Press Release 1 T03 Tele Celular Sul

478 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
478
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Press Release 1 T03 Tele Celular Sul

  1. 1. Resultados do 1º Trimestre 2003 Abril 2003
  2. 2. Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Rafael J. Caron Bósio Relações com Investidores Relações com Investidores (41) 9968-3685 / 312-6862 (41) 9976-0668 / 312-6862 jserafim@timsul.com.br rbosio@timsul.com.br Website http://tsu.infoinvest.com.br/ TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA OS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2003 Curitiba, 30 de Abril de 2003 – A Tele Celular Sul Participações S.A. (BOVESPA: TCLS3 e TCLS4; e NYSE: TSU), empresa que controla direta e indiretamente a Telepar Celular S.A., a Telesc Celular S.A. e a CTMR Celular S.A., operadoras líderes na prestação de serviço celular na região S do Brasil, ul anuncia os resultados referentes ao 1º trimestre de 2003 (1T03). As informações financeiras e operacionais a seguir, exceto onde indicado o contrário são apresentadas em base consolidada e em Reais, de acordo com a Legislação Societária, e as comparações referem-se ao primeiro trimestre de 2002 (1T02), exceto aonde mencionado. Destaques do 1º Trimestre/2003 ü Crescimento do ARPU, que atingiu R$ 43 comparado a R$ 38 no 1T02; ü EBITDA de R$ 98,8 milhões, 6,4% superior ao do 1T02, e margem EBITDA de 44,2% sobre receita líquida de serviços; ü O lucro líquido, de R$ 28,7 milhões, cresceu 67,0% em relação ao 1T02; ü Incremento de 14,8% da receita bruta de serviços sobre o 1T02; ü Redução dos níveis de inadimplência; ü Campanhas de vendas focadas no incremento do ARPU.
  3. 3. 1T03 - página 2 de 6 Dados Selecionados R$ mil 1T03 1T02 Var. % 4T02 1T03/02 Receita Bruta de Venda de Celulares 28.638 21.028 36,2% 70.996 Receita Bruta de Serviços 288.818 251.553 14,8% 248.053 Receita Bruta Total 317.456 272.581 16,5% 319.049 Receita Líquida Total 246.623 207.774 18,7% 251.921 EBITDA 1 98.777 92.836 6,4% 81.630 Margem EBITDA 40,1% 44,7% -10,4% 32,4% Margem EBITDA (s/ Receita Líquida de 44,2% 48,6% -9,1% 42,1% Serviços) Lucro Líquido 28.665 17.162 67,0% 17.343 Lucro Líquido por 1.000 ações – R$ 0,08 0,05 60,0% 0,05 Lucro por ADR (10.000 ações) – R$ 0,80 0,50 60,0% 0,51 Fluxo de Caixa (Free Cash Flow) 38.769 39.156 -1,0% 67.848 (1) Resultado operacional antes das despesas financeiras líquidas, excluindo-se depreciação e amortização Mercado A Companhia encerrou o trimestre com 1.752.938 assinantes, sendo 506.375 pós-pago e 1.246.563 pré-pago, representando 29% e 71%, respectivamente. Em termos de adições brutas, foram conquistados 123.835 clientes, 37% a mais do que as conquistas no 1T02. O Market share estimado sobre novas aquisições foi de 53% Ao final do período, a participação no mercado foi estimada em 60% e a taxa total de penetração de 20%. A Companhia possui cobertura em 250 municípios, um incremento de 8% em relação ao 1T02, levando os serviços a 81% da população total da região onde atua.
