Teleconferência
Resultados 4T09 e 2009

        11/03/2010
2



PALESTRANTES
• FRANCISCO SCIAROTTA
  Diretor Superintendente – CCDI

• LEONARDO ROCHA
  Diretor de Finanças e Relaçõe...
Performance Operacional
4



Retrospectiva 2009
 Primeiro Trimestre:
     Foco na venda de empreendimentos em estoque
     Controle do Fluxo de Ca...
5



LANÇAMENTOS

        LANÇAMENTOS (R$ MM)                 PREÇO MÉDIO DE LANÇAMENTO
             100% CCDI            ...
6



LANÇAMENTOS 2009 – HM ENGENHARIA


 Localização: Campinas                    Localização: Campinas           Localiza...
7



LANÇAMENTOS 2009 - CCDI


           Lançamento: Out/2009                                    Lançamento: Out/2009
   ...
8



 VENDAS CONTRATADAS

       VENDAS CONTRATADAS (R$ MM)                           VENDAS CONTRATADAS 2009
            ...
9



VENDAS CONTRATADAS

     VENDAS CONTRATADAS 2009                VENDAS CONTRATADAS 2009
       Segmento de Mercado   ...
10



ESTOQUE A VALOR DE MERCADO
    ESTOQUE A VALOR DE MERCADO                                                      ESTOQ...
11



 Velocidade de Vendas
              Consolidado*                                1T09               2T09             ...
12



BANCO DE TERRENOS
                                                                     HM Engenharia adquire
       ...
13



BANCO DE TERRENOS – R$9,1 bilhões em VGV

      BANCO DE TERRENOS 4T09                    BANCO DE TERRENOS 4T09
   ...
Performance Financeira
15



Fatos importantes ocorridos em 2009

 Terceiro Trimestre:
    Baixa Contábeis Não Recorrentes


 Quarto Trimestre:
 ...
16



        RECONCILIAÇÃO DA DRE
         DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS (R$ MM)                               3T09 Sem     ...
17



Conclusão da Venda do Ventura – Fase II
Comprador: BTS participações e Investimentos Ltda

 Valor da Transação: R$21...
18



Primeira Emissão de Debêntures
 Características: Debêntures simples, não conversíveis em ações, em série única

 Vol...
19



        RECEITA BRUTA E RECEITA LÍQUIDA (R$MM)
                                                                     ...
20



        LUCRO BRUTO (R$MM)
                                                                          LUCRO BRUTO
   ...
21



        LUCRO LÍQUIDO (R$MM)
                                                                       LUCRO LÍQUIDO
  ...
22



        EBITDA (R$MM)
                                                                           EBITDA
            ...
23



RECEITAS E RESULTADOS A APROPRIAR (R$MM)

           RECEITA A APROPRIAR                             RESULTADO A APR...
24



 CAIXA / ENDIVIDAMENTO (R$MM)
          MOVIMENTAÇÃO DE CAIXA                                 DÍVIDA BRUTA
         ...
INFORMAÇÕES DE CONTATO

