Desenhando Negócios

3.128 visualizações

Publicada em

"Entendeu ou quer que eu desenhe?" deixa de ser uma piada e vira solução. Já pensou nisso?

Em "Desenhando Negócios", Dan Roam busca mostrar como pensar com imagens pode ajudar a descobrir e desenvolver diferentes ideias, resolver problemas de maneiras inesperadas e melhorar a capacidade de expor insights.

Esse material é um resumo dos principais temas debatidos no livro. Aproveite!

Publicada em: Negócios

Desenhando Negócios

  1. 1. 1 DESENHANDO
  2. 2. 2 Sobre o Autor –Dan Roam Dan Roam é o autor do best-seller internacional “Desenhando Negócios “ (The Back of the Napkin), o livro de negócios sobre pensamento visual mais popular de todos os tempos. BusinessWeeke The Times de Londres elegeram o livro como o nº 1 em criatividade e inovação. Dan é o fundador e presidente da Digital Roam Inc., uma empresa de consultoria em gestão que utiliza o pensamento visual para resolver problemas complexos para clientes como Google, Boeing, eBay, Microsoft, Wal-Mart, Wells Fargo, Marinha os EUA, e o Senado dos Estados Unidos. @dan_roam http://goo.gl/6DAAQe
  3. 3. 3 PARTE I
  4. 4. 4 Uma Forma Completamente Nova de Ver os Negócios O segredo do negócio é a arte de resolver problemas Há uma forma de resolver problemas mais eficiente, eficaz e, talvez, mais divertida? Pensamento Visual Podemos resolver problemas com desenhos !!
  5. 5. 5 Quais Problemas? 1.Queme QuaisproblemasDesafios relacionados a coisas, pessoas e funções •O que está acontecendo à minha volta e onde me encaixo neste cenário? •Quem está encarregado e quem mais está envolvido? Quem é o responsável? 2.Problemas relativos a QuantoDesafios que envolvem medições e contagens •Temos o suficiente de X para que dure o tempo necessário? •Quanto de X precisaremos para continuar operando? E para crescermos? 3.Problemas relativos a QuandoDesafios relacionados a programações e tempo •O que vem primeiro e o que vem depois? •Temos muito o que fazer. Quando daremos conta de tudo?
  6. 6. 6 Quais Problemas? 4.Problemas relativos a OndeDesafios relacionados ao direcionamento e como as coisas se encaixam •Para onde estamos caminhando? Estamos na direção certa ou devemos corrigir o rumo? •Como todas as peças de encaixam? O que é mais importante e o que é menos importante? 5.Problemas relativos a ComoDesafios relacionados à maneira como as coisas se influenciam mutualmente •O que acontecerá se fizermos isto? E se fizermos aquilo? •Podemos alterar o resultado de uma situação ao alterar nosso modo de agir? 6.Problemas relativos a Por QuêDesafios relacionados à visualização de um quadro mais amplo •O que estamos realmente fazendo e por quê? É a coisa certa a fazer ou deveríamos mudar? •Se for necessário mudar, quais seriam as opções? Como decidir pela melhor opção?
  7. 7. 7 Quais Desenhos? Ferramentas Olhos Olhos da Mente Mãos Simples Formas básicas Pessoas e Coisas Linhas e Setas
  8. 8. 8 Nós? Independente do pensamento visual, da confiança ou da preferência pela cor da caneta, todosjá adquiriram importantes habilidades para desenvolver seu pensamento visual e todos têm condições de aperfeiçoar essas habilidades. Caneta PretaCaneta Amarela (adoram marcadores de texto) Caneta Vermelha “Me empresta a caneta!” “Não sei desenhar, mas...” “Não sou um cara visual.”
  9. 9. 9 PARTE II
