Jesus o Pão da Vida João 4 24-35

5.701 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.701
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jesus o Pão da Vida João 4 24-35

  1. 1. SERMÃO
  2. 2. Presenciamos na atualidade um modismo religioso prega um evangelho triunfalista.
  3. 3. Segundo a Teologia da Prosperidade o crente sempre se dá bem.
  4. 4. Se alguma adversidade acontecer é porque ele está em pecado.
  5. 5. Presenciamos atualmente um trânsito religioso muito intenso, onde as pessoas se deslocam de uma religião para outra... ou mesmo de uma denominação cristã para outra... na busca de serem mais abençoados!
  6. 6. Citam uma verdade, só que fora de seu contexto. “ Placa de igreja não salva, só Jesus pode salvar”. Templo Batista Ebenézer
  7. 7. Isto é uma verdade, porém, tem servido de “ desculpa ” para que muitas pessoas não assumam a responsabilidade da missão.
  8. 8. São pessoas que desejam usufruir do “ BÔNUS ” da salvação, mas não querem arcar com o “ ÔNUS ” da Missão.
  9. 9. Esta atitude não é fruto apenas da “Modernidade” ou do “Modismo Religioso”, ela já estava presente nos seguidores de Jesus, desde o início da Igreja.
  10. 10. Ao estudarmos os Evangelhos bíblicos, nos deparamos com ensinamentos que advertiam os cristãos do perigo de uma vida religiosa sem compromisso verdadeiro.
  11. 11. Lembremo-nos que os evangelhos não são textos jornalísticos. Foram compostos com a finalidade de discipular os cristãos.
  12. 12. Ao relatar em seu evangelho o episódio que vamos refletir, João estava ensinando sua comunidade sobre a importância de se comprometer com os valores do Reino de Deus.
  13. 13. TEXTO João 4:24-35
  14. 14. 24 Quando, pois, viu a multidão que Jesus não estava ali nem os seus discípulos, tomaram os barcos e partiram para Cafarnaum à sua procura.
  15. 15. 25 E, tendo-o encontrado no outro lado do mar, lhe perguntaram: Mestre, quando chegaste aqui?
  16. 16. 26 Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: vós me procurais, não porque vistes sinais, mas porque comestes dos pães e vos fartastes .
  17. 17. 27 Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela que subsiste para a vida eterna, a qual o Filho do Homem vos dará; porque Deus, o Pai, o confirmou com o seu selo.
  18. 18. 28 Dirigiram-se, pois, a ele, perguntando: Que faremos para realizar as obras de Deus?
  19. 19. 29 Respondeu-lhes Jesus: A obra de Deus é esta: que creiais naquele que por ele foi enviado.
  20. 20. 30 Então, lhe disseram eles: Que sinal fazes para que o vejamos e creiamos em ti? Quais são os teus feitos?
  21. 21. 31 Nossos pais comeram o maná no deserto, como está escrito: Deu-lhes a comer pão do céu.
  22. 22. 32 Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: não foi Moisés quem vos deu o pão do céu; o verdadeiro pão do céu é meu Pai quem vos dá.
  23. 23. 33 Porque o pão de Deus é o que desce do céu e dá vida ao mundo.
  24. 24. 34 Então, lhe disseram: Senhor, dá-nos sempre desse pão.
  25. 25. 35 Declarou-lhes, pois, Jesus: Eu sou o pão da vida; o que vem a mim jamais terá fome; e o que crê em mim jamais terá sede.
  26. 26. Aplicação Pastoral Jesus nos chama ao COMPROMISSO
  27. 27. Jesus não é um demagogo que faz promessas fáceis e cuja preocupação é juntar adeptos ou atrair multidões a qualquer preço. Jesus nos chama ao COMPROMISSO
  28. 28. Ele é o Deus que veio ao nosso encontro com uma proposta de salvação, de vida plena; no entanto, essa proposta implica uma adesão séria, exigente e radical. Jesus nos chama ao COMPROMISSO
  29. 29. Você tem levado a sério o chamado de Deus? Tem assumido compromisso com a Sua Missão? Tem vivido de acordo com a vocação que recebeu?

×