SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
UNIESP | Faculdade de Diadema 
Dia do Turismólogo | 29 de setembro de 2014 
O TURISMÓLOGO NO PROCESSO DE 
PLANEJAMENTO DO TURISMO 
Aristides Faria Lopes dos Santos
Petição Pública 
• Petição Pública (Change.org) 
– Estabelecimento de critérios técnicos para a nomeação de Delegados Regionais de Turismo no 
Estado de São Paulo 
– O Decreto n. 3.193, de 10 de janeiro de 1974, que “Cria, a título experimental, Delegacias Regionais 
de Turismo” encontra-se desalinhado em relação a Lei Federal nº 12.591, de 18 de janeiro de 2012, 
que “Reconhece a profissão de Turismólogo e disciplina o seu exercício”; 
– Conforme o Decreto, uma das atribuições das Delegacias Regionais de Turismo é “I - realizar 
levantamentos, pesquisas de turismo no âmbito de sua região”, por exemplo. Ocorre que a Lei 
Federal considera atividade do Turismólogo “XVIII - coordenar e orientar levantamentos, estudos e 
pesquisas relativamente a instituições, empresas e estabelecimentos privados que atendam ao setor 
turístico”; 
– Entre outras distorções...
Aristides Faria Lopes dos Santos
Ficha técnica do projeto 
• Título: Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista 
• Coordenador: Aristides Faria Lopes dos Santos 
• Formação acadêmica: Bacharel em Turismo (Unisul, 2002), Especialista em Gestão de 
Recursos Humanos (UFSC, 2003), MBA em Gestão de Projetos (Unisantos, 2013) e 
Mestrado em Hospitalidade (UAM, 2013-2015). 
• Atuação profissional: Empresário, docente, consultor e palestrante. Possui experiência 
gerencial e operacional na iniciativa privada, poder público e terceiro setor. 
• Equipe do projeto: Tainá Rodrigues (Técnica de Turismo e Guia de Turismo/Embratur), 
Claudia Jorge (Guia de Turismo/Embratur) e Cristian Alves (Relações Públicas).
Ficha técnica do projeto 
• Objetivo: reunir informações e evidências atualizadas sobre a administração pública do 
turismo da região e propor ações governamentais para dinamizar o setor; 
• Estratégia: para alcançar o objetivo enunciado o trabalho foi ordenado em três fases 
concomitantes, a saber: 
– 1ª fase: Pesquisa de opinião pública via internet (em andamento); 
– 2ª fase: Visitas técnicas aos municípios da região; 
– 3ª fase: Reuniões técnicas com profissionais do setor (em andamento). 
• Metodologia: durante as visitas técnicas (estratégia metodológica de “observação 
participante”) realizou-se amplo registro fotográfico; 
• Duração do projeto: 64 dias (01/08 a 03/10/2014) 
• Relatório: essa apresentação é um recorte no projeto, ou seja, apenas uma parte do relatório 
final, que virá compor a Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista.
Ficha técnica do projeto: MS Project
1ª fase do projeto: opinião pública 
• Realizou-se pesquisa de opinião pública divulgada por meio da internet, com foco em 
público formado por profissionais dos diversos segmentos do turismo, tais como hotelaria, 
agenciamento de viagens, Guias de Turismo, docentes e estudantes, entre outros; 
• A primeira etapa da campanha foi veiculada entre 10 de agosto e 25 de setembro de 2014 
(ainda no ar), quando foi feita a presente tabulação; 
• O motivador desse processo foi o período eleitoral, então a meta é atingir 1.000 respostas 
válidas até o dia 31 de dezembro de 2014; 
• Em 1° de novembro desse ano a Agenda Propositiva do Turismo – fechada até aquela data 
– será entregue aos deputados estaduais eleitos pela região, em ato social em Santos (SP); 
• Até o momento, as informações sobre o projeto foram visualizadas por mais 
80.000 pessoas... mas80responderam ao questionário!
Opinião pública: origem e atuação 
9 
27 
4 
9 
6 
13 
8 
4 
Agenciamento Diversos Consultoria Docência Hotelaria Poder Público Guia de 
Turismo 
Estudantes 
2 3 2 
5 
1 
6 
10 
5 
28 
18 
Cubatão Guarujá Interior Itanhaem Mongagua Peruíbe Praia 