  4. 4. 1T03 - página 3 de 6 Receita Operacional A receita operacional bruta total no 1T03 foi de R$ 317,4 milhões, 16,5% superior à do Receita 1T02. Esse incremento é atribuído, principalmente, à expansão da base de assinantes no Bruta 16,5% período, e conseqüente incremento de tráfego, aliado ao reajuste de tarifas. superior a do 1T02 Em conseqüência, o ARPU (Receita Líquida Média por Assinante) atingiu R$ 43, comparado a R$ 39 no 1T02 e R$ 38 no 4T02. A Receita de VAS (Value Added Service) foi de R$ 6,5 milhões, 141% superior à do 1T02. Receita Bruta Operacional Total – 1T03 Receita Bruta Operacional Total – 1T02 R$ 317,5 milhões R$ 272,6 milhões 248,1 278,7 6,5 2,7 28,6 21,0 0,8 3,7 Tráfego Tráfego VAS VAS Venda de Mercadorias Venda de Mercadorias Outras Outras Custos Desvaloriza- O custo dos serviços – sem depreciação e amortização, no montante de R$ 48,3 milhões ção do Real expandiu 25,7% em relação ao 1T02, refletindo principalmente o crescimento da base no impactaram período, o incremento do custo de interconexão em função da maior utilização da rede de custos outras operadoras pelos clientes da Companhia, bem como o impacto da variação cambial sobre alguns contratos de tecnologia da informação, atrelados ao Dólar. R$ mil 1T03 1T02 % 1T03/02 4T02 Custo dos Serviços 1 48.264 38.385 25,7% 44.300 Custo de vendas de celulares 29.481 17.503 68,4% 67.644 Total dos Custos 77.745 55.888 39,1% 111.944 Nota: (1) Não inclui a depreciação e amortização. O custo das vendas de celulares foi da ordem de R$ 29,5 milhões, superior aos R$ 17,5 milhões do 1T02. A expansão se deu em função do crescimento das vendas de aparelhos celulares e impactos da variação cambial no período em análise. Cabe ressaltar que no quarto trimestre, o volume de vendas usualmente supera o dos demais períodos, em função das festas comemorativas do final de ano.
  5. 5. 1T03 - página 4 de 6 Despesas Comerciais e Gerais Administrativas No trimestre, as despesas comerciais no montante de R$ 40,3 milhões cresceram 15,5% em relação às do 1T02, o que está principalmente relacionado a um maior volume de vendas no período. R$ mil 1T03 1T02 % 1T03/02 4T02 1e2 Despesas Comerciais 40.262 34.873 15,5% 38.116 2e3 Despesas Gerais e Adm. - G&A 21.150 13.055 62,0% 18.889 Total 61.412 47.928 28,1% 57.005 Nota: (1) Não inclui despesas com inadimplência; (2) não inclui depreciação e amortização; e (3) ajuste no 1T02, no qual foi incluída a “participação dos empregados” anteriormente classificada após o resultado operacional. As despesas gerais e administrativas atingiram R$ 21,1 milhões no 1T03, 62.0% superior aos R$ 13,1 milhões do 1T02. O montante do período reflete, principalmente, os efeitos da variação cambial sobre a lguns dos contratos relacionados a tecnologia da informação, vinculadas ao Dólar. Queda na No 1T03, os valores com inadimplência totalizaram R$ 5,5 milhões, representando 1,7% da inadimplência receita bruta total, o que reflete uma maior recuperação de contas vencidas. Cabe destacar que no período foram ampliados os procedimentos de cobrança. Inadimplência R$ Milhões 9,9 5,5 1T02 1T03 No trimestre, o Custo de Aquisição por Assinante (SAC) foi de R$ 131, comparado a R$ 100 no 1T02, refletindo em grande parte o impacto da variação cambial no custo de aparelhos. O câmbio desvalorizou-se 30,7% desde de o 1T02. Custo de Aquisição por Assinante – SAC R$ 100 131 1T02 1T03
  6. 6. 1T03 - página 5 de 6 As despesas com Depreciação e Amortização, incluindo a amortização do ágio da privatização, foram de R$ 58,1 milhões, valor 4,9% superior as do 1T02, tendo em vista os investimentos realizados ao longo de 2002, principalmente na expansão da cobertura. Depreciação & Amortização R$ 55,4 R$ 58,0 6,7 6,3 48,7 51,7 1T02 1T03 Amortização do Ágio Depreciação e Amortização EBITDA 6% acima No 1T03, o EBITDA, pelo conceito internacional (resultado operacional antes das despesas do 1T02 financeiras líquidas, excluindo-se depreciação e amortização), atingiu R$ 98,8 milhões, representando um incremento de 6,4% em relação ao 1T02. A margem EBITDA foi de 40,1% sobre a receita líquida total – ou 44,2% sem a venda de aparelhos. EBITDA & Margem EBITDA 60% 120 49% 44% 50% 100 45% 80 40% 60 33% 30% 40 98,8 20% 92,8 20 10% 0 0% 1T02 1T03 EBITDA (R$ Milhões) EBITDA (%) s/ Receit. Total Líquida EBITDA (%) s/ Receit. Líquida de Serviços
