SlideShare uma empresa Scribd logo
SOCIOLOGIA
BRASIL: PLURALIDADE SOCIOLÓGICA
Cap. 12 – Brasil, mostra a tua cara!
Fonte: Tempos modernos, tempos de sociologia. Coordenação Helena Bomeny, Bianca
Freire-Medeiros. São Paulo: Editora do Brasil, 2010, p. 134-147. (texto adaptado)

Prof. Hudson Oliveira
(...) o Brasil, em razão de seus contrastes
sociais e de sua multiplicidade cultural, é muito
complexo, e que é impossível apreendê-lo a
partir de um único ângulo.
Frequentemente se ouve falar em
“realidade brasileira” ou “cultura brasileira”, mas
estamos convencidos de que não é possível dar
uma explicação definitiva e total sobre o que se
passa em nossa sociedade.
Essa afirmação não pretende desanimar
quem queira fazer uma pesquisa científica sobre
o Brasil.
Ao contrário, é uma forma de instigar a
imaginação sociológica em relação a temas ou
questões sociais que nos inquietam no dia a dia
e que nos ajudam a compreender a sociedade
brasileira.
Isso nos ensina também que é necessário
dialogar com outras interpretações sobre –
como diria o antropólogo Roberto DaMatta – “o
que faz o brasil, Brasil”.
A complexidade brasileira foi tratada neste
texto a partir de diversos temas: as
desigualdades regionais e locais em termos de
desenvolvimento econômico e social; a
diversidade cultural presente no território
brasileiro; a urbanização que “redefiniu” o Brasil
nos últimos cinquenta anos e as consequências
desse processo sobre os costumes dos
brasileiros, tomando como exemplo as famílias.
Caras e Caras / Um País de Contrastes
• O Brasil, em razão de seus contrastes sociais e
de sua multiplicidade cultural, é muito
complexo.
• É impossível apreendê-lo a partir de um único
ângulo.
• Como descrever a realidade brasileira?
• Pode-se falar em cultura brasileira?
O nome da foto é Paraisópolis, do fotógrafo Tuca Vieira e faz parte do livro As
Cidades do Brasil: São Paulo.
A favela e o Rio de Janeiro
Teleférico no Alemão - Rio
2º ano _soc_cap_12_-_prof._hudson
• Eike Batista sobe para 8ª posição em ranking de bilionários
da Bloomberg - Fortuna do brasileiro aumentou após venda
de fatia de 5,63% da EBX. Patrimônio do empresário
cresceu 29%, chegando a US$ 34,5 bilhões. (Disponível em:
http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2012/03/eike-batista-sobe-para-8-posicaoem-ranking-de-bilionarios-da-bloomberg.html Acesso: 15 abr. 2012)

• Apesar de possuir grande número de pessoas pobres, o
Brasil não é um país pobre, mas tem que superar um
quadro de injustiça social e desigualdade. As desigualdades
sociais estão presentes em todo o país, o que se reflete em
uma posição intermediária ocupada pelo Brasil no ranking
de países do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).
Isso significa que ainda há muitas dificuldades a serem
superadas nas áreas de educação, assistência social, saúde,
distribuição de renda e emprego. (Disponível em:
http://www.unesco.org/new/pt/brasilia/social-and-human-sciences/poverty-reduction/
Acesso; 15 abr. 2012)
ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO
HUMANO - IDH
IDH 2011:
• A Organização das Nações Unidas (ONU)
divulgou o IDH (Índice de Desenvolvimento
Humano) 2011 de 187 países. O Brasil ficou na
posição 84, uma acima em relação a 2010. A
lista é liderada pela Noruega, Austrália e
Países Baixos, ficando nas últimas posições
Burundi, Níger e Congo. (Disponível em
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2011/11/111102_brasil_idh_jf.shtml Acesso: 15
abr. 2012)
A MANCHA NACIONAL
• O Brasil é o oitavo pior pais no ranking de
analfabetismo da Unesco. São 14 milhões de adultos
analfabetos. Apesar disso, a Unesco reconheceu o
esforço brasileiro na última década para diminuir a taxa
de analfabetismo. Entre 2000 e 2007, 2,8% de adultos
foram alfabetizados. De 2004 a 2009 esse número caiu
para 1,8%. Esse mesmo estudo revelou ainda que 700
mil crianças estão fora das escolas. No mundo são 67
milhões de pequenos com idades entre 7 e 10 anos
sem acesso a educação acadêmica. (Disponível em:
http://www.alemdanoticia.com.br/ultimas_noticias.php?codnoticia=7147 Acesso: 15 abr.
2012)
A última edição do Pisa, avaliação
realizada em 65 países com alunos de 15 anos,
pela OCDE, apresenta um dado perturbador.
Os nossos alunos das escolas privadas
tiveram nota média de 502, semelhante à nota
dos estudantes dos EUA (17º no ranking do
Pisa). Os nossos alunos das redes estaduais e
municipais de ensino alcançaram uma média de
387, semelhante à da Albânia (60º no ranking do
Pisa). (Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/23531-um-apartheidsilencioso.shtml Acesso: 15 abr. 2012)
• O parecer do Programa Internacional de
Avaliação de Estudantes (Pisa), destaca que
embora a pontuação do Brasil tenha crescido
33 pontos, chegando a 57ª colocação, o país
ficou à frente apenas de outras 8 nações.
(Disponível em: http://veja.abril.com.br/noticia/educacao/em-ranking-dominado-pela-asiachina-e-o-pais-lider-em-educacao-no-mundo Acesso: 15 abr. 2012)
•

