Habilidades Interpessoais

948 visualizações

Publicada em

Trabalho mostra, as habilidade interpessoais necessárias em uma organização

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
948
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Habilidades Interpessoais

  1. 1. Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas – FACISA Aluno: Ricardo Kleber Braga Gonçalves Filho Igor Delgado de Almeida Curso: Administração Turno: Noite Disciplina: Gerência de Trabalho em Equipe Habilidades Interpessoais
  2. 2. Introdução: Mais gerentes são despedidos por deficiência de habilidades interpessoais do que por falta de habilidades técnicas no cargo. Uma vez que os gerentes conseguem que as coisas sejam feitas, em última instância, pelos outros, as competências em liderança, comunicação e outras habilidades interpessoais devem ser um pré-requisito para a eficácia gerencial.
  3. 3. Habilidades Interpessoais: A importância das Habilidades Interpessoais: Mais gerentes são despedidos por deficiência de habilidades interpessoais do que por falta de habilidades técnicas no cargo. Uma vez que os gerentes conseguem que as coisas sejam feitas, em última instância, pelos outros, as competências em liderança, comunicação e outras habilidades interpessoais devem ser um pré-requisito para a eficácia gerencial. Habilidades de Administração de Conflitos O Que É Administração de Conflitos? O conflito pode ter consequências positivas, como, por exemplo, manter os grupos de trabalho viáveis, autocríticos e criativos. A administração de conflitos requer a conservação de um nível ótimo de conflitos em um grupo. Pouco conflito cria estagnação. Muito conflito cria rupturas. Por Que a Administração de Conflitos É Importante? Um estudo sobre executivos de nível médio e superior revelou que a média dos gerentes gasta 20% de seu tempo lidando com conflitos. Qual É o seu Estilo Subjacente de Tratamento de Conflitos? Embora os gerentes possam mudar de acordo com a situação, seus estilos básicos indicam o modo mais provável como tenderão a se comportar e o tratamento que adotam com mais frequência. Seja Ponderado na Escolha dos Conflitos que Deseja Controlar: Nem todo conflito vale seu tempo e esforço para solucioná-lo. Além disso, alguns conflitos podem ser simplesmente incontroláveis. Dessa forma, os gerentes não devem se deixar seduzir pela crença ingênua de que podem solucionar eficazmente todos os conflitos. Avalie os Participantes do Conflito: Conhecer os participantes promove sucesso na administração dos conflitos.
  4. 4. Avalie a Fonte do Conflito: O conflito brota de três fontes: diferenças decomunicação, diferenças estruturais e diferenças pessoais. Diferenças decomunicação brotam de dificuldades semânticas, mal-entendidos e ruídos nos canais de comunicação. Uma vez que as organizações são horizontalmente diferenciadas pela especialização e departamentalização e verticalmente diferenciadas pela criação de níveis hierárquicos, a diferenciação estrutural pode criar conflitos. A terceira fonte de conflito são as diferenças pessoais: a sua maneira de ver e os sistemas de valores pessoais. Habilidades de Negociação: Negociação é um processo no qual duas ou mais partes trocam bens ou serviços e tentam encontrar um acordo quanto ao denominador comum para os mesmos. Observe que os termos negociação e barganha são empregados de modo intercambiável. Estratégias de Barganha: Dois métodos de negociação são a barganha distributiva e a barganha integrativa: - Barganha Distributiva. Ao negociarem o preço de um carro usado, comprador e vendedor estão envolvidos em barganha distributiva. Esse tipo de barganha é um jogo de soma zero: qualquer ganho que uma parte obtém se dá às custas da outra. Por isso, a essência da barganha distributiva é negociar sobre quem obterá qual fatia de um bolo de tamanho fixo. - Barganha Integrativa. Essa técnica supõe que existemais de um acordo capaz de criar uma solução satisfatória para ambas as partes. Em geral ela é preferível à barganha distributiva porque constrói relações de longo prazo, já que cada um dos negociadores pode deixar a mesa de negociação sentindo que alcançou uma vitória. Para que a barganha integrativa seja bem-sucedida, os negociadores devem ser abertos, sinceros, sensíveis, dignos de confiança e flexíveis. Desenvolvendo Habilidades para uma Negociação Eficaz: -Investigue Seu Oponente. - Comece com uma Proposta Positiva. - Concentre-se nos Problemas, Não nas Personalidades. - Dedique Pouca Atenção Às Ofertas Iniciais. - Enfatize as Soluções que Sejam Satisfatórias a Ambas as Partes. - Crie um Clima de Franqueza e Confiança. - Esteja Aberto para Aceitar Ajuda de Terceiros.
