SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 37
DOR DOS DOIS
LADOS DA VIDA
5a. edição
http://www.setembroamarelo.org.br/
MÊS DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO
• Não devemos culpar quem se foi e voltou forçosamente
para o plano espiritual.
• Não devemos culpar quem ficou, achando que poderia ter
feito algo a mais.
• Não devemos nos culpar, seja
em qual lado da vida nós estivermos!
É hora de praticarmos o
não-julgamento!
Deus é eterno, imutável, imaterial, único, onipotente,
soberanamente justo e bom.
116. Haverá Espíritos que se conservem eternamente nas ordens
inferiores?
“Não; todos se tornarão perfeitos. Mudam de ordem, mas
demoradamente, porquanto, como já doutra vez dissemos, um pai
justo e misericordioso não pode banir seus filhos para sempre.
Pretenderias que Deus, tão grande, tão bom, tão justo,
fosse pior do que vós mesmos?”
O Livro dos Espíritos, Allan Kardec, Introdução4
www.cvv.org.br, Centro de Valorização da Vida, Programa de
Prevenção do Suicídio e Saúde Mental
UM SUICÍDIO AFETA EM MÉDIA
5 A 6 PESSOAS. SÃO OS
CHAMADOS SOBREVIVENTES.
EM UMA SALA COM 30
PESSOAS, 5 DELAS JÁ
PENSARAM EM SUICÍDIO
5
800 mil mortes a cada ano.
O número é maior que o de
todos homicídios no mundo
Segunda causa de
morte entre jovens
de 15 a 29 anos
45% mais
chances de um
jovem negro se
matar do que um
branco
No Brasil
4X
mais homens se
suicidam, mas as
mulheres tentam mais
36%que se
suicidaram no
mundo, tinham
depressão
17% dos brasileiros já
pensaram seriamente
em se matar, 4,8%
fizeram planos e 2,8%
tentaram
79%
dos suicídios
ocorreram em países
de baixa e média renda
O índice é
200% maior
nos povos
indígenas
de 2000 a 2015,
65% de aumento
entre jovens de 10 a
14 anos
A maior
incidência é
entre idosos, 8,9
a cada 100 mil
6
Fonte: Pesquisa de 15.629 casos de suicídio, José Manuel Bertolote da UNESP e
Alexandra Fleishmann, pesquisadora suíça,20027
88
• Os suicidas não tem direito a seguro de vida.
• Os suicidas eram excomungados pela Igreja. Perdia o direito a votos
fúnebres e a ser enterrado em um cemitério cristão.
• Códigos civis e penais tem punições para os suicidas.
• Os suicidas são vistos como fracos e covardes e não doentes como
realmente são!
• Frase de médicos que deveriam auxiliá-los: “Se é para se matar, por
que não faz direito!”
• Segundo o CVV, “O suicídio foi e continua sendo um tabu entre a
maioria das pessoas. É um assunto proibido e que agride várias
crenças religiosas.”
Algumas frases extraídas do filme “De Si, Tirou”,
https://www.youtube.com/watch?v=sKzQZIUA4gs9
1. “Falar sobre suicídio pode encorajá-lo.”
2. “Somente doentes mentais ou clinicamente deprimidos
fazem sérias tentativas de suicídio.”
3. “Se uma pessoa já pensou seriamente em se matar, ela
será sempre um suicida.”
4. “O suicídio é um ato de covardia (ou coragem).”
5. “Pessoas que se matam não avisam a ninguém.”
6. “Pessoas que se matam sempre deixam
alguma mensagem.”
10
Livro Viver é a Melhor Opção, André Trigueiro
7. “Quem fala sobre suicídio está tentando apenas chamar a
atenção.”
8. “A melhoria do estado emocional elimina o risco do
suicídio.”
9. “Depois que uma pessoa tenta se matar é improvável que
ela tente novamente.”
10. “Uma tentativa de suicídio mal sucedida significa que a
pessoa não estava realmente determinada a se matar”
Livro Viver é a Melhor Opção, André Trigueiro
11
• Credo, isso é pecado!
• Não acredito que você tá
pensando nisso!
• Pra que chorar?
• Você sempre teve tudo
do bom e do melhor!
Frases que
Devemos Evitar
www.cvv.org.br
Centro de Valorização da Vida
1. Não tenha medo de tocar no assunto. Diga a pessoa que ela parece
diferente, mais triste, e que isso preocupa você. Mostre que ela não está sozinha.
2. Evite clichês e frases prontas. Aborde o tema de modo respeitoso e
afável. Não diga coisas como “amanhã é outro dia”, “eu já passei por isso e venci” ou
“há pessoas em situação muito pior”. Frases assim desqualificam o sentimento,
podendo inclusive agravar o quadro.
3. Ouça a pessoa. Esteja disposto a ouvir tudo o que o outro tem a falar.
Mantenha contato visual e responda sempre em tom gentil. (Escuta Ativa)
4. Encaminhe-a a um tratamento. Mostre a pessoa que não há problema
em buscar ajuda e que ela não deve ter vergonha. Se for o caso, você mesmo pode
agendar uma consulta e acompanhá-la.
Fonte: Revista Superinteressante, “Por quem os sinos dobram”, Julho/2019
13
“Aqui onde estamos, num planeta de expiações e provas,
a dor e o sofrimento ainda cumprem uma função
pedagógica importante.
Não se trata de punição ou castigo, infortúnio ou azar. Os
dissabores da vida trazem lições importantes que nos
ajudam a compreender melhor o que ainda nos falta para
dar mais um passo importante à frente.”
Livro Viver é a Melhor Opção, André Trigueiro
14