Grande 
RMSP Santos São Vicente
Opinião pública: principais entraves 
8 
26 
14 14 
19 
6 
18 
12 
28 
11 
36 
3 
36
Avaliação objetiva (escala 0 a 5) 
Na escala a seguir, em termos 
gerais, avalie a administração 
pública do turismo de sua cidade. 
Na escala a seguir, em termos 
gerais, avalie o nível de articulação 
entre os municípios no que tange ao 
turismo.
2ª fase do projeto: visitas técnicas 
• Realizou-se visitas aos municípios da região com foco em atrativos turísticos e postos de 
informações turísticas; 
• Os itinerários foram planejados com base nas informações disponibilizadas pelas prefeituras 
locais em seus websites institucionais; 
• A equipe do projeto visitou diversos atrativos e consultou postos de informações para 
verificar as condições gerais de visitação, como faria um turista comum, independente da 
motivação de sua viagem; 
• Nesse documento, apresenta-se resumidamente questões pontuais identificadas em cada 
município. Limitou-se nessa ocasião os comentários a duas citações por cidade; 
• Essencialmente, ao longo do processo, a equipe do projeto se empenhou em identificar boas 
práticas de administração pública do turismo em cada cidade para compartilhar com os 
demais profissionais do setor.
Cubatão 
Largo do Sapo: faltam vagas para paradas e 
sinalização turística 
Parque Ecológico do Perequê: acesso pouco 
convidativo e sem sinalização
Cubatão 
Largo do Sapo: faltam vagas para paradas e 
sinalização turística 
Parque Ecológico do Perequê: acesso pouco 
convidativo e sem sinalização
Itanhaém 
Imediações da Cama de Anchieta: falta 
infraestrutura de apoio e conservação 
PIT: o posto de informações encontrava-se 
fechado e sem notificação para o turista
Itanhaém 
Cama de Anchieta: conservação do deck 
CITM: conservação do posto de 
informações e identidade visual
Santos 
Emissário: o parque carece de manutenção 
ou isolamento de algumas áreas 
Orquidário: o parque estava fechado (sem 
notificação) e nas imediações havia entulho
Santos 
Parque Municipal do Orquidário: recém 
reformado, fechado, mas sem informações 
Estação do Valongo, prédio restaurado, que 
é sede da Secretaria de Turismo de Santos
3ª fase do projeto: reuniões técnicas 
• Realizou-se reuniões técnicas e temáticas 
com profissionais do turismo atuantes na 
região; 
• Esses encontros objetivaram analisar as 
visitas técnicas realizadas até o momento; 
• Foram diversos encontros, mas dois deles 
tiveram convite aberto e tema flexível; 
• A terceira reunião acontecerá em 1° de 
novembro, após as eleições, para entrega 
do documento final do projeto aos 
deputados estaduais eleitos pela região.
Desdobramentos 
• VI CLAIT: publicações científicas 
– Reflexiones sobre la conversión del potencial en producto turístico: análisis sobre la municipalidad 
de Cubatão, San Pablo, Brasil. 
– Análisis sobre el Programa de Revitalización y Desarrollo de la Región Central Histórica de Santos, 
San Pablo, Brasil (Alegra Centro). 
– Eventos y herramientas de comunicación social: análisis sobre la estrategia de promoción del 
Seminario de Hospitalidad de la costa paulista (San Pablo, Brasil) 
• Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista (SEHLIPA) 
– Santos, abril de 2015 
– Tema central: Comunicação & Relações governamentais 
– Informações: www.sehlipa.com / http://sehlipa.blogspot.com 
• Banco de Projetos da ALESP 
– http://www.al.sp.gov.br/participe/banco-de-projetos/
Muito obrigado!! 
• Contatos 
– www.facebook.com/agendapropositivadoturismo 
– aristidesfaria@rhemhospitalidade.com 
– www.rhemhospitalidade.com 
– Foto: Área Continental de Santos (Por Aristides Faria)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...
Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...
Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...Aristides Faria
 