Obs.: 57º em Matemática e 53º em Leitura e Ciência.
2º ano _soc_cap_12_-_prof._hudson
TUDO VIRANDO URBANO
• Mais de 80% da população brasileira reside
em áreas urbanas.
• Inúmeras desigualdades regionais e locais em
termos de desenvolvimento econômico e
social.
Disponível em:
http://www.pnud.org.br/pobreza_desigualdade/reportagens/index.php?id01=3038&lay=pde
Acesso: 15 abr. 2012
2º ano _soc_cap_12_-_prof._hudson
AS MUITAS FAMÍLIAS – Transformações da família
nuclear no Brasil
•
•
•
•
•
•
•

Alguns motivos:
A baixa taxa de fecundidade; redução do número de filhos por
casal;
O aumento da esperança de vida e , consequentemente da
crescente proporção da população com mais de 60 anos;
A banalização do divórcio;
O declínio da instituição do casamento;
Aumento da união consensual havendo aumento de número de
casamentos civis e declínio de casamentos religiosos;
Maior número de pessoas vivendo sozinhas;
Aumento do número de famílias chefiadas por um só cônjuge, com
maior reincidência sobre as mulheres.
Com isso o que se observa não é exatamente o
enfraquecimento da instituição familiar e sim o
surgimento dos novos modelos e arranjos familiares, que
baseiam–se em:
• Famílias com base em união livre; Famílias
monoparentais dirigidas pelo homem ou pela mulher
(sendo que grandes porcentagens destas famílias são
dirigidas por mulheres);
• Divorciados gerando novas uniões (famílias
recompostas);
• Mães / adolescentes solteiras que assumem seus
filhos;
• Mulheres que tem filhos através de “produção
independente” (sem companheiro estável).
A família, independente de sua constituição possui
funções de ordem:
• Biológica e demográfica: garantindo reprodução e
sobrevivência do ser humano;
• Educadora e socializadora: transmissora de
conhecimento, valores e afetos;
• Econômica: (produtora e consumidora) no campo do
trabalho;
• Seguridade: cuidando da seguridade física, moral e
afetiva;
• Recreativa: atividades diversas como festas de família;
• Ideológica: promovendo também a reprodução social,
educando os indivíduos que continuem biológica e
socialmente a estrutura familiar.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
Prof. Francesco Torres
 
Modulo 14 - Expectativa de vida e envelhecimento da população (Apostila Siste...
Modulo 14 - Expectativa de vida e envelhecimento da população (Apostila Siste...Modulo 14 - Expectativa de vida e envelhecimento da população (Apostila Siste...
Modulo 14 - Expectativa de vida e envelhecimento da população (Apostila Siste...
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Desigualdade regional no brasil
Desigualdade regional no brasilDesigualdade regional no brasil
Desigualdade regional no brasil
Igor Amott
 