  10. 10. 10 Etapas do Pensamento Visual •Coletar informações •Primeira avaliação •Examinar o ambiente •Selecionar as informações que merecem atenção •Reconhecer padrões •Manipular as informações •Altere o óbvio •Resumir tudo •Encontrar a melhor estrutura •Realçar o que vimos •Responder às perguntas da plateia Coletar e Filtrar Selecionar e Agrupar Enxergar o que não está visível Tornar tudo mais claro
  11. 11. 11 Etapas do Pensamento Visual Na verdade, nem sempre as etapas são lineares... OLHAR IMAGINAR MOSTRAR VER
  12. 12. 12 Olhar As 04 regras básicas do processo de olhar atentamente: 1. Colete tudo o que puder 2. Disponha tudo em seu campo de visão 3. Estabeleça as coordenadas fundamentais 4. Pratique a “triagem visual”
  13. 13. 13 Ver As 06 maneiras de ver: Objetos e Seres Quantidades Espaços Tempo Causa e Efeito Motivos Quem? O Quê? Quanto? Onde? Quando? Como? Por Quê?
  14. 14. 14 Imaginar As 05 perguntas sobre o que se deseja mostrar: SIMPLES ELABORADO Em algum lugar... Espectro Eletromagnético
  15. 15. 15 Imaginar As 05 perguntas sobre o que se deseja mostrar: QUALITATIVO QUANTITATIVO
  16. 16. 16 Imaginar As 05 perguntas sobre o que se deseja mostrar: VISÃO EXECUÇÃO
  17. 17. 17 Imaginar As 05 perguntas sobre o que se deseja mostrar: INDIVIDUAL COMPARAÇÃO
  18. 18. 18 Imaginar As 05 perguntas sobre o que se deseja mostrar: MUDANÇA COMO ESTÁ
  19. 19. 19 Imaginar As 05 perguntas sobre o que se deseja mostrar: Simples Qualidade Visão Atributos Individuais Mudança (Delta) Elaborado Quantidade Execução Comparação Como está S Q V I D
  20. 20. 20 Mostrar As 03 etapas de mostrar: 1. Selecione a estrutura correta 2. Use uma estrutura para criar seu desenho 3. Apresente e explique seu desenho
  21. 21. 21 Mostrar –A Regra <6><6> Para cada uma das formas de ver existe uma forma correspondente de mostrar. Para cada uma das 6 formas de mostrar existe uma única estrutura visual que serve como ponto de partida. Quem O quê Quanto Onde Quando Como Por quê Gráfico Mapa Linha do Tempo Fluxograma Gráfico de Variáveis Retrato O que vemos O que mostramos
  22. 22. 22 Mostrar –A Regra <6><6> Para não esquecer: Quem O quê Quanto Onde Quando Como Por quê Gráfico Mapa Linha do Tempo Fluxograma Gráfico Variáveis Retrato O que vemos O que mostramos
  23. 23. 23 Códice do Pensamento Visual Simples Elaborado Qualidade Quantidade Visão Execução Individual Comparação Mudança Como Está Quem / O Quê? (Retrato) Quanto? (Gráfico) Onde? (Mapa)
  24. 24. 24 Códice do Pensamento Visual Quando? (Linha do Tempo) Como? (Fluxograma) Por Quê? (Gráfico de Variáveis)
  25. 25. 25 PARTE III
  26. 26. 26 Regras de Ouro –Retratos 1.Pense com simplicidadeUm desenho muito elaborado ou bonito atrai a atenção para o desenho e a desvia da essência do conceito a ser transmitido. 2.Ilustre suas ideiasRepresentar alguém ou algo visualmente sempre desperta novas percepções, o que não ocorre com a elaboração de uma lista, por exemplo. 3.Descreva visualmenteQuando o tempo é limitado (no mundo dos negócios, é sempre limitado), os desenhos fornecem comparações mais eficazes do que descrições verbais. Quem + oQuê Bolas Basquete Beisebol Reconstituição Retrato Pele Azul Seu amigo Pássaros Minha casa Plano Elevação Diagrama Feliz Triste Boa Má
