Culto em Ação
       de Graças pelos
         129 anos do
       Metodismo em
         Piracicaba


                      ...
Como Igreja, adoramos ao Senhor
 Prelúdio:
 “Give me that old time religion” (Negro Spiritual - Arranjo: Peter Wolf ).
 We...
Como Igreja, confessamos ao Senhor
 Leitura Bíblica
    Indo Jesus para os lados de Cesaréia de Filipe, perguntou a seus
 ...
Como Igreja, louvamos ao Senhor
 Chamado ao Louvor

 Canto Congregacional
   Agradeço a Ti Senhor – Cânone
   Agradeço a T...
Ministério do Acolhimento
 Grande Coral
   Nunca, Meu Mestre
   Nunca, meu Mestre, cessará meu lábio
   De bendizer-Te, de...
Com pecados hoje, eu te entristeci,
      Mas perdão te peço, por amor de Ti.
      Sou teu pequenino: livra-me do mal,
  ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

2010.09.26 culto especial

2.051 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.051
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2010.09.26 culto especial

  1. 1. Culto em Ação de Graças pelos 129 anos do Metodismo em Piracicaba l do cia spe l” o e ora aç ã e C c ip n d rti ra Pa “G Programa Especial do Culto Dominical Vespertino celebrado no dia 26 de setembro de 2010, às 19h, no Templo da Catedral Metodista de Piracicaba em comemoração ao 129º aniversário do Metodismo em Piracicaba
  2. 2. Como Igreja, adoramos ao Senhor Prelúdio: “Give me that old time religion” (Negro Spiritual - Arranjo: Peter Wolf ). Wesley Jorge Freire. Acolhida Litania: Salmo 95: 1-7a Dirigente: Vinde, cantemos ao SENHOR; jubilemos à rocha da nossa salvação. Coral: Apresentemo-nos ante a sua face com louvores, e celebremo-lo com salmos Congregação: Porque o SENHOR é Deus grande, e Rei grande sobre todos os deuses. Coral: Nas suas mãos estão as profundezas da terra, e as alturas dos montes são suas. Congregação: Seu é o mar, e ele o fez, e as suas mãos formaram a terra seca. Dirigente: Ó vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do SENHOR que nos criou. Todos: Porque ele é o nosso Deus, e nós povo do seu pasto e ovelhas da sua mão. Grande Coral Deus dos Antigos Deus dos antigos, cuja forte mão Rege e sustém os astros na amplidão! Do cintilante céu inspirador, Com gratidão cantamos teu louvor! Já no passado foste nossa luz, Hoje és farol que à vida nos conduz;! Sê nosso Esteio, Guia e Proteção, Tua Palavra, lei e direção. Da guerra e morte ou crime assolador, Seja o teu braço o nosso defensor; Nos corações implanta a fé audaz Para fruirmos teu amor na paz. Teu povo, ó Deus, restaura em seu labor, Transforma a noite em dia de esplendor; As nossas vidas vem fortalecer Para o teu nome sempre engrandecer. Amém. Canto Congregacional Hino: Ao Deus de Abrão - HE nº 105 Ao Deus de Abrão louvai, Meu guia Deus será, Do vasto Céu Senhor Seu infinito amor Eterno e poderoso Pai, Feliz em tudo me fará E Deus de amor. Por onde eu for. Augusto Jeová, Tomou-me pela mão; Que terra e céu criou! Nas trevas deu-me luz, Minha alma o nome exaltará, E dá-me a eterna salvação Do grande Eu-Sou. Que vem da cruz. Ao Deus de Abrão louvai, No que meu Deus jurou Eis, por mandado seu, Humilde confiei; Minha alma deixa a terra E para o céu que preparou E vai gozar no céu. Eu subirei. O mundo desprezei, Sua face eu hei de ver, Seu lucro e seu louvor, Confiado em seu amor, E Deus por meu quinhão tomei, E para sempre engrandecer E Protetor. Meu Redentor.