943 - Donde nasce o desgosto da vida, que, sem motivos
plausíveis, se apodera de certos indivíduos?
Efeito da ociosidade, da falta de fé e,
também, da saciedade.
Para aquele que usa de suas faculdades com fim útil e de acordo com as
suas aptidões naturais, o trabalho nada tem de árido e a vida se escoa mais
rapidamente. Ele lhe suporta as vicissitudes com tanto mais
paciência e resignação, quanto obra com o fito da felicidade
mais sólida e mais durável que o espera.
O Livro dos Espíritos, Desgosto da Vida. Suicídio, Allan Kardec15
A incredulidade, a simples dúvida sobre o futuro, as ideias
materialistas, numa palavra, são os maiores incitantes ao
suicídio; ocasionam a frouxidão moral.
Quando homens de ciência, apoiados na autoridade do seu
saber, se esforçam por provar aos que os ouvem ou leem que
estes nada têm a esperar depois da morte, não estão de fato
levando-os a deduzir que, se são desgraçados, coisa melhor
não lhes resta senão se matarem?
O Evangelho Segundo o Espiritismo,
Capítulo V – Bem-aventurados os Aflitos, Suicídio e Loucura, Allan Kardec
16
Que lhes poderiam dizer para desviá-los dessa consequência?
Que compensação lhes podem oferecer? Que esperança lhes
podem dar? Nenhuma, a não ser o nada.
A propagação das doutrinas materialistas é, pois, o veneno
que inocula a ideia do suicídio na maioria dos que se
suicidam, e os que se constituem apóstolos de semelhantes
doutrinas assumem tremenda responsabilidade.
O Evangelho Segundo o Espiritismo,
Capítulo V – Bem-aventurados os Aflitos, Suicídio e Loucura, Allan Kardec
17
O Céu e o Inferno
Capítulo V – Suicidas, Allan Kardec
Suicidas do século
XIX foram evocados
para nos contar o
que encontraram
“depois da porta”
18
Em temos de guerra, um negociante suicidou-se. Foi evocado um ano
depois.
Motivo: Fazer com que seu único filho não fosse à guerra. Inspirado pelo
amor paterno, por isto a pensa será abreviada.
Situação: Sofre muito, mas acredita que a família o perdoará. Sente que
sofre com justiça, pois lhe faltou a confiança em Deus.
Missão interrompida: A sua ação talvez impediu a
realização dos destinos do filho; ao demais, ele não
tinha a certeza de que aquele sucumbiria na guerra.
O Céu e o Inferno, Capítulo V – Suicidas, Allan Kardec19
Um pobre infeliz que aos 67 anos, carregador de sirga, se matou.
Motivo: Vencido pelo desgosto da miséria, faltou-lhe a coragem.
Entregou-se a embriaguez no final da vida.
Situação: Se sente torturado e sofre muito. Durante 6 anos se via ainda
o momento do suicídio se repetir.
Missão interrompida: Prova da miséria.
20 O Céu e o Inferno, Capítulo V – Suicidas, Allan Kardec
Mãe negociante se suicida no celeiro após filho gravemente doente
desencarnar.
Motivo: Mãe queria ficar com filho, mesmo depois de sua morte.
Situação: Revoltada com Deus por não poder encontrar seu filho. O filho
desencarnado sobre pelo ato da mãe. Em vez de unir no futuro o
suicídio retardou o reencontro.
Missão interrompida: Resignação com a morte do filho.
Aceitar os desígnios da providência divina.
21 O Céu e o Inferno, Capítulo V – Suicidas, Allan Kardec
Um homem instruído e sem esperança provocou o auto extermínio. Foi
evocado 2 anos depois de desencarnado.
Motivo: Extremamente saturado de ideias materialistas, não acreditando em
Deus nem na existência da alma. Tédio de uma vida sem esperança.
Situação: Sofre atormentado, se considera desprezado pela sociedade. Se
sente forçado a acreditar em Deus. Questiona: Por que não existe o nada?
Missão interrompida: Foi mau na última encarnação e
pediu para viver na incerteza, para domar o orgulho e se
submeter à vontade de Deus.
22 O Céu e o Inferno, Capítulo V – Suicidas, Allan Kardec
Homem rico, instruído, poeta de espírito, possuidor de caráter são,
obsequioso e ameno, de perfeita honradez cometeu suicídio.
Motivo: Falsas especulações comprometeram-lhe a fortuna, e, não lhe
sendo possível repará-la em razão da idade avançada, cedeu ao desânimo.
Situação: Se comunica bem, apesar de reconhecer que está em um lugar
promíscuo. Na verdade sofre muito, mas não quer aparentar.
Missão interrompida: Reunir forças para resistir ao suicídio.
Era a quarta vez que sucumbia.
23 O Céu e o Inferno, Capítulo V – Suicidas, Allan Kardec
“A obsessão, como as enfermidades e
todas as tribulações da vida, deve ser considerada
prova ou expiação e como tal aceita.”
O Evangelho Segundo o Espiritismo - Cap. XXVIII, Coletânea de preces24
“O suicídio não consiste somente no ato voluntário que
produz a morte instantânea, mas em tudo quanto se faça
conscientemente para apressar a extinção das forças
vitais.” O Céu e o Inferno
Capítulo V – Suicidas, Allan Kardec
André Luiz, 8 anos no
Umbral sendo chamado
de suicida sem entender
o motivo.
“A oração nem sempre nos retira do
sofrimento, mas sempre nos reveste de
