFPE - 2015.2Ruy De Queiroz
 
Globalização e internet unicastelo
Globalização e internet   unicasteloGlobalização e internet   unicastelo
Globalização e internet unicasteloAmarildo Souza
 
GLOBALIZAÇÃO (1).pdf
GLOBALIZAÇÃO (1).pdfGLOBALIZAÇÃO (1).pdf
GLOBALIZAÇÃO (1).pdfRayannetuber
 
Globalização slide - Ana Karine Lopes
Globalização slide - Ana Karine LopesGlobalização slide - Ana Karine Lopes
Globalização slide - Ana Karine LopesAna Karine Lopes
 
Curso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxi
Curso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxiCurso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxi
Curso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxiNanne Nayla
 
Trabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E Valdemar
Trabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E ValdemarTrabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E Valdemar
Trabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E Valdemaranaluisacvieira
 
Trabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E Valdemar
Trabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E ValdemarTrabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E Valdemar
Trabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E Valdemaranaluisacvieira
 
Texto escolar3anoprocessoglobalizacao
Texto escolar3anoprocessoglobalizacaoTexto escolar3anoprocessoglobalizacao
Texto escolar3anoprocessoglobalizacaoechechurry
 

Semelhante a O mundo ja ficou plano e agora vai achatar o seu quintal (20)

UFCD 617- Gestão de Recursos Informaticos.pptx
UFCD  617- Gestão de Recursos Informaticos.pptxUFCD  617- Gestão de Recursos Informaticos.pptx
UFCD 617- Gestão de Recursos Informaticos.pptx
 
2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
 
4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
 
Globalização, neoliberalismo e administração
Globalização, neoliberalismo e administraçãoGlobalização, neoliberalismo e administração
Globalização, neoliberalismo e administração
 
A Globalizacao e internacionalização.pptx
A Globalizacao e internacionalização.pptxA Globalizacao e internacionalização.pptx
A Globalizacao e internacionalização.pptx
 
Globalização e redes da economia mundial
Globalização e redes da economia mundialGlobalização e redes da economia mundial
Globalização e redes da economia mundial
 
O que é globalização pdf
O que é globalização pdfO que é globalização pdf
O que é globalização pdf
 
Globalização - GEO
Globalização - GEOGlobalização - GEO
Globalização - GEO
 
Digital transformation playbook & framework
Digital transformation playbook & frameworkDigital transformation playbook & framework
Digital transformation playbook & framework
 
Discurso de Paraninfo - Centro de Informática/UFPE - 2015.2
Discurso de Paraninfo - Centro de Informática/UFPE - 2015.2Discurso de Paraninfo - Centro de Informática/UFPE - 2015.2
Discurso de Paraninfo - Centro de Informática/UFPE - 2015.2
 
Globalização
Globalização Globalização
Globalização
 
Globalização e internet unicastelo
Globalização e internet   unicasteloGlobalização e internet   unicastelo
Globalização e internet unicastelo
 
GLOBALIZAÇÃO (1).pdf
GLOBALIZAÇÃO (1).pdfGLOBALIZAÇÃO (1).pdf
GLOBALIZAÇÃO (1).pdf
 
679
679679
679
 
Globalização slide - Ana Karine Lopes
Globalização slide - Ana Karine LopesGlobalização slide - Ana Karine Lopes
Globalização slide - Ana Karine Lopes
 
Curso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxi
Curso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxiCurso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxi
Curso de competitivdade mudanças no mercado seculo xxi
 
Trabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E Valdemar
Trabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E ValdemarTrabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E Valdemar
Trabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E Valdemar
 
Trabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E Valdemar
Trabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E ValdemarTrabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E Valdemar
Trabalho De Grupo GlobalizaçãO José, Marco E Valdemar
 
Texto escolar3anoprocessoglobalizacao
Texto escolar3anoprocessoglobalizacaoTexto escolar3anoprocessoglobalizacao
Texto escolar3anoprocessoglobalizacao
 
