Agentes biologicos

388 visualizações

Publicada em

agentes biologicos

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
388
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Agentes biologicos

  1. 1. AGENTES BIOLOGICOS -São aquelesque inclueminfecçõesagudasoucrônicas,parasitoses, reaçõestóxicasoualérgicasa plantase animais. Onde se encontram Os riscosbiológicosocorrempormeiode micro-organismosque,emcontatocomo homem, podemprovocarinúmerasdoenças.Muitasatividadesprofissionaisfavorecemocontatocom taisriscos.É o caso das indústriasde alimentação,hospitais,limpezapública (coletade lixo), laboratórios,etc. * Vírus * Bactérias * Parasitas * Protozoários * Fungos * Bacilos * Helmintos * Artrópodes * Entre as inúmeras doençasprofissionaisprovocadaspor micro-organismosincluem-se: tuberculose,brucelose,malária,febre amarela,tétano,anquilostomíase,leishmaniose, leptospirose,outras. * Para que essasdoençaspossamserconsideradasdoençasprofissionais,é precisoque haja exposiçãodofuncionárioaestesmicro-organismos.  Grupo de Risco 1: constituídopormicrorganismosque provavelmente nãocausam doençasno homemounosanimais,tantoindividual comocoletivo.  Grupo de Risco 2: inclui germespatogênicoscapazesde causardoençasemseres humanosouanimais,comrisco muitofracoa comunidade,e sempre apresentam tratamentopreventivo.  Grupo de Risco 3: inclui germespatogênicos capazesde causardoençasgravesem sereshumanosouanimais.Eindicaaltorisco individual,porémriscomoderadoparaa comunidade.Porémossintomascausadosemsereshumanosnemsempre tem tratamento.  Grupo de Risco 4: inclui germespatogênicoscapazesde causardoençasgraves em sereshumanosouanimais.De fácil transmissãoentre ossereshumanos,apresenta altorisco individual e altoriscocomunitário.Muitosnãoapresentamtratamento. * As principaisvias envolvidasnumprocesso de contaminação biológicasão a viacutâneaou percutânea(comou semlesões - poracidente comagulhase vidraria,naexperimentação animal - arranhõese mordidas),aviarespiratória(aerossóis),aviaconjuntivae a viaoral.  Porque os profissionaisda saúde estão expostosa maior risco de acidente?
  2. 2.  O que faltaneste ramoda atividade econômicaparadiminuirosíndicesde acidentes/infecçãohospitalar/cruzada?  Como dar a volta por cima nestassituações? De maneira geral, as medidas de segurança para os riscos biológicos envolvem:  ConhecimentodaLegislação Brasileira de Biossegurança;  - O conhecimentodos riscos pelomanipulador;  - A formação e informação das pessoas envolvidas;  - O respeitodas Regras Gerais de Segurança;  - Autolavagem de material biológico patogênico,antes de eliminá-lonolixocomum;  - E.P.Is;  - Imunizações;  - Conhecera rotina para atendimentosde acidentescom material biológico. Medidas na fonte:para evitar a presençade microrganismos  Seleção dos equipamentos de trabalho;  Substituição de microrganismos;  Modificação do processo;  Encerramento do processo; Medidas preventivas adotadas no percurso –para evitar aproliferação dos contaminantes nomeio ambiente  Limpezae desinfecção;  Ventilação(natural e/ouartificial);  Controle de vetores(roedores,insetos,etc);  Sinalização;
  3. 3. Medidas preventivas adotadas para o trabalhador:  Informação sobre os riscos;  Treinamentos;  Diminuição do número de pessoas expostas;  Roupa de trabalho específica – que não acumule resíduos – sem bolsos, sem dobras nas costuras etc; Esterilizaçãopor vapor – autoclave  Autoclaves:utilizamcalor úmido na forma de vapor saturado sob pressão para destruir microrganismos.  É um processo dependente da temperatura (121°C a 123°C), tempo (30 min, após atingir a temperatura adequada) , contato (todas as áreas da carga devem ter contato com o vapor) e umidade (obter o máximo de transferência de calor) para ser EFETIVO, e é o mais eficiente para a destruição de riscos biológicos ou resíduos infecciosos.  Excesso de microrganismos vivos e vapor pressurizado;  Queimaduras – caso as portas não sejamfechadas corretamente, ou quando forem abertas existindo pressão de vapor na câmara;  Presença de sacos de resíduos infecciosos – devem ser transportados do laboratório para a autoclave em recipientes secundários rígidos, à prova de vazamentos e com tampa selada.  As vestimentas dos colaboradores devem ser resistentes ao calor;  O recipiente secundário deve obter a informação de: “resíduo biológico perigoso” ou com “risco biológico”;  Nunca coloque recipientes selados na autoclave;  A autoclave é um recipiente sob pressão, portanto está sujeita às recomendações da NR 13. Seguindoo históricoda legislaçãoBrasileira, podemos enquadrar a questãodo riscobiológico:
