Análise sobre as possibilidades de emprego das tecnologias da informação e comunicação na gestão hoteleira Aristides Faria...
Estrutura da apresentação <ul><li>Introdução e objetivo da pesquisa </li></ul><ul><li>Evolução histórica das tecnologias d...
Introdução A  evolução  das tecnologias da informação e comunicação (TICs) proporcionou a executivos e pesquisadores  nova...
Objetivo O presente estudo tem como objetivo apresentar uma  reflexão  sobre o emprego das tecnologias da informação e com...
Evolução da comunicação <ul><li>Da fala para a escrita:  códigos marcados em argila, pedras, pergaminhos, papiro e couro a...
2 dimensões de essenciais <ul><li>Dimensão humana : experiência produtiva; tanto a informação quanto os relacionamentos to...
Particularidades da hotelaria <ul><li>Objetivos de marketing : precificação; estabelecimento ou consolidação de uma marca;...
<ul><li>Possibilidades </li></ul><ul><li>Sites de trocas de arquivos </li></ul><ul><li>Sites e Blogs Corporativos </li></u...
Referências <ul><li>DI FELICI, M. Das tecnologias da democracia para as tecnologias da colaboração. In: DI FELICI (org.). ...
Obrigado!!! [email_address] www.via6.com/aristidesfaria aristidesfaria @ aristidesfaria http://rhemhospitalidade.blogspot....
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Análise sobre as possibilidades de emprego das ti cs ecatur

1.252 visualizações

Publicada em

Slides de nossa palestra no 24º Encatho, realizado em Florianópolis (SC) entre os dias 28 e 30 de abril de 2010. Autores: Aristides Faria e Tiago Savi

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.252
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
173
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Análise sobre as possibilidades de emprego das ti cs ecatur

  1. 1. Análise sobre as possibilidades de emprego das tecnologias da informação e comunicação na gestão hoteleira Aristides Faria . Consultor da [RH em Hospitalidade], Diretor de Comunicação da ABBTUR São Paulo e Assessor de Relacionamento do Santos e Região Convention & Visitors Bureau. Tiago Savi . Turismólogo. Especialista em Gerenciamento de Projetos pela FGV-SC (2009) e Mestrando em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).
  2. 2. Estrutura da apresentação <ul><li>Introdução e objetivo da pesquisa </li></ul><ul><li>Evolução histórica das tecnologias da informação e comunicação </li></ul><ul><li>Usos das tecnologias da comunicação na gestão hoteleira </li></ul><ul><li>Algumas possibilidades... </li></ul><ul><li>Referências bibliográficas (parcial) </li></ul><ul><li>Apresentação de vídeo ilustrativo </li></ul>
  3. 3. Introdução A evolução das tecnologias da informação e comunicação (TICs) proporcionou a executivos e pesquisadores novas perspectivas sobre as formas de interagir na sociedade. Esse processo é dinâmico e possivelmente sem fim, já que essa evolução é permanente e o emprego das TICs permeia os mais diversos segmentos da economia.
  4. 4. Objetivo O presente estudo tem como objetivo apresentar uma reflexão sobre o emprego das tecnologias da informação e comunicação na gestão de meios de hospedagem , sobretudo, no que tange a formação e consolidação de marcas e o estabelecimento de vínculos entre a empresa e seus diversos públicos de interesse .
  5. 5. Evolução da comunicação <ul><li>Da fala para a escrita: códigos marcados em argila, pedras, pergaminhos, papiro e couro animal, por exemplo (século V a.C); </li></ul><ul><li>Fomento à mobilidade por meio impressão: redução de custos e a ‘eliminação’ dos copistas (século XV, na Europa); </li></ul><ul><li>Centralização da produção: II Grande Guerra, comunicados oficiais e controle da produção da informação; cultura de massa (Revolução Industrial, entre os séculos XIX e XX); </li></ul><ul><li>A descentralização da informação: diálogo, interação, compartilhamento, colaboração, redes sociais, troca, confiança, experiência criativa. </li></ul>
  6. 6. 2 dimensões de essenciais <ul><li>Dimensão humana : experiência produtiva; tanto a informação quanto os relacionamentos tornaram-se efêmeros; credibilidade; reputação; comunicação mediada; interfaces. </li></ul>Dimensão social : interação e não apenas emissão de informação; produzir e compartilhar conteúdos por meio de uma das plataformas virtuais; ferramentas de difusão e colaboração; web 2.0.
  7. 7. Particularidades da hotelaria <ul><li>Objetivos de marketing : precificação; estabelecimento ou consolidação de uma marca; resgate histórico; recuperação de imagem degradada; prospecção do mercado jovem; modernização de processo etc. </li></ul><ul><li>Marketing mix : A mídia social é um elemento híbrido do mix de comunicação, já que combina características das ferramentas tradicionais com uma forma altamente ampliada do ‘boca-a-boca’, ou seja, um clientes trocando suas experiências. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Possibilidades </li></ul><ul><li>Sites de trocas de arquivos </li></ul><ul><li>Sites e Blogs Corporativos </li></ul><ul><li>Redes Sociais com convites </li></ul><ul><li>Redes de networking </li></ul><ul><li>Redes Colaborativas </li></ul><ul><li>Second Life </li></ul><ul><li>E-commerce </li></ul><ul><li>Podcasts </li></ul><ul><li>Educação a Distância </li></ul><ul><li>Softwares de Código Aberto </li></ul><ul><li>Sites sociais de comentários </li></ul><ul><li>Buscadores </li></ul>
  9. 9. Referências <ul><li>DI FELICI, M. Das tecnologias da democracia para as tecnologias da colaboração. In: DI FELICI (org.). Do público para as redes : A comunicação digital e as novas formas de participação social. São Caetano do Sul (SP): Difusão Editora, 2008. </li></ul><ul><li>GOUVEIA, R; MAYER, V. A utilização do correio eletrônico como ferramenta de marketing pela hotelaria do Rio de Janeiro . In: Congresso Nacional de Excelência em Gestão. 2009. </li></ul><ul><li>HAYES, D K; NINEMEIER, J D. Gestão de operações hoteleiras . São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005. </li></ul><ul><li>LOVELOCK, C; WIRTZ, L. Serviços : marketing e gestão. 6ª tiragem. São Paulo: Saraiva, 2006. </li></ul><ul><li>LUPETTI, M. Gestão estratégica da comunicação mercadológica . São Paulo: Thomson Learning, 2007. </li></ul><ul><li>NASSAR, P. A mensagem como centro da rede de relacionamentos. In: DI FELICI (org.). Do público para as redes : A comunicação digital e as novas formas de participação social. São Caetano do Sul (SP): Difusão Editora, 2008. </li></ul><ul><li>SODRÉ, M. Sobre a episteme comunicacional. In: Matrizes : Revista do Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação da Universidade de São Paulo. Ano 1, n.1 (jul/dez 2007). São Paulo: ECA USP, 2007. </li></ul>
  10. 10. Obrigado!!! [email_address] www.via6.com/aristidesfaria aristidesfaria @ aristidesfaria http://rhemhospitalidade.blogspot.com [email_address]

×