Desigualdade e exclusão
Desigualdade e exclusãoDesigualdade e exclusão
Desigualdade e exclusão
Jones Godinho
 
Pirâmides etárias
Pirâmides etáriasPirâmides etárias
Pirâmides etárias
Conceição Fontolan
 
Aspectos Demográficos e Estrutura da População Brasileira
Aspectos Demográficos e Estrutura da População BrasileiraAspectos Demográficos e Estrutura da População Brasileira
Aspectos Demográficos e Estrutura da População Brasileira
Helena Morita
 
Atividade Avaliativa Geografia
Atividade Avaliativa GeografiaAtividade Avaliativa Geografia
Atividade Avaliativa Geografia
Paulo Alves de Araujo
 
REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.
REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.
REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.
Conceição Fontolan
 
Apresentação da nota sobre desigualdade social 2017
Apresentação da nota sobre desigualdade social 2017Apresentação da nota sobre desigualdade social 2017
Apresentação da nota sobre desigualdade social 2017
Valerio Arcary
 
Desigualdade Etnico Racial
Desigualdade Etnico RacialDesigualdade Etnico Racial
Desigualdade Etnico Racial
Lucas Nunes de Souza
 
Geografia do brasil populacao
Geografia do brasil populacaoGeografia do brasil populacao
Geografia do brasil populacao
roseni
 
desigualdade social no brasil
desigualdade social no brasildesigualdade social no brasil
desigualdade social no brasil
Jefferson Medeiiros Araújo
 
As desigualdades sociais no brasil grupoooo
As desigualdades sociais no brasil grupooooAs desigualdades sociais no brasil grupoooo
As desigualdades sociais no brasil grupoooo
Rosemary Francini Martins Teixira
 
Dados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil Site Mundo Negro
Dados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil   Site Mundo NegroDados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil   Site Mundo Negro
Dados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil Site Mundo Negro
guesta7e113
 
POPULAÇÃO BRASILEIRA, DISTRIBUIÇÃO, MIGRAÇÕES E IMIGRAÇÕES
POPULAÇÃO BRASILEIRA, DISTRIBUIÇÃO, MIGRAÇÕES E IMIGRAÇÕESPOPULAÇÃO BRASILEIRA, DISTRIBUIÇÃO, MIGRAÇÕES E IMIGRAÇÕES
POPULAÇÃO BRASILEIRA, DISTRIBUIÇÃO, MIGRAÇÕES E IMIGRAÇÕES
Alice Barros
 
Indicadores socioeconômicos
Indicadores socioeconômicosIndicadores socioeconômicos
Indicadores socioeconômicos
flaviocosac
 
A Populacao Brasileira
A Populacao BrasileiraA Populacao Brasileira
A Populacao Brasileira
valdeniDinamizador
 
INDICADORES SOCIAIS
INDICADORES SOCIAISINDICADORES SOCIAIS
INDICADORES SOCIAIS
Conceição Fontolan
 
População Brasileira
População BrasileiraPopulação Brasileira
População Brasileira
Luciano Pessanha
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
Karina Moreira
 

Mais procurados (20)

População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
 
Modulo 14 - Expectativa de vida e envelhecimento da população (Apostila Siste...
Modulo 14 - Expectativa de vida e envelhecimento da população (Apostila Siste...Modulo 14 - Expectativa de vida e envelhecimento da população (Apostila Siste...
Modulo 14 - Expectativa de vida e envelhecimento da população (Apostila Siste...
 
Desigualdade regional no brasil
Desigualdade regional no brasilDesigualdade regional no brasil
Desigualdade regional no brasil
 
Desigualdade e exclusão
Desigualdade e exclusãoDesigualdade e exclusão
Desigualdade e exclusão
 
Pirâmides etárias
Pirâmides etáriasPirâmides etárias
Pirâmides etárias
 
Aspectos Demográficos e Estrutura da População Brasileira
Aspectos Demográficos e Estrutura da População BrasileiraAspectos Demográficos e Estrutura da População Brasileira
Aspectos Demográficos e Estrutura da População Brasileira
 
Atividade Avaliativa Geografia
Atividade Avaliativa GeografiaAtividade Avaliativa Geografia
Atividade Avaliativa Geografia
 
REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.
REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.
REVISÃO DE CONTEÚDO SOBRE OS INDICADORES SOCIAIS.
 