Leonardo de Paiva Rocha
Diretor de Finanças e RI    ri.ccdi@camargocorrea.com.br

Camila Poleto Be...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

2009 03 11 Apresentacao Teleconferencia 4 T09 Final

472 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

2009 03 11 Apresentacao Teleconferencia 4 T09 Final

  1. 1. Teleconferência Resultados 4T09 e 2009 11/03/2010
  2. 2. 2 PALESTRANTES • FRANCISCO SCIAROTTA Diretor Superintendente – CCDI • LEONARDO ROCHA Diretor de Finanças e Relações com Investidores - CCDI
  3. 3. Performance Operacional
  4. 4. 4 Retrospectiva 2009 Primeiro Trimestre: Foco na venda de empreendimentos em estoque Controle do Fluxo de Caixa Segundo Trimestre Lançamento do Programa Minha Casa, Minha Vida Retomada de lançamentos no segmento de Baixa Renda Terceiro Trimestre: Reformulação do Foco Estratégico da Companhia Baixa Contábeis Quarto Trimestre: Venda da participação na SPE Projeto Rio (subsidiária do Ventura – Fase 2) Novos lançamentos Emissão de debêntures
  5. 5. 5 LANÇAMENTOS LANÇAMENTOS (R$ MM) PREÇO MÉDIO DE LANÇAMENTO 100% CCDI R$ mil por unidade (Residencial) 900,2 347,1 551,1 191,9 393,7 127,5 159,7 56,0 77,9 92,0 4T08 3T09 4T09 2008 2009 3T08 4T08 2T09 3T09 4T09
  6. 6. 6 LANÇAMENTOS 2009 – HM ENGENHARIA Localização: Campinas Localização: Campinas Localização: Campinas Nº de unidades: 784 Nº de unidades: 519 Nº de unidades: 304 VGV: R$ 56,2 milhões VGV: R$ 42,2 milhões VGV: R$ 27,0 milhões Lançado em: Maio/2009 Lançado em: Junho/2009 Lançado em: Julho/2009 Área Privativa: 41 m² Área Privativa: 49 m² e 64 m² Área Privativa: 49 m² e 77 m² Localização: Ribeirão Preto Localização: Sumaré Nº de unidades: 304 Nº de unidades: 400 VGV: R$ 29,0 milhões VGV: R$ 36,0 milhões Lançado em: 09/2009 Lançado em: 12/2009 Área Privativa: 49 m² Área Privativa: 49, 78 e 113 m²
  7. 7. 7 LANÇAMENTOS 2009 - CCDI Lançamento: Out/2009 Lançamento: Out/2009 Localização: Curitiba Localização: São Paulo Nº de unidades: 162 Nº de unidades: 212 VGV: R$127,6 milhões VGV: R$117,0 milhões Apartamentos: 139 m² e 335 m² Apartamentos: 142 m² Lançamento: Dez/2009 Localização: São Paulo Nº de unidades: 360 VGV : R$28,7 milhões VGV : R$35,5 milhões VGV : R$48,9 milhões VGV: R$113,1 milhões Unidades: 120 Unidades: 88 Unidades: 152
  8. 8. 8 VENDAS CONTRATADAS VENDAS CONTRATADAS (R$ MM) VENDAS CONTRATADAS 2009 100% CCDI Por período de Lançamento 4T09 Até 2007 11,6% 17,5% 3T09 4,3% 1T08 5,3% 913,9 2T08 2T09 1,6% 672,8 13,9% 3T08 214,8 194,5 185,0 28,9% 4T08 16,8% 4T08 3T09 4T09 2008* 2009 * Exclui a venda do Ventura Corporate Towers
  9. 9. 9 VENDAS CONTRATADAS VENDAS CONTRATADAS 2009 VENDAS CONTRATADAS 2009 Segmento de Mercado Por Localização Rio de Outros Janeiro 18,2% Paraná Baixa 3,9% 5,2% Renda Minas São Paulo 39,6% Gerais (Interior + 8,6% Litoral) 44,9% Médio 24,5% São Paulo (Capital + Econômico RMSP) 17,7% 37,5% AS VENDAS DOS SEGMENTOS ABAIXO DE VENDAS ORIGINADAS NO ESTADO R$500 mil REPRESENTAM 81,8% DE SÃO PAULO: 82,4%
  10. 10. 10 ESTOQUE A VALOR DE MERCADO ESTOQUE A VALOR DE MERCADO ESTOQUE A VALOR DE MERCADO 4T09 (R$ MM) Por período de Lançamento 4T09 Até 2007 37,8% 42,9% 990,4 838,3 824,1 764,5 608,7 3T09 1,9% 4T08* 1T09* 2T09* 3T09* 4T09 2T09 1,4% 2008 * Exclui valores do Ventura Corporate Towers (todos os períodos) e Cassis (3T09). 16,0%
