SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
BAIXADA SANTISTA OU COSTA DA MATA
ATLÂNTICA? EIS A QUESTÃO
IDENTIFICAÇÃO DA PERCEPÇÃO DO VISITANTE SOBRE A MARCA COSTA DA MATA ATLÂNTICA
Prof. Me. Aristides Faria Lopes dos Santos | IFSP Câmpus Cubatão | 04/2017 | Foto: Peruíbe (SP)
LEITURA DIRIGIDA
ANÁLISE E DISCUSSÃO DE ARTIGO DE AUTORIA DE CINTHIA ROLIM DE ALBUQUERQUE MENEGUEL, GABRIELA TOAIARI RODRIGUES FARINHA CORDEIRO E PAOLA SILVA DE
DEUS. MATERIAL DE APOIO ÀS AULAS DE “GESTÃO PÚBLICA” E “MARKETING E TURISMO”, DO IFSP CÂMPUS CUBATÃO. PROF. ME. ARISTIDES FARIA LOPES DOS SANTOS.
PROBLEMA DE PESQUISA
 “A marca da Costa da Mata Atlântica tornou-se mais
conhecida do que o emprego popular de ‘Baixada
Santista’ entre os visitantes que passam pela região?”
OBJETIVO GERAL
 Identificar o conhecimento do visitante frente à marca
Costa da Mata Atlântica, assim como em relação à
terminologia usual “Baixada Santista”
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
 Entender o conceito de marca;
 O processo de criação de uma marca;
 Identificar o processo de criação da marca Costa da Mata Atlântica e sua
aplicabilidade;
 Identificar:
 por meio dos visitantes da região: o posicionamento da marca fazendo uso da
medida de notoriedade; e
 frente aos dados: contribuir para o fortalecimento da região como destino
turístico.
INTRODUÇÃO
 “Cada vez mais destinos consolidados vêm trabalhando sua
imagem como vantagem competitiva e criando suas marcas a fim de
se tornarem únicos”.
 “(...) Keller (2003) exemplifica que a marca, ou selo turístico, é
considerada benéfica tanto para a demanda – pois auxilia o
consumidor na tomada de decisão, reduzindo o risco de compra –,
assim como para a oferta – já que cria e fornece expectativas de
forma diferenciada, favorece a competitividade, entre outras ações”.
CONTEXTO
 Municípios componentes
 Bertioga, Cubatão, Guarujá, Santos, São Vicente, Praia Grande,
Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe
 Nove cidades pertencentes ao litoral sul paulista (???)
 Santos e Região Convention & Visitors Bureau (SRC&VB)
 “Costa da Mata Atlântica”: marca substituta ao emprego
popular do termo “Baixada Santista” para a região
COLETA DE
DADOS
 130 questionários
 Duas rodadas:
 10/10/2015
 Auto Posto Biritiba
Ussu, (Mogi das Cruzes)
 8-16/11/2015
 Concais S.A (Santos)
APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS
APRESENTAÇÃO E ANÁLISE DOS RESULTADOS OBTIDOS A PARTIR DA APLICAÇÃO DOS QUESTIONÁRIOS.
APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS
 100%: brasileiros
 13%: moradores de outros
estados
 87%: moradores do estado
de São Paulo
 Destes, 39% moradores da
capital paulista
 51%: tinham como destino
uma das nove cidades da
RMBS
 42% tinham como destino
outras cidades do litoral
 7% tinham como destino
outras regiões (exemplo: PR
APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS
 94% dos entrevistados
conhecem o termo “Região
Metropolitana da Baixada
Santista”
 49% conhecem o termo “Costa
da Mata Atlântica”
 38% afirmam identificar a
logomarca da “Costa da Mata
Atlântica”
 59% afirmaram que já
ouviram falar sobre a região
ou pelo menos uma cidade
componente
 25% associaram a “Costa da
Mata Atlântica” ao “litoral
paulista” e ao “litoral
ANÁLISE
 “Todas essas observações evidenciaram que, na mente
dos turistas, a marca “Costa da Mata Atlântica” não remete
à região de estudo, mas sim para algo abrangente, uma
extensão territorial estadual ou até mesmo nacional. Ou
seja, a marca ainda não cumpre sua função identificadora”.
ANÁLISE
 “Conclui-se, portanto, que a marca “Costa da Mata
Atlântica” ainda não obteve o seu grau de reconhecimento
notório pelos visitantes da região e que deve ser
incorporada em outras ações estratégicas de marketing”.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
 “(...) o estudo revelou que o termo “Baixada Santista” é
reconhecido, praticamente, por todos os entrevistados,
enquanto nem metade deles conhecem o termo e a marca
“Costa da Mata Atlântica”.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
 “(...) os resultados obtidos ao final do trabalho implicam diretamente
na prática de atuação dos gestores da região turística, pois os
questionamentos realizados, no sentido de identificar a percepção do
visitante ao selo turístico Costa da Mata Atlântica, irão favorecer as
estratégias de marketing e o desenvolvimento turístico regional,
possibilitando ao poder público, ao trade e a todos os atores
envolvidos com o turismo, um redirecionamento primordial para o
desenvolvimento turístico na localidade”.
COMENTÁRIOS DO PROFESSOR
 Litoral paulista
 Região Metropolitana da Baixada
Santista
 Região da Costa da Mata Atlântica
 Municípios turísticos paulistas
 Estâncias Turísticas (Balneária)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Oficio secretário
Oficio secretárioOficio secretário
Oficio secretárioetneves2011
 