Apresentação da nota sobre desigualdade social 2017
Apresentação da nota sobre desigualdade social 2017Apresentação da nota sobre desigualdade social 2017
Apresentação da nota sobre desigualdade social 2017
 
Desigualdade Etnico Racial
Desigualdade Etnico RacialDesigualdade Etnico Racial
Desigualdade Etnico Racial
 
Geografia do brasil populacao
Geografia do brasil populacaoGeografia do brasil populacao
Geografia do brasil populacao
 
desigualdade social no brasil
desigualdade social no brasildesigualdade social no brasil
desigualdade social no brasil
 
As desigualdades sociais no brasil grupoooo
As desigualdades sociais no brasil grupooooAs desigualdades sociais no brasil grupoooo
As desigualdades sociais no brasil grupoooo
 
Dados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil Site Mundo Negro
Dados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil   Site Mundo NegroDados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil   Site Mundo Negro
Dados Sobre As Desigualdades Raciais No Brasil Site Mundo Negro
 
POPULAÇÃO BRASILEIRA, DISTRIBUIÇÃO, MIGRAÇÕES E IMIGRAÇÕES
POPULAÇÃO BRASILEIRA, DISTRIBUIÇÃO, MIGRAÇÕES E IMIGRAÇÕESPOPULAÇÃO BRASILEIRA, DISTRIBUIÇÃO, MIGRAÇÕES E IMIGRAÇÕES
POPULAÇÃO BRASILEIRA, DISTRIBUIÇÃO, MIGRAÇÕES E IMIGRAÇÕES
 
Indicadores socioeconômicos
Indicadores socioeconômicosIndicadores socioeconômicos
Indicadores socioeconômicos
 
A Populacao Brasileira
A Populacao BrasileiraA Populacao Brasileira
A Populacao Brasileira
 
INDICADORES SOCIAIS
INDICADORES SOCIAISINDICADORES SOCIAIS
INDICADORES SOCIAIS
 
População Brasileira
População BrasileiraPopulação Brasileira
População Brasileira
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
 

Destaque

A chegada dos "tempos modernos"
A chegada dos "tempos modernos"A chegada dos "tempos modernos"
A chegada dos "tempos modernos"
isameucci
 
BRASIL: IBGE, IDH, Formação da sociedade brasileira
BRASIL: IBGE, IDH, Formação da sociedade brasileiraBRASIL: IBGE, IDH, Formação da sociedade brasileira
BRASIL: IBGE, IDH, Formação da sociedade brasileira
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Quadro de analise tempos modernos tempos de sociologia
Quadro de analise tempos modernos tempos de sociologiaQuadro de analise tempos modernos tempos de sociologia
Quadro de analise tempos modernos tempos de sociologia
Erica Frau
 
O nascimento da sociologia
O nascimento da sociologiaO nascimento da sociologia
O nascimento da sociologia
Marcela Marangon Ribeiro
 
Interpretando o brasil
Interpretando o brasilInterpretando o brasil
Interpretando o brasil
Adriano Capilupe
 
Tempos modernos
Tempos modernosTempos modernos
Tempos modernos
Erica Frau
 
Desigualdades de várias ordens
Desigualdades de várias ordensDesigualdades de várias ordens
Desigualdades de várias ordens
Aldenei Barros
 
Sonhos de civilização
Sonhos de civilizaçãoSonhos de civilização
Sonhos de civilização
Aldenei Barros
 
Tempos modernos slides.aula
Tempos modernos slides.aulaTempos modernos slides.aula
Tempos modernos slides.aula
Klaus Pro
 
As muitas faces do poder
As  muitas faces do poderAs  muitas faces do poder
As muitas faces do poder
Aldenei Barros
 
Sonhos de consumo
Sonhos de consumoSonhos de consumo
Sonhos de consumo
Aldenei Barros
 
