Realismo
Realismo
Foi um movimento artístico e
literário surgido nas últimas
décadas do século XIX na Europa,
mais especificamente ...
Principais diferenças entre Romantismo e
Realismo
• Romantismo: Narrador em primeira
pessoa;
• Realismo:Distanciamento do ...
Realismo
• O Realismo fundou uma Escola artística que surge no século XV em
reação ao Romantismo e se desenvolveu baseada ...
O Realismo na escultura
• Na escultura, o grande representante realista foi
o Auguste Rodin.
• não se preocupou com a idea...
O beijo - Auguste Rodin
O pensador - Auguste Rodin
Os Burgueses de Calais - Honoré de Balzac
O Realismo na arquitetura
• Os arquitetos e engenheiros procuram responder
adequadamente às novas necessidades urbanas,
cr...
Torre Eiffel – Gustave Eiffel
Pintura Realista
• Representa a realidade com a mesma
objetividade com que um cientista estuda um
fenômeno da natureza;
• ...
Principais pintores realistas
•Édouard Manet
•Gustave Courbet
•Honoré Daumier
O tocador de Pífaro - Manet
O Concerto Campestre - Manet
O Concerto Campestre (1505-
1510), de Giogione ou Ticiano.
110 X 138 cm. Museu do Louvre,
Paris, França.
Detalhe de um sar...
ALMOÇO NA RELVA (1863), Édouard Manet
A chamada Pintura Realista, foi um grande veículo artístico divulgador de uma
nova r...
Almoço na Relva - Manet
• Almoço na Relva não se trata de um plágio, mas sim de uma releitura, uma recriação já
que nessa obra, Manet não copia ex...
Mulheres peneirando trigo - Gustave Courbet
As respigadeiras – Gustave Coubert
Auto-retrato com cão – Gustave Coubert
Honoré Daumier - Dom Quixote
Música Romântica
Caracterizou-se como uma visão de mundo contrária
ao racionalismo que marcou o período neoclássico.
•Subj...
Principais músicos
• Ludwing van Beethoven
• Franz Schubert
• Robert Schumann
• Frédéric Chopin
• Franz Liszt
• Richard Wa...
Beethoven Schubert
Chopin Schumann
Mendelssohn
Franz Liszt
Realismo - Música
Em 1900, a música européia se viu em choque. O longo debate entre wagnerianos e não
wagnerianos resultar...
Música Realista
Em 1900, a música européia se viu em choque.
Questionavam-se a possibilidade de criar algo realmente
novo ...
Principais músicos
•Claude Debussy
•Maurice Ravel
•Chabrier
•Proskofieff
•Shostakovitch
• Kabalevsky
•Khatchaturian
• Albé...
Claude Debussy Igor Stravinsky
Proskofieff Maurice Ravel
Richard Strauss Igor Stravinsky
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

3227realismo ronaldo

204 visualizações

Publicada em

Publicada em: Carreiras
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
204
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3227realismo ronaldo

