BioGeo10-mobilismo geológico

10.104 visualizações

Publicada em

Para fazer download:
http://www.biogeolearning.com

Publicada em: Educação
0 comentários
11 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.104
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.392
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

BioGeo10-mobilismo geológico

  1. 1. A Terra como um planeta dinâmico Prof. Ana Rita Rainho
  2. 2. Mobilismo Geológico • Embora pareça estático, a Terra é um planeta dinâmico, em constante mudança. – A maioria dos processos geológicos tem uma velocidade muito lenta para poder ser percepcionados à escala humana. • Ex: meteorização, tectónica de Placas 2
  3. 3. Teoria da Deriva Continental Proposta por Alfred Wegener em 1912• Os continentes teriam estado todos reunidos num só – Pangea e rodeados por um único oceano – Pantalassa.• O continente ter-se-á fragmentado e os continentes separaram-se até às posições que ocupam hoje. Animação aqui 3
  4. 4. Argumentos morfológicosExiste complementaridade naslinhas de costa de continentesque actualmente se encontramafastados.Os continentes são como peçasde um puzzle que encaixam umasnas outras com perfeição 4
  5. 5. ArgumentosPaleontológicosTestemunhos fósseis idênticos em continentes que hojese encontram separados sugerem que a separação teráocorrido depois da extinção dos seres fossilizados. 5
  6. 6. ArgumentosPaleoclimáticosVestígios de glaciares com a mesma idade em continentes separados.Provavelmente os continentes teriam estado todos reunidos nummesmo local, o pólo sul. Situação actual Interpretação 6
  7. 7. Argumentos geológicosExiste semelhanças nas camadasrochosas com a mesma idade emvários continentes que seencontram actualmente separados.É o caso das formações rochosasexistentes nas costas da América doSul e da costa Africana, porexemplo. O mesmo se passa comalgumas cadeias montanhosas, queparecem ter seguimento noutroscontinentes. 7
  8. 8. Modelo Químico Modelo Físico A Litosfera Zona mais exterior da Terra, rígida. Abrange a crosta e a parte superior do manto superior. 8
  9. 9. 9
  10. 10. Limites entre placas Limite Divergente Limite Convergente Limite Transformante 10
  11. 11. Limite Divergente• Ocorre afastamento das placas• Formação de crosta oceânica (limite construtivo)• Associado a vales de rifte 11
  12. 12. Vales de RifteOceânico• Teve início como vale continental, mas entretanto ocorreu formação de crosta oceânica. – Ex: crista médio-Atlântica Continental • Corresponde a uma fase inicial de abertura de um oceano – Ex: Rifte africano 12
  13. 13. 13
  14. 14. Crista Médio-Atlântica14
  15. 15. A Islândia - Situada sobre o Rifte15
  16. 16. Islândia, “cortada” pelo rifte médio-atlântico Placa Euroasiática Placa Norte-Americana 16
  17. 17. O grande rifte Africano 17
  18. 18. O grande rifte Africano 18
  19. 19. Limite Convergente• Colisão entre placas• Destruição de crosta (limite destrutivo) nas zonas de subducção• Associado a fossas ou formação de montanhas 19
  20. 20. 20
  21. 21. Os Andes 21
  22. 22. Fossa oceânica 22
  23. 23. Fossa das Marianas O local mais profundo à superfície da TerraProfundidade - 11,033m 23
  24. 24. Ocorre subducção de uma placa sob a outra, ambas revestidas por crosta oceânica. A placa que nãomergulha tem tendência a enrugar e formar montanhas submarinas, que poderão evoluir para ilhas emersas. 24
  25. 25. Limite transformante• Movimento deslizante entre as placas Placa Norte- Americana• Limite conservativo• Associado a zonas de falhas muito extensas Placa Pacífica Falha de Santo André 25
  26. 26. 26
  27. 27. Falha de Santo André 27
  28. 28. Deslocação deterrenos provocadapelo movimento das placas litosféricas 28
  29. 29. Resumindo… Forças Tipo de Limite Resultado Exemplo envolvidas limite Fossas Fossa das CompressivasConvergente Destrutivo oceânicas / Marianas / (A) montanhas Himalaias Distensivas Dorsal Divergente Construtivo Vales de rifte (B) Médio-Atlântica Deslizantes Falha de SantoTransformante Conservativo Falhas (C) André A B C 29
  30. 30. Mais material disponível em: www.biogeolearning.com

×