Plano estadual de turismo 2013 2033
Plano estadual de turismo 2013 2033Plano estadual de turismo 2013 2033
Plano estadual de turismo 2013 2033Bruno Muniz de Brito
 
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)Aristides Faria
 
Plano Estratégico do Turismo Náutico da Baía de Todos os-Santos
Plano Estratégico do Turismo Náutico da Baía de Todos os-SantosPlano Estratégico do Turismo Náutico da Baía de Todos os-Santos
Plano Estratégico do Turismo Náutico da Baía de Todos os-SantosSecretaria de Turismo da Bahia
 
Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Turismo
Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do TurismoPrograma de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Turismo
Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do TurismoSecretaria de Turismo da Bahia
 
Projeto de Georreferênciamento - Itu
Projeto de Georreferênciamento - ItuProjeto de Georreferênciamento - Itu
Projeto de Georreferênciamento - ItuPedro Barciela
 
Requerimento 13 meta 12
Requerimento 13   meta 12Requerimento 13   meta 12
Requerimento 13 meta 12RAPPER PIRATA
 
Apresentação noções conceituais turismo
Apresentação   noções conceituais turismo Apresentação   noções conceituais turismo
Apresentação noções conceituais turismo Karlla Costa
 
Conheça a ONG Araucária!
Conheça a ONG Araucária!Conheça a ONG Araucária!
Conheça a ONG Araucária!Alexandre Maitto
 
Requerimento 13 meta 12-1
Requerimento 13   meta 12-1Requerimento 13   meta 12-1
Requerimento 13 meta 12-1RAPPER PIRATA
 
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)Aristides Faria
 
Instância de Governança da Grande Florianópolis
Instância de Governança da Grande FlorianópolisInstância de Governança da Grande Florianópolis
Instância de Governança da Grande FlorianópolisRenato Müller
 
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)Aristides Faria
 
Uso público nas UC do Rio de Janeiro – Manuela Tambellini
 Uso público nas UC do Rio de Janeiro – Manuela Tambellini Uso público nas UC do Rio de Janeiro – Manuela Tambellini
Uso público nas UC do Rio de Janeiro – Manuela TambelliniFundação Neotrópica do Brasil
 

Mais procurados (20)

Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...
Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...
Turismo Cultural: estudo de caso sobre o Complexo Cultural Palácio das Artes,...
 
Plano estadual de turismo 2013 2033
Plano estadual de turismo 2013 2033Plano estadual de turismo 2013 2033
Plano estadual de turismo 2013 2033
 
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
Turismo de base comunitária: Cubatão (SP)
 
Plano Estratégico do Turismo Náutico da Baía de Todos os-Santos
Plano Estratégico do Turismo Náutico da Baía de Todos os-SantosPlano Estratégico do Turismo Náutico da Baía de Todos os-Santos
Plano Estratégico do Turismo Náutico da Baía de Todos os-Santos
 
Turismo Cultural Ferroviário – Potencialidades e Perspectivas
Turismo Cultural Ferroviário – Potencialidades e PerspectivasTurismo Cultural Ferroviário – Potencialidades e Perspectivas
Turismo Cultural Ferroviário – Potencialidades e Perspectivas
 
Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Turismo
Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do TurismoPrograma de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Turismo
Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Turismo
 
Projeto de Georreferênciamento - Itu
Projeto de Georreferênciamento - ItuProjeto de Georreferênciamento - Itu
Projeto de Georreferênciamento - Itu
 
Requerimento 13 meta 12
Requerimento 13   meta 12Requerimento 13   meta 12
Requerimento 13 meta 12
 
Segmentação do Turismo e o Mercado
Segmentação do Turismo e o MercadoSegmentação do Turismo e o Mercado
Segmentação do Turismo e o Mercado
 
Apresentação noções conceituais turismo
Apresentação   noções conceituais turismo Apresentação   noções conceituais turismo
Apresentação noções conceituais turismo
 
Conheça a ONG Araucária!
Conheça a ONG Araucária!Conheça a ONG Araucária!
Conheça a ONG Araucária!
 
