Paisagens geolc3b3gicas bruna-lopes-7c2ba2c2aa_2010-11

457 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
457
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Paisagens geolc3b3gicas bruna-lopes-7c2ba2c2aa_2010-11

  1. 1. Paisagens Geológicas Bruna Lopes 7º 2ª n.º 9
  2. 2. Paisagens Geológicas 1. Paisagens Magmáticas 1.1 Paisagens Graníticas As paisagens graníticas são formadas em profundidade, devido a erosão das rochas é possível encontrar granito á superfície. Devido aos agentes da meteorização e da erosão, as rochas graníticas vão-se fracturando, formando blocos arredondados - Caos de Blocos. ( Fig.1) Estas paisagens são típicas na Serra de Sintra, Estrela e no Gerês. Fig.1 - Caos de Blocos ( Serra de Sintra) Bruna Lopes 7º 2ª n.º 9
  3. 3. Paisagens Geológicas 1. Paisagens Magmáticas 1.2 Paisagens Basálticas Sendo o basalto uma rocha extrusiva, a paisagem mostra evidências vulcânicas, como cones vulcânicos (Fig.2) e caldeiras (Fig.3). A disjunção prismática (Fig.4) é um fenómeno que acontece durante o arrefecimento da lava, pela contracção e vai-se separando em colunas. Estas paisagens podem ser encontradas nos Arquipélagos dos Açores e Madeira, Portugal Continental e alguns elementos na Serra de Sintra e na zona de Mafra. Bruna Lopes 7º 2ª n.º 9 Fig.2 Cone vulcânico ( Vulcão do pico Açores) Fig.3 Caldeira vulcânica ( São Miguel Açores) Fig.4 Disjunção prismática ( São Miguel Açores)
  4. 4. Paisagens Geológicas 2. Paisagens Sedimentares Fig.5 Chaminés de fada (Parque Nacional do Cânion Bryce - USA) Fig.6 Bloco pedunculado (Alpalhão – Portugal) Fig.7 Marmita de gigante (Bourke’s Luck Potholes – África do Sul ) As rochas sedimentares formam um grupo diverso. Esta diversidade vê-se nas paisagens Geológicas às quais dão origem. São elementos típicos das paisagens sedimentares, as chaminés de fada (Fig.5), os blocos pedunculados (Fig.6) e as marmitas de gigante (Fig.7) . Formando-se a partir da acção da água e do vento nas rochas sedimentares. Bruna Lopes 7º 2ª n.º 9
  5. 5. Paisagens Geológicas 2. Paisagens Sedimentares 2.1 Relevo Cársico Nos locais onde há muito calcário, a erosão costuma originar o relevo cársico (Fig.8) (forma de relevo muito peculiar). É formado pela agua da chuva, que se comporta como um ácido , dissolvendo os minerais carbonatados, como calcite, existentes nos calcários. São exemplos do revelo cársico, as grutas e os campos de lapiás.Fig.8 – Relevo cársico (Alto de Brenas – Espanha) Bruna Lopes 7º 2ª n.º 9
  6. 6. Paisagens Geológicas 2. Paisagens Sedimentares 2.2 Estalactites e Estalagmites Nas grutas, as estalactites e as estalagmites formam-se pela precipitação da calcite que está dissolvida na água que goteja do tecto. Estas estruturas crescem alguns milímetros por ano, quando se unem formam uma coluna (Fig.9). Fig.9 - Estalactites, estalagmites e colunas (Gruta da Torrinha - Brasil) Bruna Lopes 7º 2ª n.º 9
  7. 7. Paisagens Geológicas 3. Paisagens Metamórficas As rochas metamórficas que mais existem em Portugal são os xistos (Fig.10). Estas rochas são facilmente erodidas, porque são mais frágeis perante a acção da água. É exemplo de uma paisagem metamórfica uma falésia no litoral (Fig.11) alentejano. Fig.10 Xistos ( Penedo Durão – Portugal) Fig.11 Paisagem xistosa ( Litoral Norte de Portugal) Bruna Lopes 7º 2ª n.º 9

×