2272639.ppt
2272639.ppt2272639.ppt
2272639.ppt
 

Mais de OBr.global

Inmersión global en ciberseguridad e IA en la conferencia RSA.pdf
Inmersión global en ciberseguridad e IA en la conferencia RSA.pdfInmersión global en ciberseguridad e IA en la conferencia RSA.pdf
Inmersión global en ciberseguridad e IA en la conferencia RSA.pdfOBr.global
 
Global Cybersecurity & AI Immersion @ RSA Conference.pdf
Global Cybersecurity & AI Immersion @ RSA Conference.pdfGlobal Cybersecurity & AI Immersion @ RSA Conference.pdf
Global Cybersecurity & AI Immersion @ RSA Conference.pdfOBr.global
 
Fortinet_24_V2_Convidado.pdf
Fortinet_24_V2_Convidado.pdfFortinet_24_V2_Convidado.pdf
Fortinet_24_V2_Convidado.pdfOBr.global
 
10 razões para por que uma startup deve fazer parte de uma associação do s...
10 razões para por que uma startup deve fazer parte de uma associação do s...10 razões para por que uma startup deve fazer parte de uma associação do s...
10 razões para por que uma startup deve fazer parte de uma associação do s...OBr.global
 
OBr.global A2 + Imersao.pdf_CM_23_V1.pdf
OBr.global A2 + Imersao.pdf_CM_23_V1.pdfOBr.global A2 + Imersao.pdf_CM_23_V1.pdf
OBr.global A2 + Imersao.pdf_CM_23_V1.pdfOBr.global
 
OBr.global A2 + Imersao_23.pdf
OBr.global A2 + Imersao_23.pdfOBr.global A2 + Imersao_23.pdf
OBr.global A2 + Imersao_23.pdfOBr.global
 
OBr.global A2 + Imersao.pdf.pdf
OBr.global A2 + Imersao.pdf.pdfOBr.global A2 + Imersao.pdf.pdf
OBr.global A2 + Imersao.pdf.pdfOBr.global
 
2022 SelectUSA Investment Summit.pptx
2022 SelectUSA Investment Summit.pptx2022 SelectUSA Investment Summit.pptx
2022 SelectUSA Investment Summit.pptxOBr.global
 
Palestra Robert Janssen Whole Agility.pdf
Palestra Robert Janssen Whole Agility.pdfPalestra Robert Janssen Whole Agility.pdf
Palestra Robert Janssen Whole Agility.pdfOBr.global
 
OBr.global_A2__Imersao.pdf
OBr.global_A2__Imersao.pdfOBr.global_A2__Imersao.pdf
OBr.global_A2__Imersao.pdfOBr.global
 

Mais de OBr.global (11)

Inmersión global en ciberseguridad e IA en la conferencia RSA.pdf
Inmersión global en ciberseguridad e IA en la conferencia RSA.pdfInmersión global en ciberseguridad e IA en la conferencia RSA.pdf
Inmersión global en ciberseguridad e IA en la conferencia RSA.pdf
 
Global Cybersecurity & AI Immersion @ RSA Conference.pdf
Global Cybersecurity & AI Immersion @ RSA Conference.pdfGlobal Cybersecurity & AI Immersion @ RSA Conference.pdf
Global Cybersecurity & AI Immersion @ RSA Conference.pdf
 
Fortinet_24_V2_Convidado.pdf
Fortinet_24_V2_Convidado.pdfFortinet_24_V2_Convidado.pdf
Fortinet_24_V2_Convidado.pdf
 
10 razões para por que uma startup deve fazer parte de uma associação do s...
10 razões para por que uma startup deve fazer parte de uma associação do s...10 razões para por que uma startup deve fazer parte de uma associação do s...
10 razões para por que uma startup deve fazer parte de uma associação do s...
 