forças para suportá-lo”
Em todos os relatos descritos anteriormente, os
suicidas suplicam que rezem por eles.
26 Meimei
O remédio químico nos ajudará a recuperar
o equilíbrio físico-mental27
• Durkein, um sociólogo francês do séc. XIX, criou o conceito de
que quanto maior os laços sociais de uma comunidade,
menores as taxas de suicídio.
• Hábito de entender o outro. Oi, tudo bem?
• Conversar e ouvir o outro, com sincero interesse.
• Apoiar o outro na sua dor. Só ele sabe a dor que está sentindo.
• Praticar o não-julgamento. Ainda, somos todos doentes neste
planeta de provas e expiação
• Refletir sobre quem é nosso próximo?
Algumas frases extraídas e inspiradas no filme “De Si, Tirou”,
https://www.youtube.com/watch?v=sKzQZIUA4gs28
- Qual o sentido da vida?
- De onde viemos? Para onde vamos?
- Por que eu sofro? Quais são os meus vícios? Quais
são as minhas virtudes?
- Qual é minha missão
nesta vida?
- Por que nosso Pai é
justo e misericordioso?
29
Allan Kardec
30
Com o Espiritismo, tornada impossível a dúvida, muda o aspecto
da vida.
A calma e a resignação hauridas da maneira de considerar a vida
terrestre e da confiança no futuro dão ao espírito uma serenidade
que é o melhor preservativo contra a loucura e o suicídio.
O crente sabe que a existência se prolonga indefinidamente para
lá do túmulo, mas em condições muito diversas; donde a paciência
e a resignação que o afastam muito naturalmente
de pensar no suicídio; donde, em suma, a coragem moral.
O Evangelho Segundo o Espiritismo,
Capítulo V – Bem-aventurados os Aflitos, Suicídio e Loucura, Allan Kardec
31
Sermão da Montanha
32
Vinde a mim, vós que sofreis e vos achais sobrecarregados, e eu vos aliviarei.
Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei comigo, que sou brando e humilde de
coração, e achareis repouso para vossas almas, pois é suave o meu jugo e leve
o meu fardo.
Bem-aventurados os que choram e sofrem, porque serão consolados.
Bem-aventurados os famintos e os sequiosos de justiça, pois que serão
saciados.
Bem-aventurados os que sofrem perseguição por amor à justiça, pois que é
deles o reino dos céus.
Bem-aventurados vós, que sois pobres, porque vosso é o reino dos céus.
Bem aventurados vós que agora tendes fome, porque sereis saciados. Ditosos
sois, vós que agora chorais, porque rireis.
Deus não quer a morte do pecador, mas que ele viva e se arrependa.
Memórias de um Suicida, Yvonne A. Pereira, espírito Camilo C. Branco e Léon Denis33
O Filho de Deus veio buscar e salvar o que se havia perdido.
Das ovelhas que o Pai me confiou, nenhuma se perderá.
Se queres entrar no reino de Deus, vem, toma a tua cruz e segue-me...
Eu sou o Grande Médico das almas e venho trazer-vos o remédio que
vos há de curar. Os fracos, os sofredores e os enfermos são os meus
filhos prediletos.
Venho salvá-los! Vinde pois a mim, vós que sofreis e vos achais
oprimidos, e sereis aliviados e consolados.
Venho instruir e consolar os pobres deserdados.
Venho dizer-lhes que elevem a sua resignação ao nível de suas
provas, que chorem, porquanto a dor foi sagrada no Jardim das Oliveiras;
mas que esperem, pois que também a eles os anjos consoladores lhes
virão enxugar as lágrimas.
34
Vossas almas não estão esquecidas; eu, o Divino Jardineiro, as
cultivo no silêncio dos vossos pensamentos.
Deus consola os humildes e dá força aos aflitos que lha pedem.
Seu poder cobre a Terra e, por toda a parte, junto de cada lágrima
colocou Ele um bálsamo que consola.
Nada fica perdido no reino do nosso Pai e os vossos suores e
misérias formam o tesouro que vos tornará ricos nas esferas
superiores, onde a luz substitui as trevas e onde o mais
desnudo dentre todos vós será talvez
o mais resplandecente!
35
Memórias de um Suicida, Yvonne A. Pereira,
pelo espírito Camilo Castelo Branco e Léon Denis35
Como eu posso
ser exemplo de perdão,
aceitação e
fé na vida futura?
https://pt.slideshare.net/ricardoazevedo9216/
• O Céu e o Inferno, Allan Kardec
• O Livro dos Espíritos, Allan Kardec
• O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec
• Viver é a Melhor Opção, André Trigueiro
• Artigo O suicídio à luz da doutrina espírita, Revista Ecológico,
http://www.revistaecologico.com.br
• Memórias de um Suicida, Yvonne A. Pereira, pelo espírito Camilo Candido Botelho
• Livro Após a Tempestade, Joanna de Angelis, Psicografia Divaldo Pereira Franco
• Livro Parnaso de Além-Túmulo, Psicografia Francisco Cândido Xavier, Autores Diversos
• Centro de Valorização da Vida, Material do Programa de Prevenção do Suicídio e Saúde
Mental, www.cvv.org.br
• Frases extraídas do filme “De Si, Tirou”, https://www.youtube.com/watch?v=sKzQZIUA4gs
• Livro Doutrinação para Iniciantes, Luiz Gonzaga Pinheiro.
• Revista Superinteressante, artigo “Por quem os sinos dobram”, Julho/2019