Briefing
BriefingBriefing
Briefing
 
Requerimento 13 meta 12-1
Requerimento 13   meta 12-1Requerimento 13   meta 12-1
Requerimento 13 meta 12-1
 
2010 assembléia geral
2010 assembléia geral2010 assembléia geral
2010 assembléia geral
 
Carta de serviço dpctz
Carta de serviço dpctzCarta de serviço dpctz
Carta de serviço dpctz
 
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
Mobilização, Participação e Controle Social (III CGPOP Unifesp)
 
Instância de Governança da Grande Florianópolis
Instância de Governança da Grande FlorianópolisInstância de Governança da Grande Florianópolis
Instância de Governança da Grande Florianópolis
 
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
IFSP.CBT | Meios de Hospedagem (aula 08.04.2021)
 
Uso público nas UC do Rio de Janeiro – Manuela Tambellini
 Uso público nas UC do Rio de Janeiro – Manuela Tambellini Uso público nas UC do Rio de Janeiro – Manuela Tambellini
Uso público nas UC do Rio de Janeiro – Manuela Tambellini
 
Slide conceitos
Slide conceitosSlide conceitos
Slide conceitos
 

Semelhante a Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados - UNIESP Diadema

Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)Aristides Faria
 
Ação governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
Ação governamental e o papel do terceiro setor no TurismoAção governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
Ação governamental e o papel do terceiro setor no TurismoAristides Faria
 
Seminário 06 projeto inventário - mtur
Seminário 06   projeto inventário - mturSeminário 06   projeto inventário - mtur
Seminário 06 projeto inventário - mturBruno Muniz de Brito
 
Projeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeirosProjeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeirosPATRICIA OLIVEIRA
 
Relatório 2013-2016
Relatório 2013-2016Relatório 2013-2016
Relatório 2013-2016Alvaro Santi
 
Competitividade no setor de viagens e turismo
Competitividade no setor de viagens e turismoCompetitividade no setor de viagens e turismo
Competitividade no setor de viagens e turismoAristides Faria
 
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 10
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 10Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 10
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 10Aristides Faria
 
Workshop a Importância e Funcionamento do Conselho Municipal de Turismo São V...
Workshop a Importância e Funcionamento do Conselho Municipal de Turismo São V...Workshop a Importância e Funcionamento do Conselho Municipal de Turismo São V...
Workshop a Importância e Funcionamento do Conselho Municipal de Turismo São V...renatocaicara
 
Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)
Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)
Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)Aristides Faria
 
Um Olhar Cultura por Cuiaba
Um Olhar Cultura por CuiabaUm Olhar Cultura por Cuiaba
Um Olhar Cultura por CuiabaAristides Faria
 
Apresentação do programa de capacitação
Apresentação do programa de capacitaçãoApresentação do programa de capacitação
Apresentação do programa de capacitaçãomarcelomesquita
 
Apresentação do programa de capacitação
Apresentação do programa de capacitaçãoApresentação do programa de capacitação
Apresentação do programa de capacitaçãoMinistério da Cultura
 
SEHLIPA Santos 2015: relatório operacional
SEHLIPA Santos 2015: relatório operacionalSEHLIPA Santos 2015: relatório operacional
SEHLIPA Santos 2015: relatório operacionalAristides Faria
 
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 05
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 05Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 05
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 05Aristides Faria
 
Projeto inventário da oferta turística
Projeto inventário da oferta turísticaProjeto inventário da oferta turística
Projeto inventário da oferta turísticaElizabeth Wada
 
Projetos Culturais - Elaboração, planejamento e gestão (Daniele Torres) - Red...
Projetos Culturais - Elaboração, planejamento e gestão (Daniele Torres) - Red...Projetos Culturais - Elaboração, planejamento e gestão (Daniele Torres) - Red...
Projetos Culturais - Elaboração, planejamento e gestão (Daniele Torres) - Red...Cultura e Mercado
 
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009Trilha_dos_Inconfidentes
 
Santos (Sp) regionalizacao do turismo
Santos (Sp)   regionalizacao do turismoSantos (Sp)   regionalizacao do turismo
Santos (Sp) regionalizacao do turismoAristides Faria
 

Semelhante a Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados - UNIESP Diadema (20)

Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)
Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Workshop ACAI, Itanhaém (SP)
 
Ação governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
Ação governamental e o papel do terceiro setor no TurismoAção governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
Ação governamental e o papel do terceiro setor no Turismo
 
Seminário 06 projeto inventário - mtur
Seminário 06   projeto inventário - mturSeminário 06   projeto inventário - mtur
Seminário 06 projeto inventário - mtur
 
Projeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeirosProjeto de turismo dos tropeiros
Projeto de turismo dos tropeiros
 
Relatório 2013-2016
Relatório 2013-2016Relatório 2013-2016
Relatório 2013-2016
 
Competitividade no setor de viagens e turismo
Competitividade no setor de viagens e turismoCompetitividade no setor de viagens e turismo
Competitividade no setor de viagens e turismo
 
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 10
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 10Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 10
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 10
 
Workshop a Importância e Funcionamento do Conselho Municipal de Turismo São V...
Workshop a Importância e Funcionamento do Conselho Municipal de Turismo São V...Workshop a Importância e Funcionamento do Conselho Municipal de Turismo São V...
Workshop a Importância e Funcionamento do Conselho Municipal de Turismo São V...
 