  5. 5. Habilidade de Delegação: Delegação é a atribuição de autoridade para que outra pessoa realize atividades específicas. Ao contrário da tomada de decisões participativa onde há um compartilhamento da autoridade, os subordinados tomam suas próprias decisões. Barreiras à Delegação. Os gerentes não delegam por cinco razões: 1. Os gerentes pensam estar abrindo mão de poder e controle quando delegam. 2. Muitos gerentes acham que delegar é abdicar. 3. Muitos gerentes não têm confiança em seus subordinados ou temem sercriticados por seus erros. 4. Muitos gerentes tendem a fazer as coisas que são interessantes, rápidas efáceis. 5. Muitos gerentes são inseguros e temem que a delegação possa corroerseu próprio cargo. Desenvolvendo Habilidades para uma Delegação Eficaz: - Esclarecer a Tarefa. - Especifique a Margem de Liberdade do Subordinado. - Permita que o Subordinado Participe. - Informe aos Outros que a Delegação Ocorreu. - Quando Surgirem Problemas, Insista em que o Subordinado faça Recomendações. - Estabeleça Controles de Feedback. Habilidade de Aconselhamento: Aconselhamento é a discussão de um problema com um funcionário visando sua solução ou ajudar o funcionário a lidar melhor com ele. Aconselhar não é a mesma coisa que treinar. O treino está voltado a questões de habilidade, ao passo que aconselhar diz respeito a problemas pessoais. Tipos de Aconselhamento: Aconselhamento Diretivo. Esta técnica abrange os gerentes que ouvem os problemas do funcionário, decidem o que deve ser feito e dizem ao funcionário o que ele deve fazer. Neste caso, o gerente está no controle. Aconselhamento Não-Diretivo. Este estilo se baseia na crença de que as pessoas conseguem resolver seus próprios problemas com a ajuda de um ouvinte solidário. Embora os gerentes ouçam, a palavra final é do funcionário.
  6. 6. Aconselhamento Participativo. Esta abordagem é o meio termo entre o aconselhamento diretivo e o não diretivo. O gerente é um ouvinte ativo e oferece observações e conselho. O aconselhamento participativo é congruente com a concepção de que os gerentes, em lugar de chefiar as pessoas, delegam-lhes poder. Desenvolvendo Habilidades para um aconselhamento Eficaz: - Crie um ambiente sem ameaças e que encoraje a discussão. - Enfatize a confidencialidade. - Escute pacientemente. - Evite dar conselhos precipitados. - Use suas habilidades de audição ativa. - Forneça respostas de apoio. - Concentre-se nas expectativas de desempenho no trabalho. - Ajude o funcionário a identificar e articular o problema. - Ajude o funcionário a considerar várias alternativas de solução do problema. - Não resolva o problema pelo funcionário. - Encoraje o funcionário a articular um plano de ação. - Transfira a outrem problemas que estejam fora de sua competência. Habilidade Política: Política se refere a quem consegue o quê, quando e como. Politicagem é praticar as ações que lhe são possíveis para influenciar ou tentar influenciar a distribuição de vantagens e desvantagens dentro de sua organização. Os que possuem boas habilidades políticas têm capacidade para usufruir eficazmente das bases de seu poder. Por Que Existe Política nas Organizações? Uma vez que se constituem de indivíduos com diferentes valores, metas e interesses, as organizações possuem potencial para conflito. Os recursos são limitados e, por isso, nem todos os interesses podem ser garantidos. Além disso, os funcionários percebem que os ganhos de uma pessoa significam perdas para outras. Dessa forma, esses fatores criam uma atmosfera competitiva. Outro fator é que muitos dos “fatos” utilizados para alocar os recursos limitados estão abertos à discussão. Finalmente, considerando que a maioria das decisões é tomada em um clima de ambiguidade, as pessoas nas organizações utilizarão sua influência para “tingir” os fatos de modo a obter apoio para suas prioridades.
  7. 7. Desenvolvendo Habilidades Políticas Eficazes: - Estruture os Argumentos em Metas Organizacionais. - Desenvolva a Imagem Certa. - Obter Controle sobre os Recursos da Organização. - Fazer-se Parecer Indispensável. - Seja Visível. - Consiga um Orientador. - Desenvolva Aliados Poderosos. - Evite Elementos “Marcados”. - Apoie seu Chefe. Conclusão: Habilidade interpessoal é a aptidão para interagir socialmente, compreendendo e cativando pessoas e objetivos. Aquele que possui habilidade interpessoal favorece um ambiente não egocêntrico ao deixar de lado características extremamente vaidosas: valorizar e reconhecer as qualidades do outro integram seu talento.

×