TIM BRASIL


MARIO CESAR ARAUJO
MARIO CESAR ARAUJO
                                                    NOME COGNOME
                                      ...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                                                                    NOM...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                                                                       ...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                                                                       ...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                                                           NOME COGNOME...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                    NOME COGNOME
                                      ...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                                                                       ...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                                                                 NOME C...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                                       NOME COGNOME
                   ...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                                                                       ...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                                                                       ...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                    NOME COGNOME
                                      ...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                                                                       ...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                                                                    NOM...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                    NOME COGNOME
                                      ...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                                                                       ...
MARIO CESAR ARAUJO
                           NOME COGNOME
                           DEL RELATORE

TIM BRASIL




       ...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                                            NOME COGNOME
              ...
MARIO CESAR ARAUJO
                                                                                     NOME COGNOME
     ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ApresentaçãO Da Tim No Telecom Italia Analyst & Investor Briefing 2008

743 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

ApresentaçãO Da Tim No Telecom Italia Analyst & Investor Briefing 2008

  1. 1. TIM BRASIL MARIO CESAR ARAUJO
  2. 2. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Agenda  Destaques dos resultados de 2007  O contexto do mercado brasileiro  Visão geral do plano 2008-10  Metas para 2008-10 1
  3. 3. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Destaques 2007  TIM Brasil está posicionada como líder em valor no mercado brasileiro de telefonia móvel, por meio de:  Presença nacional  Inovação em termos de Marketing e Tecnologia  Força da marca  Em 2007, os principais resultados alcançados foram:  Liderança em receita de serviços (desde 2006)  Melhor mix de valor do cliente (segmento pós-pago) e ARPU acima da média do mercado  Top of Mind (quatro vezes nos últimos 5 anos) e melhor índice de preferência  Fluxo de Caixa Líquido positivo e Receita Líquida positiva  Todas as metas de 2007 atingidas  Em 2007, a TIM Brasil realizou importantes mundanças:  Aquisição de licença de linha fixa: entrada nos mercados fixo e de internet  Lançamento de um novo modelo de negócios visando o segmento de baixa renda  Aquisição da licença de 3G 2
  4. 4. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Presença dos principais players ao final de 2007 MM linhas Participação de mercado Telefonica/Vivo Embratel/Claro Oi Brasil Telecom TIM Aquisição de freqüência em Aquisição Telemig/ set/07, concluindo a 27,0% em sua Amazonia Celular Ago/07 cobertura nacional área Móvel ~33 ~30 ~16 ~4 ~31 13,3% em sua 28% 25% 13% área 4% 26% Incumbent na longa distância Fixo ~12 ~1 ~14 ~8 ~32% ~3% ~37% ~21% Licença STFC em maio de 2007 3