O Turismo em Bonito-MS
O Turismo em Bonito-MSO Turismo em Bonito-MS
O Turismo em Bonito-MS
 
Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)
Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)
Competitividade no setor de viagens e turismo (II EICPOG)
 
Um Olhar Cultura por Cuiaba
Um Olhar Cultura por CuiabaUm Olhar Cultura por Cuiaba
Um Olhar Cultura por Cuiaba
 
Apresentação do programa de capacitação
Apresentação do programa de capacitaçãoApresentação do programa de capacitação
Apresentação do programa de capacitação
 
Apresentação do programa de capacitação
Apresentação do programa de capacitaçãoApresentação do programa de capacitação
Apresentação do programa de capacitação
 
SEHLIPA Santos 2015: relatório operacional
SEHLIPA Santos 2015: relatório operacionalSEHLIPA Santos 2015: relatório operacional
SEHLIPA Santos 2015: relatório operacional
 
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 05
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 05Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 05
Ecoturismo e Turismo de Aventura: aula 05
 
Projeto inventário da oferta turística
Projeto inventário da oferta turísticaProjeto inventário da oferta turística
Projeto inventário da oferta turística
 
Projetos Culturais - Elaboração, planejamento e gestão (Daniele Torres) - Red...
Projetos Culturais - Elaboração, planejamento e gestão (Daniele Torres) - Red...Projetos Culturais - Elaboração, planejamento e gestão (Daniele Torres) - Red...
Projetos Culturais - Elaboração, planejamento e gestão (Daniele Torres) - Red...
 
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
Relatorio Ações 2008 / Plano de Ações 2009
 
2010 turismo legislativo
2010 turismo legislativo2010 turismo legislativo
2010 turismo legislativo
 
Santos (Sp) regionalizacao do turismo
Santos (Sp)   regionalizacao do turismoSantos (Sp)   regionalizacao do turismo
Santos (Sp) regionalizacao do turismo
 

Mais de Aristides Faria

Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Aristides Faria
 
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxObservatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxAristides Faria
 
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Aristides Faria
 
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao PauloPorto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao PauloAristides Faria
 
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021Aristides Faria
 
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoSEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoAristides Faria
 
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Aristides Faria
 
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaWorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaAristides Faria
 
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)Aristides Faria
 
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAssociativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAristides Faria
 
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Aristides Faria
 
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneosTendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneosAristides Faria
 
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...Aristides Faria
 
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Aristides Faria
 
Seminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism ResearchSeminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism ResearchAristides Faria
 
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017Aristides Faria
 
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...Aristides Faria
 
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)Aristides Faria
 
Métodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: surveyMétodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: surveyAristides Faria
 
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)Aristides Faria
 

Mais de Aristides Faria (20)

Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. II)
 
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptxObservatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
Observatório do Turismo & Economia do Mar - 2023-2024 (v. I).pptx
 
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
Síntese da Lei n° 10.973, de 2 de dezembro de 2004​
 
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao PauloPorto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
Porto de Santos: desenvolvimento regional do turismo no litoral de Sao Paulo
 
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
Apresentacao de trabalho no EPTEN 2021
 
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e InovaçãoSEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
SEMEI IFRR: Oficina Turismo e Inovação
 
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
Apresentação sobre o projeto SIGESTur na SEMATUR IFSP CBT 2021
 
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides FariaWorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
WorkIF 2021 - IFMT - SIGESTur - Aristides Faria
 
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
IFSP.CBT | Pesquisa em Turismo (aula 06.04.2021)
 
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidadeAssociativismo, cooperacao e hospitalidade
Associativismo, cooperacao e hospitalidade
 
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
Mercado imobiliário: Praia Grande, São Paulo (AirDNA: 02/2019)
 
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneosTendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
Tendências e perspectivas para a gestão de destinos turísticos litorâneos
 
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
Marketing & Turismo: estudo de caso sobre o potencial mercadológico do municí...
 