Relação de pgto 4ª Parcela
Relação de pgto 4ª ParcelaRelação de pgto 4ª Parcela
Relação de pgto 4ª ParcelaEdson Artefio
 
Relação de pgto Parcela Extra
Relação de pgto Parcela ExtraRelação de pgto Parcela Extra
Relação de pgto Parcela ExtraEdson Artefio
 
ENCONTRO INAPAF LESTE II
ENCONTRO INAPAF LESTE IIENCONTRO INAPAF LESTE II
ENCONTRO INAPAF LESTE IIGeraldo Gomes
 
Modelo 08 jne
Modelo 08 jneModelo 08 jne
Modelo 08 jneesbocage
 
Restos a pagar Jaboatão dos Guararapes
Restos a pagar Jaboatão dos GuararapesRestos a pagar Jaboatão dos Guararapes
Restos a pagar Jaboatão dos Guararapespoliticaleiaja
 
RELAÇÃO DE PAGAMENTOS 3ª PARCELA
RELAÇÃO DE PAGAMENTOS 3ª PARCELARELAÇÃO DE PAGAMENTOS 3ª PARCELA
RELAÇÃO DE PAGAMENTOS 3ª PARCELAEdson Artefio
 
Apresentação Nivaldo Associação dos Cafeicultores de Araguari - ACA
Apresentação Nivaldo Associação dos Cafeicultores de Araguari - ACAApresentação Nivaldo Associação dos Cafeicultores de Araguari - ACA
Apresentação Nivaldo Associação dos Cafeicultores de Araguari - ACARevista Cafeicultura
 
Parecer do conselho fiscal
Parecer do conselho fiscalParecer do conselho fiscal
Parecer do conselho fiscaletneves2011
 
7 Maravilhas® elegem Praias em 2012
7 Maravilhas® elegem Praias em 20127 Maravilhas® elegem Praias em 2012
7 Maravilhas® elegem Praias em 20127 Maravilhas
 
Andreia Dificuldades de Captação
Andreia Dificuldades de CaptaçãoAndreia Dificuldades de Captação
Andreia Dificuldades de CaptaçãoSECONCI-RIO
 
Super estagios termo de compromisso de carlos erger alves de lima
Super estagios   termo de compromisso de carlos erger alves de limaSuper estagios   termo de compromisso de carlos erger alves de lima
Super estagios termo de compromisso de carlos erger alves de limaCarlos Erger
 