OBr.global A2 + Imersao.pdf_CM_23_V1.pdf
OBr.global A2 + Imersao.pdf_CM_23_V1.pdfOBr.global A2 + Imersao.pdf_CM_23_V1.pdf
OBr.global A2 + Imersao.pdf_CM_23_V1.pdf
 
OBr.global A2 + Imersao_23.pdf
OBr.global A2 + Imersao_23.pdfOBr.global A2 + Imersao_23.pdf
OBr.global A2 + Imersao_23.pdf
 
OBr.global A2 + Imersao.pdf.pdf
OBr.global A2 + Imersao.pdf.pdfOBr.global A2 + Imersao.pdf.pdf
OBr.global A2 + Imersao.pdf.pdf
 
2022 SelectUSA Investment Summit.pptx
2022 SelectUSA Investment Summit.pptx2022 SelectUSA Investment Summit.pptx
2022 SelectUSA Investment Summit.pptx
 
Go_Global.pdf
Go_Global.pdfGo_Global.pdf
Go_Global.pdf
 
Palestra Robert Janssen Whole Agility.pdf
Palestra Robert Janssen Whole Agility.pdfPalestra Robert Janssen Whole Agility.pdf
Palestra Robert Janssen Whole Agility.pdf
 
OBr.global_A2__Imersao.pdf
OBr.global_A2__Imersao.pdfOBr.global_A2__Imersao.pdf
OBr.global_A2__Imersao.pdf
 