  11. 11. 11 Velocidade de Vendas Consolidado* 1T09 2T09 3T09 4T09 2009 VSO 12,2% 18,4% 23,7% 18,5% 43,6% VV --- 170,4% 347,2% 47,0% 122,1% Velocidade de Vendas 63,0% 75,1% 83,7% 82,1% 82,1% Média * Não inclui valores referente ao Ventura Corporate Towers HM Engenharia 1T09 2T09 3T09 4T09 2009 VSO 13,7% 31,0% 48,5% 45,4% 69,9% VV 13,7% 31,0% 48,5% 45,4% 69,9% Velocidade de Vendas 66,3% 80,0% 106,4% 101,4% 101,4% Média VELOCIDADE SOBRE OFERTA (VSO): A Venda sobre Oferta é o índice que mede o volume de vendas sobre o volume financeiro de unidades à venda. Para fins de análise, utilizamos apenas as vendas e estoque de unidades de varejo. VELOCIDADE DE VENDAS (VV): A Velocidade de Vendas é a razão entre o que foi vendido em um determinado período e o que foi lançado no mesmo período. Este índice serve para parametrizar a venda de estoque existente. VELOCIDADE DE VENDAS MÉDIA (SoS): A Velocidade de Vendas Média é uma aproximação utilizada pelo Mercado para verificar qual o volume médio de vendas por mês, dada uma série histórica (utlizamos 18 meses), e a velocidade de giro do estoque, dada esta mesma velocidade média.
  12. 12. 12 BANCO DE TERRENOS HM Engenharia adquire em março/2010 terreno com VGV estimado de BANCO DE TERRENOS R$133,0 MM em Cajamar (R$ BILHÕES) 0,2 (0,3) 9,2 9,1 Banco de Terrenos Lançamentos 4T09 Aquisições 4T09 Banco de Terrenos 3T09 4T09
  13. 13. 13 BANCO DE TERRENOS – R$9,1 bilhões em VGV BANCO DE TERRENOS 4T09 BANCO DE TERRENOS 4T09 Por segmento Por localização Outros Comercial Baixa Espírito Estados 13,1% Renda Santo 2,8% 21,3% 3,9% São Paulo (Interior + Outros Litoral) 17,8% 14,3% São Paulo Econômic Capital o 49,3% 21,4% Médio - RMSP Alto 29,7% 9,0% Médio 14,6%
  14. 14. Performance Financeira
  15. 15. 15 Fatos importantes ocorridos em 2009 Terceiro Trimestre: Baixa Contábeis Não Recorrentes Quarto Trimestre: Venda da participação na SPE Projeto Rio (subsidiária do Ventura – Fase 2) Emissão de debêntures
  16. 16. 16 RECONCILIAÇÃO DA DRE DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS (R$ MM) 3T09 Sem 3T09 2009 sem 2009 Ajustes Ajustes PRO FORMA SEM AJUSTES Ajustes Reportado Ajustes Reportado RECEITA LÍQUIDA DE VENDAS E/OU SERVIÇOS 130,8 (26,9) 103,9 546,0 (31,9) 514,1 CUSTO DE BENS E/OU SERVIÇOS PRESTADOS (103,4) 5,1 (98,4) (400,8) 0,6 (400,1) Venda de Imóveis (103,3) 5,1 (98,2) (400,2) 0,6 (399,5) Prestação de Serviços (0,1) - (0,1) (0,6) - (0,6) LUCRO BRUTO 27,4 (21,9) 5,5 145,2 (31,2) 114,0 MARGEM BRUTA (%) 20,9% 81,2% 5,3% 26,6% 97,8% 22,2% (DESPESAS) RECEITAS OPERACIONAIS (24,1) (39,6) (63,7) 24,7 (39,6) (14,9) Com Vendas (5,5) (4,1) (9,6) (24,4) (4,1) (28,5) Gerais e Administrativas (18,5) (2,8) (21,3) (68,1) (2,8) (70,9) Outras Receitas (Despesas) Operacionais Líquidas (0,1) (32,8) (32,9) 117,2 (32,8) 84,5 (PREJUÍZO) LUCRO OPERACIONAL 3,3 (61,5) (58,2) 169,9 (70,8) 99,1 RESULTADO FINANCEIRO (7,5) 0,7 (6,8) (13,4) 0,7 (12,7) Receitas Financeiras 3,3 1,7 4,9 21,1 1,7 22,7 Despesas Financeiras (10,8) (1,0) (11,8) (34,4) (1,0) (35,4) RESULTADO ANTES DA TRIBUTAÇÃO/PARTICIPAÇÕES (4,2) (60,8) (65,0) 156,6 (70,2) 86,4 IR E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL 1,3 2,0 3,3 (30,4) 2,0 (28,4) LUCRO / PREJUÍZO DO PERÍODO (2,9) (58,9) (61,8) 126,2 (68,2) 58,0 MARGEM LÍQUIDA (%) -2,2% 218,6% -59,4% 23,1% 213,8% 11,3% SEM AJUSTE: reversão dos ajustes não recorrentes feitos no 3T09 e 2009.