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra espirita, Influência do organismo
Palestra espirita, Influência do organismoPalestra espirita, Influência do organismo
Palestra espirita, Influência do organismoEdson Rodrigues
 
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direitaCap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direitagmo1973
 
O espiritismo e a regeneração da humanidade
O espiritismo e a regeneração da humanidadeO espiritismo e a regeneração da humanidade
O espiritismo e a regeneração da humanidadeGraça Maciel
 
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª ParteProgressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª ParteDenise Aguiar
 
Ajuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráAjuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráLisete B.
 
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2Tiburcio Santos
 
Estudos do evangelho " A lei de amor".
Estudos do evangelho " A lei de amor".Estudos do evangelho " A lei de amor".
Estudos do evangelho " A lei de amor".Leonardo Pereira
 
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuProgressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuEduardo Ottonelli Pithan
 
Missão dos Espíritas
Missão dos EspíritasMissão dos Espíritas
Missão dos EspíritasAntonino Silva
 
Temor da Morte
Temor da MorteTemor da Morte
Temor da Morteigmateus
 
O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6Graça Maciel
 

Mais procurados (20)

Palestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucuraPalestra Espírita - Suicidio e loucura
Palestra Espírita - Suicidio e loucura
 
Parentela Corporal E Espiritual2
Parentela Corporal E Espiritual2Parentela Corporal E Espiritual2
Parentela Corporal E Espiritual2
 
Família material e espiritual
Família material e espiritualFamília material e espiritual
Família material e espiritual
 
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITASMISSÃO DOS ESPÍRITAS
MISSÃO DOS ESPÍRITAS
 
Palestra espirita, Influência do organismo
Palestra espirita, Influência do organismoPalestra espirita, Influência do organismo
Palestra espirita, Influência do organismo
 
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direitaCap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
 
Honrar pai e mãe
Honrar pai e mãeHonrar pai e mãe
Honrar pai e mãe
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
 
O espiritismo e a regeneração da humanidade
O espiritismo e a regeneração da humanidadeO espiritismo e a regeneração da humanidade
O espiritismo e a regeneração da humanidade
 
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª ParteProgressão dos Espíritos - 1ª Parte
Progressão dos Espíritos - 1ª Parte
 
Cei 100224-i-cap. 6-doutrina das penas eternas
Cei 100224-i-cap. 6-doutrina das penas eternasCei 100224-i-cap. 6-doutrina das penas eternas
Cei 100224-i-cap. 6-doutrina das penas eternas
 
Ajuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráAjuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudará
 
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
Curso ESDE cap3 separação da alma e do corpo 20160801 v2
 
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
 
Palestra 14 o evangelho no lar
Palestra 14 o evangelho no larPalestra 14 o evangelho no lar
Palestra 14 o evangelho no lar
 
Estudos do evangelho " A lei de amor".
Estudos do evangelho " A lei de amor".Estudos do evangelho " A lei de amor".
Estudos do evangelho " A lei de amor".
 
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuProgressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
 
Missão dos Espíritas
Missão dos EspíritasMissão dos Espíritas
Missão dos Espíritas
 
Temor da Morte
Temor da MorteTemor da Morte
Temor da Morte
 
O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6O consolador prometido - n. 6
O consolador prometido - n. 6
 

Semelhante a Prevenção ao Suicídio - Causas, Mitos e Como Ajudar

Suicídio - Dor dos dois lados da vida - 4a. edição
Suicídio - Dor dos dois lados da vida - 4a. ediçãoSuicídio - Dor dos dois lados da vida - 4a. edição
Suicídio - Dor dos dois lados da vida - 4a. ediçãoRicardo Azevedo
 
Aula 13 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Suicídio Falsa Solução
Aula 13 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Suicídio Falsa SoluçãoAula 13 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Suicídio Falsa Solução
Aula 13 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Suicídio Falsa SoluçãoSergio Lima Dias Junior
 
O suicídio não resolve seu problema
O suicídio não resolve seu problemaO suicídio não resolve seu problema
O suicídio não resolve seu problemaHelio Cruz
 
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptxFLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptxssuser9b8021
 
Sobre a morte_e_o_morrer_elisabeth_kuble (2)
Sobre a morte_e_o_morrer_elisabeth_kuble (2)Sobre a morte_e_o_morrer_elisabeth_kuble (2)
Sobre a morte_e_o_morrer_elisabeth_kuble (2)ciceroferreira23
 
Cei 100428-ii-cap.5 e 6-espíritos suicidas e criminosos arrependidos
Cei 100428-ii-cap.5 e 6-espíritos suicidas e criminosos arrependidosCei 100428-ii-cap.5 e 6-espíritos suicidas e criminosos arrependidos
Cei 100428-ii-cap.5 e 6-espíritos suicidas e criminosos arrependidosCarlos Alberto Freire De Souza
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosEduardo Ottonelli Pithan
 
Suicídio e loucura cap. 5 ese itens 14 a 17
Suicídio e loucura cap. 5 ese itens 14 a 17Suicídio e loucura cap. 5 ese itens 14 a 17
Suicídio e loucura cap. 5 ese itens 14 a 17Henrique Vieira
 
Diga não ao suicídio
Diga não ao suicídioDiga não ao suicídio
Diga não ao suicídioHelio Cruz
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 78 - Segundo a Carne
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 78 - Segundo a CarneSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 78 - Segundo a Carne
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 78 - Segundo a CarneRicardo Azevedo
 
Chico Xavier e a Desencarnação de Familiares _Texto
Chico Xavier e a Desencarnação de Familiares _TextoChico Xavier e a Desencarnação de Familiares _Texto
Chico Xavier e a Desencarnação de Familiares _TextoADALBERTO COELHO DA SILVA JR
 
SUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITA
SUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITASUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITA
SUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITALuan Silva
 
EM DEFESA DA VIDA (1).pptx
EM DEFESA DA VIDA (1).pptxEM DEFESA DA VIDA (1).pptx
EM DEFESA DA VIDA (1).pptxDiego Rodrigues
 
Consequencias do suicidio no plano Espiritual
Consequencias do suicidio no plano EspiritualConsequencias do suicidio no plano Espiritual
Consequencias do suicidio no plano EspiritualMarta Gomes
 