  7. 7. 1T03 - página 6 de 6 Lucro Líquido No período, o lucro líquido totalizou R$ 28,7 milhões, 67,0% e 123,4% superior aos Lucros resultados do 1T02 e 4T02, devido principalmente ao crescimento da receita. crescentes R$ mil em 2003 1T03 1Q02 % 4T02 1T03/02 Lucro Líquido - R$ Milhões 28.665 17.162 67,0% 12.832 Lucro Líquido por 1.000 ações – R$ 0,08 0,05 60,0% 0,04 Lucro por ADR (10.000 ações) – R$ 0,80 0,50 60,0% 0,40 Endividamento No final do 1T03, a dívida bruta da Companhia totalizava R$ 322,1 milhões, comparativamente a um caixa de R$ 488,2 milhões, resultando no saldo positivo de R$ 166,1 milhões. A dívida inclui basicamente os financiamentos junto ao Eximbank (Export and Import Bank of United States - R$ 29,9 milhões), BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - R$ 66,9 milhões) e a emissão de debêntures simples não conversíveis em ações (R$ 222,3 milhões). Da dívida total, o montante de R$ 32,8 milhões representa empréstimos em dólar, os quais foram totalmente cobertos por operações de hedge, como forma de proteção quanto à oscilação cambial. O trimestre registrou a receita financeira de R$ 33,0 milhões, a qual resulta basicamente da remuneração das disponibilidades de caixa, comparada a despesa financeira de R$ 27,2 milhões. Investimento No trimestre os investimentos na ordem de R$ 5,1 milhões se direcionaram a manutenção da planta de telefonia móvel, ao tempo em que, prosseguiu-se com as fases preparativas para o desenvolvimento do projeto GSM Overlay. Fluxo de Caixa (Free Cash Flow) Fluxo de O fluxo de caixa no 1T03 foi de R$ 38,8 milhões, comparado com R$ 99,3 milhões no 1T02, caixa e R$ 67,8 no 4T02. A redução esta relacionada aos desembolsos efetuados, principalmente positivo na aquisição de aparelhos celulares e no recolhimento da taxa Fistel anual, a qual em 2002 foi postergada para o 2T02, devido ao calendário anual.
  8. 8. 1T03 - página 7 de 7 Eventos no Período Capitalizações A Assembléia Geral Extraordinária – AGE da Tele Celular Sul realizada 18/03/03, aprovou o aumento do Capital Social no valor de R$ 29,2 milhões, mediante a capitalização do benefício fiscal relativo ao exercício de 2002, oriundo da amortização de ágio incorporado a partir da cisão parcial da empresa Bitel Participações S.A. (“Bitel”), conforme facultado pelo artigo 7º, parágrafo 1º, da Instrução CVM nº 319/99 e o disposto na cláusula 8ª do Protocolo de Cisão Parcial. Também foi aprovado o aumento de capital no montante de R$ 15,3 milhões, sem emissão de ações, referente a excedente de reservas. Como resultado, o capital social da Companhia passou a ser de R$ 369,1 milhões, representado por 134.4 bilhões de ações ordinárias e 222,0 bilhões de ações preferenciais. A Bitel, subsidiária da TIM Brasil S.A., detém 52,5% do capital com direito a voto da Tele Celular Sul (22.2% do capital total). Pagamento de Dividendos A AGE de 18/3/03 também autorizou o pagamento de dividendos e Juros sobre o Capital próprio – JSCP, referentes ao exercício social de 2002, o qual será efetuado no dia 19 de maio de 2003. Os valores correspondem a R$ 0,0765 por lote de 1.000 ações preferenciais e ordinárias, líquido de imposto de renda, representando payout de 38,9% sobre o lucro líquido. ___________________________________________________________________________________ “Este comunicado contém declarações de previsão e/ou estimativas futuras. Tais expectativas são baseadas em uma série de suposições. Estas expectativas estão sujeitas a riscos e incertezas inerentes às projeções e/ou estimativas futuras. Os resultados poderão diferir materialmente das expectativas expressadas nas declarações de previsão e/ou estimativa futuras se um ou mais das suposições e expectativas provarem ser inexatas ou não realizadas”.