  5. 5. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Liderança com rentabilidade BR GAAP Clientes Receita Total EBITDA Lucro Líquido (milhões de linhas) (bilhões de R$) (bilhões de R$ (%)) (bilhões de R$) 14,6% 12,4 17,8% 2,9 23,0% 31,3 10,9* 25,4 2,4 Break-even 22,4%* 23,1% 24,0%** -0,3 2006 2007 2006 2007 2006 2007 2006 2007 * Números ajustados considerando eliminação do Bill & Keep desde 01/01/06 **Reclassificado 4
  6. 6. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Alcance de todas as Metas de 2007 BR GAAP 2007 Real 2007 Metas Clientes (milhões de linhas) 31,3 ~29  Participação de Mercado da TIM Brasil em linhas 25,8% ~26%  Crescimento de Receita – Orgânico* 14,6% >10%  EBITDA margem - Orgânico 23,1% >23%  Capex (R$ bilhões) 1,9 >2**  Fluxo de caixa operacional livre (R$milhões) 761,7 Break Even 2007  * Números ajustados considerando eliminação do Bill & Keep desde 01/01/06 ** Considerando a aquisição das licenças de 3G e Wi-Max 5
  7. 7. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Agenda  Destaques dos resultados de 2007  O contexto do mercado brasileiro  Visão geral do plano 2008-10  Metas para 2008-10 6
  8. 8. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Cenário Político e Econômico Crescimento do PIB Crescimento do salário mínimo* vs. inflação Inflação Acordo entre o governo e as centrais Crescimento do salário mínimo sindicais para reajustar o salário mínimo até 2011. 16,7% Salário Mínimo (Y)= Crescimento do PIB (Y-2) + 5,2% 15,4% Crescimento do INPC (Y-1) 4,9% 4,5% 4,4% 4,2% 8,3% 7,4% 2,9% 8,6% 7,6% 5,7% 2,3% 4,5% 4,6% 4,5% 4,3% 3,1% 2004 2005 2006 2007E 2008E 2009E 2010E 2004 2005 2006 2007 2008E 2009E 2010E PAC – Investimentos de aproximadamente R$500 bi a R$900 bi entre 2007 – 2010 Taxas de juros mais baixas produzindo recorde em empréstimos bancários, impulsionando os gastos dos consumidores Saldo Comercial positivo desde 2001 Desde janeiro/08, o Brasil tornou-se credor estrangeiro líquido pela primeira vez na história Fonte : Banco Central do Brasil, Abinee, BNDES 7
  9. 9. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Estrutura regulatória 2008 2009-10 Taxa de interconexão  Definição do modelo de custos  Introdução do novo modelo com base nos móvel (VU-M) pela Anatel custos de contabilização regulatória. Portabilidade Numérica  Lançamento comercial no 2S08  Completa implementação no 1T09 (F+M)  Licença fixa desde 2T07  Licença de freqüência 3G  3G e Wimax: alta competição no mercado Licença 3G/Licença Fixa disponível no 1T08 de banda larga  Valor do pagamento: R$ 1,3bi  Possibilidade de novo leilão de freqüências para 3G 3G (banda de 5 MhZ).  Fortes obrigações dos contratos de Licença Wi-Max  Licença de freqüência disponível aquisição de 3G em 2008  Parcialmente regulado Unbundling  Comercialmente inviável  Comercialmente viável  Aumento de ofertas de TV paga no  Permissão para companhias de Projeto de Lei 29 (PL 29) telecomunicações fornecerem mercado de telecomunicações  Estímulo do Governo brasileiro ao conteúdo de TV paga conteúdo nacional de TV 8
  10. 10. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Cenário Competitivo Desafios à frente 2007 2008  A TIM não será mais o único player com presença nacional  Uma 4ª operadora entrará no mercado de São Paulo, que corresponde a 35% do PIB do Brasil  Fusões e aquisições irão continuar em 2008  Oi e Brasil Telecom  Aquisição da Telemig pela VIVO e da Amazônia pela Oi.  Portabilidade numérica  Novas regras para as operadoras móveis (SMP)  Lançamento do 3G  Subsídio de aparelhos 9
  11. 11. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Evolução do Mercado CAGR 07-10 Linhas (milhões) Receitas (R$ bilhões) 162 152 10,2% 142 +7,6% Móveis* 38,0 47,3 121 100 86 Móveis 42,6 Fixas (voz) -3,6% 38,2 39 39 39 39 39 39 Fixas (voz) 0,5% 8 10 11 13 Fixas (BL) 7,6 +20,3% 13,2 4 6 20,5% Fixas (BL) 2005 2006 2007 2008E 2009E 2010E 2007 2010 Fonte: Estimativas internas * Receita de Serviços 10