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
Tendências recentes e perspectivas futuras do turismo no Polo Costa dos Coque...
 
Seminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism ResearchSeminário: Annals of Tourism Research
Seminário: Annals of Tourism Research
 
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
Apresentação no V FCGTurH (Univali) 2017
 
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
Formação Superior em Turismo & Hospitalidade: um fator de competitividade de ...
 
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
Projeto de pesquisa (Doutorado em Hospitalidade)
 
Métodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: surveyMétodos de pesquisa: survey
Métodos de pesquisa: survey
 
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
Pesquisa documental: atividade avaliativa (P2)
 

Último

Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 

Último (20)

Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 

Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista - Apresentação de resultados - UNIESP Diadema

  • 1. UNIESP | Faculdade de Diadema Dia do Turismólogo | 29 de setembro de 2014 O TURISMÓLOGO NO PROCESSO DE PLANEJAMENTO DO TURISMO Aristides Faria Lopes dos Santos
  • 2. Petição Pública • Petição Pública (Change.org) – Estabelecimento de critérios técnicos para a nomeação de Delegados Regionais de Turismo no Estado de São Paulo – O Decreto n. 3.193, de 10 de janeiro de 1974, que “Cria, a título experimental, Delegacias Regionais de Turismo” encontra-se desalinhado em relação a Lei Federal nº 12.591, de 18 de janeiro de 2012, que “Reconhece a profissão de Turismólogo e disciplina o seu exercício”; – Conforme o Decreto, uma das atribuições das Delegacias Regionais de Turismo é “I - realizar levantamentos, pesquisas de turismo no âmbito de sua região”, por exemplo. Ocorre que a Lei Federal considera atividade do Turismólogo “XVIII - coordenar e orientar levantamentos, estudos e pesquisas relativamente a instituições, empresas e estabelecimentos privados que atendam ao setor turístico”; – Entre outras distorções...
  • 4. Ficha técnica do projeto • Título: Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista • Coordenador: Aristides Faria Lopes dos Santos • Formação acadêmica: Bacharel em Turismo (Unisul, 2002), Especialista em Gestão de Recursos Humanos (UFSC, 2003), MBA em Gestão de Projetos (Unisantos, 2013) e Mestrado em Hospitalidade (UAM, 2013-2015). • Atuação profissional: Empresário, docente, consultor e palestrante. Possui experiência gerencial e operacional na iniciativa privada, poder público e terceiro setor. • Equipe do projeto: Tainá Rodrigues (Técnica de Turismo e Guia de Turismo/Embratur), Claudia Jorge (Guia de Turismo/Embratur) e Cristian Alves (Relações Públicas).
  • 5. Ficha técnica do projeto • Objetivo: reunir informações e evidências atualizadas sobre a administração pública do turismo da região e propor ações governamentais para dinamizar o setor; • Estratégia: para alcançar o objetivo enunciado o trabalho foi ordenado em três fases concomitantes, a saber: – 1ª fase: Pesquisa de opinião pública via internet (em andamento); – 2ª fase: Visitas técnicas aos municípios da região; – 3ª fase: Reuniões técnicas com profissionais do setor (em andamento). • Metodologia: durante as visitas técnicas (estratégia metodológica de “observação participante”) realizou-se amplo registro fotográfico; • Duração do projeto: 64 dias (01/08 a 03/10/2014) • Relatório: essa apresentação é um recorte no projeto, ou seja, apenas uma parte do relatório final, que virá compor a Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista.
  • 6. Ficha técnica do projeto: MS Project
  • 7. 1ª fase do projeto: opinião pública • Realizou-se pesquisa de opinião pública divulgada por meio da internet, com foco em público formado por profissionais dos diversos segmentos do turismo, tais como hotelaria, agenciamento de viagens, Guias de Turismo, docentes e estudantes, entre outros; • A primeira etapa da campanha foi veiculada entre 10 de agosto e 25 de setembro de 2014 (ainda no ar), quando foi feita a presente tabulação; • O motivador desse processo foi o período eleitoral, então a meta é atingir 1.000 respostas válidas até o dia 31 de dezembro de 2014; • Em 1° de novembro desse ano a Agenda Propositiva do Turismo – fechada até aquela data – será entregue aos deputados estaduais eleitos pela região, em ato social em Santos (SP); • Até o momento, as informações sobre o projeto foram visualizadas por mais 80.000 pessoas... mas80responderam ao questionário!