  9. 9. 1T03 - página 8 de 8 Anexo I - Dados Operacionais Selecionados 1T03 1T02 4T02 2002 2001 1.752.938 1.614.256 1.723.660 1.723.660 1.603.913 Assinantes Total Pós-pago 506.375 580.196 508.616 508.616 605.592 Pré-pago 1.246.563 1.034.060 1.215.044 1.215.044 998.321 População estimada da região (milhões) 15 15 15 15 15 Penetração Total estimada 20% 16% 18% 18% 16% Market share estimado 60% 64% 61% 61% 66% 53% 52% 52% 53% 48% Marginal Market Share estimado ARPU TOTAL 1 R$ 43 R$ 39 R$ 38 R$ 38 R$ 39 103 105 99 98 115 MOU TOTAL SAC R$ 131 R$ 100 R$ 108 R$ 96 R$ 161 Investimentos (milhões) R$ 5 R$ 6 R$ 47 R$ 69 R$ 158 123.835 90.341 163.473 502.639 449.320 Adições Brutas Adições Líquidas 29.278 10.343 63.496 119.747 187.429 5% 846 5% 947 6% 917 23% 917 17% 937 Pontos de vendas (incluso lojas próprias) Empregados Totais 993 1.150 1.015 1.015 1.233 Nota: (1) Receita Líquida média por cliente; (2) Calculado sobre a base média de clientes Anexo II - Cálculo do EBITDA 1T03 1T02 4T02 2002 2001 1 Lucro Operacoional 46.518 29.311 19.625 106.450 76.203 Depreciação e amortização 51.762 48.694 51.194 199.978 173.042 Amortização do Ágio 6.337 6.744 6.756 27.029 26.961 Receita Financeira (33.033) (13.696) (28.583) (143.560) (61.638) Despesa Financeira 27.193 21.783 32.638 162.519 106.043 EBITDA 1T03 1T02 4T02 2002 2001 Margem EBITDA (%) - sobre a Receita Líq. Total 40,1% 44,.7% 32,4% 39,5% 40,5% Margem EBITDA (%) - sobre a Receita Líq. de Serviços 44,2% 48,6% 42,1% 47,1% 45,8% Nota: (1) Incluída a equivalência patrimonial da timnet.com . 1T03 1T02 4T02 2002 2001 Receita Líquida de Serviços 223.284 191.059 193.688 749.006 700.355 Receita Líquida de Venda de Aparelhos 23.339 16.715 58.233 142.258 91.074 Receita Líquida Total 246,623 207,774 251,921 891,264 791,429 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
  10. 10. 1T03 - página 9 de 9 Anexo III – Balanço Patrimonial Balanços Patrimoniais em 31 de março de 2003 e 31 de dezembro de 2002 Em milhares de reais Controladora Consolidado 31/03/03 31/12/2002 31/03/03 31/12/2002 Ativo Circulante Disponibilidades 1.849 3.538 3.874 11.147 Títulos e valores mobiliários 1.434 5.388 484.370 421.687 Contas a receber de clientes 154.983 165.801 Estoques 6.035 15.573 Juros sobre o capital próprio 7.898 Tributos a recuperar 1.364 1.414 42.180 42.386 Tributos diferidos 7.332 7.874 53.727 44.590 Outros ativos 1.737 645 21.420 4.607 21.614 18.859 766.589 705.791 Realizável a longo prazo Sociedades controladora e ligadas 3.848 3.150 Tributos a recuperar 4.107 4.667 Tributos diferidos 1.031 1.009 165.046 184.673 Depósitos judiciais 11.874 11.148 Outros ativos 73 36 622 8.479 4.952 4.195 181.649 208.967 Ativo permanente Investimentos 895.889 872.170 23.083 24.320 Imobilizado 76 79 613.802 655.949 Diferido 48.334 52.858 895.965 872.249 685.219 733.127 Total 922.531 895.303 1.633.457 1.647.885 As demonstrações financeiras e notas explicativas completas encontram-se disponíveis no web site http://tsu.infoinvest.com.br/