A covardia moral
A covardia moralA covardia moral
A covardia moralHelio Cruz
 

Semelhante a Prevenção ao Suicídio - Causas, Mitos e Como Ajudar (20)

Suicídio - Dor dos dois lados da vida - 4a. edição
Suicídio - Dor dos dois lados da vida - 4a. ediçãoSuicídio - Dor dos dois lados da vida - 4a. edição
Suicídio - Dor dos dois lados da vida - 4a. edição
 
Aula 13 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Suicídio Falsa Solução
Aula 13 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Suicídio Falsa SoluçãoAula 13 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Suicídio Falsa Solução
Aula 13 - Mocidade Espírita Chico Xavier - Suicídio Falsa Solução
 
O suicídio não resolve seu problema
O suicídio não resolve seu problemaO suicídio não resolve seu problema
O suicídio não resolve seu problema
 
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptxFLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
FLAGELOS DESTRUIDORES.pptx
 
Edição n. 39 do CH Noticias - Setembro/2018
Edição n. 39 do CH Noticias - Setembro/2018Edição n. 39 do CH Noticias - Setembro/2018
Edição n. 39 do CH Noticias - Setembro/2018
 
Suicidio - GEC 23 fevereiro 2013
Suicidio - GEC 23 fevereiro 2013Suicidio - GEC 23 fevereiro 2013
Suicidio - GEC 23 fevereiro 2013
 
Sobre a morte_e_o_morrer_elisabeth_kuble (2)
Sobre a morte_e_o_morrer_elisabeth_kuble (2)Sobre a morte_e_o_morrer_elisabeth_kuble (2)
Sobre a morte_e_o_morrer_elisabeth_kuble (2)
 
Cei 100428-ii-cap.5 e 6-espíritos suicidas e criminosos arrependidos
Cei 100428-ii-cap.5 e 6-espíritos suicidas e criminosos arrependidosCei 100428-ii-cap.5 e 6-espíritos suicidas e criminosos arrependidos
Cei 100428-ii-cap.5 e 6-espíritos suicidas e criminosos arrependidos
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
 
Suicídio e loucura cap. 5 ese itens 14 a 17
Suicídio e loucura cap. 5 ese itens 14 a 17Suicídio e loucura cap. 5 ese itens 14 a 17
Suicídio e loucura cap. 5 ese itens 14 a 17
 
Suicidio parte-dois
Suicidio parte-doisSuicidio parte-dois
Suicidio parte-dois
 
Diga não ao suicídio
Diga não ao suicídioDiga não ao suicídio
Diga não ao suicídio
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 78 - Segundo a Carne
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 78 - Segundo a CarneSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 78 - Segundo a Carne
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 78 - Segundo a Carne
 
Evangelho Cap5 item14
Evangelho Cap5 item14Evangelho Cap5 item14
Evangelho Cap5 item14
 
Chico Xavier e a Desencarnação de Familiares _Texto
Chico Xavier e a Desencarnação de Familiares _TextoChico Xavier e a Desencarnação de Familiares _Texto
Chico Xavier e a Desencarnação de Familiares _Texto
 
SUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITA
SUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITASUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITA
SUICÍDIO SOB A VISÃO ESPÍRITA
 
EM DEFESA DA VIDA (1).pptx
EM DEFESA DA VIDA (1).pptxEM DEFESA DA VIDA (1).pptx
EM DEFESA DA VIDA (1).pptx
 
Consequencias do suicidio no plano Espiritual
Consequencias do suicidio no plano EspiritualConsequencias do suicidio no plano Espiritual
Consequencias do suicidio no plano Espiritual
 
Suicidios Esclarecimentos
Suicidios EsclarecimentosSuicidios Esclarecimentos
Suicidios Esclarecimentos
 
A covardia moral
A covardia moralA covardia moral
A covardia moral
 

Mais de Ricardo Azevedo

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoRicardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoramSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoramRicardo Azevedo
 
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Ricardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de RetornoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de RetornoRicardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - EspinhosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - EspinhosRicardo Azevedo
 
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e ElevaçãoSintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e ElevaçãoRicardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - SeparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - SeparaçãoRicardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não FaltaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não FaltaRicardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição ComumSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição ComumRicardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorRicardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - MonturoEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - MonturoRicardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - ConciliaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - ConciliaçãoRicardo Azevedo
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempreEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempreRicardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para isto
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para istoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para isto
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para istoRicardo Azevedo
 
O Papel da Casa Espírita
O Papel da Casa EspíritaO Papel da Casa Espírita
O Papel da Casa EspíritaRicardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em Família
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em FamíliaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em Família
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em FamíliaRicardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 116 - Ouçam-nos
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 116 - Ouçam-nosSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 116 - Ouçam-nos
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 116 - Ouçam-nosRicardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 115 - A Porta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 115 - A PortaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 115 - A Porta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 115 - A PortaRicardo Azevedo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 114 - Novos Atenienses
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 114 - Novos AteniensesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 114 - Novos Atenienses
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 114 - Novos AteniensesRicardo Azevedo
 

Mais de Ricardo Azevedo (20)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 130 - Onde estão?
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoramSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 128 - É porque ignoram
 
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de RetornoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 127 - Lei de Retorno
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - EspinhosEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 126 - Espinhos
 
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e ElevaçãoSintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
Sintonia - Escolha, Pensamento e Elevação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - SeparaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 125 - Separação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não FaltaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 124 - Não Falta
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição ComumSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 123 - Condição Comum
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - MonturoEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 121 - Monturo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - ConciliaçãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 120 - Conciliação
 
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempreEvangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 119 - Ajuda sempre
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para isto
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para istoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para isto
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 118 - É para isto
 