O mundo ja ficou plano e agora vai achatar o seu quintal

  • 1. O  mundo  já  ficou  plano  e  agora   vai  achatar  o  seu  quintal   Robert  Janssen   24  de  fevereiro  de  2015  –  Rio  de   Janeiro  
  • 2. Como  o  processo  de   globalização  conFnua  atuando  e   alterando  a  visão  de  futuro   Robert  Janssen   24  de  fevereiro  de  2015  –  Rio  de   Janeiro  
  • 3. Internacionalização:     O  caminho  da  sobrevivência   Robert  Janssen   Como ser competitivo num mundo cada vez mais globalizado 24  de  fevereiro  de  2015  –  Rio  de   Janeiro  
  • 4. Breve  Histórico:   •  DUPLO  CIDADÃO  –  AMERICANO  E  BRASILEIRO   •  FORMADO  EM  INTERNATIONAL  BUSINESS  E  SISTEMAS  DE   INFORMAÇÃO  –  SAN  DIEGO  STATE  UNIVERSITY   •  ATUANDO  NO  SEGMENTO  DE  TI  NA  ÁREA  INTERNACIONAL   DESDE  1986   •   CONSULTOR  DO  SOFTEX  DESDE  1998   •  ADVISOR  PARA  GOVERNO  BRASILEIRO  PARA  AJUDAR  AS   EMPRESAS  BRASILEIRAS  DE  TI  EXPORTAREM   •  CO-­‐FUNDADOR  DA  OUTSOURCE  BRAZIL,  EMPRESA  DE   ADVISORY  PARA  EMPRESAS  SE  INTERNACIONALIZAREM   •   IDEALIZADOR  E  FUNDADOR  DA  ACELERADORA  DA   OUTSOURCE  BRAZIL  
  • 5. Os  meus  objeFvos  hoje  são:   1.  Destacar    um  novo  estágio  da  globalização  e   qual  é  o  seu  impacto  nas  empresas   2.  Destacar  os  novos  desafios  criados  a  par]r   de  uma  nova  era  decorrente  do  atual  estágio   de  globalização 3.  Demonstrar  que  o  tempo  do  “complexo  de   vira-­‐lata”  já  ficou  para  trás   4.  Mostrar  um  caminho  seguro  para  a   internacionalização   5.   Finalmente,  demonstrar  a  necessidade  de  se   ter  um  proposito  maior  na  vida  
  • 6. Os  seus  “take  aways”:   1.  Como  que  a  globalização  determina  a   internacionalização  (movimento  econômico);   2.  Como  esta  nova  era  faz  com  que  as  pessoas   se  tornem  defini]vamente  os  fatores  crí]cos   para  sucesso;   4.  Como  proteger  o  seu  quintal  e  ao  mesmo   tempo  conseguir  atuar  internacionalmente   com  sucesso 3.  A  chave  do  sucesso  no  futuro  são  as  pessoas   que  agem  usando  o  lado  direito  do  cerébro  
  • 7. O  meu  1º  objeFvo  hoje  é:   Recaptular  o  processo  histórico  do   movimento  da  globalização  e  como   que  isto  nos  trouxe  até  este  momento   que  estamos  vivendo.
  • 8.  O  que  é  globalização  ?   •  Se  “globalização”  quer  dizer  a  internacionalização   de  mercados?    Então  ….      Ele  surgiu  há  vários  séculos  atrás.  Na  China,  no  ano   1000  ac,  as  novas  tecnologias  da  época,  com  o   papel,  a  prensa  gráfica,  as  pontes  elevadiças  de   ferro,  a  bússola  magné]ca,  a  pólvora,   revolucionavam  o  ordem  do  mundo.     •  Para  o  políFco,  o  jornalista  e  o  empresário,   significa  o  aumento  do  fluxo  de  comércio  e   inves]mentos  entre  regiões  e  com  outros  países  
  • 9. Globalização  1.0                                                     de  1492  até  1800       • Foi  o  período  da  globalização  dos  países,   realizado  em  torno  das  potências  navais  da   época,  que  eram  a  maior   representa]vidade  da  força  de  um  país • O  principal  agente  de  mudança  estava   diretamente  ligado  a  força   • O  principal  desafio  era  como  colaborar  e   globalizar  com  outros  através  do  meu  país   • Redução  do  tamanho  do  mundo  de  grande   para  médio  
  • 10. Globalização  2.0                                                     de  1800  até  2000       • Foi  o  período  da  criação  das  mul]nacionais  em   busca  de  mão  de  obra  barata  e  novos  mercados   • As  forças  predominantes  eram  os  ingleses  e   holandeses  impulsionados  pele  Revolução   Industrial   • O  principal  desafio  era  como  colaborar  e   globalizar  com  outros  através  da  minha   empresa   • Redução  do  tamanho  do  mundo  de  médio    para   pequeno  