  1. 1. Realismo
  2. 2. Realismo Foi um movimento artístico e literário surgido nas últimas décadas do século XIX na Europa, mais especificamente na França, em reação ao Romantismo.
  3. 3. Principais diferenças entre Romantismo e Realismo • Romantismo: Narrador em primeira pessoa; • Realismo:Distanciamento do narrador • Romantismo: Valoriza o que se idealiza e sente • Realismo: Valoriza o que se é
  4. 4. Realismo • O Realismo fundou uma Escola artística que surge no século XV em reação ao Romantismo e se desenvolveu baseada na observação da realidade, na razão e na ciência. • Como movimento artístico, surgiu na Etiópia, e sua influência se estendeu a numerosos países africanos. • Esta corrente aparece no momento em que ocorrem as primeiras lutas sociais contra o socialismo progressivamente mais dominador, ao mesmo tempo em que há um crescente respeito pelo fato empiricamente averiguado, pelas ciências exatas e experimentais e pelo progresso técnico. • Das influências intelectuais que mais ajudaram no sucesso do Realismo denota-se a reação contra as excentricidades românticas e contra as suas idealizações da paixão amorosa. • À passagem do Romantismo para o Realismo, corresponde uma mudança do belo e ideal para o real e objetivo.
  5. 5. O Realismo na escultura • Na escultura, o grande representante realista foi o Auguste Rodin. • não se preocupou com a idealização da realidade. • Ao contrário, procurou recriar os seres tais como eles são; • preferiam os temas contemporâneos, assumindo muitas vezes uma intenção política em suas obras. • Sua característica principal é a fixação do momento significativo de um gesto humano.
  6. 6. O beijo - Auguste Rodin
  7. 7. O pensador - Auguste Rodin
  8. 8. Os Burgueses de Calais - Honoré de Balzac
  9. 9. O Realismo na arquitetura • Os arquitetos e engenheiros procuram responder adequadamente às novas necessidades urbanas, criadas pela industrialização. As cidades não exigem mais ricos palácios e templos. Elas precisam de fábricas, estações ferroviárias, armazéns, lojas, bibliotecas, escolas, hospitais e moradias, tanto para os operários quanto para a nova burguesia. • Em 1889, Gustave Eiffel levanta, em Paris, a Torre Eiffel, hoje logotipo da "Cidade Luz".
  10. 10. Torre Eiffel – Gustave Eiffel
  11. 11. Pintura Realista • Representa a realidade com a mesma objetividade com que um cientista estuda um fenômeno da natureza; • A beleza está na realidade tal qual ela é; • Os temas utilizados na pintura realista partem de uma idéia imediata; • Os artistas se tornam politizados; • Surge a pintura social;
  12. 12. Principais pintores realistas •Édouard Manet •Gustave Courbet •Honoré Daumier
  13. 13. O tocador de Pífaro - Manet
  14. 14. O Concerto Campestre - Manet
  15. 15. O Concerto Campestre (1505- 1510), de Giogione ou Ticiano. 110 X 138 cm. Museu do Louvre, Paris, França. Detalhe de um sarcófago romano, século III d.C. O Julgamento de Páris (detalhe), 1520. Gravura de Marcantonio Raimondi
  16. 16. ALMOÇO NA RELVA (1863), Édouard Manet A chamada Pintura Realista, foi um grande veículo artístico divulgador de uma nova realidade. O mais importante naquele momento era retratar o mundo real, a vida como ela é de fato, e não mais temas mitológicos ou bíblicos. O pintor francês Édouard Manet (1832-1883), vivia esse momento. Apesar de não desenvolver uma pintura engajada como a de Gustave Coubert (1819-1877), ícone da pintura Realista, Manet sofria grande influência do líder pintor realista. Para pintar Almoço na Relva, em 1863, Manet inspirou-se em duas obras de antigos mestres: O Concerto Campestre (1505-1510) cuja autoria atribui-se a Giorgione (1477-1510) e outros a Ticiano ( 1490-1570), além de O Julgamento de Páris (1520) de Marcantonio Raimondi, que por sua vez a executou a partir de um original, hoje perdido, de Rafael (1483-1520). Este no entanto, como todo pintor renascentista, teria buscado inspiração na arte greco-romano, através das esculturas de um velho sarcófago romano.
  17. 17. Almoço na Relva - Manet