O Papel da Casa Espírita
O Papel da Casa EspíritaO Papel da Casa Espírita
O Papel da Casa Espírita
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em Família
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em FamíliaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em Família
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 117 - Em Família
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 116 - Ouçam-nos
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 116 - Ouçam-nosSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 116 - Ouçam-nos
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 116 - Ouçam-nos
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 115 - A Porta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 115 - A PortaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 115 - A Porta
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 115 - A Porta
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 114 - Novos Atenienses
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 114 - Novos AteniensesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 114 - Novos Atenienses
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 114 - Novos Atenienses
 

Último

Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...silvana30986
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EMicheleRosa39
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptxhenrygabrielsilvarib
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxSebastioFerreira34
 
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JAhenrygabrielsilvarib
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxCelso Napoleon
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José OperárioNilson Almeida
 

Último (9)

Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
 
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário
 
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 

Prevenção ao Suicídio - Causas, Mitos e Como Ajudar

  • 1. DOR DOS DOIS LADOS DA VIDA 5a. edição
  • 3. • Não devemos culpar quem se foi e voltou forçosamente para o plano espiritual. • Não devemos culpar quem ficou, achando que poderia ter feito algo a mais. • Não devemos nos culpar, seja em qual lado da vida nós estivermos! É hora de praticarmos o não-julgamento!
  • 4. Deus é eterno, imutável, imaterial, único, onipotente, soberanamente justo e bom. 116. Haverá Espíritos que se conservem eternamente nas ordens inferiores? “Não; todos se tornarão perfeitos. Mudam de ordem, mas demoradamente, porquanto, como já doutra vez dissemos, um pai justo e misericordioso não pode banir seus filhos para sempre. Pretenderias que Deus, tão grande, tão bom, tão justo, fosse pior do que vós mesmos?” O Livro dos Espíritos, Allan Kardec, Introdução4
  • 5. www.cvv.org.br, Centro de Valorização da Vida, Programa de Prevenção do Suicídio e Saúde Mental UM SUICÍDIO AFETA EM MÉDIA 5 A 6 PESSOAS. SÃO OS CHAMADOS SOBREVIVENTES. EM UMA SALA COM 30 PESSOAS, 5 DELAS JÁ PENSARAM EM SUICÍDIO 5
  • 6. 800 mil mortes a cada ano. O número é maior que o de todos homicídios no mundo Segunda causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos 45% mais chances de um jovem negro se matar do que um branco No Brasil 4X mais homens se suicidam, mas as mulheres tentam mais 36%que se suicidaram no mundo, tinham depressão 17% dos brasileiros já pensaram seriamente em se matar, 4,8% fizeram planos e 2,8% tentaram 79% dos suicídios ocorreram em países de baixa e média renda O índice é 200% maior nos povos indígenas de 2000 a 2015, 65% de aumento entre jovens de 10 a 14 anos A maior incidência é entre idosos, 8,9 a cada 100 mil 6
  • 7. Fonte: Pesquisa de 15.629 casos de suicídio, José Manuel Bertolote da UNESP e Alexandra Fleishmann, pesquisadora suíça,20027
  • 8. 88
  • 9. • Os suicidas não tem direito a seguro de vida. • Os suicidas eram excomungados pela Igreja. Perdia o direito a votos fúnebres e a ser enterrado em um cemitério cristão. • Códigos civis e penais tem punições para os suicidas. • Os suicidas são vistos como fracos e covardes e não doentes como realmente são! • Frase de médicos que deveriam auxiliá-los: “Se é para se matar, por que não faz direito!” • Segundo o CVV, “O suicídio foi e continua sendo um tabu entre a maioria das pessoas. É um assunto proibido e que agride várias crenças religiosas.” Algumas frases extraídas do filme “De Si, Tirou”, https://www.youtube.com/watch?v=sKzQZIUA4gs9
  • 10. 1. “Falar sobre suicídio pode encorajá-lo.” 2. “Somente doentes mentais ou clinicamente deprimidos fazem sérias tentativas de suicídio.” 3. “Se uma pessoa já pensou seriamente em se matar, ela será sempre um suicida.” 4. “O suicídio é um ato de covardia (ou coragem).” 5. “Pessoas que se matam não avisam a ninguém.” 6. “Pessoas que se matam sempre deixam alguma mensagem.” 10 Livro Viver é a Melhor Opção, André Trigueiro
  • 11. 7. “Quem fala sobre suicídio está tentando apenas chamar a atenção.” 8. “A melhoria do estado emocional elimina o risco do suicídio.” 9. “Depois que uma pessoa tenta se matar é improvável que ela tente novamente.” 10. “Uma tentativa de suicídio mal sucedida significa que a pessoa não estava realmente determinada a se matar” Livro Viver é a Melhor Opção, André Trigueiro 11
  • 12. • Credo, isso é pecado! • Não acredito que você tá pensando nisso! • Pra que chorar? • Você sempre teve tudo do bom e do melhor! Frases que Devemos Evitar www.cvv.org.br Centro de Valorização da Vida