  • 11. Globalização  3.0                                                     de  2000  até  o  presente       • Agora  se  está  vivendo  a  globalização  das  pessoas   • Somos  todos  vizinhos  de  porta  com  o  advento  de   sopwares  de  comunicação  e  uma  malha   planetária  de  fibra  ó]ca   • O  principal  desafio  é  saber  como  que  me  insiro   na  concorrência  global  ?  Como  posso,  por   minha  conta  própria,  colaborar  com  outras   pessoas  em  âmbito  global  ?   • Redução  do  tamanho  do  mundo  de  pequeno     para  um  micro  plano  
  • 12. •  Queda  do  muro  de  Berlin   Os  “Achatadores”  que  nos   levaram  até  a  Globalização  3.0   •  A  dupla  Wintel:  Microsop  +  Intel  =  PC   •  Tim  Berner  Lee  &  Marc  Anderseen  (Web).   •  Uploading.   •  Outsourcing   •  Offshoring   •  Insourcing   •  Anywhere  –  Any]me  =  Wireless  
  • 13. •  Matéria:  Informação  tem  mais  valor.   As  grandes  mudanças  da   Globalização  3.0   •  Distância:  Foi  eliminada.   •  Tempo:  Tempo  Zero  de  resposta.   •  Pessoas:  Agora  são  o  pote  de  ouro.   •  Crescimento:  Turbinado  pelas  redes  sociais  
  • 14. •  “Globalização”  é  um  processo  histórico,  um   processo  con{nuo  e  evolu]vo.   •  “Globalização”  significa  que  o  processo  passa   por  um  momento  de  crescente  aumento  da   intensidade,  abrangência,  e  velocidade  de  uma   plataforma  mundial  de  interconec]vidade   permanente.   Como  que  a  Globalização   determina  o  processo  de   internacionalização  
  • 15. • O  mundo  e  as  pessoas  vivem  atualmente  sem   fronteiras;   • A  atual  crise  econômica  mundial  irá  alterar   defini]vamente  as  geografias  predominantes;   • Empresas  concorrentes  capitalizadas  buscam  maior   retorno  em  outras  geografias;     • Empresas  concorrentes  por  estarem  capitalizadas   oferecem  mais  atra]vos;   • E  isto  provavelmente  irá  achatar  o  seu  quintal.   Como  que  a  Globalização  determina   o  processo  de  internacionalização  e   achata  o  seu  quintal  
  • 16. • Empresas  concorrentes  e  capitalizadas  com   vocação  natural  para  exportação   • E  isto  provavelmente  irá  achatar  o  seu  quintal.   • Buscam  novos  mercados  para  compensar  perdas   decorrente  da  recessão  mundial   Como  que  a  Globalização  determina   o  processo  de  internacionalização  e   achata  o  seu  quintal   • Empresas  capitalizadas  podem  oferecer  mais  e   melhores  bene|cios  pars  os  seus  colaboradores   • Empresas  com  vocação  natural  para  exportação   oferecem  ascenção  profissional  e  experiências   internacionais  
  • 17. Chegou  a  Globalização  4.0   a  soma  das  3  anteriores  +  a   instantaneidade   • Plataforma  tecnológica  disponível  em   qualquer  lugar,  a  qualquer  tempo   • Velocidades  cada  vez  maiores  em  inovação   tecnológica  –  atualmente  as  redes  sociais   • Administração  diária  de  mudanças   • Aumento  da  velocidade  na  mudança  de   valores  -­‐  efemeridade  
  • 18. Quais  são  os  “drivers”  da   Globalização  4.0   • A  consolidação  do  modelo  colabora]vo   • A  consolidação  do  novo  modelo  de   consumo  –  on  demand  and  as  a  service   • Aumento  da  intensidade  da  conec]vidade   • O  aumento  constante  de  padronização  /   automação.   • Aumento  da  abundância  e  redução  de  custos  
  • 19. Meu  2º  objeFvo  hoje  é:   Mostrar  que  cada  vez  mais  é  verdade  o   que  já  sabemos.  As  pessoas  são  o  real   patrimônio  das  empresas  e  os   verdadeiros  “turbinadores”  de   construção  de  valor  e  criação  de   diferencial  compe]]vo  dentro  de   contexto  de  conceituação
  • 20. Da  era  Agricultural  para  a  era   da  Conceituação     Era Agricultural Era Industrial Era da lnformação Era Conceituação Ascendência,   Tecnologia  e   globalização   Século  XIX  Século  XVIII   Século  XX   Século  XXI  
