Vestuário na idade média

13.864 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.864
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
95
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vestuário na idade média

  1. 1. VESTUÁRIO NA IDADE MÉDIA<br />O vestuário da Idade MédiaPoucas pessoas se podiam dar ao luxo de se vestirem com elegância, e durante a maior parte do séc. XVI os homens e as mulheres que o faziam copiavam os modelos usados na corte de Espanha. No entanto, nos finais do século, o centro da moda deslocou-se para Paris, donde eram enviadas pequenas bonecas, vestidas segundo a última moda, a quem desejava segui-la e, de acordo com o grupo social onde se inseriam, assim era o seu vestuário. Clero O Clero vestia vestidos escuros e compridos de lã, com capas igualmente escuras e compridas, alguns andavam descalços, outros calçados com sapatos de couro e possuíam terços e adereços da sua religião. O Clero mais rico possuía vestuário rico de acordo com a sua condição.NobrezaAs rainhas tinham, regra geral, armários atulhados de magníficos vestidos, muitos deles bordados a ouro e pedras preciosas. Os reis também se vestiam luxuosamente pois a riqueza dos trajes era uma das formas utilizadas pelos monarcas para cultivarem a obediência dos seus súbditos. PovoEsta classe social vestia-se com trajes práticos, já que a sua função, na maioria, era o trabalho pesado e o comércio.<br />Trajes usados pelos Monges<br />A Idade Média começou com a queda do Império Romano do Ocidente, no fim do século V, e durou até o século XV. No início as roupas eram feiras em casa. As famílias criavam ovelhas e cultivavam o linho. Quando as cidades começaram a crescer, surgiram lojas especializadas, dirigidas por tecelões, alfaiates, remendões e outros artesões que faziam roupas. No século XII, esses artesãos organizaram -se em corporações chamadas guildas. As mulheres começaram a usar vestidos compridos, e justos no busto. Os homens vestiam calções soltos debaixo da túnica, além de vários tipos de coberturas para as pernas. Nos séculos XII e XIII, as mulheres punham redes nos cabelos, usavam véus e panos para cobrir o pescoço, como algumas ordens de religiosas usam até hoje. Os homens usavam na cabeça capuzes com pontas compridas. Tanto homens quanto mulheres vestiam uma sobreveste copiada dos trajes dos cruzados.<br />Durante o século XIV, as roupas das classes dominantes ganharam muitos enfeites e acessórios, como botões e cintos ornamentados com pedrarias. Os tecidos variavam de acordo com a classe social. Nobreza: Os muito ricos vestiam seda e enfeitavam suas roupas com peles valiosas. Homem NobrePelote com longas cavas Touca de pano ou seda Manto ou capaSaio justo ao corpoPOVOA maioria das pessoas vestiam roupas de lã e linho. Já as pessoas mais humildes vestiam-se com roupas feitas de pele de cabra carneiro ou lobo.Fato de mongeMulher Nobre Touca sobre o lenço passadoou véu passado sobre o queixoVestido justo de manga larga<br />O TRAJE DO CLEROOs clérigos que pertenciam a uma ordem religiosa usavam hábitos próprios dessa ordem. Os Dominicanos por exemplo vestiam um hábito branco. Os Franciscanos vestiam um hábito castanho O clero secular tinha, como hoje tem, paramentos especiais, ou seja, vestuário próprio para as diferentes cerimónias religiosas.<br />

×