  • 13. 1. Não tenha medo de tocar no assunto. Diga a pessoa que ela parece diferente, mais triste, e que isso preocupa você. Mostre que ela não está sozinha. 2. Evite clichês e frases prontas. Aborde o tema de modo respeitoso e afável. Não diga coisas como “amanhã é outro dia”, “eu já passei por isso e venci” ou “há pessoas em situação muito pior”. Frases assim desqualificam o sentimento, podendo inclusive agravar o quadro. 3. Ouça a pessoa. Esteja disposto a ouvir tudo o que o outro tem a falar. Mantenha contato visual e responda sempre em tom gentil. (Escuta Ativa) 4. Encaminhe-a a um tratamento. Mostre a pessoa que não há problema em buscar ajuda e que ela não deve ter vergonha. Se for o caso, você mesmo pode agendar uma consulta e acompanhá-la. Fonte: Revista Superinteressante, “Por quem os sinos dobram”, Julho/2019 13
  • 14. “Aqui onde estamos, num planeta de expiações e provas, a dor e o sofrimento ainda cumprem uma função pedagógica importante. Não se trata de punição ou castigo, infortúnio ou azar. Os dissabores da vida trazem lições importantes que nos ajudam a compreender melhor o que ainda nos falta para dar mais um passo importante à frente.” Livro Viver é a Melhor Opção, André Trigueiro 14
  • 15. 943 - Donde nasce o desgosto da vida, que, sem motivos plausíveis, se apodera de certos indivíduos? Efeito da ociosidade, da falta de fé e, também, da saciedade. Para aquele que usa de suas faculdades com fim útil e de acordo com as suas aptidões naturais, o trabalho nada tem de árido e a vida se escoa mais rapidamente. Ele lhe suporta as vicissitudes com tanto mais paciência e resignação, quanto obra com o fito da felicidade mais sólida e mais durável que o espera. O Livro dos Espíritos, Desgosto da Vida. Suicídio, Allan Kardec15
  • 16. A incredulidade, a simples dúvida sobre o futuro, as ideias materialistas, numa palavra, são os maiores incitantes ao suicídio; ocasionam a frouxidão moral. Quando homens de ciência, apoiados na autoridade do seu saber, se esforçam por provar aos que os ouvem ou leem que estes nada têm a esperar depois da morte, não estão de fato levando-os a deduzir que, se são desgraçados, coisa melhor não lhes resta senão se matarem? O Evangelho Segundo o Espiritismo, Capítulo V – Bem-aventurados os Aflitos, Suicídio e Loucura, Allan Kardec 16
  • 17. Que lhes poderiam dizer para desviá-los dessa consequência? Que compensação lhes podem oferecer? Que esperança lhes podem dar? Nenhuma, a não ser o nada. A propagação das doutrinas materialistas é, pois, o veneno que inocula a ideia do suicídio na maioria dos que se suicidam, e os que se constituem apóstolos de semelhantes doutrinas assumem tremenda responsabilidade. O Evangelho Segundo o Espiritismo, Capítulo V – Bem-aventurados os Aflitos, Suicídio e Loucura, Allan Kardec 17
  • 18. O Céu e o Inferno Capítulo V – Suicidas, Allan Kardec Suicidas do século XIX foram evocados para nos contar o que encontraram “depois da porta” 18
  • 19. Em temos de guerra, um negociante suicidou-se. Foi evocado um ano depois. Motivo: Fazer com que seu único filho não fosse à guerra. Inspirado pelo amor paterno, por isto a pensa será abreviada. Situação: Sofre muito, mas acredita que a família o perdoará. Sente que sofre com justiça, pois lhe faltou a confiança em Deus. Missão interrompida: A sua ação talvez impediu a realização dos destinos do filho; ao demais, ele não tinha a certeza de que aquele sucumbiria na guerra. O Céu e o Inferno, Capítulo V – Suicidas, Allan Kardec19
  • 20. Um pobre infeliz que aos 67 anos, carregador de sirga, se matou. Motivo: Vencido pelo desgosto da miséria, faltou-lhe a coragem. Entregou-se a embriaguez no final da vida. Situação: Se sente torturado e sofre muito. Durante 6 anos se via ainda o momento do suicídio se repetir. Missão interrompida: Prova da miséria. 20 O Céu e o Inferno, Capítulo V – Suicidas, Allan Kardec
  • 21. Mãe negociante se suicida no celeiro após filho gravemente doente desencarnar. Motivo: Mãe queria ficar com filho, mesmo depois de sua morte. Situação: Revoltada com Deus por não poder encontrar seu filho. O filho desencarnado sobre pelo ato da mãe. Em vez de unir no futuro o suicídio retardou o reencontro. Missão interrompida: Resignação com a morte do filho. Aceitar os desígnios da providência divina. 21 O Céu e o Inferno, Capítulo V – Suicidas, Allan Kardec
  • 22. Um homem instruído e sem esperança provocou o auto extermínio. Foi evocado 2 anos depois de desencarnado. Motivo: Extremamente saturado de ideias materialistas, não acreditando em Deus nem na existência da alma. Tédio de uma vida sem esperança. Situação: Sofre atormentado, se considera desprezado pela sociedade. Se sente forçado a acreditar em Deus. Questiona: Por que não existe o nada? Missão interrompida: Foi mau na última encarnação e pediu para viver na incerteza, para domar o orgulho e se submeter à vontade de Deus. 22 O Céu e o Inferno, Capítulo V – Suicidas, Allan Kardec
  • 23. Homem rico, instruído, poeta de espírito, possuidor de caráter são, obsequioso e ameno, de perfeita honradez cometeu suicídio. Motivo: Falsas especulações comprometeram-lhe a fortuna, e, não lhe sendo possível repará-la em razão da idade avançada, cedeu ao desânimo. Situação: Se comunica bem, apesar de reconhecer que está em um lugar promíscuo. Na verdade sofre muito, mas não quer aparentar. Missão interrompida: Reunir forças para resistir ao suicídio. Era a quarta vez que sucumbia. 23 O Céu e o Inferno, Capítulo V – Suicidas, Allan Kardec