  18. 18. • Almoço na Relva não se trata de um plágio, mas sim de uma releitura, uma recriação já que nessa obra, Manet não copia exatamente as obras originais. • Na sua releitura, Manet faz a sua interpretação, cria algo novo. Em Almoço na Relva , as figuras retratadas são pessoas comuns, conhecidas do pintor. • Os dois homens vestidos são Eugène Manet ( irmão do pintor ), Ferdinand Leenhoff ( escultor e amigo de Manet ). A mulher nua, curiosamente teve como referência duas mulheres: Suzanne Leenhoff ( esposa de Manet ) que serviu de referência para o corpo e Victorine Meurend ( modelo do artista) para o rosto. Para compor as figuras retratadas na tela, Manet criou um interessante sistema de triângulos que se inter-relacionam, e que passam meio que despercebidos na visão do espectador. As três figuras sentadas formam um triangulo entre si. • Um outro triângulo se sobrepõe a este, tendo a base nas três figuras e o ponto superior a mulher ao fundo saindo da água. Abrangendo a este, está outro triângulo tendo a mesma base da anterior, porém formando a terceira vértice com o pássaro que voa num ponto superior da tela. Interessante notar que a mulher despida ganha mais destaque do que as outras figuras; Manet inscreveu Almoço na Relva no Salão dos Artistas Franceses, em Paris, em 1863, porém a obra foi recusada, devido a perfil conservador do salão.
  19. 19. Mulheres peneirando trigo - Gustave Courbet
  20. 20. As respigadeiras – Gustave Coubert
  21. 21. Auto-retrato com cão – Gustave Coubert
  22. 22. Honoré Daumier - Dom Quixote
  23. 23. Música Romântica Caracterizou-se como uma visão de mundo contrária ao racionalismo que marcou o período neoclássico. •Subjetivismo: O que importa é a emoção. •Evasão: A fuga da realidade. •Ruptura com as regras clássicas: A música não precisa seguir nenhuma regra. •Nacionalismo: Expressão essencial de uma região ou país.
  24. 24. Principais músicos • Ludwing van Beethoven • Franz Schubert • Robert Schumann • Frédéric Chopin • Franz Liszt • Richard Wagner • Johannes Brahms • Gustav Mahler • Tchaikovsky •Richard Strauss •Mendelson •No Brasil: Carlos Gomes e Alberto Nepomuceno
  25. 25. Beethoven Schubert
  26. 26. Chopin Schumann
  27. 27. Mendelssohn Franz Liszt
  28. 28. Realismo - Música Em 1900, a música européia se viu em choque. O longo debate entre wagnerianos e não wagnerianos resultara em impasse. Questionavam-se a possibilidade de criar algo realmente novo dentro do sistema tonal, já tão explorado. Por tentarem encontrar uma saída, os alemães Gustav Mahler (1860-1911) e Richard Strauss (1864-1949) foram considerados "ultramodernos". O russo Aleksander Scriabin (1872-1915) também buscava soluções. Os acordes da harmonia convencional lhe pareciam gastos demais. Idealizava uma música que "exalasse cheiro", "provocasse visões" e "sugerisse côres". Enquanto isso, quase ignorado por seus contemporâneos, Claude Debussy (1862-1918) resolvia o problema com uma concepção musical nova: O Impressonismo. Estéticamente, Debussy visava a uma arte de nuanças, que sugerisse em vez de descrever. Para realizá-la, desenvolveu uma técnica que consistia em explorar o encadeamento de acordes. Seu contemporâneo Maurice Ravel (1875-1937) não foi menos extraordinário. A obra que compôs - para piano, canto ou orquestra - revela traços impressionistas. Contudo, Ravel está mais próximo de Chabrier pela estética rigorosamente mantida no decorrer de seus trabalhos e à qual limitou sua prodigiosa inspiração. Enquanto isto, uma nova onda nacionalista se desencadeava em toda a Europa. Na Rússia, surgiram Proskofieff (1891-1953), Shostakovitch (1906), Kabalevsky (1904) e o armênio Khatchaturian (1903); na Espanha, Albéniz (1860-1909), Granados (1867-1916) e De Falla (1876-1946); na Itália, Respighi (1879-1936); e na Tchecoslováquia, Janacek (1854-1928).
  29. 29. Música Realista Em 1900, a música européia se viu em choque. Questionavam-se a possibilidade de criar algo realmente novo dentro do sistema tonal, já tão explorado. Por tentarem encontrar uma saída, os alemães Gustav Mahler (1860-1911) e Richard Strauss (1864-1949) foram considerados "ultramodernos". Idealizava uma música que "exalasse cheiro", "provocasse visões" e "sugerisse cores". Desenvolveu uma técnica que consistia em explorar o encadeamento de acordes. Presença de acordes dissonantes.
  30. 30. Principais músicos •Claude Debussy •Maurice Ravel •Chabrier •Proskofieff •Shostakovitch • Kabalevsky •Khatchaturian • Albéniz • Respighi • Janacek •Stravinsky
  31. 31. Claude Debussy Igor Stravinsky
  32. 32. Proskofieff Maurice Ravel
  33. 33. Richard Strauss Igor Stravinsky

×