  11. 11. 1T03 - página 10 de 10 Anexo III – Balanço Patrimonial Balanços Patrimoniais em 31 de março de 2003 e 31 de dezembro de 2002 Em milhares de reais Controladora Consolidado 31/03/03 31/12/2002 31/03/03 31/12/2002 Passivo e patrimônio líquido Circulante Fornecedores 3.246 2.777 80.630 123.677 Empréstimos e financiamentos 38.450 38.052 Debêntures 222.358 210.114 Obrigações trabalhistas 11.823 11.943 13.953 14.115 Impostos e contribuições a recolher 1.028 20 49.567 42.958 Juros sobre o capital próprio e dividendos 28.779 28.700 32.126 30.186 Sociedades controladora e ligadas 57 Outras obrigações 570 3.565 12.936 24.968 45.503 47.005 450.020 484.070 Exigível a longo prazo Empréstimos e financiamentos 61.289 72.919 Impostos e contribuições a recolher 70.556 74.193 Complementação de aposentadoria 2.877 2.833 2.877 2.833 Provisão para contingências 156 135 9.212 8.951 3.033 2.968 143.934 158.896 Participações minoritárias 165.508 159.589 Patrimônio líquido Capital social 339.934 324.666 339.934 324.666 Reservas de capital 177.794 178.062 177.794 178.062 Reservas de lucros 327.602 342.602 327.602 342.602 Lucros acumulados 28.665 28.665 873.995 845.330 873.995 845.330 Total 922.531 895.303 1.633.457 1.647.885 As demonstrações financeiras e notas explicativas completas encontram-se disponíveis no web site http://tsu.infoinvest.com.br/
  12. 12. 1T03 - página 11 de 11 Anexo IV – Demonstração dos resultados Demonstrações dos Resultados Períodos findos em 31 de março de 2003 e 2002 Em milhares de reais Controladora Consolidado 31/03/03 31/12/2002 31/03/03 31/12/2002 Receita operacional bruta 317.457 272.581 Deduções da receita bruta (70.834) (64.807) Receita operacional líquida 246.623 207.774 Custo dos serviços prestados e das mercadorias vendidas (119.826) (96.098) Lucro bruto 126.797 111.676 Receitas (despesas) operacionais Comercialização (49.238) (50.391) Gerais e administrativas (2.229) (1.528) (26.899) (18.183) Ganho ou Perda com Investimentos 33.405 17.773 (788) (1.554) Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas (716) (312) (9.982) (5.704) 30.460 15.933 (86.907) (75.832) Lucro operacional antes dos resultados financeiros 30.460 15.933 39.890 35.844 Receitas (despesas) financeiras Receitas financeiras 929 1.496 33.033 13.696 Despesas financeiras (194) (326) (27.193) (21.783) 735 1.170 5.840 (8.087) Lucro operacional 31.195 17.103 45.730 27.757 Receitas (despesas) não operacionais líquidas 131 Lucro antes dos tributos e das participações 31.195 17.103 45.861 27.757 Imposto de renda e contribuição social (2.530) 59 (9.065) (7.118) Participações minoritárias 0 0 (8.131) (3.477) Lucro do período 28.665 17.162 28.665 17.162 Lucro Líquido por lote de mil ações (R$) 0,08 0,05 As demonstrações financeiras e notas explicativas completas encontram-se disponíveis no web site http://tsu.infoinvest.com.br/

×