  • 24. “A obsessão, como as enfermidades e todas as tribulações da vida, deve ser considerada prova ou expiação e como tal aceita.” O Evangelho Segundo o Espiritismo - Cap. XXVIII, Coletânea de preces24
  • 25. “O suicídio não consiste somente no ato voluntário que produz a morte instantânea, mas em tudo quanto se faça conscientemente para apressar a extinção das forças vitais.” O Céu e o Inferno Capítulo V – Suicidas, Allan Kardec André Luiz, 8 anos no Umbral sendo chamado de suicida sem entender o motivo.
  • 26. “A oração nem sempre nos retira do sofrimento, mas sempre nos reveste de forças para suportá-lo” Em todos os relatos descritos anteriormente, os suicidas suplicam que rezem por eles. 26 Meimei
  • 27. O remédio químico nos ajudará a recuperar o equilíbrio físico-mental27
  • 28. • Durkein, um sociólogo francês do séc. XIX, criou o conceito de que quanto maior os laços sociais de uma comunidade, menores as taxas de suicídio. • Hábito de entender o outro. Oi, tudo bem? • Conversar e ouvir o outro, com sincero interesse. • Apoiar o outro na sua dor. Só ele sabe a dor que está sentindo. • Praticar o não-julgamento. Ainda, somos todos doentes neste planeta de provas e expiação • Refletir sobre quem é nosso próximo? Algumas frases extraídas e inspiradas no filme “De Si, Tirou”, https://www.youtube.com/watch?v=sKzQZIUA4gs28
  • 29. - Qual o sentido da vida? - De onde viemos? Para onde vamos? - Por que eu sofro? Quais são os meus vícios? Quais são as minhas virtudes? - Qual é minha missão nesta vida? - Por que nosso Pai é justo e misericordioso? 29
  • 31. Com o Espiritismo, tornada impossível a dúvida, muda o aspecto da vida. A calma e a resignação hauridas da maneira de considerar a vida terrestre e da confiança no futuro dão ao espírito uma serenidade que é o melhor preservativo contra a loucura e o suicídio. O crente sabe que a existência se prolonga indefinidamente para lá do túmulo, mas em condições muito diversas; donde a paciência e a resignação que o afastam muito naturalmente de pensar no suicídio; donde, em suma, a coragem moral. O Evangelho Segundo o Espiritismo, Capítulo V – Bem-aventurados os Aflitos, Suicídio e Loucura, Allan Kardec 31
  • 33. Vinde a mim, vós que sofreis e vos achais sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei comigo, que sou brando e humilde de coração, e achareis repouso para vossas almas, pois é suave o meu jugo e leve o meu fardo. Bem-aventurados os que choram e sofrem, porque serão consolados. Bem-aventurados os famintos e os sequiosos de justiça, pois que serão saciados. Bem-aventurados os que sofrem perseguição por amor à justiça, pois que é deles o reino dos céus. Bem-aventurados vós, que sois pobres, porque vosso é o reino dos céus. Bem aventurados vós que agora tendes fome, porque sereis saciados. Ditosos sois, vós que agora chorais, porque rireis. Deus não quer a morte do pecador, mas que ele viva e se arrependa. Memórias de um Suicida, Yvonne A. Pereira, espírito Camilo C. Branco e Léon Denis33
  • 34. O Filho de Deus veio buscar e salvar o que se havia perdido. Das ovelhas que o Pai me confiou, nenhuma se perderá. Se queres entrar no reino de Deus, vem, toma a tua cruz e segue-me... Eu sou o Grande Médico das almas e venho trazer-vos o remédio que vos há de curar. Os fracos, os sofredores e os enfermos são os meus filhos prediletos. Venho salvá-los! Vinde pois a mim, vós que sofreis e vos achais oprimidos, e sereis aliviados e consolados. Venho instruir e consolar os pobres deserdados. Venho dizer-lhes que elevem a sua resignação ao nível de suas provas, que chorem, porquanto a dor foi sagrada no Jardim das Oliveiras; mas que esperem, pois que também a eles os anjos consoladores lhes virão enxugar as lágrimas. 34
  • 35. Vossas almas não estão esquecidas; eu, o Divino Jardineiro, as cultivo no silêncio dos vossos pensamentos. Deus consola os humildes e dá força aos aflitos que lha pedem. Seu poder cobre a Terra e, por toda a parte, junto de cada lágrima colocou Ele um bálsamo que consola. Nada fica perdido no reino do nosso Pai e os vossos suores e misérias formam o tesouro que vos tornará ricos nas esferas superiores, onde a luz substitui as trevas e onde o mais desnudo dentre todos vós será talvez o mais resplandecente! 35 Memórias de um Suicida, Yvonne A. Pereira, pelo espírito Camilo Castelo Branco e Léon Denis35
  • 36. Como eu posso ser exemplo de perdão, aceitação e fé na vida futura? https://pt.slideshare.net/ricardoazevedo9216/
  • 37. • O Céu e o Inferno, Allan Kardec • O Livro dos Espíritos, Allan Kardec • O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec • Viver é a Melhor Opção, André Trigueiro • Artigo O suicídio à luz da doutrina espírita, Revista Ecológico, http://www.revistaecologico.com.br • Memórias de um Suicida, Yvonne A. Pereira, pelo espírito Camilo Candido Botelho • Livro Após a Tempestade, Joanna de Angelis, Psicografia Divaldo Pereira Franco • Livro Parnaso de Além-Túmulo, Psicografia Francisco Cândido Xavier, Autores Diversos • Centro de Valorização da Vida, Material do Programa de Prevenção do Suicídio e Saúde Mental, www.cvv.org.br • Frases extraídas do filme “De Si, Tirou”, https://www.youtube.com/watch?v=sKzQZIUA4gs • Livro Doutrinação para Iniciantes, Luiz Gonzaga Pinheiro. • Revista Superinteressante, artigo “Por quem os sinos dobram”, Julho/2019