Travessia - Reforma Íntima

1.184 visualizações

Publicada em

Jesus é a Fonte da Água Viva!
O que representa a metáfora do deserto?
- Na Travessia de Moisés
- Nas Tentações de Cristo
- Na Conversão de Paulo de Tarso
- Nas nossas vidas

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.184
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Travessia - Reforma Íntima

  1. 1. TravessiaTravessia Reforma Íntima
  2. 2. O queO que representa arepresenta a Travessia?Travessia?
  3. 3. 3 Êxodo do Egito Moisés guiou seu povo por 40 anos pelo deserto até chegar a Terra Prometida
  4. 4. 4 Os 10 Mandamentos
  5. 5. 5 Por que Moisés tomou o caminho mais longo?
  6. 6. 6 O que representa a metáfora do deserto?
  7. 7. 7 Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado...
  8. 8. 8 e, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome
  9. 9. 9 Primeira Tentação de Cristo e, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães. Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus (Deut. 8:3).
  10. 10. 10 Segunda Tentação de Cristo E disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança- te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces em alguma pedra (Salmos 90:11s). 7 Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus (Deut. 6:16).
  11. 11. 11 Terceira Tentação de Cristo Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles. E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás (Deut.6:13)
  12. 12. 12 Por que vivemos em um mundo classificado como de Provas (Tentações) e Expiações?
  13. 13. 13 O Grande Convertido Saulo se transforma em Paulo, o maior divulgador do boa nova
  14. 14. 14 Perseguidor dos Cristãos
  15. 15. 15 Não existiria Paulo sem Estevão “Senhor, não lhes imputes este pecado” (Atos 7:60). “Saulo, porém, assolava a igreja, entrando pelas casas e, arrastando homens e mulheres, encerrava- os no cárcere” (Atos 8:3).
  16. 16. 16 A Conversão a Caminho de Damasco
  17. 17. 17 A Conversão a Caminho de Damasco Saulo!... Saulo!.... porque me persegues? Quem sois vós Senhor? Eu sou Jesus!... Não recalcitres contra os aguilhões. Saulo compreendeu e chorou. Sim, ele era a ovelha perdida, Jesus era o Pastor amigo que carinhosamente procurava salvá-lo. Senhor!... Que quereis que eu faça?
  18. 18. 18 Fechar os olhos materiais para abrir os olhos espirituais
  19. 19. 19 Encontro com Ananias A conselho de Ananias, procurou o deserto para meditar, porque tudo o que é de Deus, reclama grande paz e profunda compreensão. Além do mais há ainda a necessidade do sofrimento. Só a dor, nos ensina a sermos humanos.
  20. 20. 20 O que representa a metáfora do deserto?
  21. 21. 21 Um Oásis no Deserto Três anos no deserto para ser perdoado e, principalmente, se perdoar
  22. 22. 22 Necessidade de Divulgar a Boa Nova Jesus é um socorro do céu. Tardar na sua mensagem é delongar o desespero dos homens. Alias, a palavra evangelho, significa boas notícias. É indispensável espalhar essas notícias nos planos mais elevados da vida! Emmanuel, Livro Paulo e Estevão, Psicografia de Chico Xavier
  23. 23. 23 As viagens de Paulo
  24. 24. 24 Cartas de Paulo
  25. 25. 25 Cartas de Paulo Em tudo dai graças a Deus em nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Efésios 5:20 Tudo concorre para o bem daqueles que amam ao Senhor. Romanos 8:28 Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes, em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração com ações de graças. Romanos 8:28
  26. 26. 26 Cartas de Paulo Já não sou mais eu que vivo, mas o Cristo que vive em mim. 1° Corintios 2, 14 e 15 Não vos conformeis com o Mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento. 1° Corintios 2, 14 e 15 Ninguém se glorie nos homens sábios, porque tudo é vosso; seja o Mundo, ou a vida, ou a morte; tudo é vosso e vós de Cristo, e Cristo de Deus. 1°Corintios 3: 21 e 23