  • 8. Opinião pública: origem e atuação 9 27 4 9 6 13 8 4 Agenciamento Diversos Consultoria Docência Hotelaria Poder Público Guia de Turismo Estudantes 2 3 2 5 1 6 10 5 28 18 Cubatão Guarujá Interior Itanhaem Mongagua Peruíbe Praia Grande RMSP Santos São Vicente
  • 9. Opinião pública: principais entraves 8 26 14 14 19 6 18 12 28 11 36 3 36
  • 10. Avaliação objetiva (escala 0 a 5) Na escala a seguir, em termos gerais, avalie a administração pública do turismo de sua cidade. Na escala a seguir, em termos gerais, avalie o nível de articulação entre os municípios no que tange ao turismo.
  • 11. 2ª fase do projeto: visitas técnicas • Realizou-se visitas aos municípios da região com foco em atrativos turísticos e postos de informações turísticas; • Os itinerários foram planejados com base nas informações disponibilizadas pelas prefeituras locais em seus websites institucionais; • A equipe do projeto visitou diversos atrativos e consultou postos de informações para verificar as condições gerais de visitação, como faria um turista comum, independente da motivação de sua viagem; • Nesse documento, apresenta-se resumidamente questões pontuais identificadas em cada município. Limitou-se nessa ocasião os comentários a duas citações por cidade; • Essencialmente, ao longo do processo, a equipe do projeto se empenhou em identificar boas práticas de administração pública do turismo em cada cidade para compartilhar com os demais profissionais do setor.
  • 12. Cubatão Largo do Sapo: faltam vagas para paradas e sinalização turística Parque Ecológico do Perequê: acesso pouco convidativo e sem sinalização
  • 13. Cubatão Largo do Sapo: faltam vagas para paradas e sinalização turística Parque Ecológico do Perequê: acesso pouco convidativo e sem sinalização
  • 14. Itanhaém Imediações da Cama de Anchieta: falta infraestrutura de apoio e conservação PIT: o posto de informações encontrava-se fechado e sem notificação para o turista
  • 15. Itanhaém Cama de Anchieta: conservação do deck CITM: conservação do posto de informações e identidade visual
  • 16. Santos Emissário: o parque carece de manutenção ou isolamento de algumas áreas Orquidário: o parque estava fechado (sem notificação) e nas imediações havia entulho
  • 17. Santos Parque Municipal do Orquidário: recém reformado, fechado, mas sem informações Estação do Valongo, prédio restaurado, que é sede da Secretaria de Turismo de Santos
  • 18. 3ª fase do projeto: reuniões técnicas • Realizou-se reuniões técnicas e temáticas com profissionais do turismo atuantes na região; • Esses encontros objetivaram analisar as visitas técnicas realizadas até o momento; • Foram diversos encontros, mas dois deles tiveram convite aberto e tema flexível; • A terceira reunião acontecerá em 1° de novembro, após as eleições, para entrega do documento final do projeto aos deputados estaduais eleitos pela região.
  • 19. Desdobramentos • VI CLAIT: publicações científicas – Reflexiones sobre la conversión del potencial en producto turístico: análisis sobre la municipalidad de Cubatão, San Pablo, Brasil. – Análisis sobre el Programa de Revitalización y Desarrollo de la Región Central Histórica de Santos, San Pablo, Brasil (Alegra Centro). – Eventos y herramientas de comunicación social: análisis sobre la estrategia de promoción del Seminario de Hospitalidad de la costa paulista (San Pablo, Brasil) • Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista (SEHLIPA) – Santos, abril de 2015 – Tema central: Comunicação & Relações governamentais – Informações: www.sehlipa.com / http://sehlipa.blogspot.com • Banco de Projetos da ALESP – http://www.al.sp.gov.br/participe/banco-de-projetos/
  • 20. Muito obrigado!! • Contatos – www.facebook.com/agendapropositivadoturismo – aristidesfaria@rhemhospitalidade.com – www.rhemhospitalidade.com – Foto: Área Continental de Santos (Por Aristides Faria)