  3. 3. Como Igreja, confessamos ao Senhor Leitura Bíblica Indo Jesus para os lados de Cesaréia de Filipe, perguntou a seus discípulos: Quem diz o povo ser o Filho do Homem? E eles respon- deram: Uns dizem: João Batista; outros: Elias; e outros: Jeremias ou algum dos profetas. Mas vós, continuou ele, quem dizeis que eu sou? Respondendo Simão Pedro, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. Então, Jesus lhe afirmou: Bem-aventurado és, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelaram, mas meu Pai, que está nos céus. Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não pre- valecerão contra ela. Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus. Então, advertiu os discípulos de que a ninguém dissessem ser ele o Cristo. (Mateus 16.13-20) Chamado à Confissão Oração Silenciosa Grande Coral A Pedra Fundamental Da Igreja o funda- A pedra preciosa Senhor, nós te rogamos mento Que Deus predestinou Que, erguido por amor, É Cristo, o Salvador, Sustenta pedras vivas O templo consagrado Em seu poder descansa, Que a graça trabalhou. Redundo em teu E é forte em seu amor. E, quando o monu- louvor; Em Cristo bem fir- mento E que almas redimidas mada Surgir em plena luz, Aqui, em comunhão, Segura sempre está A glória do edifício Se tornem templo santo E sobre a rocha eterna Será do Rei Jesus. Da tua habitação. Jamais se abalará. Amém. Castelo Forte Castelo Forte é nosso Deus, Se nos quisessem devorar Espada e bom escudo; Demônios não contados, Com Seu poder defende os seus Não poderiam dominar, Em todo o transe agudo. Nem ver-nos assustados. Com fúria pertinaz persegue O príncipe do mal, Satanás, Com seu plano infernal, Com ânimo cruel Já condenado está, Astuto e mui rebel, Vencido cairá Igual não há na terra. Por uma só palavra. A força do homem nada faz, De Deus o verbo ficará, Sozinho, está perdido; Sabemos com certeza, Mas nosso Deus socorro traz, E nada nos perturbará, Em Seu Filho escolhido. Com Cristo por defesa. Sabeis quem é? Jesus, Se temos de perder O que venceu na cruz, Família, bens, prazer, Senhor dos altos céus; Se tudo se acabar E, sendo o próprio Deus, E a morte nos chegar, Triunfa na batalha. Com Ele reinaremos! Amém.
  4. 4. Como Igreja, louvamos ao Senhor Chamado ao Louvor Canto Congregacional Agradeço a Ti Senhor – Cânone Agradeço a Ti Senhor, pois Tu és bondoso. Tua misericórdia, dura para sempre. Ofertório: Processional Canto Congregacional Hino: Desperta – HE 119 Desperta já, meu coração, Amor que um dia se encarnou E louva ao Salvador. A fim de me salvar Entoa em hinos triunfais E que, subindo à amarga cruz, Que Deus é Deus de amor; Morreu em meu lugar! Imenso, amor, amor sem par, Amor que clama: “Vinde a mim!” Que alegra os vastos Céus, Que busca o pecador; A terra atinge e a todos nós; Amor eterno, sem igual, Insigne amor de Deus! O meigo Salvador. Remido a preço divinal, Desperta já, meu coração O sangue do Senhor, E louva, louva ao Salvador! Com que pagar eu poderei Entoa em hinos triunfais Tal graça, tal amor, Que Deus é Deus de amor! Quando ele a mim, tão pobre e vil, Se digna de aceitar, E com os seus bem junto a si, No santo e eterno lar? Oração: Consagração das Ofertas Grande Coral Maravilhosa Graça Maravilhosa graça! Maior que o meu pecar! Como poder cantá-la? Como hei de começar?! Pois alivia a minha alma, e vivo em toda a calma, Pela maravilhosa graça de Jesus! Graça! Quão maravilhosa graça de Jesus, Alta como o firmamento, alta e é sem fim! É maravilhosa, é tão grandiosa, E suficiente para mim! É maior que a minha vida inútil, E maior que o meu pecado vil. O nome de Jesus engrandecei, E glória dai. Maravilhosa graça! Traz vida perenal! Por ela perdoado, vou à mansão real. Abranda o meu fardo, gozo de Deus o agrado, Pela maravilhosa graça de Jesus! Maravilhosa graça! Quão ricas bênçãos traz! O seu poder transforma o pecador falaz: Estou salvo com a verdade, por toda a eternidade, Pela maravilhosa graça de Jesus!