Apresentação da nova identidade visual do Costa Esmeralda Convention & Visito...
Apresentação da nova identidade visual do Costa Esmeralda Convention & Visito...Apresentação da nova identidade visual do Costa Esmeralda Convention & Visito...
Apresentação da nova identidade visual do Costa Esmeralda Convention & Visito...Michela França
 
Projecto TERMARED
Projecto TERMAREDProjecto TERMARED
Projecto TERMAREDTurgalicia
 
RELAÇÃO DE PAGAMENTO
RELAÇÃO DE PAGAMENTORELAÇÃO DE PAGAMENTO
RELAÇÃO DE PAGAMENTOEdson Artefio
 

Mais procurados (18)

Prestação de contas pdde 2013
Prestação de contas pdde 2013Prestação de contas pdde 2013
Prestação de contas pdde 2013
 
Oficio secretário
Oficio secretárioOficio secretário
Oficio secretário
 
Relação de pgto 4ª Parcela
Relação de pgto 4ª ParcelaRelação de pgto 4ª Parcela
Relação de pgto 4ª Parcela
 
Relação de pgto Parcela Extra
Relação de pgto Parcela ExtraRelação de pgto Parcela Extra
Relação de pgto Parcela Extra
 
ENCONTRO INAPAF LESTE II
ENCONTRO INAPAF LESTE IIENCONTRO INAPAF LESTE II
ENCONTRO INAPAF LESTE II
 
Modelo 08 jne
Modelo 08 jneModelo 08 jne
Modelo 08 jne
 
Restos a pagar Jaboatão dos Guararapes
Restos a pagar Jaboatão dos GuararapesRestos a pagar Jaboatão dos Guararapes
Restos a pagar Jaboatão dos Guararapes
 
RELAÇÃO DE PAGAMENTOS 3ª PARCELA
RELAÇÃO DE PAGAMENTOS 3ª PARCELARELAÇÃO DE PAGAMENTOS 3ª PARCELA
RELAÇÃO DE PAGAMENTOS 3ª PARCELA
 
Região Turística Serra do Itaqueri
Região Turística Serra do ItaqueriRegião Turística Serra do Itaqueri
Região Turística Serra do Itaqueri
 
Apresentação Nivaldo Associação dos Cafeicultores de Araguari - ACA
Apresentação Nivaldo Associação dos Cafeicultores de Araguari - ACAApresentação Nivaldo Associação dos Cafeicultores de Araguari - ACA
Apresentação Nivaldo Associação dos Cafeicultores de Araguari - ACA
 
Parecer do conselho fiscal
Parecer do conselho fiscalParecer do conselho fiscal
Parecer do conselho fiscal
 
7 Maravilhas® elegem Praias em 2012
7 Maravilhas® elegem Praias em 20127 Maravilhas® elegem Praias em 2012
7 Maravilhas® elegem Praias em 2012
 
Andreia Dificuldades de Captação
Andreia Dificuldades de CaptaçãoAndreia Dificuldades de Captação
Andreia Dificuldades de Captação
 
Super estagios termo de compromisso de carlos erger alves de lima
Super estagios   termo de compromisso de carlos erger alves de limaSuper estagios   termo de compromisso de carlos erger alves de lima
Super estagios termo de compromisso de carlos erger alves de lima
 
Terminal portuario turisitico - 31/07/2012
Terminal portuario turisitico - 31/07/2012Terminal portuario turisitico - 31/07/2012
Terminal portuario turisitico - 31/07/2012
 
Apresentação da nova identidade visual do Costa Esmeralda Convention & Visito...
Apresentação da nova identidade visual do Costa Esmeralda Convention & Visito...Apresentação da nova identidade visual do Costa Esmeralda Convention & Visito...
Apresentação da nova identidade visual do Costa Esmeralda Convention & Visito...
 