  27. 27. 27 Cartas de Paulo Para que a palavra de Deus não seja blasfemada, em tudo dê o exemplo com boas obras.Tito 2:7 O amor tudo sofre; O amor tudo crê; O amor tudo espera; O amor tudo suporta. 1°Corintios 13:7 Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém 1°Corintios 6:12
  28. 28. 28 Cartas de Paulo
  29. 29. 29 O que representa a metáfora do deserto?
  30. 30. 30 O Deserto pode ser... Perda da saúde? Perda de todos os bens materiais? Separação dos entes queridos? Um desafio intransponível? Não viver o seu propósito de vida?
  31. 31. 31 É tempo de Travessia...
  32. 32. 32 A Travessia é inevitável!
  33. 33. 33 A Travessia é pessoal! "Existem pessoas que se sentem ofendidas, magoadas por qualquer coisa: à mais leve contrariedade, se sentem humilhadas... Ora, nós não viemos a este mundo para nos banhar em águas de rosas... Somos espíritos altamente endividados - dentro de nós o passado ainda fala mais alto... Não podemos ser tão suscetíveis assim..."
  34. 34. 34  Depois que me aposentar quero dar um pouco do que recebi...  Quando tiver tempo sobrando irei ajudar muita gente...  Algo me incomoda, tenho vontade de ajudar, mas primeiro preciso me organizar...  Ah se eu ganhasse na loteria... Ai sim poderia fazer toda a caridade que desejo. (Deus, dá um ajudinha com a Mega da Virada...)  Quando meus filhos estiverem grandes vou trabalhar no centro espírita ou na casa de oração que frequento...  Estou me equilibrando para depois poder ajudar no equilíbrio dos meus semelhantes... Hoje, não teria o que doar... A Travessia é aqui e agora!
  35. 35. 35 A Travessia é usar o seu potencial para o bem comum! Se você tem todos os ingredientes, o que lhe impede de fazer o bolo?
  36. 36. 36 A Travessia é Despertar!
  37. 37. 37 Como chamamos a Travessia no Espiritismo?
  38. 38. 38 O que é Reforma Íntima? A Reforma Íntima é um processo contínuo de autoconhecimento, de conhecimento de nossa intimidade espiritual,modelando- nos progressivamente na vivência evangélica, em todos os sentidos da nossa existência. É a transformação do homem velho, carregado de tendências e erros seculares, no homem novo, atuante na implantação dos ensinamentos do Divino Mestre, dentro e fora de si.
  39. 39. 39 Reforma Íntima em 12 Passos 1) Postura de aprendiz (Buscar o novo) 2) Observação de si mesmo (Conhecimento das nossas emoções) 3) Renúncia (Seletividade social) 4) Aceitação da Sombra (Aceitar e não destruir o que fomos) 5) Autoperdão (Aceitação e recomeço) 6) Cumplicidade com a decisão de crescer (Severidade e disciplina) Reforma Íntima sem Martírio, Ermance Dufaux, Psicografia Wanderley Soares de Oliveira
  40. 40. 40 Reforma Íntima em 12 Passos 7) Vigilância (Cuidar da vida mental) 1) Oração (Terapia da Mente) 2) Tolerância (Complacência sem conivência) 3) Amor Incondicional (Sem o autoamor vira “tortura íntima”) 4) Socialização (Grupos de Educação Espiritual) 5) Caridade (Dínamo de Sentimentos Nobres)
  41. 41. 41 “Se eu falar as línguas dos homens e dos anjos, e não tiver caridade, sou como o metal que soa, ou como o sino que tine. E se eu tiver o dom de profecia, e conhecer todos os mistérios, e quanto se pode saber; e se tiver toda a fé, até a ponto de transportar montanhas, e não tiver caridade, não sou nada. E se eu distribuir todos os meus bens em o sustento dos pobres, e se entregar o meu corpo para ser queimado, se todavia não tiver caridade, nada disto me aproveita." Para encerrarmos, a Caridade Segundo Paulo
  42. 42. 42 A Pergunta que fica (maiêutica).... Que “deserto” eu ainda preciso atravessar para realizar a minha Reforma Íntima?
  43. 43. 43 Referências  O Evangelho Segundo o Espiritismo – Allan Kardec  O Livro dos Espíritos – Allan Kardec  Livro Paulo e Estevão, Emmanuel, Psicografia de Chico Xavier  Portal do Espírito -  Rede Amigo Espírita -  Livro Vigilância, Joanna de Ângelis, Psicografia de Divaldo Franco.  Livro Reforma Íntima sem Martírio, Ermance Dufaux, Psicografia Wanderley Soares de Oliveira

×