  5. 5. Ministério do Acolhimento Grande Coral Nunca, Meu Mestre Nunca, meu Mestre, cessará meu lábio De bendizer-Te, de entoar-Te glória. Pois eu conservo de Teu bem imenso, Grata memória. Quando perdido em vales deste mundo, Só me cercava a névoa tão escura. Dos céus mandaste fulgurante raio De luz tão pura. Quando inclinava minha fronte exausta, Do mal agir o jugo me pesava. Doce repouso e eficaz alívio Em Ti achava. Oh, nunca, nunca cessará meu lábio De bendizer-Te, de entoar-Te glória. Pois eu conservo de Teu bem imenso, Grata memória. Como Igreja, ouvimos o Senhor Sermão: Rev. Paulo Dias Nogueira Como Igreja, nos dedicamos ao Senhor Momento de Intercessão Grande Coral Fortalece a Tua Igreja Fortalece a tua Igreja, Ó bendito Salvador! Dá-lhe tua plena graça, Vem, renova seu vigor. Vivifica, vivifica Nossas almas, ó Senhor! Vivifica, vivifica Nossas almas, ó Senhor! Amém. Canto Congregacional Suave Chama – Cânone Suave chama, doce espírito a ti o meu cantar. Cristo Jesus, ó vem meus passos para o céu guiar Grande Coral Finda – se este dia Finda-se este dia que meu Pai me deu; Sombras vespertinas cobrem já o céu. Ó Jesus bendito, se comigo estás, Eu não temo a noite: vou dormir em paz.
  6. 6. Com pecados hoje, eu te entristeci, Mas perdão te peço, por amor de Ti. Sou teu pequenino: livra-me do mal, E em sossego alcanço pouso natural. Guarda o marinheiro no violento mar, E ao que sofre dores queiras confortar. Ao tentado estende tua mão, Senhor; Manda ao triste e aflito, o Consolador. Pelos pais e amigos, pela santa lei, Pelo amor divino graças Te darei. Ó Jesus! Aceita minha petição, E, seguro durmo, sem hesitação. Benção Amém Tríplice Poslúdio Fanfarra sobre o hino “Maravilhas Divinas” (Arranjo: Ellen Jane Lorenz). Wesley Jorge Freire. PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS Celebrante: Rev. Paulo Dias Nogueira. Organistas/Pianistas convidados: Jânea Falcão, Joanice Vicente Casemiro, Suzana Aves Cabral, Vera Cantoni e Wesley Jorge Freire. Regentes convidados: Antonio Sergio Aguiar, Jânea Falcão, Joanice Vicente Casemiro, Hélio Almeida Manfrinato, Sonia Carmela Falci Dechen, Suzana Aves Cabral, Umberto Cantoni, Vera Cantoni, Wesley Jorge Freire. Cantores/Cantoras: participantes dos Corais “Rev. James William Koger”, “Evangélico de Piracicaba”, “Misto da Escola de Música de Piracicaba Ernst Mahle”, “Vox Cenaculi”, bem como coralistas e ex- coralistas de diversas igrejas cristãs (assembleianos, batistas, católicos, metodistas, nazarenos, presbiterianos, quadrangulares, e outras) Grande Coral: A idéia de compor um grande coral para celebrar um culto de ação de graças pelo 129º aniversário da Catedral Metodista de Piracicaba surgiu em uma reunião do ministério de música de nossa igreja local em seu processo de revitalização. Dentre as várias idéias foi sugerido convidar coralistas e ex-coralistas dos vários corais conhecidos para uma celebração especial de louvor e adoração. Primeiramente foram escolhidos os hinos. Todos eles muito conhecidos. Depois foram preparadas fotocópias e cópias scaneadas das partituras e distribuídas juntamente com convites aos organistas, maestros e cantores, amigos da Catedral. O “GRANDE CORAL” é a união de vários amigos e irmãos amantes da música que se unem para louvar a Deus pelos 129 anos do metodismo em Piracicaba.

×