Projecto TERMARED
Projecto TERMAREDProjecto TERMARED
Projecto TERMARED
 
RELAÇÃO DE PAGAMENTO
RELAÇÃO DE PAGAMENTORELAÇÃO DE PAGAMENTO
RELAÇÃO DE PAGAMENTO
 

Semelhante a Baixada Santista marca turística Costa Mata Atlântica

Culturalismo palestra - gerenciamento costeiro - aristides faria
Culturalismo   palestra - gerenciamento costeiro - aristides fariaCulturalismo   palestra - gerenciamento costeiro - aristides faria
Culturalismo palestra - gerenciamento costeiro - aristides fariaAristides Faria
 
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...Aristides Faria
 
Diagnostico da Oferta Turistica de Carnauba dos Dantas - RN
Diagnostico da Oferta Turistica de Carnauba dos Dantas - RNDiagnostico da Oferta Turistica de Carnauba dos Dantas - RN
Diagnostico da Oferta Turistica de Carnauba dos Dantas - RNblogandoturismo
 
Qvida365 comtur
Qvida365 comturQvida365 comtur
Qvida365 comturRui Silva
 
Qvida365 comtur
Qvida365 comturQvida365 comtur
Qvida365 comturRui Silva
 
SEHLIPA Praia Grande 2013
SEHLIPA Praia Grande 2013SEHLIPA Praia Grande 2013
SEHLIPA Praia Grande 2013Aristides Faria
 
Atividades Náuticas
Atividades NáuticasAtividades Náuticas
Atividades NáuticasPTMacaronesia
 
Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil
Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil
Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil Eduardopsilva
 
Guia caminhos do fazer guia de produtos associados ao turismo, mtur
Guia caminhos do fazer   guia de produtos associados ao turismo, mturGuia caminhos do fazer   guia de produtos associados ao turismo, mtur
Guia caminhos do fazer guia de produtos associados ao turismo, mturEcoHospedagem
 
Quem somos - Guia da temporada
Quem somos - Guia da temporadaQuem somos - Guia da temporada
Quem somos - Guia da temporadaThiago
 
Projeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeirosProjeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeirosPATRICIA OLIVEIRA
 
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009Trilha_dos_Inconfidentes
 
Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Turismo
Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do TurismoPrograma de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Turismo
Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do TurismoSecretaria de Turismo da Bahia
 
Qvidaq365 aceg
Qvidaq365 acegQvidaq365 aceg
Qvidaq365 acegRui Silva
 
Ação governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
Ação governamental e o papel do terceiro setor no TurismoAção governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
Ação governamental e o papel do terceiro setor no TurismoAristides Faria
 
TMC the concept for a 10 years business plan.
TMC the concept for a 10 years business plan. TMC the concept for a 10 years business plan.
TMC the concept for a 10 years business plan. Al Ornelas
 

Semelhante a Baixada Santista marca turística Costa Mata Atlântica (20)

Culturalismo palestra - gerenciamento costeiro - aristides faria
Culturalismo   palestra - gerenciamento costeiro - aristides fariaCulturalismo   palestra - gerenciamento costeiro - aristides faria
Culturalismo palestra - gerenciamento costeiro - aristides faria
 
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
 
Diagnostico da Oferta Turistica de Carnauba dos Dantas - RN
Diagnostico da Oferta Turistica de Carnauba dos Dantas - RNDiagnostico da Oferta Turistica de Carnauba dos Dantas - RN
Diagnostico da Oferta Turistica de Carnauba dos Dantas - RN
 
Qvida365 comtur
Qvida365 comturQvida365 comtur
Qvida365 comtur
 
Qvida365 comtur
Qvida365 comturQvida365 comtur
Qvida365 comtur
 
SEHLIPA Praia Grande 2013
SEHLIPA Praia Grande 2013SEHLIPA Praia Grande 2013
SEHLIPA Praia Grande 2013
 
Atividades Náuticas
Atividades NáuticasAtividades Náuticas
Atividades Náuticas
 
SEHLIPA Guarujá 2012
SEHLIPA Guarujá 2012SEHLIPA Guarujá 2012
SEHLIPA Guarujá 2012
 
Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil
Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil
Caminhos do Prazer - Guia de destinos do Brasil
 
Guia caminhos do fazer guia de produtos associados ao turismo, mtur
Guia caminhos do fazer   guia de produtos associados ao turismo, mturGuia caminhos do fazer   guia de produtos associados ao turismo, mtur
Guia caminhos do fazer guia de produtos associados ao turismo, mtur
 