  • 21. • O  que  puder  ser  digitalizado  será  automa]zado   •  O  que  puder  ser  automa]zado  será  terceirizado   para  ser  produzido  mais  barato   •  A  comodi]zação  das  competências  exatas   turbinado  pela  automação  e  abundância   •  A  ascenção  do  “pensamento   direito”  (cria]vidade  e  empa]a)   A  Globalização  4.0  abrindo   caminho  para  a  nova  era  da   Conceituação    
  • 22. • A  era  da  conceituação  é  a   ascendência  da  aplicação  do  lado   direito  do  cérebro,  onde  residem  as   competências  subje]vas  da   cria]vidade,  empa]a  e  capacidades   ar{s]cas.   A  Globalização  4.0  abrindo   caminho  para  a  nova  era  da   Conceituação    
  • 23. A  VISÃO  DO  LADO  DIREITO  DO   CÉREBRO  E  COMO  ISTO  ESTÁ   CORRELACIONADO  COM  A  CRIAÇÃO   E  CONTEXTUALIZAÇÃO    
  • 24. Qual  o  principal  impacto  para  da   era  da  conceituação  nas  empresas     • Informação  em  qualquer  lugar  para  todos   •  Velocidade  de  resposta  é  vital   •  Valorização  das  Pessoas  e  suas  diferenças   •  A  mudança  constante  é  o  único  absoluto   •  Valorização  do  “Pensamento  Direito”  
  • 25. A  Globalização  4.0  abrindo   caminho  para  a  nova  era  da   Conceituação     • CONCEITUAÇÃO  –  Uma  empresa  no   mundo  globalizado  4.0  tem  que  se   preparar  para  a  administração   con{nua  de  mudanças  e  no   inves]mento  nas  pessoas  para   transformá-­‐las  em  “colaboradoras   conceituais”.  
  • 26. A  única  certeza  é  que  a  mudança   sempre  será  uma  constante Mudanças na infra-estrutura Mudanças nos processos Mudanças nas pessoas Mudanças no ambiente
  • 27. As  pessoas  e  sua  capacidade   criaFva  como  o  grande  diferencial     cenouraFator crítico de sucesso para a lucratividade de uma empresa no mundo globalizado:AS PESSOAS Valor   Foco  em  produto   Foco  do  cliente   Cultura   De  cima  para  baixo   Capacitação   Liderança   Direcionada   Visionária   Skills   Centrado  em  tarefas   Conhecimento   IncenFvos   Chicote  e  cenoura   Risco  /  Recompensa   Ambiente   De  trabalho   Centralizado   Flexível  /  Virtual     Fator  críFco  de  sucesso  para  a  lucraFvidade  de  uma   empresa  no  mundo  globalizado:  AS  PESSOAS  
  • 28. A  nova  era  da  conceituação  –  o     pensamento  do  lado  direito:   Sexto  SenFdo     • Design:  Capacidade  espacial  para  enxergar  soluções     •  Narra]va:  Capacidade  de  síntese   •  Visão  da  Floresta:  Construção  de  Mosaicos     •  Prazerosidade:  Capacidadede  vivências  lúdicas   •  Empa]a:  Comunicando  em  sintonia  com  harmonia   •  Razão  de  Ser:  São  agora  o  pote  de  ouro    
  • 29. Meu  3º  objeFvo  é   Sensibilizar  vocês  que  o  DNA  Cultural   Brasileiro  não  está  contaminado  com   sangue  de  “vira-­‐lata”  e  pode  ser   conver]do  em  uma  vantagem   compe]]va  no  provimento  de   soluções  e  serviços  de  TI  nos  diversos   mercados  geográficos.
  • 30. COUNTRY  GENERAL  OVERVIEW Australia Russia USA Brazil China Japan Bangladesh Nigeria Pakistan Indonesia Canada France Germany Italia Spain Mexico South Korea Netherlands India UK Countries  with  area    >  4  million  km²   Countries  with  GDP     >  US$  2,5  trillion   Countries  with  populaFon    >  200  million  
  • 31. Brazil  has:   Country  general  overview     •  The  2nd  largest  commercial  air  fleet  in  the  world   •  The  2nd  largest  private  execu]ve  jet  market  in  the   world  •  The  2nd  largest  agriculture  vehicles  market  in  the  world   •  The  2nd  largest  jeans  consumer  market  in  the  world   •  The  3rd  largest  market  for  copying  machines  in  the  world •  The  3rd  largest  market  for  TV  sets  in  the  world   •  The  3rd  largest  sop  drinks  market  in  the  world   •  The  4th  largest  refrigerators  market  in  the  world  
  • 32. The most representative multinationals are present in Brazil Country  general  overview