Questionário 01
Questionário 01Questionário 01
Questionário 01
roberto mosca junior
 
O brasil ainda é um país católico
O brasil ainda é um país católicoO brasil ainda é um país católico
O brasil ainda é um país católico
Adriano Capilupe
 
Georg Simmel
Georg SimmelGeorg Simmel
Georg Simmel
Edson Goes
 
Aula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anosAula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anos
ProfMario De Mori
 
Sociologia - Tempos nervosos
Sociologia - Tempos nervososSociologia - Tempos nervosos
Sociologia - Tempos nervosos
edsonfgodoy
 
História da sociologia
História da sociologiaHistória da sociologia
História da sociologia
Tiago Lacerda
 
Georg simmel.
Georg simmel.Georg simmel.
Georg simmel.
_KathZL
 
Trabalho de geografia
Trabalho de geografiaTrabalho de geografia
Trabalho de geografia
Lucas Nunes de Souza
 
Conceitos Básicos do Censo IBGE 2010
Conceitos Básicos do Censo IBGE 2010Conceitos Básicos do Censo IBGE 2010
Conceitos Básicos do Censo IBGE 2010
Rodrigo Nunes
 

Destaque (20)

A chegada dos "tempos modernos"
A chegada dos "tempos modernos"A chegada dos "tempos modernos"
A chegada dos "tempos modernos"
 
BRASIL: IBGE, IDH, Formação da sociedade brasileira
BRASIL: IBGE, IDH, Formação da sociedade brasileiraBRASIL: IBGE, IDH, Formação da sociedade brasileira
BRASIL: IBGE, IDH, Formação da sociedade brasileira
 
Quadro de analise tempos modernos tempos de sociologia
Quadro de analise tempos modernos tempos de sociologiaQuadro de analise tempos modernos tempos de sociologia
Quadro de analise tempos modernos tempos de sociologia
 
O nascimento da sociologia
O nascimento da sociologiaO nascimento da sociologia
O nascimento da sociologia
 
Interpretando o brasil
Interpretando o brasilInterpretando o brasil
Interpretando o brasil
 
Tempos modernos
Tempos modernosTempos modernos
Tempos modernos
 
Desigualdades de várias ordens
Desigualdades de várias ordensDesigualdades de várias ordens
Desigualdades de várias ordens
 
Sonhos de civilização
Sonhos de civilizaçãoSonhos de civilização
Sonhos de civilização
 
Tempos modernos slides.aula
Tempos modernos slides.aulaTempos modernos slides.aula
Tempos modernos slides.aula
 
As muitas faces do poder
As  muitas faces do poderAs  muitas faces do poder
As muitas faces do poder
 
Sonhos de consumo
Sonhos de consumoSonhos de consumo
Sonhos de consumo
 
Questionário 01
Questionário 01Questionário 01
Questionário 01
 
O brasil ainda é um país católico
O brasil ainda é um país católicoO brasil ainda é um país católico
O brasil ainda é um país católico
 
Georg Simmel
Georg SimmelGeorg Simmel
Georg Simmel
 
Aula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anosAula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anos
 
Sociologia - Tempos nervosos
Sociologia - Tempos nervososSociologia - Tempos nervosos
Sociologia - Tempos nervosos
 
História da sociologia
História da sociologiaHistória da sociologia
História da sociologia
 
Georg simmel.
Georg simmel.Georg simmel.
Georg simmel.
 
Trabalho de geografia
Trabalho de geografiaTrabalho de geografia
Trabalho de geografia
 
Conceitos Básicos do Censo IBGE 2010
Conceitos Básicos do Censo IBGE 2010Conceitos Básicos do Censo IBGE 2010
Conceitos Básicos do Censo IBGE 2010
 

Semelhante a 2º ano _soc_cap_12_-_prof._hudson

Uso do repertório sóciocultural
Uso do repertório sócioculturalUso do repertório sóciocultural
Uso do repertório sóciocultural
João Mendonça
 
Quem são os clientes do direito penal brasileiro
Quem são os clientes do direito penal brasileiroQuem são os clientes do direito penal brasileiro
Quem são os clientes do direito penal brasileiro
Professor Carlos Aguiar
 