Quem somos - Guia da temporada
Quem somos - Guia da temporadaQuem somos - Guia da temporada
Quem somos - Guia da temporada
 
Produção associada ao turismo praia do forte
Produção associada ao turismo   praia do forteProdução associada ao turismo   praia do forte
Produção associada ao turismo praia do forte
 
Projeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeirosProjeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeiros
 
Jornal I Salão Baiano de Turismo n° 03
Jornal I Salão Baiano de Turismo n° 03Jornal I Salão Baiano de Turismo n° 03
Jornal I Salão Baiano de Turismo n° 03
 
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
 
Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Turismo
Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do TurismoPrograma de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Turismo
Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Turismo
 
Stb
StbStb
Stb
 
Qvidaq365 aceg
Qvidaq365 acegQvidaq365 aceg
Qvidaq365 aceg
 
Ação governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
Ação governamental e o papel do terceiro setor no TurismoAção governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
Ação governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
 
TMC the concept for a 10 years business plan.
TMC the concept for a 10 years business plan. TMC the concept for a 10 years business plan.
TMC the concept for a 10 years business plan.
 

Mais de Aristides Faria

Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Aristides Faria
 
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxObservatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxAristides Faria
 
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Aristides Faria
 
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoSEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoAristides Faria
 
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Aristides Faria
 
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaWorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaAristides Faria
 
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)Aristides Faria
 
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)Aristides Faria
 
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAssociativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAristides Faria
 
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Aristides Faria
 
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Aristides Faria
 
Seminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism ResearchSeminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism ResearchAristides Faria
 
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)Aristides Faria
 
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017Aristides Faria
 
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...Aristides Faria
 
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)Aristides Faria
 
Métodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: surveyMétodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: surveyAristides Faria
 
Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)
Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)
Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)Aristides Faria
 
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)Aristides Faria
 
Doutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminar
Doutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminarDoutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminar
Doutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminarAristides Faria
 

Mais de Aristides Faria (20)

Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
 
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxObservatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
 
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
 
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoSEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
 
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
 
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaWorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
 
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
 
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
 
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAssociativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
 
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
 
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
 
Seminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism ResearchSeminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism Research
 
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
 
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
 
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
 
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
 
Métodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: surveyMétodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: survey
 
Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)
Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)
Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)
 
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
 
Doutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminar
Doutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminarDoutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminar
Doutorado em Hospitalidade: referencial bibliográfico preliminar
 

Último

Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024SamiraMiresVieiradeM
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 

Último (20)

Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 

Baixada Santista marca turística Costa Mata Atlântica

  • 1. BAIXADA SANTISTA OU COSTA DA MATA ATLÂNTICA? EIS A QUESTÃO IDENTIFICAÇÃO DA PERCEPÇÃO DO VISITANTE SOBRE A MARCA COSTA DA MATA ATLÂNTICA Prof. Me. Aristides Faria Lopes dos Santos | IFSP Câmpus Cubatão | 04/2017 | Foto: Peruíbe (SP)
  • 2. LEITURA DIRIGIDA ANÁLISE E DISCUSSÃO DE ARTIGO DE AUTORIA DE CINTHIA ROLIM DE ALBUQUERQUE MENEGUEL, GABRIELA TOAIARI RODRIGUES FARINHA CORDEIRO E PAOLA SILVA DE DEUS. MATERIAL DE APOIO ÀS AULAS DE “GESTÃO PÚBLICA” E “MARKETING E TURISMO”, DO IFSP CÂMPUS CUBATÃO. PROF. ME. ARISTIDES FARIA LOPES DOS SANTOS.
  • 3. PROBLEMA DE PESQUISA  “A marca da Costa da Mata Atlântica tornou-se mais conhecida do que o emprego popular de ‘Baixada Santista’ entre os visitantes que passam pela região?”
  • 4. OBJETIVO GERAL  Identificar o conhecimento do visitante frente à marca Costa da Mata Atlântica, assim como em relação à terminologia usual “Baixada Santista”
  • 5. OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Entender o conceito de marca;  O processo de criação de uma marca;  Identificar o processo de criação da marca Costa da Mata Atlântica e sua aplicabilidade;  Identificar:  por meio dos visitantes da região: o posicionamento da marca fazendo uso da medida de notoriedade; e  frente aos dados: contribuir para o fortalecimento da região como destino turístico.
  • 6. INTRODUÇÃO  “Cada vez mais destinos consolidados vêm trabalhando sua imagem como vantagem competitiva e criando suas marcas a fim de se tornarem únicos”.  “(...) Keller (2003) exemplifica que a marca, ou selo turístico, é considerada benéfica tanto para a demanda – pois auxilia o consumidor na tomada de decisão, reduzindo o risco de compra –, assim como para a oferta – já que cria e fornece expectativas de forma diferenciada, favorece a competitividade, entre outras ações”.
  • 7. CONTEXTO  Municípios componentes  Bertioga, Cubatão, Guarujá, Santos, São Vicente, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe  Nove cidades pertencentes ao litoral sul paulista (???)  Santos e Região Convention & Visitors Bureau (SRC&VB)  “Costa da Mata Atlântica”: marca substituta ao emprego popular do termo “Baixada Santista” para a região
  • 8. COLETA DE DADOS  130 questionários  Duas rodadas:  10/10/2015  Auto Posto Biritiba Ussu, (Mogi das Cruzes)  8-16/11/2015  Concais S.A (Santos)
  • 9. APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS APRESENTAÇÃO E ANÁLISE DOS RESULTADOS OBTIDOS A PARTIR DA APLICAÇÃO DOS QUESTIONÁRIOS.
  • 10. APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS  100%: brasileiros  13%: moradores de outros estados  87%: moradores do estado de São Paulo  Destes, 39% moradores da capital paulista  51%: tinham como destino uma das nove cidades da RMBS  42% tinham como destino outras cidades do litoral  7% tinham como destino outras regiões (exemplo: PR
  • 11. APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS  94% dos entrevistados conhecem o termo “Região Metropolitana da Baixada Santista”  49% conhecem o termo “Costa da Mata Atlântica”  38% afirmam identificar a logomarca da “Costa da Mata Atlântica”  59% afirmaram que já ouviram falar sobre a região ou pelo menos uma cidade componente  25% associaram a “Costa da Mata Atlântica” ao “litoral paulista” e ao “litoral
  • 12. ANÁLISE  “Todas essas observações evidenciaram que, na mente dos turistas, a marca “Costa da Mata Atlântica” não remete à região de estudo, mas sim para algo abrangente, uma extensão territorial estadual ou até mesmo nacional. Ou seja, a marca ainda não cumpre sua função identificadora”.
  • 13. ANÁLISE  “Conclui-se, portanto, que a marca “Costa da Mata Atlântica” ainda não obteve o seu grau de reconhecimento notório pelos visitantes da região e que deve ser incorporada em outras ações estratégicas de marketing”.
  • 14. CONSIDERAÇÕES FINAIS  “(...) o estudo revelou que o termo “Baixada Santista” é reconhecido, praticamente, por todos os entrevistados, enquanto nem metade deles conhecem o termo e a marca “Costa da Mata Atlântica”.
  • 15. CONSIDERAÇÕES FINAIS  “(...) os resultados obtidos ao final do trabalho implicam diretamente na prática de atuação dos gestores da região turística, pois os questionamentos realizados, no sentido de identificar a percepção do visitante ao selo turístico Costa da Mata Atlântica, irão favorecer as estratégias de marketing e o desenvolvimento turístico regional, possibilitando ao poder público, ao trade e a todos os atores envolvidos com o turismo, um redirecionamento primordial para o desenvolvimento turístico na localidade”.
  • 16. COMENTÁRIOS DO PROFESSOR  Litoral paulista  Região Metropolitana da Baixada Santista  Região da Costa da Mata Atlântica  Municípios turísticos paulistas  Estâncias Turísticas (Balneária)