  4. 4.  Em 1919 Lei de acidente do Trabalho;  Portaria 3.214/1978 aprova as NRS;  NR-7- PCMSO - Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – promover e preservar a saúde do trabalhador;  NR-9 – PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais;  NR-15 – Atividades e Operações Insalubres;  Portaria nº37 de 06/12/2002 –NR-32 – Segurança e Saúde do Trabalho nos Estabelecimentos de Assistência a Saúde (EAS).  Lei 11.105 24/03/2005 – Política Nacional de Biossegurança e outras e outras disposições.  CF-1988 , Arts. 7; Equipamentos de ProteçãoIndividual  Luvas (de procedimentos, estéreis): São necessárias para tocar material biológico, mucosas ou pele não intacta de todo paciente e para proceder acesso venoso;  Máscaras Cirúrgicas e protetores oculares: Previsão de respingo de material biológico;  Capotes (limpos, estéreis, plásticos, descartáveis), Jaleco: Necessários se houver respingos generalizados;  Protetor facial;  Sapatos, botas. epcs  Capela química  Cabines de segurança biológica  Chuveiro de emergência  Lava olhos  Manta ou cobertor
  5. 5.  Extintores de incêndio Avaliaçãodos Agentes Biológicos  1°: identificar o contaminante;  2°: coletar a amostra – de forma representativa;  3°: avaliar o problema de higiene exposto;  4°: equipamento de coleta: que permita uma ampla faixa de coleta e que assegure a sobrevivência dos organismos coletados;  A avaliação dos agentes biológicos consiste em comparar os resultados das medições com critérios que tenham em conta uma série de fatores:  Tipo de contaminantes e efeitos individuais e combinados;  Causas da contaminação;  Vias de entrada;  Tempo real de exposição;  Tipo de proteção utilizada e sua eficiência;  Vias de eliminação;  Melhorias técnicas que se podem adotar;  Tipo de atividade;  Observação: são as mesmas vias de ingresso dos agentes químicos, porém, neste caso, as vias digestivas e parenteral são tão importantes como a respiratória.  Via Respiratória – nariz, boca e pulmões  Percutânea – pele  Digestiva – boca e tubo digestivo  Parenteral – feridas, cortes e arranhões Técnicas de AmostragemAmbiental  São técnicas de coleta de microrganismos existentes no ar que respiramos, com o objetivo de realizar a avaliação no ambiente de trabalho.
  6. 6.  Sedimentação  Coleta em meio líquido – impinger  Filtração  Impactação  Coletor de Andersen  Coletor de fenda  Coletor RCS – centrífuga  Sistema de ar superficial Sedimentação  Consiste na exposição de placas de Petri ao ambiente durante um certo tempo.  É o método mais sensível de avaliar a contaminação biológica no ar.  Consiste em distribuir, nas zonas escolhidas para a amostragem, placas de Petri que contenham meios de cultura adequados e durante um tempo controlado.  Vantagens:  Baixo custo  Facilidade de manipulação  Desvantagens:  Não faz uma avaliação quantitativa do número de microrganismos.  O ambiente não pode ter correntes de ar.  T>=20 minutos, uma certa quantidade de microrganismos morre por secagem.  Não é possível coletar microrganismos contidos em partículas menores que três micrômetros.
  7. 7. Filtração  O ar amostrado passa através de um filtro de gelatina. Depois, o filtro é colocado em uma placa com um meio de cultura, ou dissolvido por um líquido apropriado, fazendo-se a contagem por métodos apropriados.  Vantagens:  Para microrganismos aerotransportados  Permite uma avaliação quantitativa  Desvantagens:  Limite no volume de coleta  Limite na coleta, de acordo com o número de colônias  Alguns microrganismos se perder no ar durante a filtração Técnicas de AmostragememSuperfícies  São utilizadas quando há possibilidade de contaminação dos equipamentos de trabalho, roupas, mobiliário, elementos de construção que atuem como depósito de contaminantes biológicos.  Placa de contato  Coloca-se a placa sobre a superfície a ser avaliada e se pressiona, mantendo-a imóvel durante o contato.  Esfregaço  Passa-se umchumaço de algodão estéril sobre a superfície a ser avaliada. Esse método objetiva amostrar locais de difícil acesso pelas placas de contato. Exercício  Cite, em ordem de prioridade, as principais medidas de proteção existentes na atividade hospitalar/laboratorial.  Na sua opinião, qual é a relação entre os resíduos sólidos hospitalares e a infecção hospitalar?

×