  17. 17. 17 Conclusão da Venda do Ventura – Fase II Comprador: BTS participações e Investimentos Ltda Valor da Transação: R$211,0 milhões + R$36,0 milhões = R$247,0 milhões R$36,0 milhões é o valor estimado que a BTS precisará para a conclusão da do projeto. Este valor não será pago a CCDI. Recebimento: R$ 100 milhões na data do negócio; R$ 60 milhões – Abril/2010 e R$ 51 milhões – na entrega do empreendimento – Julho/Agosto -2010 Efeito na Demonstração de Resultados: Ganho de capital de R$117,4 milhões contabilizado como Outras Receitas Operacionais.
  18. 18. 18 Primeira Emissão de Debêntures Características: Debêntures simples, não conversíveis em ações, em série única Volume Captado: R$ 400 milhões Bancos Participantes: Banco do Brasil (50%), Bradesco (20%) e Itaú BBA (30%) Prazo de vencimento: 50% em 24 meses e 50% em 36 meses Remuneração: CDI + 2% aa. Garantias: sem garantia real Objetivo: Refinanciamento da dívida de curto prazo e redução do custo de Capital
  19. 19. 19 RECEITA BRUTA E RECEITA LÍQUIDA (R$MM) RECEITA BRUTA (R$ MM) 606,2 567,8 534,7 118,4 108,2 136,1 174,0 4T08 3T09 3T09 sem 4T09 2008 2009 2009 sem ajustes ajustes RECEITA LÍQUIDA (R$ MM) 584,1 546,0 514,1 114,6 103,9 130,8 167,0 4T08 3T09 3T09 sem 4T09 2008 2009 2009 sem ajustes ajustes SEM AJUSTE: reversão dos ajustes não recorrentes feitos no 3T09 e 2009.
  20. 20. 20 LUCRO BRUTO (R$MM) LUCRO BRUTO (R$ MM) 201,8 145,2 114,0 32,7 5,5 27,4 43,0 4T08 3T09 3T09 sem 4T09 2008 2009 2009 sem ajustes ajustes MARGEM BRUTA (%) 34,6% 28,5% 25,7% 26,6% 20,9% 22,2% 5,3% 4T08 3T09 3T09 sem 4T09 2008 2009 2009 sem ajustes ajustes SEM AJUSTE: reversão dos ajustes não recorrentes feitos no 3T09 e 2009.
  21. 21. 21 LUCRO LÍQUIDO (R$MM) LUCRO LÍQUIDO (R$ MM) 126,2 102,2 51,8 58,0 (12,5) (61,8) (2,9) 4T08 3T09 3T09 sem 4T09 2008 2009 2009 sem ajustes ajustes MARGEM LÍQUIDA (%) 61,2% 8,9% 10,6% 23,1% -2,2% -11,0% -47,2% 4T08 3T09 3T09 sem 4T09 2008 2009 2009 sem ajustes ajustes SEM AJUSTE: reversão dos ajustes não recorrentes feitos no 3T09 e 2009.
  22. 22. 22 EBITDA (R$MM) EBITDA (R$ MM) 172,1 130,8 101,2 3,9 58,6 (7,5) (57,6) 4T08 3T09 3T09 sem 4T09 2008 2009 2009 sem ajustes ajustes MARGEM EBITDA (%) 78,3% 19,7% 10,0% 3,0% 31,5% -6,6% -55,5% 4T08 3T09 3T09 sem 4T09 2008 2009 2009 sem ajustes ajustes SEM AJUSTE: reversão dos ajustes não recorrentes feitos no 3T09 e 2009.
  23. 23. 23 RECEITAS E RESULTADOS A APROPRIAR (R$MM) RECEITA A APROPRIAR RESULTADO A APROPRIAR (R$ MM) (R$ MM) 935,7 955,3 247,8 244,1 825,0 204,7 4T08* 3T09 4T09 4T08* 3T09 4T09 *4T08 não ajustado às normas contábeis da Lei 11.638
  24. 24. 24 CAIXA / ENDIVIDAMENTO (R$MM) MOVIMENTAÇÃO DE CAIXA DÍVIDA BRUTA (R$ MM) (R$ MM) 179,0 600,6 318,9 414,9 139,9 110,4 Caixa em Set/2009 Caixa Líquido Posição de Caixa gerado no 4T09 em Dez/09 4T08 3T09 4T09
  25. 25. INFORMAÇÕES DE CONTATO Leonardo de Paiva Rocha Diretor de Finanças e RI ri.ccdi@camargocorrea.com.br Camila Poleto Bernardi Relações com Investidores Tel: (11) 3841-4824

×