Redação: aula 04 - CILP 2014
Redação: aula 04 - CILP 2014Redação: aula 04 - CILP 2014
Redação: aula 04 - CILP 2014
jasonrplima
 
O que é desigualdade social
O que é desigualdade socialO que é desigualdade social
O que é desigualdade social
Junior Guzzo
 
DESIGUALDADES SOCIOECONÕMICAS
DESIGUALDADES SOCIOECONÕMICASDESIGUALDADES SOCIOECONÕMICAS
DESIGUALDADES SOCIOECONÕMICAS
Conceição Fontolan
 
106 envelhecimento%20populacional
106 envelhecimento%20populacional106 envelhecimento%20populacional
106 envelhecimento%20populacional
Seila Merida
 
Geografia - População do Brasil
Geografia - População do BrasilGeografia - População do Brasil
Geografia - População do Brasil
Carson Souza
 
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRAESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
E1R2I3
 
Predação social
Predação socialPredação social
Predação social
Professor Carlos Aguiar
 
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRAESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
E1R2I3
 
1º Mc Grupo 04
1º Mc   Grupo 041º Mc   Grupo 04
1º Mc Grupo 04
ProfMario De Mori
 
Adolescência no Brasil
Adolescência no Brasil Adolescência no Brasil
Adolescência no Brasil
Silvia Marina Anaruma
 
324 an 23_março_2011.ok
324 an 23_março_2011.ok324 an 23_março_2011.ok
324 an 23_março_2011.ok
Roberto Rabat Chame
 
Problemas sociais no Brasil
Problemas sociais no BrasilProblemas sociais no Brasil
Problemas sociais no Brasil
97636768
 
Cadernobrasil2008
Cadernobrasil2008Cadernobrasil2008
Cadernobrasil2008
Débora Müller
 
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mc
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mcAspectos da população mundial e do brasil 1º mc
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mc
ProfMario De Mori
 
População Brasileira..pptx
População Brasileira..pptxPopulação Brasileira..pptx
População Brasileira..pptx
SvioCarvalho10
 
Arranjo domiciliar de idosos no Brasil
Arranjo domiciliar de idosos no BrasilArranjo domiciliar de idosos no Brasil
Arranjo domiciliar de idosos no Brasil
Álvaro José Altamirano Montoya
 
Desigualdade social no Brasil
Desigualdade social no BrasilDesigualdade social no Brasil
Desigualdade social no Brasil
Isac Silveira
 
Abc das desigualdades_raciais
Abc das desigualdades_raciaisAbc das desigualdades_raciais
Abc das desigualdades_raciais
População Negra e Saúde
 

Semelhante a 2º ano _soc_cap_12_-_prof._hudson (20)

Uso do repertório sóciocultural
Uso do repertório sócioculturalUso do repertório sóciocultural
Uso do repertório sóciocultural
 
Quem são os clientes do direito penal brasileiro
Quem são os clientes do direito penal brasileiroQuem são os clientes do direito penal brasileiro
Quem são os clientes do direito penal brasileiro
 
Redação: aula 04 - CILP 2014
Redação: aula 04 - CILP 2014Redação: aula 04 - CILP 2014
Redação: aula 04 - CILP 2014
 
O que é desigualdade social
O que é desigualdade socialO que é desigualdade social
O que é desigualdade social
 
DESIGUALDADES SOCIOECONÕMICAS
DESIGUALDADES SOCIOECONÕMICASDESIGUALDADES SOCIOECONÕMICAS
DESIGUALDADES SOCIOECONÕMICAS
 
106 envelhecimento%20populacional
106 envelhecimento%20populacional106 envelhecimento%20populacional
106 envelhecimento%20populacional
 
Geografia - População do Brasil
Geografia - População do BrasilGeografia - População do Brasil
Geografia - População do Brasil
 
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRAESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
 
Predação social
Predação socialPredação social
Predação social
 
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRAESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
 
1º Mc Grupo 04
1º Mc   Grupo 041º Mc   Grupo 04
1º Mc Grupo 04
 
Adolescência no Brasil
Adolescência no Brasil Adolescência no Brasil
Adolescência no Brasil
 