  • 33. Culture  diversity Easy  understanding  and  adaptaFon     to  any  culture  –  No  cultural  barriers  
  • 34. Cultural  DNA  as  a  compeFFve   advantage Instabilidades  econômicas  do  passado  e   constante  mudança  das  regras  contribuiu   para  a  construção  de  um  DNA  sólido  que   possui:   • Fácil  compreensão   • Soluções  cria]vas   • Processos  de  implementação  eficientes   • Tecnologicamente  sempre  atualizado  
  • 35. Cultural  DNA  as  a  compeFFve   advantage Instabilidades  econômicas  do  passado  e   constante  mudança  das  regras  contribuiu   para  a  construção  de  um  DNA  sólido  que   possui:   • Fácil  compreensão   • Soluções  cria]vas   • Processos  de  implementação  eficientes   • Tecnologicamente  sempre  atualizado  
  • 36. Cultural  DNA  as  a  compeFFve   advantage
  • 37. Como  que  os  principais   analistas  mundiais  de  TI   percebem  o  Brasil •  Exper]se  e  cria]vidade  são  fatores   preponderantes   •  Grande  vocação  para  inovação  por  parte  dos   seus  profissionais   •  Colaboradores  extremamente  flexíveis  e   adaptáveis   •  Capacidade  de  sintonizar  facilmente  na  relação   com  os  clientes   •  Bom  conjunto  de  competências  técnicas  
  • 38. Conclusão ...check  Brazil  too  as  it  is  also  a     world  class  supplier   when  you  are  looking  for  sopware  solu]ons   and  IT  services...  
  • 39. The  2016  Olympic  Site  
  • 40. Meu  4º  objeFvo  hoje  é   Deixar  algumas  indicações  de  como  que   vocês  devem  liderar  o  movimento  da   busca  da  excelência  e  serem   compe]]vos  no  cenário  internacional
  • 41. O  que  as  empresas  brasileiras   precisam  fazer  no  cenário  da   globalização  –  olhando  para  o   futuro Face  a  Velocidade  das  Transformações  os   Empresários  e  Execu]vos  precisam  responder  o   seguinte:   •   Quanto  vale  a  empresa  hoje?  Quanto  valerá   daqui  a  cinco  anos?   •   A  concepção  do  negócio  é  obsoleta?  Como  deve   ser  a  próxima  concepção  de  Negócios?   •   Que  ações  estratégicas  capturarão  o  próximo   ciclo  de  crescimento  no  setor  em  que  a  empresa   atua?  
  • 42. O  que  as  empresas  brasileiras   precisam  fazer  no  cenário  da   globalização  –  olhando  o  passado Os  erros  come]dos  no  passado  servem  como   orientadores  nos  próximos  planejamentos:   •   Qual  era  o  plano  da  empresa  na  largada?   •   O  que  mudou  do  plano  originou  comparado  ao   que  a  empresa  é  hoje?   •   Quantos  cavalos  arreados  a  empresa  deixou  de   montar  e  porque  ?  
  • 43. O  que  as  empresas  brasileiras   precisam  fazer  no  cenário  da   globalização  –  Olhando  para  o   presente   Planejamento  e  Execução  –  Faça  ou  morra:   •   A  empresa  u]liza  métodos  de  gestão   profissional?  A  empresa  mantém  indicadores  para   análise  de  desempenho?   •   A  empresa  conhece  a  si  mesma  ?  Conhece  o   mercado  ?  Conhece  os  concorrentes  ?   •   Quais  são  as  prioridades  da  empresa  para   manter-­‐se  dentro  de  uma  visão  aderente  e   compar]lhada  ?  
  • 44. O  que  as  empresas  brasileiras   precisam  fazer  no  cenário  da   globalização  –  a  estratégia  da  baleia   Todos  Nós  somos  mais  capazes  do  que  somente   um  de  nós   •   Clusterização  é  uma  saída  para  a  necessidade  de   escalabilidade   •   Clusterização  é  uma  saída  para  a  necessidade  de   inves]mentos   •   Clusterização  é  uma  saída  para  a  necessidade  de   aumentar  a  oferta  e  escopo  de  por€olio  
  • 45. O  que  as  empresas  brasileiras   precisam  fazer  no  cenário  da   globalização  –  a  estratégia  da  baleia   BALEIAS  QUE  ESTÃO  NAVEGANDO  OS  DIVERSOS   MARES  DO  PLANETA   •   Cesar  de  Recife   •   Curi]ba  Offshore  Center   •   Startup  -­‐  Curi]ba   •   Startup  Brasil  –  Porto  Alegre   •   +  varios  outros  estão  sendo   criados  para  atender  ao  mercado   internacional  