  12. 12. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Mercado móvel residual no segmento de baixa renda e penetração de banda larga Penetração móvel por classe social Penetração de banda larga por classe social 83% 67% 77% 63,5% 53% 24% 28% 10,0% 5% 1% Brasil Classe A Classe B Classe C Classes D/E Brasil Classe A Classe B Classe C Classe D SM = Salário Mínimo = R$ 415,00 / mês Classe A > 20 MS Classe B > 10 e < 20 MS Classe C > 5 e < 10 MS Classe D > 3 e < 5 MS Fonte: IBGE (PNAD, 2006), CGI 2006, Pesquisa de dimensionamento de mercado consumidor Classe E > 1 e < 3 MS 11
  13. 13. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Agenda  Destaques dos resultados de 2007  O contexto do mercado brasileiro  Visão geral do plano 2008-10  Metas para 2008-10 12
  14. 14. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Em 2008, a TIM continuará a executar a seguinte estratégia Evidência de Mercado Metas estratégicas Diretrizes  Gerar mais valor da base de 1 Pós-pago: aumentar venda cruzada, pacote de minutos e lealdade Móvel clientes Core Business 2 Pré-pago: eficiência no custo de aquisição  Otimizar oferta de serviços para aumentar a lucratividade 3 Corporativo: aumento na participação da carteira Aumento do foco em serviços de voz fixa, com oferta puramente fixa, alavancando as Convergência 4 oportunidades com a portabilidade numérica Receita do mercado  Atacar o mercado de linhas fixas Competir no mercado de banda larga com 5 3G/HSPA. Beneficiar-se da forte expansão das potencial: ~R$50bi e banda larga vendas de PCs. 6 Aumentar valor do cliente com oferta de pacotes móvel, dados e fixo. Low ARPU Mercado potencial de  Aumentar a base de clientes, 7 Micro-recargas: R$1; R$3 e R$5 clientes: 60 milhões assegurando lucratividade 8 Canal de vendas extensivo 13
  15. 15. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL 3G: Banda Larga Móvel Ofertas convergentes TIM 2007 2008 2009 TIM Web, GPRS / EDGE, Velocidade de até 200 Kbps Aquisição de Evolução de ofertas para velocidades de até: licenças 3G 7,2 Mbps  Custo total das Planos competitivos com banda larga licenças: R$ 1,325 bi Estimular o uso de VAS  Cobertura Nacional 231 cidades cobertas 460 cidades cobertas  O mercado de computadores* no Brasil crescerá 21,3% em 2008 e atingirá 12,9 milhões de unidades, das quais 88,3% desktops e 21,7% laptops  O Brasil possui o mais alto uso de Internet por usuário doméstico: 23 horas e 04 minutos por mês**  Em setembro de 2007 havia 7,1 milhões de usuários domésticos de Internet discada * IBOPE/Netratings – Novembro 2007 ** IDC 2007 14
  16. 16. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Agenda  Destaques dos resultados de 2007  O contexto do mercado brasileiro  Visão geral do plano 2008-10  Metas para 2008-10 15
  17. 17. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Metas da TIM Participações BR GAAP 2007 Real 2008 Metas 2010 Targets 2010 Metas Clientes (milhões de linhas) 31,3 ~37 ~43 Participação de Mercado TIM 25,8% ~26% estável 1.ã ~8% Crescimento de Receita 14,6%* > 12% (crescimento médio anual ’07-’10) Margem EBITDA 23,1% > 23% ~ 29% ~ 7,2 CAPEX (milhões de R$) 1,9 ~3,6** (Acum. ’08-10) * Crescimento considerando a eliminação do Bill & Keep a partir de 01/01/06 Crescimento de Receita reportada: 22,7% ** Incluindo licenças de 3G (R$1,3 Bln) 16
  18. 18. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL  Back Up 17
  19. 19. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Evolução do CAPEX BR GAAP, R$ bilhões 100%= 1,6 1,9 ~7,2 3% 4% Administrativo 21% Dos quais, 19% em licenças 3G 20% 12% Comercial 17% 26% TI 26% 20% Rede 52% 57% 43% 2006 2007 2008-2010 CAPEX/Receita Líquida 15,7% 15,6% 16,1% 18
  20. 20. MARIO CESAR ARAUJO NOME COGNOME DEL RELATORE TIM BRASIL Licenças 3G A Anatel, órgão regulador de telecomunicações brasileiro, arrecadou durante o leilão das licenças de 2.100MHz, um IV VI total de R$5,3bi (US$2,9bi), correspondendo a um prêmio de 86,7% em relação ao preço mínimo estabelecido A TIM adquiriu 10+10 MHz para todas as áreas, exceto I II para: VIII X Área III e IV, área metropolitana de São Paulo e Região Norte: TIM adquiriu 15+15 MHz IX VII Área VII, cidades do estado de Minas Gerais que são XI V consideradas parte do “Triângulo Mineiro”: Apesar de III não adquirir a licença em 2.100MHz nesta pequena área, a TIM será capaz de prestar serviços de 3G utilizando sua atual licença em 850MHz 19

×