324 an 23_março_2011.ok
324 an 23_março_2011.ok324 an 23_março_2011.ok
324 an 23_março_2011.ok
 
Problemas sociais no Brasil
Problemas sociais no BrasilProblemas sociais no Brasil
Problemas sociais no Brasil
 
Cadernobrasil2008
Cadernobrasil2008Cadernobrasil2008
Cadernobrasil2008
 
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mc
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mcAspectos da população mundial e do brasil 1º mc
Aspectos da população mundial e do brasil 1º mc
 
População Brasileira..pptx
População Brasileira..pptxPopulação Brasileira..pptx
População Brasileira..pptx
 
Arranjo domiciliar de idosos no Brasil
Arranjo domiciliar de idosos no BrasilArranjo domiciliar de idosos no Brasil
Arranjo domiciliar de idosos no Brasil
 
Desigualdade social no Brasil
Desigualdade social no BrasilDesigualdade social no Brasil
Desigualdade social no Brasil
 
Abc das desigualdades_raciais
Abc das desigualdades_raciaisAbc das desigualdades_raciais
Abc das desigualdades_raciais
 

2º ano _soc_cap_12_-_prof._hudson

  • 1. SOCIOLOGIA BRASIL: PLURALIDADE SOCIOLÓGICA Cap. 12 – Brasil, mostra a tua cara! Fonte: Tempos modernos, tempos de sociologia. Coordenação Helena Bomeny, Bianca Freire-Medeiros. São Paulo: Editora do Brasil, 2010, p. 134-147. (texto adaptado) Prof. Hudson Oliveira
  • 2. (...) o Brasil, em razão de seus contrastes sociais e de sua multiplicidade cultural, é muito complexo, e que é impossível apreendê-lo a partir de um único ângulo.
  • 3. Frequentemente se ouve falar em “realidade brasileira” ou “cultura brasileira”, mas estamos convencidos de que não é possível dar uma explicação definitiva e total sobre o que se passa em nossa sociedade.
  • 4. Essa afirmação não pretende desanimar quem queira fazer uma pesquisa científica sobre o Brasil. Ao contrário, é uma forma de instigar a imaginação sociológica em relação a temas ou questões sociais que nos inquietam no dia a dia e que nos ajudam a compreender a sociedade brasileira.
  • 5. Isso nos ensina também que é necessário dialogar com outras interpretações sobre – como diria o antropólogo Roberto DaMatta – “o que faz o brasil, Brasil”.
  • 6. A complexidade brasileira foi tratada neste texto a partir de diversos temas: as desigualdades regionais e locais em termos de desenvolvimento econômico e social; a diversidade cultural presente no território brasileiro; a urbanização que “redefiniu” o Brasil nos últimos cinquenta anos e as consequências desse processo sobre os costumes dos brasileiros, tomando como exemplo as famílias.
  • 7. Caras e Caras / Um País de Contrastes • O Brasil, em razão de seus contrastes sociais e de sua multiplicidade cultural, é muito complexo. • É impossível apreendê-lo a partir de um único ângulo. • Como descrever a realidade brasileira? • Pode-se falar em cultura brasileira?
  • 8. O nome da foto é Paraisópolis, do fotógrafo Tuca Vieira e faz parte do livro As Cidades do Brasil: São Paulo.
  • 9. A favela e o Rio de Janeiro
  • 12. • Eike Batista sobe para 8ª posição em ranking de bilionários da Bloomberg - Fortuna do brasileiro aumentou após venda de fatia de 5,63% da EBX. Patrimônio do empresário cresceu 29%, chegando a US$ 34,5 bilhões. (Disponível em: http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2012/03/eike-batista-sobe-para-8-posicaoem-ranking-de-bilionarios-da-bloomberg.html Acesso: 15 abr. 2012) • Apesar de possuir grande número de pessoas pobres, o Brasil não é um país pobre, mas tem que superar um quadro de injustiça social e desigualdade. As desigualdades sociais estão presentes em todo o país, o que se reflete em uma posição intermediária ocupada pelo Brasil no ranking de países do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Isso significa que ainda há muitas dificuldades a serem superadas nas áreas de educação, assistência social, saúde, distribuição de renda e emprego. (Disponível em: http://www.unesco.org/new/pt/brasilia/social-and-human-sciences/poverty-reduction/ Acesso; 15 abr. 2012)