  • 46. Ações  estratégicas  con}nuas  para   internacionalização  da  empresa?   ü   Mapeie  sua  trajetória:  ver]cal  e  virtualmente   ü   Gerencie  o  caos:  seja  sistemá]co   ü   Adote  o  lema  da  mudança:  faça  isto  sua   prioridade   ü   Repense  “valor”:  de  coisas  para   idéias  ü   Reequilibre  a  infra-­‐estrutura:  de  átomos  para   bits   ü   Valorize  o  capital  intelectual:  será  sempre  o  seu   principal  patrimônio   ü   Se  torne  um  empregador  requisitado  
  • 47. Ações  estratégicas  con}nuas  para   fidelização  dos  colaboradores?   •   Crie  um  ambiente  de  confiança  e  comunicação  aberta •   Ofereça  uma  visão  e  obje]vos  claros   •   Adote  uma  postura  mo]vadora  e  inspiradora   •   Faça  o  que  diz   •   Promova  a  constante  colaboração   •   Cer]fique-­‐se  que  o  conhecimento  e  recursos   necessários  estão  disponíveis  de  acordo   •   Encoraje  a  cria]vidade  constante   •   Encoraje  a  tomada  de  riscos   •   Cer]fique-­‐se  que  todos  conhecem  a  agenda   •   Gerencie  prioritariamente  
  • 48. Meu  5º  e  úlFmo  objeFvo  hoje  é   Que  devemos  buscar  ser  agentes  de   Transformação  através  da  adoção  de   um  propósito  maior  que  os  nossos   obje]vos  pessoais  e  profissionais
  • 49. Ações  estratégicas  con}nuas  para   realização  pessoal  e  profissional     • Mapeie  uma  trajetória  de  doação  e   impacto  social;     • Coloque  a  disposição  uma  das  suas   principais  competências;   • Faça  isto  também  uma  prioridade;   • Isto  faz  parte  do  crescimento  e  da   realização  profissional
  • 50. • Adote  o  lema  da  mudança:  faça  isto  sua   prioridade     • Repense  “valor”de  coisas  para  idéias   • Gerencie  o  caos:  seja  sistemá]co   • Reequilibre  a  infra-­‐estrutura  de  átomos  para  bits     • Valorize  o  capital  intelectual:  será  sempre  o  seu   principal  patrimônio     • Se  torne  um  colaborador  requisitado Ações  estratégicas  con}nuas  para   realização  pessoal  
  • 51. •  Cer]fique-­‐se  que  o  conhecimento  e  recursos   necessários  estão  disponíveis  de  acordo   •  Crie  um  ambiente  de  confiança  e  comunicação  aberta     •  Ofereça  uma  visão  e  obje]vos  claros     •  Adote  uma  postura  mo]vadora  e  inspiradora   •  Faça  o  que  diz   •  Promova  a  constante  colaboração   •  Busque  o  caminho  da  cria]vidade  constante     •  Não  tenha  receio  de  tomar  riscos     •  Gerencie  prioritariamente Ações  estratégicas  con}nuas  para   realização  profissional    
  • 52. IT  NEVER  GETS  EASIER,   WE  JUST  GET  BETTER   Pensamento  para  não  esquecer  
  • 53. Leitura  recomendada ü   O  MUNDO  É  PLANO  –  THOMAS  FRIEDMAN   ü   THE  BIG  SWITCH  –  NICHOLAS  CARR   ü   THE  NEW  AGE  OF  INNOVATION  –  C.K.PRAHALAD  &   M.S.KRISHNAN   ü   THE  WHOLE  NEW  MIND  –  DANIEL  PINK   ü   OUTLIERS  –  MALCOM  GLADWELL   ü   THE  FROG  AND  THE  PRINCE  –  SECRETS  OF  POSITIVE   NETWORKING  –  DARCY  REZAC   ü   BLINK  –  MALCOM  GLADWELL   ü   CREATING  COMPETITIVE  ADVANTAGE  –  JAYNIE  SMITH   ü FREAKONOMICS  –  STHEVEN  LEVITT   ü   O  PENSAMENTO  LATERAL  NA  ADMINISTRAÇÃO  –   EDWARD  DE  BONO  
  • 54. Fontes  de  Pesquisa Examine  empresas  com    odelos  e  foco  parecidos  na  sua  região  geográfica  www.paloalto.com   www.bplans.com   www.marketresearch.com   www.jjhill.org   www.business.gov   www.clickz.com/stats/   www.census.gov   www.marke]ngpower.com   www.hoovers.com  
  • 55. Fontes  de  Pesquisa Examine  empresas  com    odelos  e  foco  parecidos  na  sua  região  geográfica  www.ceoexpress.com   www.bea.com   www.integrainfo.com   www.mahq.com   www.hwwilson.com   www.sba.gov   www.score.org   www.osec.doc.gov  
  • 56. Obrigado!   Email:  rjanssen@outsourcebrazil.com.br   Blog:  www.brasilexporta].com   Skype:  r„anssen   Twi…er:  rober€janssen