  27. 27. 27 Regras de Ouro –Gráficos 1.O que importa são os dados, portanto faça-os aparecerem •Informações reveladoras jamais são entediantes; •Apresente apenas o necessário; •Elementos antropomórficos ( ) maximizam o engajamento cognitivo. 2.Escolha o modelo mais apropriado para ilustrar seu propósito-Barras: valores absolutos-Linhas: valores ao longo do tempo-Pizzas: valores relativos entre si 3.Se começar com um modelo, atenha-se a eleDepois que a plateia aprendeu a “ler” seu gráfico, não mude o tipo de gráfico bruscamente. Quantos + Quanto Divisão Porcentagem QtdeConsumida Gráfico de Pizza Qualidade Termômetro Normal Provável Gráfico de Barras Cenário Histograma Valor
  28. 28. 28 Regras de Ouro –Mapas Onde 1.Tudo tem uma geografiaTudo que é construído a partir de vários componentes pode ser mapeado. 2.Norte é um estado de espíritoSistemas coordenados organizam elementos conforme sua posição espacial relativa. Norte-Sul; Bom-Ruim; Caro-Barato, etc. 3.Entenda seu olhar além da hierarquia óbviaOrganogramas tradicionais são ótimos para mapear a cadeia de comando oficial mas não são bons para apresentar as relações ou conexões entre as pessoas/áreas. Mapas de influências são melhores nesses casos. Açúcar Creme Café Paraíso Posição Perfeita Mapa do terreno Mapa conceitual Montagem necessária Condado Mordor Helm Diversão alegria prazer riso agradável
  29. 29. 29 Regras de Ouro –Linhas do Tempo Quando 1.O tempo é uma via de mão únicaPara nosso objetivo, vamos pensar no tempo como uma linha reta que leva do ontem para o amanhã, da esquerda para direita. 2.A repetição de linhas do tempo cria ciclos de vidadias meses anos, a linha do tempo sempre se repete. 3.Circular versuslinearLinhas do tempo circulares são para enfatizar a natureza repetitiva do evento mas a representação linear é mais fácil de ler e lembrar. Principalmente, quando acompanhada de textos explicativos. Linha do Tempo Raias Progressão Linear Gráfico de Gantt Ciclo de Vida (em círculo) Mapa de Processos (linear)
  30. 30. 30 Regras de Ouro –Gráficos de Variáveis Por Quê? 1.Para criar um gráfico de variáveis, é preciso paciência, prática e a definição de um objetivoComece desenhando as coordenadas x-ye vá acrescentando variáveis ao gráfico conforme o objetivo traçado. 2.Um caldo mais consistente é melhorAo criar um gráfico, procuramos identificar as variáveis de exercer influências umas nas outras e, assim, criar um modelo para nosso problema. 3.Qualquer coisa pode ser mapeada junto com qualquer outra coisa, mas... É preciso cuidado para identificar as corretas variáveis. Saber distinguir “correlação” e “causalidade”. Por quê? Gráfico de Variáveis Tempo quantidade qualidade
  31. 31. 31 PARTE IV
  32. 32. 32 Kit de Ferramentas do Pensamento Visual Quem/O Quê Quanto Onde Quando Como Por Quê Olhos Olhos da Mente Mãos Mostrar Imaginar Ver Olhar Simples / Elaborado Qualidade / Quantidade Visão / Execução Atributos Individuais / Comparação Mudança (Delta) / Como está
  33. 33. A Crescer Negócios é uma empresa de consultoria de gestão focada em desenvolver soluções especializadas para pequenas e médias empresas. Temos o objetivo de agregar valor aos nossos clientes e, por isso, entendemos que nossa entrega não se resume a relatórios consultivos e sim em melhorias efetivas na gestão das organizações. Com atuações em todos os níveis organizacionais, nossos projetos são conduzidos com a participação da equipe do cliente, para que a troca de conhecimento exista de maneira construtiva e suficiente para a manutenção das melhorias implementadas. Entre emcontatoconosco: www.crescernegócios.com.br contato@crescernegocios.com.br

×