  • 13. ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO - IDH IDH 2011: • A Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) 2011 de 187 países. O Brasil ficou na posição 84, uma acima em relação a 2010. A lista é liderada pela Noruega, Austrália e Países Baixos, ficando nas últimas posições Burundi, Níger e Congo. (Disponível em http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2011/11/111102_brasil_idh_jf.shtml Acesso: 15 abr. 2012)
  • 14. A MANCHA NACIONAL • O Brasil é o oitavo pior pais no ranking de analfabetismo da Unesco. São 14 milhões de adultos analfabetos. Apesar disso, a Unesco reconheceu o esforço brasileiro na última década para diminuir a taxa de analfabetismo. Entre 2000 e 2007, 2,8% de adultos foram alfabetizados. De 2004 a 2009 esse número caiu para 1,8%. Esse mesmo estudo revelou ainda que 700 mil crianças estão fora das escolas. No mundo são 67 milhões de pequenos com idades entre 7 e 10 anos sem acesso a educação acadêmica. (Disponível em: http://www.alemdanoticia.com.br/ultimas_noticias.php?codnoticia=7147 Acesso: 15 abr. 2012)
  • 15. A última edição do Pisa, avaliação realizada em 65 países com alunos de 15 anos, pela OCDE, apresenta um dado perturbador. Os nossos alunos das escolas privadas tiveram nota média de 502, semelhante à nota dos estudantes dos EUA (17º no ranking do Pisa). Os nossos alunos das redes estaduais e municipais de ensino alcançaram uma média de 387, semelhante à da Albânia (60º no ranking do Pisa). (Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/23531-um-apartheidsilencioso.shtml Acesso: 15 abr. 2012)
  • 16. • O parecer do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), destaca que embora a pontuação do Brasil tenha crescido 33 pontos, chegando a 57ª colocação, o país ficou à frente apenas de outras 8 nações. (Disponível em: http://veja.abril.com.br/noticia/educacao/em-ranking-dominado-pela-asiachina-e-o-pais-lider-em-educacao-no-mundo Acesso: 15 abr. 2012) • Obs.: 57º em Matemática e 53º em Leitura e Ciência.
  • 18. TUDO VIRANDO URBANO • Mais de 80% da população brasileira reside em áreas urbanas. • Inúmeras desigualdades regionais e locais em termos de desenvolvimento econômico e social.
  • 21. AS MUITAS FAMÍLIAS – Transformações da família nuclear no Brasil • • • • • • • Alguns motivos: A baixa taxa de fecundidade; redução do número de filhos por casal; O aumento da esperança de vida e , consequentemente da crescente proporção da população com mais de 60 anos; A banalização do divórcio; O declínio da instituição do casamento; Aumento da união consensual havendo aumento de número de casamentos civis e declínio de casamentos religiosos; Maior número de pessoas vivendo sozinhas; Aumento do número de famílias chefiadas por um só cônjuge, com maior reincidência sobre as mulheres.
  • 22. Com isso o que se observa não é exatamente o enfraquecimento da instituição familiar e sim o surgimento dos novos modelos e arranjos familiares, que baseiam–se em: • Famílias com base em união livre; Famílias monoparentais dirigidas pelo homem ou pela mulher (sendo que grandes porcentagens destas famílias são dirigidas por mulheres); • Divorciados gerando novas uniões (famílias recompostas); • Mães / adolescentes solteiras que assumem seus filhos; • Mulheres que tem filhos através de “produção independente” (sem companheiro estável).
  • 23. A família, independente de sua constituição possui funções de ordem: • Biológica e demográfica: garantindo reprodução e sobrevivência do ser humano; • Educadora e socializadora: transmissora de conhecimento, valores e afetos; • Econômica: (produtora e consumidora) no campo do trabalho; • Seguridade: cuidando da seguridade física, moral e afetiva; • Recreativa: atividades diversas como festas de família; • Ideológica: promovendo também a reprodução social, educando os indivíduos que continuem biológica e socialmente a estrutura familiar.