Resumo de termologia

13.580 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.580
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
144
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
147
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo de termologia

  1. 1. RESUMO DE TERMOLOGIATermologia é a parte da Física que estuda a energia térmica.A temperatura é uma medida relacionada com a intensidade de agitação dasmoléculas que o constituem.Moléculas muito agitadas temperatura altaMoléculas pouco agitadas temperatura baixaCalor é a transferência de energia de um objeto ousistema para outro, devido, exclusivamente, àdiferença de temperatura entre eles.O equilíbrio térmico ocorre quando possuem a mesma temperatura.TermometriaÉ a parte da Termologia que estuda a temperatura e suas medidas.Escalas Termométricas:Chama-se de escala termométrica a sequência ordenada das temperaturas quedefinem todos os estados térmicos, ordenados a partir dos que possuem menosenergia térmica aos que possuem mais energia térmica.
  2. 2. O termômetro é um instrumento ao qual associamosuma escala numérica e que, após permanecer emcontato por um certo tempo com um corpo, entra emequilibro térmico com ele, permitindo, através daescala numérica, que avaliemos sua temperatura.Para graduar um termômetro, e, consequentemente,criar uma escala termométrica, é necessárioestabelecer valores para a temperatura de doisestados térmicos bem caracterizados, chamados depontos fixos, e que possam ser reproduzidos com facilidade. Geralmente os estadostérmicos escolhidos correspondem a mudanças de estado da água sob pressãonormal e constante, e são denominados pontos fixos fundamentais. São eles:a) Ponto de gelo: ponto de fusão do gelo.b) Ponto de vapor: ponto de ebulição da água.Escalas TermométricasAs escalas mais usuais são a Escala Celsius (°C), utilizada em grande partedo mundo, onde os valores 0°C e 100°C são atribuídos, respectivamente, para oponto do gelo e o do vapor, dividindo-se o intervalo entre os dois pontos fixos em100 partes iguais (o grau Celsius); e a Escala Fahrenheit (°F), utilizada nos paísesde língua inglesa, onde os valores 32°F e 212°F são atribuídos, respectivamente,para o ponto do gelo e o do vapor, dividindo-se o intervalo entre os dois pontos fixosem 180 partes iguais (o grau Fahrenheit).
  3. 3. Escala Termométrica Absoluta:O zero absoluto ocorre quando o movimento de agitação térmico de todos osátomos e moléculas de um corpo cessa.A escala absoluta utilizada no Sistema Internacional de Unidades (SI) é aEscala Kelvin, e sua unidade se chama kelvin (K)Dilatação Térmica dos SólidosCom o aumento da temperatura de um corpo, há um aumento dos “espaços”intramoleculares como consequência de uma maior agitação térmica, causada portal acréscimo de temperatura. E o aumento desses “espaços” acarreta, porconseguinte, um aumento no volume do próprio corpo.Costuma-se dividir a dilatação térmica dos sólidos em três modalidades diferentes,conforme o número de dimensões analisadas. Quando se analisa apenas umadimensão, chamamos de dilatação linear, para duas dimensões, dá-se o nome dedilatação superficial e para três dimensões, dilatação volumétrica.Perceba que apesar de estudarmos em separado cada um dos três “tipos” dedilatação, na realidade ela sempre será volumétrica, dado que um corpo semprepossuirá três dimensões.
  4. 4. Dilatação Linear: é a dilatação que influencia na variação do comprimento.Dilatação Superficial: É a dilatação que influencia na variação da área.Dilatação Volumétrica: é a dilatação que influencia na variação do volume.

×